Política - Informativo Atitude - Page 3

Categoria: Política

O ex-presidente Jair Bolsonaro fechou um acordo com o atual presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para a próxima eleição ao comando da Casa, marcada para fevereiro de 2025.

A aliados e interlocutores, Bolsonaro tem dito que se comprometeu a apoiar o nome que Lira escolher como candidato à presidência da Câmara, desde que não seja um deputado de esquerda.

Hoje, ao menos três deputados se movimentam para concorrer à sucessão de Lira com o apoio dele: Elmar Nascimento (União-BA), Antônio Brito (PSD-BA) e Marcos Pereira (Republicanos-SP).

Em março, Lira e Bolsonaro discutiram a eleição para a presidência da Câmara durante um jantar que reuniu ainda o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, conforme noticiou a coluna à época.

Igor Gadelha – Metrópoles

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

Ganhou destaque a imagem do fotógrafo Ricardo Stuckert, que a assessora a presidência da República, montando cenário para que o presidente Lula aparecesse em fotografia beijando o rosto de uma das desabrigadas do Rio Grande do Sul. A mulher chora enquanto Lula cria cena junto ao profissional para registro de imagem apelativa.

Stuckert dirige a cena, ao pedir para que pessoas se afastem de Lula, enquanto o presidente se posiciona para beijar o rosto da mulher em prantos. Lula dá o primeiro beijo, mas ao perceber que o fotógrafo ainda não clicou o ângulo perfeito, beija o rosto da mulher outras duas vezes até que Stuckert conclua a missão de registrar o momento.

O Diário do Poder mostrou sucessivos comportamentos questionáveis do presidente Lula ao tratar com os gaúchos em meio as chuvas torrenciais no estado. Ele brincou sobre a tradição de futebol entre os times Internacional e Grêmio e também afirmou que não sabia que o estado gaúcho “tem tanta gente negra”, mostrando desconhecimento sobre a miscigenação da população brasileira. “Eu falei para a Janja, é impressionante, eu não tinha noção que no Rio Grande do Sul tinha tanta gente negra. Eu falei não é possível. E a Janja falou é porque são os mais pobres e moram nos lugares mais arriscados de ser vítima dessas coisas”,  disse o chefe do Executivo.

Fonte: Portal Grande Ponto

Foto: Magnus Nascimento

O deputado federal General Girão (PL) anunciou que irá apoiar a pré-candidatura de Paulinho Freire (União Brasil) à Prefeitura de Natal. A decisão foi confirmado em coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (20).

“A gente não faz política sozinho. Fazemos política sempre procurando unir as forças”, afirmou Girão, ao justificar a escolha. O deputado também ressaltou que a decisão partiu da análise das pesquisas e de reuniões internas do partido, lideradas pelo senador Rogério Marinho. A ideia é apoiar o candidato que estivesse melhor nas pesquisas.

“Nessa última eleição, liderados por Rogério Marinho, fizemos uma base muito forte. E mesmo assim, o PL é um dos partidos (que compõe essa base). E liderados por Rogério Marinho, identificamos que para fazer o apoio em Natal, em uma candidatura própria, pensamos em unir forças”, explicou o Girão.

Além do parlamentar federal, Paulinho Freire também tem o apoio do prefeito Álvaro Dias (Republicanos). No evento, também estiveram presentes Joanna Guerra, secretária municipal de planejamento e pré-candidata à vice, e José Agripino.

Durante o anúncio do apoio do deputado federal general Girão aa Paulinho Freire, que é pré-candidato a prefeito de Natal, o ex-senador e presidente do União Brasil no RN, José Agripino, ressaltou que “Paulinho é candidato de centro”. Ele explicou também que apoio como o do general Girão “será valorizado durante e depois da campanha”.

Ainda em sua fala, José Agripino destacou que é “importante que vocês participem de uma gestão preocupada com o interesse real do cidadão”.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, que já tinha anunciado seu apoio a Paulinho Freire, afirmou que a adesão do general ao projeto de Freire “representa o apoio de um segmento importante da sociedade natalense”. Dias citou a “postura nítida, definida, de direita, que representa este segmento”.

Tribuna do Norte

Pelos corredores da Assembleia Legislativa, especula-se que não há a menor possibilidade de o deputado Ezequiel Ferreira, atual presidente da Casa, ser indicado para o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE/RN).

Ezequiel não pleiteia o cargo. A disputa continua entre os deputados Gustavo Carvalho e George Soares.

Fátima Bezerra (PT) alcançou 70,12% de desaprovação em abril, conforme a pesquisa Consult/TRIBUNA DO NORTE, crescendo 12,30% desde a a primeira pesquisa divulgada em outubro do ano passado, quando a desaprovação era de 57,82% e chegou a 68,53% em fevereiro de 2024.

Os maiores índices de desaprovação do governo petista são registrados na Grande Natal, 79,4%, em seguida no Mato Grande, 77,2%; Sertão do Apodi, 74,5%; Seridó, 73,8%; Agreste/Litoral Sul, 73,1% e Mossoró, 71,3%. Em Natal, a desaprovação foi de 62,1%.

