Blog Arquivo

Dunga, técnico do Brasil

O Brasil já havia tomado de 7 a 1 da Alemanha e se preparava para entrar em campo na derrota por 3 a 0 contra a Holanda, na disputa pelo 3º lugar da Copa do Mundo. A piada sobre o time de Felipão e Parreira estava consumada, mas havia uma outra em formação. E quem chamava de piada a história a ser contada é Dunga, que nesta terça-feira, no Rio, apenas 10 dias depois da conversa por WhatsApp com o UOL Esporte, será anunciado pela segunda vez como técnico da seleção brasileira.

“Hahaha piada…mais fácil treinar Itália, [a] Alemanha, que [o] Brasil”, disse o capitão do tetra ao ser questionado sobre a movimentação nos bastidores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que já o apontavam como substituto de Luiz Felipe Scolari.

O técnico deu uma breve explicação sobre o porquê da impossibilidade de retornar à seleção. Creditou à relação conflituosa que teve com a TV Globo em sua primeira passagem como técnico da seleção e a influência que a empresa exerce no dia a dia da seleção como parceira estratégica da CBF.

Sobre um nome estrangeiro para o cargo, Dunga não usou seu discurso tradicionalmente patriota. Preferiu apontar questões estruturais que os seus novos patrões, o presidente da CBF, José Maria Marin, e o presidente eleito, Marco Polo Del Nero, não haviam resolvido a tempo da primeira Copa do Mundo da dupla à frente da entidade nacional.

“É verdade, agora falam em treinador estrangeiro…tá tudo errado. Mas, verdade, falta profissionalismo, realidade”, afirmou Dunga, que evitou mais comentários. Ele disse que não queria se meter na seleção durante a Copa do Mundo. “Não falei antes, não vai ser agora (…), disse o técnico. Mas, e depois?

O ‘depois’ chegou mais rápido que o capitão do tetra desenhava naquele 12 de julho, dia o passeio holandês contra o Brasil de Felipão. Nesta terça-feira, às 11h (horário de Brasília), ele anuncia quais serão seus planos para trabalhar junto do novo coordenador Gilmar Rinaldi e do homem da base Alexandre Gallo na preparação da seleção para as Olimpíadas do Rio, em 2016, e para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Em sua primeira passagem, Dunga fracassou em ambas – foi bronze em Pequim-08 e caiu nas quartas da Copa da África, em 2010. Conquistou uma Copa América, uma Copa das Confederações e foi líder das eliminatórias com vitórias fora de casa contra Uruguai e Argentina.

À época da sua primeira contratação, a palavra de ordem imposta pelo então presidente Ricardo Teixeira era acabar com o privilégio dos astros e recuperar o orgulho de vestir a camisa nacional.

Em sua última coletiva após a eliminação na África, Dunga julgou ter deixado esse legado. Mas faltou a renovação para 2014 e o trabalho com novos jogadores da base, discurso já adotado por Rinaldi e Gallo como prioridade para o ciclo visando à Copa no Rússia.

fonte: uol esportes

Dunga, técnico do Brasil

O Brasil já havia tomado de 7 a 1 da Alemanha e se preparava para entrar em campo na derrota por 3 a 0 contra a Holanda, na disputa pelo 3º lugar da Copa do Mundo. A piada sobre o time de Felipão e Parreira estava consumada, mas havia uma outra em formação. E quem chamava de piada a história a ser contada é Dunga, que nesta terça-feira, no Rio, apenas 10 dias depois da conversa por WhatsApp com o UOL Esporte, será anunciado pela segunda vez como técnico da seleção brasileira.

“Hahaha piada…mais fácil treinar Itália, [a] Alemanha, que [o] Brasil”, disse o capitão do tetra ao ser questionado sobre a movimentação nos bastidores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que já o apontavam como substituto de Luiz Felipe Scolari.

O técnico deu uma breve explicação sobre o porquê da impossibilidade de retornar à seleção. Creditou à relação conflituosa que teve com a TV Globo em sua primeira passagem como técnico da seleção e a influência que a empresa exerce no dia a dia da seleção como parceira estratégica da CBF.

Sobre um nome estrangeiro para o cargo, Dunga não usou seu discurso tradicionalmente patriota. Preferiu apontar questões estruturais que os seus novos patrões, o presidente da CBF, José Maria Marin, e o presidente eleito, Marco Polo Del Nero, não haviam resolvido a tempo da primeira Copa do Mundo da dupla à frente da entidade nacional.

“É verdade, agora falam em treinador estrangeiro…tá tudo errado. Mas, verdade, falta profissionalismo, realidade”, afirmou Dunga, que evitou mais comentários. Ele disse que não queria se meter na seleção durante a Copa do Mundo. “Não falei antes, não vai ser agora (…), disse o técnico. Mas, e depois?

O ‘depois’ chegou mais rápido que o capitão do tetra desenhava naquele 12 de julho, dia o passeio holandês contra o Brasil de Felipão. Nesta terça-feira, às 11h (horário de Brasília), ele anuncia quais serão seus planos para trabalhar junto do novo coordenador Gilmar Rinaldi e do homem da base Alexandre Gallo na preparação da seleção para as Olimpíadas do Rio, em 2016, e para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Em sua primeira passagem, Dunga fracassou em ambas – foi bronze em Pequim-08 e caiu nas quartas da Copa da África, em 2010. Conquistou uma Copa América, uma Copa das Confederações e foi líder das eliminatórias com vitórias fora de casa contra Uruguai e Argentina.

À época da sua primeira contratação, a palavra de ordem imposta pelo então presidente Ricardo Teixeira era acabar com o privilégio dos astros e recuperar o orgulho de vestir a camisa nacional.

Em sua última coletiva após a eliminação na África, Dunga julgou ter deixado esse legado. Mas faltou a renovação para 2014 e o trabalho com novos jogadores da base, discurso já adotado por Rinaldi e Gallo como prioridade para o ciclo visando à Copa no Rússia.

fonte: uol esportes

Fumaça do lixão prejudica população de São Rafael (Foto: Marcílio de Araújo/G1)

A Justiça Federal determinou que a Prefeitura de Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte, cesse a queima de resíduos no lixão da cidade em até 72 horas. De acordo com nota enviada pelo Ministério Público Federal, o Município desobedeceu o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que previa a redução dos impactos ambientais provocados pelo lixão.

Ainda segundo a nota, o MPF constatou que os resíduos despejados no local continuam sendo queimados, gerando fumaça que atinge uma cidade vizinha, São Fernando. A irregularidade representaria um risco à saúde dos moradores.

O prefeito de Caicó, Roberto Germano, visitou o local nesta segunda-feira (21) e afirmou que a incineração do lixo ocorreu de forma clandestina, sem autorização do Executivo. Germano garantiu que os incêndio não vão vai ocorrer e que está tomando providências para isso. “Até amanhã (terça) não haverá mais fumaça lá”.

O procurador Bruno Lamenha visitou o local na quinta-feira (17) e confirmou as informações que havia recebido (através de imagens, denúncias e notícias) de que vem sendo realizada a queima de lixo a céu aberto.  Na visita ao local, o procurador observou um grande volume de material já queimado, além de labaredas visíveis a olho nu. Há uma intencionalidade por trás do ilícito, não sendo razoável supor que se trata de focos isolados de incêndio”, corrobora.

O juiz da 9ª Vara Federal, Halisson Rêgo Bezerra, determinou que a Prefeitura de Caicó seja intimada a cessar com a suposta irregularidade. Ele aumentou a multa diária por descumprimento da ordem de R$ 200 para R$ 1 mil. O magistrado determinou ainda a aplicação de multa extra de R$ 1 mil a cada novo evento de queima de resíduos sólidos na área do lixão de Caicó. O Município deve comprovar a adoção de medidas juntando fotos ou vídeos que demonstrem a solução do problema.

 

Fonte: G1

 

 

 

Muita gente não sabe, mas os cachorros da Polícia Militar, apesar de correrem riscos de vida diariamente e, em muitas ocasiões, serem usados na frente dos policiais para proteger a vida dos militares, são tratados como bens do Estado e, portanto, são leiloados após 10 anos de serviço. No entanto, um deles, o simpático pastor alemão King, conseguiu uma autorização e foi doado a um hospital veterinário após ser descoberto com uma doença rara. 

Segundo a Polícia Militar (PM), há algum tempo, era costume os animais serem tratados até o fim da vida nos próprios canis da corporação, ou serem doados para os policiais que se apegaram a eles e o quisessem levar para a casa. Mas, recentemente, uma norma interna proíbe a prática e determina que, após 10 anos de serviço à PM, o cachorro é aposentado e deve ser leilolado. A justificativa é que por serem tratados como bens, eles não podem causar prejuízos financeiros ao Estado.

Um deles, porém, conseguiu a sorte de receber carinho e tratamento, após o azar de ter sido detectado com uma doença rara, que o deixou paraplégico: a discoespondilite. Aos 9 anos, King deixou de servir à corporação e foi internado no Hospital Veterinário da Fead, localizado no bairro Pilar, na região do Barreiro.

A doença é uma forma de infecção por bactéria ou fungo que ocorre nos discos intervertebrais da coluna, atingindo também os ossos da região, e chega ao disco intervertebral pela corrente sanguínea; Sua origem pode ser desde uma ferida na pele, aspirada via pulmões, ou vinda de outra infecção qualquer no corpo do animal.

Segundo especialistas da área, a doença, que causa a perda da capacidade de movimentar os membros inferiores, até o momento é considerada incurável, mas uma nova técnica está sendo aplicada no Hospital Escola da instituição, que consiste no transplante de medula óssea, como forma de mantê-lo vivo e fazer com que King volte a andar ou pelo menos consiga se locomover com mais facilidade. 

O cachorro herói, como é tratado pelos amigos militares e pelos funcionários da instituição, é levado semanalmente para fazer sessões de fisioterapia na clínica parceira do hospital, a Vetsociety, no bairro funcionários, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Antes, o trabalho de levá-lo à clínica era feito pelos policiais em suas viaturas, mas com a doação formal do pastor alemão à Fead, os cuidados e o tratamento do animal podem ser acompanhados de perto pelos especialistas.

Na clínica, King tem vida de rei, e é lavado e escovado frequentemente, faz sessões de acupuntura, laserterapia, termoterapia, cinesioterapia, alongamento em bola suíça e hidroterapia, que consiste na realização de esteira na água.

Segundo o soldado Diego Murta, do Batalhões de Missões Especiais de Contagem, que foi o responsável pelo animal durante seu período na PM, King foi treinado para farejar e capturar suspeitos. “O treinamento ao qual King foi submetido era focado na capacidade de diferenciar odores e com isso, perceber a existência de alterações no ambiente deixada pelo infrator em fuga. Ainda, durante o treinamento, o cão foi ensinado a morder apenas os membros superiores e inferiores do suspeito, com isso imobilizar o infrator sem risco de vida”, explicou militar.

O soldado lamenta a falta do cachorro no batalhão. “Mas fico feliz em ver que a Fead abraçou a causa em tentar curá-lo, com um grupo de veterinários admiráveis e extremamente preparados e que estão fazendo o possível para recuperar um grande cão policial”, disse.

 

 

Frete Gratis

 

 

Muita gente não sabe, mas os cachorros da Polícia Militar, apesar de correrem riscos de vida diariamente e, em muitas ocasiões, serem usados na frente dos policiais para proteger a vida dos militares, são tratados como bens do Estado e, portanto, são leiloados após 10 anos de serviço. No entanto, um deles, o simpático pastor alemão King, conseguiu uma autorização e foi doado a um hospital veterinário após ser descoberto com uma doença rara. 

Segundo a Polícia Militar (PM), há algum tempo, era costume os animais serem tratados até o fim da vida nos próprios canis da corporação, ou serem doados para os policiais que se apegaram a eles e o quisessem levar para a casa. Mas, recentemente, uma norma interna proíbe a prática e determina que, após 10 anos de serviço à PM, o cachorro é aposentado e deve ser leilolado. A justificativa é que por serem tratados como bens, eles não podem causar prejuízos financeiros ao Estado.

Um deles, porém, conseguiu a sorte de receber carinho e tratamento, após o azar de ter sido detectado com uma doença rara, que o deixou paraplégico: a discoespondilite. Aos 9 anos, King deixou de servir à corporação e foi internado no Hospital Veterinário da Fead, localizado no bairro Pilar, na região do Barreiro.

A doença é uma forma de infecção por bactéria ou fungo que ocorre nos discos intervertebrais da coluna, atingindo também os ossos da região, e chega ao disco intervertebral pela corrente sanguínea; Sua origem pode ser desde uma ferida na pele, aspirada via pulmões, ou vinda de outra infecção qualquer no corpo do animal.

Segundo especialistas da área, a doença, que causa a perda da capacidade de movimentar os membros inferiores, até o momento é considerada incurável, mas uma nova técnica está sendo aplicada no Hospital Escola da instituição, que consiste no transplante de medula óssea, como forma de mantê-lo vivo e fazer com que King volte a andar ou pelo menos consiga se locomover com mais facilidade. 

O cachorro herói, como é tratado pelos amigos militares e pelos funcionários da instituição, é levado semanalmente para fazer sessões de fisioterapia na clínica parceira do hospital, a Vetsociety, no bairro funcionários, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Antes, o trabalho de levá-lo à clínica era feito pelos policiais em suas viaturas, mas com a doação formal do pastor alemão à Fead, os cuidados e o tratamento do animal podem ser acompanhados de perto pelos especialistas.

Na clínica, King tem vida de rei, e é lavado e escovado frequentemente, faz sessões de acupuntura, laserterapia, termoterapia, cinesioterapia, alongamento em bola suíça e hidroterapia, que consiste na realização de esteira na água.

Segundo o soldado Diego Murta, do Batalhões de Missões Especiais de Contagem, que foi o responsável pelo animal durante seu período na PM, King foi treinado para farejar e capturar suspeitos. “O treinamento ao qual King foi submetido era focado na capacidade de diferenciar odores e com isso, perceber a existência de alterações no ambiente deixada pelo infrator em fuga. Ainda, durante o treinamento, o cão foi ensinado a morder apenas os membros superiores e inferiores do suspeito, com isso imobilizar o infrator sem risco de vida”, explicou militar.

O soldado lamenta a falta do cachorro no batalhão. “Mas fico feliz em ver que a Fead abraçou a causa em tentar curá-lo, com um grupo de veterinários admiráveis e extremamente preparados e que estão fazendo o possível para recuperar um grande cão policial”, disse.

 

 

Frete Gratis

 

Soldados israelenses se posicionam ao lado de cerca na cidade de Sderot durante infiltração de militantes palestinos nesta segunda-feira (21) (Foto: Baz Ratner/Reuters)

Israel confirmou na tarde desta segunda-feira (21) a morte de sete soldados durante combates com militantes do grupo palestino Hamas, na Faixa de Gaza. Nas duas semanas da ofensiva israelense em Gaza, o número de soldados mortos é de 25 – segundo o jornal New York Times, dois deles eram americanos.

O exército não deu mais detalhes sobre as mortes. Segundo a mídia local, na manhã desta segunda palestinos passaram pela fronteira entre Israel e Gaza por um túnel escondido e houve confronto com vítimas.

Mais de 500 palestinos morreram no conflito, entre eles muitas crianças, segundo fontes médicas palestinas.

Na tarde desta segunda-feira (21), a Prefeitura de Macaíba liberou uma nova via para o trânsito de pedestres e condutores de veículos, trata-se da Rua Raimundo Cortez. A rua está situada nas imediações do CRAS Tavares de Lyra e da Escola Estadual Doutor Severiano, interligando as ruas Heráclito Vilar (parte de baixo) e Santa Luzia, esta última localizada no Conjunto Monte Líbano.

A Rua Raimundo Cortez servirá como uma boa alternativa para desafogar o trânsito na região. Populares presentes na ocasião da liberação fizeram bons comentários sobre a via recém-inaugurada. Um deles, Israel Fernandes, funcionário público, 38 anos, afirmou: “Abertura de rua é um progresso para a cidade, para a melhoria do trânsito, para sua fluidez”.

Após a abertura da referida rua, o titular da pasta de Infraestrutura, Rawplácido Saraiva, destacou que a Prefeitura está realizando os procedimentos para a futura abertura de uma rua nas proximidades do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), no Barro Vermelho, que vai interligar a Rua Prudente Alecrim e o Park Village.

 

No próximo domingo (27), será realizada a segunda edição do projeto Cultura Jovem na Praça. Esse novo projeto da Prefeitura tem o objetivo de reunir a juventude macaibense, independente de suas ideias e “tribos”, assim como conscientizar e afastar os jovens de situações de risco.

O evento será realizado no horário das 14h às 17h30min, na comunidade Morada da Fé. O tema de domingo é “Negra é a minha cor”. Nesta edição, as atrações do projeto serão: Dialetos do Gueto, Trinca Flow e Dsplugados.

Além disso, funcionarão tendas temáticas com oficinas de grafite (arte), artes visuais, percussão e capoeira. Uma tenda será dedicada à comunidade quilombola de Capoeiras, localizada na zona rural do município. Em breve, o projeto vai percorrer outras comunidades de Macaíba, inclusive na zona rural.

 

 

Com um amistoso marcado para setembro entre Argentina e sua algoz na final da Copa do Mundo, a Alemanha, o técnico Alejandro Sabella sabe que precisa decidir logo sobre seu futuro no comando dos argentinos.

Sabella, cuja seleção perdeu de 1 x 0 na prorrogação a final para a Alemanha no Maracanã há uma semana, disse a jornalistas na sexta-feira que iria refletir sobre seu futuro durante o fim de semana, para então marcar uma reunião na quarta-feira com o presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), Julio Grondona.

“Sei que há amistosos marcados. No meio da semana vou conversar com o Julio”, disse Sabella. “É uma situação que não pode esperar muito, vou pensar sobre isso no fim de semana e vou ligar para o Julio e marcar uma reunião com ele. Tenho que me sentir capaz de fazer [o trabalho]”, completou o treinador de 59 anos.

A Argentina pega a Alemanha em Dusseldorf, no dia 3 de setembro, em partida que serve como aquecimento para os alemães antes da estreia nas eliminatórias da Eurocopa, em 2016, contra a Escócia, quatro dias depois. A Argentina também tem amistosos marcados para outubro contra Brasil e Hong Kong.

O grupo de jogadores que esteve na Copa diz querer que Sabella continue na seleção e prepare o time para disputar a Copa América no Chile em 2015. “Isso me deixa orgulhoso, mas minha decisão não depende disso. Tudo se resume a se eu vou me sentir forte o bastante para dar 100%. Se eu não puder dar aos jogadores o mesmo que peço deles, não seria honesto.”

 

 

 

Com um amistoso marcado para setembro entre Argentina e sua algoz na final da Copa do Mundo, a Alemanha, o técnico Alejandro Sabella sabe que precisa decidir logo sobre seu futuro no comando dos argentinos.

Sabella, cuja seleção perdeu de 1 x 0 na prorrogação a final para a Alemanha no Maracanã há uma semana, disse a jornalistas na sexta-feira que iria refletir sobre seu futuro durante o fim de semana, para então marcar uma reunião na quarta-feira com o presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), Julio Grondona.

“Sei que há amistosos marcados. No meio da semana vou conversar com o Julio”, disse Sabella. “É uma situação que não pode esperar muito, vou pensar sobre isso no fim de semana e vou ligar para o Julio e marcar uma reunião com ele. Tenho que me sentir capaz de fazer [o trabalho]”, completou o treinador de 59 anos.

A Argentina pega a Alemanha em Dusseldorf, no dia 3 de setembro, em partida que serve como aquecimento para os alemães antes da estreia nas eliminatórias da Eurocopa, em 2016, contra a Escócia, quatro dias depois. A Argentina também tem amistosos marcados para outubro contra Brasil e Hong Kong.

O grupo de jogadores que esteve na Copa diz querer que Sabella continue na seleção e prepare o time para disputar a Copa América no Chile em 2015. “Isso me deixa orgulhoso, mas minha decisão não depende disso. Tudo se resume a se eu vou me sentir forte o bastante para dar 100%. Se eu não puder dar aos jogadores o mesmo que peço deles, não seria honesto.”

 

 

A família resgatada dos escombros do prédio que desabou em Aracaju foi avisada sobre a morte do bebê Ítalo Miguel, de 11 meses, pouco depois de ser retirado do local do acidente, na noite deste domingo (20). De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Urgência de Sergipe, a notícia só seria dada nesta segunda-feira (21), mas diante da insistência da família, a informação foi passada ontem.

Nesta manhã, uma equipe de médicos e psicólogos voltou a conversar com o casal sobre o ocorrido. Segundo o hospital, eles “ficaram sofridos com a notícia, mas estão reagindo bem”.

Os pais do menino — Josevaldo da Silva, 24, e Vanice de Jesus, 31 — e a irmã dele, Ane Gabriele, 8, continuam internados e têm quadro de saúde estável e podem receber alta na próxima terça-feira (22). Os três chegaram em estado de choque no hospital após passar cerca de 35 horas soterrada. De acordo com o boletim médico publicado nesta segunda-feira (21), a família está consciente, já começou a se alimentar e segue no tratamento de hidratação.

O bebê foi resgatado em estado gravíssimo e sofreu uma parada cardiorrespiratória ainda no local. Durante os primeiros atendimentos realizados pelo Samu e durante o trajeto até o hospital, os médicos tentaram reanimá-lo, mas a criança não resistiu e morreu ainda na ambulância.

Dilma parabeniza bombeiros por resgate em Aracaju

Nesta segunda-feira, Jorge Roberto, engenheiro civil e presidente do Crea–SE, informou que será realizado um trabalho de “varredura em registros” para verificar os profissionais envolvidos na obra. Segundo Roberto, a perícia será iniciada nesta terça-feira e o resultado do laudo sobre o que teria provocado a queda do edifício ficará pronto entre 30 e 60 dias. 

 

A Emurb (Empresa Municipal de Obras e Urbanização) informou que a documentação para autorização da obra estava regular e que a partir do momento em que a construção foi iniciada, “não é mais de competência da prefeitura fiscalizar a obra, o isso seria de competência do engenheiro e do proprietário”.

 

 

A família resgatada dos escombros do prédio que desabou em Aracaju foi avisada sobre a morte do bebê Ítalo Miguel, de 11 meses, pouco depois de ser retirado do local do acidente, na noite deste domingo (20). De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Urgência de Sergipe, a notícia só seria dada nesta segunda-feira (21), mas diante da insistência da família, a informação foi passada ontem.

Nesta manhã, uma equipe de médicos e psicólogos voltou a conversar com o casal sobre o ocorrido. Segundo o hospital, eles “ficaram sofridos com a notícia, mas estão reagindo bem”.

Os pais do menino — Josevaldo da Silva, 24, e Vanice de Jesus, 31 — e a irmã dele, Ane Gabriele, 8, continuam internados e têm quadro de saúde estável e podem receber alta na próxima terça-feira (22). Os três chegaram em estado de choque no hospital após passar cerca de 35 horas soterrada. De acordo com o boletim médico publicado nesta segunda-feira (21), a família está consciente, já começou a se alimentar e segue no tratamento de hidratação.

O bebê foi resgatado em estado gravíssimo e sofreu uma parada cardiorrespiratória ainda no local. Durante os primeiros atendimentos realizados pelo Samu e durante o trajeto até o hospital, os médicos tentaram reanimá-lo, mas a criança não resistiu e morreu ainda na ambulância.

Dilma parabeniza bombeiros por resgate em Aracaju

Nesta segunda-feira, Jorge Roberto, engenheiro civil e presidente do Crea–SE, informou que será realizado um trabalho de “varredura em registros” para verificar os profissionais envolvidos na obra. Segundo Roberto, a perícia será iniciada nesta terça-feira e o resultado do laudo sobre o que teria provocado a queda do edifício ficará pronto entre 30 e 60 dias. 

 

A Emurb (Empresa Municipal de Obras e Urbanização) informou que a documentação para autorização da obra estava regular e que a partir do momento em que a construção foi iniciada, “não é mais de competência da prefeitura fiscalizar a obra, o isso seria de competência do engenheiro e do proprietário”.

 

 

 

Deu em Thaisa Galvão… Continua evoluindo favoravelmente o quadro do ex-governador Iberê Ferreira de Souza, internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde quinta-feira, com um grave quadro infeccioso.

Segundo o filho de Iberê, vice-prefeito de Santa Cruz, Joca Ferreira, que acompanha o pai, pelo que lhe passaram os médicos, os parâmetros inflamatórios continuam em queda, e um dos indicadores de infecção, o PCR, que havia caído de 27 para 13 (o normal é abaixo de 1), hoje já caiu pra 5. Hoje também foi reduzida a uma dose mínima um medicamento que vinha sendo administrado e a dieta receitada foi aceita por Iberê.

 

Frete Gratis

 

O que deveria ser só mais uma viagem, quase acabou em tragédia na noite de ontem (20), uma confusão dentro de um ônibus que fazia a linha Cidade Nova/Alecrim quase acaba mal. Mas, por sorte nenhum passageiro ficou ferido. De acordo com testemunhas, um dos passageiros se irritou quando um grupo de meninas, membros da torcida organizada Máfia Vermelha, gritavam dentro do coletivo, após pedir silêncio o homem queria que o cobrador tomasse providências para que elas parassem de fazer bagunça.

O funcionário nada pôde fazer, então, o homem atirou duas vezes para cima, a partir daí houve mais confusão e pânico. Durante o tumulto ele aproveitou para sair do ônibus e fugir. As garotas assustadas, também saíram do coletivo. O cobrador disse que o atirador tinha se identificado como policial, no entanto, até agora ninguém tem a identificação dele.

 

Fonte: Nominuto

 

 

 

Gary e a mãe, Petra, a bordo do Boeing 777

Um adolescente e sua mãe tiraram a última foto de suas vidas a bordo do voo MH17 da Malaysia Airlines, que ia de Amsterdã, na Holanda, a Kuala Lampur, na Malásia. Gary Slok, de 15 anos, e Petra fizeram uma “selfie” enquanto aguardavam o Boeing 777 decolar, e o jovem enviou a foto a um parente, segundo o jornal britânico Daily Mirror. Horas depois, a aeronave teria sido abatida e caiu quando sobrevoava a Ucrânia.

Gary atuava como goleiro no clube de sua cidade-natal, Maassluis, na Holanda. O time fez um velório simbólico em homenagem ao adolescente. “Gary e sua mãe estavam a caminho da Malásia para ter as melhores férias de suas vidas. Infelizmente, eles não tiveram a oportunidade de realizar esse sonho”, afirmou um porta-voz do clube, em entrevista ao jornal.

MH17

O voo MH17 partiu de Amsterdã com destino a Kuala Lumpur 12h14m (horário local) com 298 pessoas a bordo, sendo 283 passageiros e 15 tripulantes. Não houve nenhum sobrevivente. A principal suspeita é de que um míssil Buk terra-ar tenha sido utilizado para derrubar a aeronave. Os lados opostos do conflito ucraniano — rebeldes russos e o governo central de Kiev — fizeram acusações mútuas sobre a autoria do ataque.

 

 

Xavier-da-Silveira-HD-(1)

Um arraiá que acontece todos os anos na avenida Xavier da Silveira, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Sul de Natal, se transformou em uma noite de terror para quem estava participando do evento junino. Por volta das 23h30, dois homens que também estavam na festa começaram a discutir.

Em um determinado momento, um dos homens puxou uma arma e atirou várias vezes contra o outro rapaz, identificado como Wanxsoel Derik França Teixeira, de 24 anos, que morreu no local. O suspeito, identificado apenas como Rafael, fugiu com o apoio de um carro de cor escura e até agora não foi encontrado.

Segundo a PM, populares informaram que a vítima tinha envolvimento com drogas. Um homem que testemunhou a cena reclamou da falta de segurança no local. “Não tinha um policial no local. Uma festa com várias pessoas e não tinha polícia”.

Segundo o coronel Francisco Araújo, comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, a PM tinha viaturas nas proximidades e o atendimento foi feito rapidamente. “A polícia tinha viaturas na região, que ficaram avisadas que estaria ocorrendo um evento ali. Os policiais ficaram fazendo o patrulhamento pelas ruas e no momento que souberam do ocorrido foram até o local, mas já encontraram o rapaz morto. Por ser uma festa privada, a PM não ficou parada apenas naquele local”.

Essa mesma pessoa disse ao Jornal de Hoje que o local virou um verdadeiro “caos”. “Eu vi muitas mulheres e crianças chorando. Todas as pessoas correndo, caindo e sendo pisoteadas. Muita gente perdeu os celulares, outros ficaram brigando, pois tinha gente aproveitando o momento para furtar as pessoas. Foi uma coisa horrível. Eu não consegui dormir direito, foi um horror, um caos total”, destacou a pessoa que não quis se identificar e que ainda estava abalada com o ocorrido.

Morador do bairro de Nova Descoberta, o homem disse que está decidido a se mudar da região, talvez até mesmo deixar o Rio Grande do Norte. “A violência está muito grande. Hoje você não tem como sair de casa. Todos os lugares da cidade estão perigosos para se morar, mas Nova Descoberta está em uma situação muito complicada. Não dá mais para viver aqui. Viver com medo de ser assaltado ou até mesmo morto não é vida. Natal está virando uma prisão, já que ninguém pode mais sair de casa, caso contrário vira vítima da criminalidade”.

 

 

rthy45wy45

Um adolescente suspeito de assalto morreu, na noite deste sábado (19), na avenida Tomaz Landim, em Igapó. Outro homem ficou baleado na mesma ocorrência. Os dois, de acordo com a polícia, teriam tentado assaltar uma mulher, quando um sargento da PM de folga percebeu a ação.

O Comando da Polícia Militar informou que o policial teria dado voz de prisão aos suspeitos, mas eles não acataram e, inclusive, um deles estava com arma em punho, o que fez com que o sargento atirasse.

A abordagem terminou com Carlos Renan Santos Castro, de 17 anos, e José Fernando Germano, de 22 anos, baleados. Os dois foram socorridos e levados ao Pronto Socorro Santa Catarina, na zona Norte de Natal, e para o Clóvis Sarinho.

Carlos Renan, no entanto, não resistiu e acabou morrendo. A arma, de acordo com a polícia, estava com José Fernando.

Fonte: Portal BO

 

 

Na estreia dos times potiguares na Série D, o Baraúnas empatou em 1 a 1 com o Central, no estádio Nogueirão, Mossoró. No próximo domingo, o time mossoroense joga em Feira de Santana contra o Jacuípense.

Em Caruaru, Pernanbuco, o Globo perdeu para o Porto por 1a 0. A equipe de Ceará-Mirim jogou com um a menos durante boa parte do segundo tempo, depois que Jozicley se lesionou e o técnico já tinha feito as três alterações.

O Globo joga em casa contra o Vitória da Conquista.

 

 

Em menos de dois anos a acompanhante Lola Benvinutti de 22 anos, codinome, ficou famosa por relatar suas aventuras em seu blog que leva o seu nome,  e agora com o livro “O Prazer é Todo Nosso” (Editora MosArte) trás histórias picantes sobre a alta sociedade paulistana, no livro descreve uma festa que aconteceu em Ribeirão Preta-SP e conta sobre a festa luxuosa em que participavam a elite da sociedade, e uma cena que relembra o famoso filme de Tom Cruise “De Olhos Bem Fechado” de 2009,  médicos, advogados, empresários com suas mulheres envolvidos em uma noite de luxúria, mas ele preservou os nomes.

Formada em Letras até a pouco, entre os programas frequentava as aulas de Letras da UFScar (Universidade Federal de São Carlos), defende em seu livro a liberdade sexual entre as pessoas e fala que gosta do faz e com certeza ganha bem para isso.