Saúde Arquivo

Fotos: Márcio Lucas/Assecom-PMM

Teve início nesta terça-feira (15) uma nova temporada do projeto Samuzinho em Macaíba, reunindo 50 crianças e adolescentes do 6º ao 9º ano da Escola Municipal José Arinaldo, situada no Loteamento Esperança, divididos em duas turmas de 25 cada, nos turnos matutino e vespertino, em regime de contraturno.

Por meio do projeto coordenado por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), os alunos têm aulas teóricas e práticas uma vez por mês de noções de primeiros socorros, além de lições sobre o funcionamento correto do serviço de modo que evitem chamadas desnecessárias – trotes, que absurdamente representam entre 30 e 40% dos telefonemas recebidos. Após a conclusão das aulas, os alunos recebem certificados e passam a ser multiplicadores de informações em suas comunidades.

“Em Macaíba, estamos formando a sexta turma do projeto Samuzinho na modalidade contínua. São seis encontros, onde nós ensinamos primeiros socorros, suporte básico de vida e prevenção de trotes. Observamos que esse projeto tem um impacto social muito grande na vida de cada aluno. Muitos deles adquirem novas perspectivas de vida após a formação, contemplando o que poderão fazer quando crescer.”, explicou Izabel Caroline, coordenadora do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do SAMU.

O Samuzinho foi criado em Brasília no ano de 2007 e começou a ser oficialmente desenvolvido na cidade de Macaíba há três anos. Os alunos participantes são selecionados pela gestão escolar de acordo com critérios como bom comportamento e bom rendimento.

Assecom-PMM

Reprodução: WhatsApp

Neste sábado (12/05) ocorreu o Dia D de Vacinação contra a Gripe em todo o Brasil. Em Macaíba, todos os postos de saúde da rede municipal (áreas urbanas e rurais) foram abertos entre 8h e 17h, sendo que a vacinação aconteceu de forma tranquila e organizada.

Os grupos prioritários são: crianças de 6 meses e menores de 5 anos (no máximo 4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), presidiários e funcionários do sistema prisional, adolescentes de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas, além de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

A Campanha de Vacinação contra a Gripe prossegue até o próximo dia 1º de junho, de acordo com informações do site do Ministério da Saúde.

Arquivo/Agência Brasil

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) entrou com ação civil pública contra a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) pedindo a suspensão do reajuste anual de planos de saúde individuais e familiares para os anos 2018/2019, previsto para ser divulgado nas próximas semanas.

De acordo com o Idec, a ação tem como base relatório recente do Tribunal de Contas da União (TCU) que aponta distorções, abusividade e falta de transparência na metodologia usada pela ANS para calcular o percentual máximo de reajuste de planos de saúde individuais.

“Com base nessas conclusões, o Idec pediu que a agência não autorize o próximo reajuste, uma vez que há problemas na forma como são determinados os aumentos. Caso ocorram, a revisão dos valores irá atingir mais de 9 milhões de usuários de planos individuais, número que corresponde a cerca de 20% dos consumidores de planos de saúde”, informou o órgão.

Na ação, o instituto pede que a ANS não repita os erros apontados pelo tribunal; que compense os valores pagos a mais pelos consumidores dando descontos nos reajustes dos próximos três anos; que sejam divulgados os índices corretos que deveriam ter sido aplicados; e que a agência seja condenada a pagar uma indenização por danos coletivos ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

“O Idec enviará ainda pedido à Procuradoria-Geral da República para que seja apurada eventual improbidade administrativa de diretores da ANS no período analisado pelo TCU, considerando que o reajuste indevido, autorizado por agentes públicos no exercício de função pública, em prejuízo a milhões de consumidores, pode ser caracterizado como a ato ilegal e contrário aos princípios básicos da administração pública”, destacou.

Agência Brasil

Foto: Márcio Lucas

O próximo sábado (12) está marcado para ser o Dia D de Vacinação contra a Gripe em todo o Brasil. Em Macaíba, todos os postos de saúde da rede municipal (áreas urbanas e rurais) deverão estar abertos entre 8h e 17h. O Dia D é uma mobilização nacional feita através da parceria entre o MS e as secretarias estaduais e municipais de saúde.

Nesta campanha, os grupos prioritários são: crianças de 6 meses e menores de 5 anos (no máximo 4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), presidiários e funcionários do sistema prisional, adolescentes de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas, além de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Para obter mais informações ou dirimir suas dúvidas, o cidadão deverá discar para o número 3271-6547, da Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba. Essa campanha de vacinação está prevista pelo Ministério da Saúde para durar até o dia 1º de junho, seu início foi no dia 23 de abril.

Assecom-PMM

ASSECOM/RN – A segunda semana da Campanha de Vacinação contra a Influenza se encerra com dados positivos para o Rio Grande do Norte, que já vacinou 149.240 mil pessoas, atingindo uma cobertura vacinal de 20,73%. Assim, o estado ocupa o 2º lugar no Nordeste, 9º lugar no Brasil e sua cobertura vacinal se encontra superior à média da região (15,38%) e do Brasil (19,9%).

Entre os municípios do RN, Natal está em primeiro lugar, com uma cobertura vacinal de 27,8%, em segundo vem Mossoró, com 26,1%, e em terceiro lugar se encontra Parnamirim, com 22,5%. A estimativa é de que 879.430 pessoas sejam vacinadas no estado, de modo a se atingir a meta de vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis para a campanha, que prossegue até 01 de junho, sendo 12 de maio, o dia de mobilização nacional.

Fazem parte dos grupos a serem imunizados as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

As vacinas vêm sendo enviadas pelo Ministério da Saúde ao RN em sete remessas no decorrer da campanha. Na última quinta-feira (03), chegou a terceira remessa e até o momento o estado recebeu 444 mil doses, o que corresponde a quase 45% do total a ser recebido. De acordo com a coordenadora estadual de Imunizações, Katiucia Roseli, “a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está concentrando esforços para que os municípios vacinem o máximo possível de pessoas pertencentes aos grupos prioritários. O objetivo é que assim se possa reduzir as internações, complicações e óbitos causados por influenza”.

Viver só e conviver com poucas pessoas aumenta o risco de morte por infarto e acidente vascular cerebral (AVC), revela um estudo realizado na Grã-Bretanha publicado nesta terça-feira.

O estudo recolheu dados de 479 mil pessoas, que responderam a um questionário para saber se estavam “socialmente isoladas” ou solitárias.

“O isolamento social e o sentimento de solidão estão associados a um maior risco de infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral”, afirmam pesquisadores finlandeses na revista médica Heart.

“O isolamento social parece ser um fator de risco de mortalidade independente após um infarto ou um AVC”, acrescentam os pesquisadores.

A originalidade do estudo residiu em isolar este fator de outros. De fato, viver só se soma a outros riscos para o coração, como estilo de vida pouco saudável (tabagismo, alimentação desequilibrada, falta de atividade física e etc), má saúde mental e pobreza.

Excluindo os demais riscos, o estudo concluiu que a solidão aumenta em 32% o risco de morte por infarto ou AVC.

Via Superpride

Foto: Arquivo/Governo do Mato Grosso

Imunização de bovinos e búfalos vai ocorrer em 25 estados e no Distrito Federal. A exceção é o Amapá, que vacina o gado de setembro a novembro; e Santa Catarina, onde a doença foi eliminada

Em maio, o Brasil será reconhecido, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), como um país livre da febre aftosa com vacinação. A meta do governo é que o País tenha condições de encerrar a vacinação em 2021, mas, enquanto isso, a luta do governo e dos criadores contra a doença continua e, nesta terça-feira (1º), a vacinação recomeça em praticamente todos os estados e no Distrito Federal.

O pecuarista que não seguir à risca o calendário de vacinação estará sujeito a autuação e multa. O Ministério da Agricultura alerta que possui meios para avaliar, a partir da coleta de sangue, a imunidade dos rebanhos e descobrir se os animais foram vacinados ou não. “Se os auditores fiscais constatarem que o rebanho não foi vacinado, o produtor responderá um processo”, esclarece, em nota, o ministério.

Ainda segundo a pasta, o criador que observar lesões ou animais babando e mancando deve comunicar imediatamente o serviço veterinário oficial. Para facilitar, esse processo pode ser feito por meio do aplicativo gratuito Pec Saúde Animal. Clique aqui para baixar o aplicativo em dispositivos que utilizam sistema operacional Android e aqui, para iOS.

Portal Brasil

O Ministério da Saúde repassou R$ 4 milhões para quatro hospitais universitários do Rio Grande do Norte, que fazem atendimento pelo Sistema Único de Saúde. O recurso é destinado ao custeio dos atendimentos ou, ainda, para o financiamento de obras de reforma ou ampliação das unidades, que funcionam em Santa Cruz e Natal, por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). As portarias nº 1.042 /2018 e nº 1043/2018, que autorizam os repasses da verba, foram publicadas no Diário Oficial da União (D.O.U) de 23 de abril de 2017 e contemplam, ao todo, 22 instituições em todo o Brasil.

O REHUF é um programa executado desde 2010 em parceria com o Ministério da Educação e com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). Desde então, por parte do Ministério da Saúde, já foram injetados quase R$ 3,06 bilhões nos hospitais universitários, sendo R$ 189 milhões em 2017 e R$ 380 milhões em 2016.

Além de ser aplicado em pesquisas e na melhoria da qualidade da gestão e do atendimento à população atendida pelo SUS, a verba do REHUF também pode ser utilizada para reformas e aquisição de materiais médico-hospitalares, entre outras ações, conforme a necessidade e o planejamento da instituição.

Informações do Portal do Ministério da Saúde

A partir da próxima quarta-feira, 02 de maio, a Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, vai intensificar os trabalhos de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, causador de doenças como dengue, chikungunya e zika, com o uso de carros fumacês, que irão se somar às várias ações que já vêm sendo conduzidas desde o início do período de chuvas, através de iniciativas como o projeto Sexta-feira sem Aedes.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os carros fumacês irão percorrer todos os bairros da zona urbana, com ênfase nos que tiverem notadamente maior incidência de casos de doenças relacionadas ao mosquito, bem como os distritos de Traíras, Canabrava, Cajazeiras e a comunidade rural As Marias.

Arquivo-PMM

Quanto às demais comunidades rurais, os agentes de endemias farão visitas realizando os trabalhos pertinentes à prevenção e ao combate ao Aedes aegypti, inclusive com uso de Ultra Baixo Volume (UBV). Os horários previstos para a aplicação são 4h e 16h30min.

A orientação é para que os moradores deixem as portas e janelas abertas durante a passagem desses veículos. Vale lembrar que a pulverização afeta apenas os mosquitos adultos. Por isso, é importante que a população mantenha os cuidados em suas residências para evitar ambientes favoráveis ao surgimento e crescimento de larvas, principalmente evitando água parada.

Assecom-PMM

Os pesquisadores Jean Pierre Schatzmann Peron, do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), e Patricia Cristina Baleeiro Beltrão Braga, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) falam sobre a pesquisa “The Brazilian Zika vírus causes birth defects in experimental models” desenvolvida por eles na Universidade de São Paulo (USP). (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Agência Brasil – O vírus Zika pode ser usado como ferramenta no tratamento de tumores humanos agressivos do sistema nervoso central. É o que revelou um estudo brasileiro publicado nesta quinta-feira (26) na revista Cancer Research, importante publicação científica da área oncológica.

O estudo foi feito pela primeira vez em um modelo vivo. Após injetar pequenas quantidades do vírus Zika no encéfalo de camundongos com estágio avançado de tumores, os cientistas observaram uma redução significativa da massa tumoral e aumento da sobrevida dos animais. Em alguns casos, houve a eliminação completa do tumor e até mesmo de metástases na medula espinal.

“Estamos muito animados com a possibilidade de testar o tratamento em pacientes humanos e já estamos conversando com oncologistas. Também submetemos uma patente com o protocolo terapêutico adotado em roedores”, contou a professora do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP) Mayana Zatz. Ela também é coordenadora do Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL), um centro de pesquisa, inovação e difusão (Cepid) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Matéria completa aqui:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2018-04/pesquisa-indica-que-virus-zika-cura-tumor-avancado-no-sistema-nervoso

Foto ilustrativa/SESAP-RN

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU RN) receberá oito ambulâncias de Suporte Básico doadas pelo Ministério da Saúde. O extrato de doação (nº 209/2018), assinado em 12 de abril, foi publicado nesta terça-feira (24), no Diário Oficial da União.

A renovação da frota custou ao Ministério da Saúde um total de R$ 1.410.288,00. A expectativa é que os veículos cheguem ao estado em aproximadamente 40 dias, reforçando a cobertura do Samu no Rio Grande do Norte.

No final do mês de março, o SAMU colocou em funcionamento 4 novas ambulâncias totalmente equipadas, que passaram a compor a frota de serviço de atendimento.

ASSECOM/RN

A exemplo da SESAP/RN e de outros órgãos de saúde, a Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba (SMS) está atenta à incidência de casos de conjuntivite na região, por isso alerta a população para prevenção e tratamento dessa enfermidade típica dessa época do ano.

A conjuntivite é uma inflamação que geralmente ataca os olhos, causada por vírus ou bactérias, bastante contagiosa. Os principais sintomas são: olhos vermelhos e lacrimejantes, pálpebras inchadas e grudadas (principalmente ao acordar), sensação de “areia” ou “cisco” nos olhos, coceira, visão borrada, presença de secreções e dor ao olhar para a luz.

De acordo com informações do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Macaíba, foram registrados 114 casos recentemente no município. O ciclo da doença pode variar de 7 a 15 dias. Quem estiver com sintomas da conjuntivite deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa para receber tratamento adequado, lembrando que não é recomendável se automedicar.

Para se prevenir, a pessoa deve tomar cuidados como lavar as mãos com frequência, usando água e sabão, secando-as preferencialmente com toalhas e lenços descartáveis, evitar compartilhar objetos pessoais como, por exemplo, toalhas, travesseiros, copos, rímel e esponjas, dentre outros, assim como não usar piscinas de academias e clubes que não sejam frequentemente higienizadas.

Assecom-PMM

São Paulo – Vacinação dos profissionais de saúde contra H1N1 no Hospital das Clínicas (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Começa hoje (23) a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Até o dia 1º de junho, devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem receber a dose. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Dia D

O chamado Dia D de mobilização nacional deve ocorrer em 12 de maio. A previsão é de que nessa data estejam abertos 65 mil postos de vacinação, sendo 37 mil de rotina e 28 mil volantes, com o envolvimento de 240 mil pessoas. Também estarão disponíveis, para a mobilização, 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

De acordo com o Ministério da Saúde, a dose protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, conforme determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS), incluindo o H1N1 e o H3N2.

“A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos”, informou o ministério.

Agência Brasil

Foto: Márcio Lucas

A Prefeitura realizou a entrega de 22 encaminhamentos para cirurgias de catarata, na tarde desta segunda-feira (16), na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O prefeito Fernando Cunha esteve presente na ocasião e informou aos pacientes as orientações necessárias para os procedimentos cirúrgicos.

O senhor Francisco das Chagas, 73 anos, morador do Loteamento Santo Antônio já fez as duas cirurgias de catarata e elogiou o atendimento de saúde em Macaíba. “Maravilhoso, muito bom o atendimento. O prefeito de Macaíba e a equipe dele estão de parabéns, os encaminhamentos são ótimos. Quem precisar, procure que será bem atendido. A saúde é o que de mais valioso temos na vida”, afirmou.

A administração municipal seguirá com esta ação durante este ano. Em 2017, a Prefeitura realizou 160 encaminhamentos para cirurgias de catarata, além de promover quatro edições do mutirão contra o glaucoma, onde foram feitos mais de 3.200 atendimentos.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

A Prefeitura de Macaíba informa que a distribuição de fraldas está sendo realizada na Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A entrega é feita somente para as famílias cadastradas no programa e só é efetivada mediante apresentação das carteiras de identidade do responsável pelo cadastro e do beneficiário, e da carteira de marcação de recebimento das fraldas.

O cadastro dos usuários também precisa ser atualizado. Todos os beneficiários cadastrados devem comparecer ao CRAS mais próximo de sua residências para atualizar.

Os documentos necessários são carteira de identidade e CPF (do responsável pelo cadastro e do beneficiário), comprovante de residência, número do NIS (Cartão do Bolsa Família) e laudo médico do paciente.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

A Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Macaíba acaba de ganhar um novo aparelho de ventilação pulmonar mecânica. Mais um relevante investimento do Município para a saúde da população, que foi adquirido por um valor de 39 mil reais.

A ventilação pulmonar mecânica é usada em pacientes intubados que necessitam de cuidados intensivos, que exijam assistência ininterrupta, sendo esta uma das principais ferramentas no tratamento desses casos.

Foto: ASSECOM/RN

A edição 2018 do Projeto Samuzinho, executado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), prorrogou seu processo seletivo até a próxima semana (16/4) para escolha das duas escolas que irão participar.

O objetivo do Samuzinho é sensibilizar crianças e adolescentes em idade escolar (7 a 14 anos) e seus professores sobre a importância do SAMU 192 RN para a população, desenvolvendo, nesses jovens, habilidades técnicas e comportamentais para atuar diante de situações de urgência como primeiros respondentes, além de minimizar os índices de trotes no SAMU 192 RN.

Os seis encontros, sendo um por mês, irão acontecer em horário contrário ao da sala de aula normal, para não haver prejuízo no ano letivo da criança. Alguns dos temas abordados durantes os encontros serão reanimação cardiopulmonar, manobras de desengasgo, acidentes domésticos e de trânsito, pequenos traumas, queimaduras, choque elétrico, desmaio, crise convulsiva.

O Projeto Samuzinho surgiu em 2007, no Distrito Federal (DF), diante de um contexto de chamadas ineficientes geradas pelos trotes, que apontavam uma variação de 10% a 30%. Organizado de diferentes formatos e metodologias, hoje, o projeto segue em outros municípios e estados onde existe o SAMU 192 implantado, com a mesma missão educativa de divulgar informações sobre o trabalho do SAMU, noções de primeiros socorros e formação de agentes multiplicadores, tendo como público alvo crianças em idade escolar, considerados os principais responsáveis pelos trotes ao serviço.

Seleção
As escolas interessadas em participar devem ser da região metropolitana do Rio Grande do Norte (Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Monte Alegre, Extremoz e Nísia Floresta).

Um dos quesitos utilizados como critério de desempate entre as escolas classificadas é que elas terão que ter no mínimo nota 06 (seis) no IDEB (índice de desenvolvimento da educação básica). As turmas serão constituídas de 25 crianças/adolescentes e cinco educadores vinculados à escola, onde os seis encontros acontecerão, conforme cronograma do projeto.

Cada escola deve indicar de 3 a 5 professores por turma, que acompanhem os alunos nos encontros, bem como o seu desempenho no Projeto Samuzinho (em todas as ações e encontros), assim como também estimular os alunos a fazer as atividades que forem propostas.

Formação
Serão realizadas várias atividades, como aulas teóricas e práticas, oficinas, gincanas de reconhecimento de materiais, simulação realísticas (teatros), aprendizado baseado em equipes, problematizações, bem como visitas das estruturas físicas do SAMU 192 RN, assim como à ambulância de suporte básico e as de suporte avançado, de acordo com cronograma pré- estabelecido. Os temas são abordados de maneira lúdica com ênfase em metodologias ativas do processo de ensino-aprendizagem.

Inscrições
A inscrição das escolas será realizada através da ficha de inscrição (ANEXO B) e o termo de compromisso (ANEXO A), que deverão ser encaminhados por e-mail (nepsamu192rn@gmail.com).
As inscrições estão abertas desde o dia 1º e seguem até dia 10 de abril. Não serão aceitas inscrições após o período estabelecido, nem de escolas que não preencham os pré-requisitos.

ASSECOM/RN

SESAP/RN – A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), organiza para este mês uma série de ações para marcar o Abril Verde – dedicado à prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

Com o apoio dos Núcleos Regionais de Saúde do Trabalhador (Nursat) o Cerest promoverá em todas as regiões do Estado encontros, palestras, seminários, debates, mobilizações sociais e sinalizações com o símbolo do laço verde, em referência à segurança e à saúde do trabalhador. A programação, que terá início nesta terça-feira (3), deverá chamar atenção para a realidade dos acidentes e doenças no Brasil e no estado.

Serão discutidos diversos temas relativos a saúde e segurança dos trabalhadores, tais como as Lesões por Esforço Repetitivo/Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (LER/DORT), cuidados com a voz, prevenção e investigação de acidentes e sofrimento psíquico no trabalho.

Ler mais…

SESAP/ASSECOM

A coordenação do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência do Rio Grande do Norte (SAMU 192 RN) informa que nesta quinta-feira (29) colocou em funcionamento 4 novas ambulâncias totalmente equipadas, que passam a compor a frota de serviço de atendimento. Dessa forma, o SAMU contabiliza hoje um total de 12 ambulâncias em condições de atender ocorrências, todas equipadas com os itens de segurança necessários a prestar o serviço adequadamente.

Através da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), o serviço receberá ainda mais 6 novas ambulâncias que aguardam finalização do processo de doação e liberação por parte do Ministério da Saúde, e mais 15, que estão sendo licitadas, totalizando assim 25 novas viaturas que irão compor a frota.

O SAMU esclarece que os serviços de manutenção e reparo das ambulâncias seguem o trâmite normal e estão dentro do prazo previsto para conclusão dos serviços.

SESAP/ASSECOM