A existência do Poder Legislativo está em xeque, com a nova afronta do presidente Lula (PT) acionando os aliados no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular mais uma lei federal, desta vez a que trata da parcial desoneração de impostos que incidem sobre folhas de pagamento. Derrotado cinco vezes, sendo duas na câmara, duas no Senado e outra em sessão conjunta do Congresso, Lula usou a docilidade do senador Rodrigo Pacheco na quarta e já na quinta (25) passou-lhe a perna.

O ESTADO SOU EU

Lula parece tentar estabelecer uma nova ordem “institucional”, na qual prevalece o que ele decidir. Por “bem” ou com ajuda dos aliados no STF.

CONGRESSO DECORATIVO

O ministro Gilmar Mendes deixou claro, em recente entrevista, que a palavra final será do STF, “decidam o que decidirem” no Congresso.

AUTORITARISMO RELATIVO

Assim, ganham força suspeitas de implantação de um regime autoritário, que impôs medo a um parlamento acuado, quase um Poder supérfluo.

NOVO TABEFE DO STF

Outro ministro do STF anula lei federal aprovada no Congresso, motivo de reação do Senado ao aprovar a limitação de decisões monocráticas.

ALIADOS 

O  STF, mostra que está alinhado com  o governo Lula e  nesta historia toda, só quem saiu desmoralizado foi Pacheco que atendeu todas as demandas de Lula e no final levou um tapa na cara do presidente e do STF.

COMPLICOU

Uma coisa é certa, a situação do Brasil complicou com um Congresso submisso ao Supremo e ao Presidente Lula, o parlamento brasileiro virou um enfeite com um custo alto para o contribuinte brasileiro.

VAI PIORAR 

Enquanto a Argentina dá uma verdadeira lição para o Brasil na área econômica, valorizando sua moeda e fazendo um controle dos seus gastos públicos, o Brasil vai na contramão se tornando o país mais endividado da América Latina. Para se ter uma ideia, o Brasil já entrou devendo um trilhão a mais só em 2023, e isso sem pandemia.

CUMPRIU A PROMESSA

Ninguém pode negar que Lula comprimiu o que prometeu. Ele colocou o pobre no orçamento, pois em nenhum  governo o pobre pagou tanto imposto, e é melhor preparar o bolso, pois o rombo do governo é grande e no final só quem paga a conta é o trabalhador.

HOMEM QUE QUEBROU O BRASIL 

A volta de Lula a presidência do Brasil, só vai servir para enterrar todo o seu legado de 2002 a 2010, onde o mesmo era reconhecido como um dos maiores presidentes da república, mas naquela época o mundo vinha em um grande crescimento econômico e não tinha nem um terço dos desafios que tem hoje.  Com isso, Lula vai descontruir toda a sua imagem de grande estadista, vai sufocar o PT em vários estados, levando o Partido dos Trabalhadores a uma tragédia eleitoral nas eleições de 2024, e, principalmente, nas eleições em 2026, onde o partido certamente encotrarar seu fim, pois além de perder a presidência, vai também perder cadeiras importantes no senado e na câmara dos deputados. Lula será lembrado como o homem que quebrou o Brasil.

Com Informaçoes de Claudio Humberto e Lindoarte Lima 

 

Não é de hoje que o blog denuncia o descaso do governo estadual com a falta de medicamentos na Unicat e prejudicando o tratamento de centenas de pessoas em todo o estado.

Mais alarmante ainda é o dado que a cada dez medicamentos, quatro estão indisponíveis na rede pública de saúde do Rio Grande do Norte.

A informação é de um levantamento da Tribuna do Norte e mostra que o “Estado registra uma taxa média de 40,4% de desabastecimento na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), na capital, e nas unidades descentralizadas (CEAFs), localizadas no bairro Alecrim, também em Natal, e nos Municípios de Mossoró e Caicó”.

Para se ter uma ideia disso, Na sede da Unicat, faltam 74 dos 199 medicamentos fornecidos à população, ou seja, 37,1% de escassez.

Faltam medicamentos para tratar hipertensão, diabetes, lúpus, psoríase, asma, entre outros. Ao todo, cerca de 40 mil pessoas têm cadastro ativo no Estado.

Será que o Ministério Público ainda vai continuar sem uma ação efetiva contra esse descaso do governo e irresponsabilidade contra o cidadão?

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

O presidente Lula disse nesta quarta-feira (17) que temor de corrupção faz países ricos evitarem enviar recursos para governos de países pobres. “Dão dinheiro para uma ONG deles”, completou.

“Foi assim no Haiti. 15 anos atrás, o único país que deu dinheiro vivo para o Haiti foi o Brasil, que deu US$ 40 milhões. Ninguém deu”, afirmou o presidente.

Metrópoles

Em meio ao embate entre o empresário Elon Musk e Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Alexandre de Moraes disse que o mundo era mais feliz antes das redes sociais.

Se a articulação política do RN no Congresso Nacional já não era das melhores, parece que agora conseguiu piorar.

Robinson Faria foi eleito coordenador da bancada federal do Rio Grande do Norte.

Com um mandato pífio até o momento, Faria tem tudo para enfraquecer ainda mais a já pequena bancada potiguar no congresso nacional.

Estamos lascados.

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros