Comprovado: Desmatamento na Amazônia foi maior nos governos FHC e Lula - Informativo Atitude

Comprovado: Desmatamento na Amazônia foi maior nos governos FHC e Lula

Foto: Victor Moriyama

Nos primeiros três anos do governo de Jair Bolsonaro (2019 a 2021), o desmatamento anual médio na Amazônia foi de 11,4 mil quilômetros quadrados. Trata-se de um aumento em relação ao governo de Dilma Rousseff (5,9 mil), mas representa uma taxa menor que a média anual registrada nos governos de Fernando Henrique Cardoso (19 mil) e de Lula (24 mil).

O levantamento feito pelo Inpe foi divulgado no site do PT há duas semanas. Nesta última quinta-feira, o mesmo site destacou dados mostrando que o Brasil foi líder em 2021 na perda de florestas tropicais. No texto, o partido ressalta o trabalho realizado pela organização norte-americana Global Forest Watch e destaca a responsabilidade do atual governo pela destruição das florestas. O PT afirma ainda que o combate ao desmatamento no governo Lula foi um legado do partido.

É fato que a taxa de desmatamento anual média da Amazônia vem subindo no governo Bolsonaro. Em 2019, foram 10,1 mil quilômetros quadrados de destruição. Em 2020, houve um aumento sensível e , no ano passado, foram 13,2 mil quilômetros quadrados. Nos primeiros três anos do governo Lula, foram desmatados em média 24 mil quilômetros, 105% a mais que nos primeiros três anos do governo de Jair Bolsonaro.