Blog Arquivo

 

A redação da CONNECTTV foi informada que dois criminosos tentaram abordar um sargento da polícia militar nesta segunda-feira (18). Durante a ação um dos bandidos foi baleado e morto.

A dupla estava em uma moto e tentaram abordar o sargento entre as cidades de Patu e Olho D’Água, o PM ao perceber a atitudes suspeitas dos criminosos, tentou impedir a ação, mas houve troca de tiros e um dos suspeitos foi baleado e morreu enquanto estava sendo socorrido. Já o segundo bandido fugiu adentrando uma área de mata aonde a polícia militar realizam buscas.
De acordo com ás ultimas informações o sargento está bem.

Em reunião com gestores escolares, a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Macaíba, que tem como titular Domingo Sávio, começou o planejamento das ações a serem desenvolvidas no biênio 2019-2020.

A reunião aconteceu no Pax Club na quarta-feira (13/03) e foi apenas a primeira de uma série de encontros entre a equipe da SME e os diretores e vices das escolas do município que irão ser realizados mensalmente. A ideia principal é aproximar cada vez mais a Secretaria desses gestores para melhor conhecer as demandas e definir as ações para estes dois anos, segundo externou Sávio.

“A gestão municipal tem ‘primordiado’ pelo diálogo, pela transparência e garantindo um mecanismo democrático de participação. Então, todo o planejamento das ações da Secretaria está sendo dialogado com os gestores escolares, ou seja, eles participam, dão sugestões, e isso vai refletir no próprio planejamento do orçamento para este biênio.”, explicou o secretário.

“Essa metodologia vai garantir as ações de formação continuada, infraestrutura, a chegada de novos equipamentos para as escolas, assim como a continuidade dos programas que mantemos e a chegada de novos. Nosso objetivo central é assegurar o acesso, permanência e ensino de qualidade.”, completou.

Assecom-PMM

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (18) que é viável aprovar a reforma da Previdência na Casa ainda no primeiro semestre deste ano. Segundo ele, os defensores da reforma precisam convencer os 320 deputados sobre a importância das mudanças nas regras previdenciárias.

“Não temos 320 deputados que foram eleitos com a agenda da reforma da Previdência. Temos que mostrar aos 320 a importância da reforma. Nós, que defendemos a urgência e a decisiva reforma da Previdência, precisamos mostrar a 250, 280 deputados que não foram eleitos com essa agenda, que, para que o Brasil volte a investir, a gente precisa da reforma da Previdência”, disse Maia.

Maia nega que tenha havido perda de apoio da reforma na Câmara, mas não quis revelar com quantos votos favoráveis a medida pode contar. “Eu não gosto de falar de números. O que eu acho é que com uma boa articulação política, um bom diálogo do Poder Executivo com o Legislativo, e isso o ministro [da Economia] Paulo Guedes tem feito muito bem, a gente tem hoje um ambiente muito melhor do que a gente teve no passado, para aprovar uma reforma da Previdência”, disse aos jornalistas após evento na Fundação Getulio Vargas (FGV).

Durante discurso no evento, Maia disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa se aproximar mais da política. “Eu digo sempre ao ministro Paulo Guedes, que tem aprendido rápido a fazer política, mas que ainda precisa se aproximar mais da política: ‘ministro, infelizmente, não temos 320 liberais no parlamento brasileiro. É uma construção, mostrando aos parlamentares que não têm a agenda de reforma de que essa agenda da Previdência vai gerar condições para que o Estado brasileiro volte a ter condições de investir na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, disse.

Confiança

Maia se mostrou confiante na aprovação da reforma e disse que, mesmo que não haja apoio de parlamentares agora, esse quadro mudará quando começar um diálogo com as bancadas dos partidos. “Política é diálogo, conversa, paciência e equilíbrio.”

“Quando há boa vontade dos presidentes da República, do Congresso e do Supremo, a gente só não aprova uma boa reforma da Previdência, se a gente errar muito. E acho que a gente não vai errar. Todos nós temos muita experiência.”

Segundo Maia, é importante que não haja discussões que prejudiquem a reforma da Previdência, como as mudanças de regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a colocação em pauta da desvinculação das receitas orçamentárias. Segundo ele, se o BPC não tiver nenhum impacto fiscal relevante, o ideal é que não se discuta a questão.

Sobre a desvinculação, o receio é que a discussão possa criar problemas com as bancadas da saúde e da educação. “Ela gera algumas polêmicas no curto prazo que podem atrapalhar, mas se for a decisão do governo e do Senado debater a desvinculação, nós vamos debater. Ela vai mobilizar as bancadas de saúde e educação contra. Você vai trazer duas bancadas para negociar esse tema junto com a reforma da Previdência”.

Maia também disse ser importante que os militares participem da reforma. “Os militares sabem fazer conta. Ou eles ajudam, como têm ajudado a fazer a reforma também das Forças Armadas, ou eles vão ficar também sem receber salário.”

Rodrigo Maia falou com a imprensa depois de um evento sobre reforma da Previdência, promovido hoje (18) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que também participou do evento, disse que o STF não quer ter um protagonismo desnecessário nas discussões da reforma.

Fonte: Agencia Brasil

Em uma das primeiras ações do Governo do Estado, para o desenvolvimento turístico do RN, o Departamento de Estrada de Rodagens do Rio Grande do Norte (DER/RN), em parceria com a secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN/RN), recebe o certificado operacional do aeroporto Dix-Sep-Rosado, em Mossoró.

O certificado foi concedido pela superintendência de Infraestrutura Aeroportuária, na edição da sexta-feira (15/03), no Diário da União.

Após verificar todos os problemas identificados anteriormente, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) liberou o aeroporto para operações diurnas.

O DER/ RN está trabalhando para a instalação de um grupo gerador que permitirá também voos noturnos.

Informações e foto do Portal do Governo do RN

Foto: Divulgação/Detran-RN

Os veículos de placas automotivas com terminação 3 e 4 estão com o vencimento da taxa de licenciamento programado para esta quarta-feira (20) e quinta-feira (21), respectivamente. Pelos números do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) aproximadamente 264 mil automóveis devem efetuar o pagamento nessas datas, equivalendo a 20,34% de toda a frota cadastrada no Estado.

O valor correspondente a taxa de licenciamento de veículos é de R$ 90,00 independente do ano, modelo ou categoria do automóvel. A taxa no Rio Grande do Norte é uma das menores cobradas nos estados do país, perdendo apenas para o Maranhão e o Paraná. Ela também é o único tributo referente aos veículos cuja arrecadação é de responsabilidade do Detran, e os valores angariados são utilizados na manutenção física das instalações do Órgão e nas ações de trânsito empreendidas pela Instituição no estado.

Como este ano o Detran inovou deixando de enviar o carnê físico com as taxas e tributos veiculares, os proprietários de veículos automotores devem emitir o boleto digital escolhendo uma das possibilidades de emissão: Pelo site ou aplicativo para smartphone do Detran; nas agências do PágFácil; e para clientes do Banco do Brasil, diretamente nos caixas eletrônicos ou guichê da agência bancária.

No site do Detran o processo de emissão dos boletos é simples, basta que o usuário vá até o endereço eletrônico da instituição digitando www.detran.rn.gov.br. Com a página aberta, o cidadão clica no ícone “Consulta de veículos e boletos”. Logo em seguida é mostrada uma página onde é possível digitar a numeração da placa e do Renavam do veículo a ser consultado. Dessa forma é possível ter acesso ao ambiente online onde fica disponível os boletos referentes a taxa de licenciamento, IPVA e DPVAT, além de possíveis débitos de infrações de trânsito relacionadas ao veículo consultado.

Um outro ponto positivo é a possibilidade do proprietário pagas as taxas no banco de sua escolha. É só clicar no imposto que deseja efetuar o pagamento, e imediatamente é aberta uma nova tela com as opções de emissão de boleto direcionado ao Banco do Brasil ou as demais instituições bancárias.

O cidadão ainda pode baixar o aplicativo “Detran-RN”, que ao cadastrar seu veículo terá ao alcance das mãos todos os débitos lançados, como também as informações do automóvel, agendamento de serviços do Detran, além de endereços, telefones e outras informações ligadas ao Departamento de Trânsito. Ainda se preferir, os pagamentos das taxas podem ser feitos direto nas agências PágFácil, bastando informar ao atendente a placa do veículo.

Informações da Assessoria de Comunicação Detran/RN

PROFETIZANDO

O Profeta Manoel Maurício está lançando uma série de previsões na sua página do Facebook. Só que agora o nosso profeta não se limita apenas a fazer previsões locais, hoje ele também profetiza os cenários estadual e nacional. Como sempre fazendo a alegria de muitos fãs que acompanham seus comentários todos os dias.

ESTADO TERMINAL

A ex-prefeita Marília Dias está buscando apoios para uma possível candidatura ao Executivo Municipal. Só que boa parte da sua antiga base está fechando com outros pré-candidatos. Além disso, a ex-prefeita enfrenta um total descrédito, até mesmo com os vereadores que se elegeram ao lado dela em 2016. Segundo observadores, Marília estaria em seu estágio terminal na política e, dificilmente, irá viabilizar seu nome para o palácio Auta de Souza.

SEPARADOS PELO NASCIMENTO

Essa foi sem querer querendo, mas não podíamos deixar de registrar a incrível semelhança entre o personagem Nhonho da Turma do Chaves e o vereador Netinho França. Assim como o vereador Netinho, o personagem Nhonho é popular, carismático e muito querido.

EM ALTA

Mesmo afastado de Macaíba, o delegado Normando Feitosa continua em alta. Normando foi procurado por diversos grupos e seguimentos, sem falar que ele é contado pelo grupo Macaíba do Futuro para ser um possível candidato ao Executivo Municipal.

OS PLANOS DE BOB FILHO

Bob filho já percebeu que sua jornada para disputar o Executivo Municipal não será fácil. Apesar de bem articulado, Bob filho ainda não caiu na graça popular e vem perdendo apoios até mesmo dentro da própria oposição. Para se ter uma ideia, o cenário é tão complicado que Igor e Zeca podem pular do barco a qualquer momento.

Marcondes Gomes da Silva, pedreiro acusado de matar e enterrar a estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, de 12 anos, em março do ano passado, teve sua audiência de instrução e julgamento antecipada do dia 15 de maio para 24 de abril.

A audiência será realizada no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, na zona Sul de Natal. Será de competência do juiz Geomar Brito, da 2ª Vara Criminal de Natal, absolver ou sentenciar o acusado a júri popular.

Relembre o caso

Iasmin foi vista pela última vez com vida no dia 25 de março de 2018. Seu corpo só foi encontrado um mês depois, enterrado no terreno de uma casa em construção na comunidade da África, na Redinha.

Inquérito policial descobriu que o pedreiro Marcondes Silva havia estrangulado a menina com um cabo de aço de bicicleta após ela se recusar a ter relações sexuais com ele. O acusado confessou o crime. Ele foi mantido por alguns meses na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, mas acabou transferido para a Penitenciária Estadual de Parnamirim, em setembro de 2018.

Agora RN

Três homens foram mortos a tiros e outros dois ficaram feridos na madrugada desta segunda-feira (18) em um bar na Zona Norte de Natal.

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 3h30, no Delícia’s Bar, que fica no cruzamento da Avenida das Fronteiras com a Rua Pastor Joaquim Batista de Macedo, no bairro Igapó. Ninguém foi preso.

A suspeita é de que houve um confronto envolvendo membros de facções criminosas rivais. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

As vítimas ainda não foram identificadas. Os corpos foram levados para a sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), onde aguardam reconhecimento por parte de familiares.

As dificuldades enfrentadas pela economia brasileira fizeram com que as multinacionaistivessem de se valer, no ano passado, de um “socorro” bilionário das suas matrizes (ou das filiais de empresas do Brasil no exterior). Em 2018, o dinheiro que veio de fora para ajudar as empresas, o chamado empréstimo intercompanhia, quintuplicou: foi de US$ 6,2 bilhões, em 2017, para US$ 32,3 bilhões (R$ 123,40 bilhões).

Esse tipo de empréstimo costuma aumentar em momentos em que é preciso ajudar uma empresa em dificuldades ou quando as companhias precisam ter acesso a crédito mais barato para se prepararem para uma oportunidade de investimento.

Os dados de 2018 do Investimento Direto no País (IDP), do Banco Central, apontam que a entrada maior desses recursos no ano passado foi impulsionada pelo “socorro” às empresas, segundo analistas. Isso aconteceu, principalmente, pelas dificuldades que a indústria e o setor de serviços enfrentam, com a lenta recuperação do País e a demanda interna reprimida.

Nesse período, enquanto o empréstimo intercompanhia crescia, a participação no capital — os recursos que incluem compras, fusões ou expansão de empresas no Brasil — caiu 12,5%, indo de US$ 64 bilhões para US$ 56 bilhões em um ano. “Os investimentos estrangeiros em participação de capital das empresas são, no fim das contas, aportes em produção. Ainda que esse aumento não se efetive, o investidor faz um aporte em expansão ou fusão de uma companhia para que a produção cresça’, avalia Fábio Silveira, da consultoria Macrosector.

“A operação intercompanhia pode crescer tanto em momentos de crise quanto de bonança na economia. Antes da recessão, os juros no Brasil estavam elevados e as empresas tomaram crédito mais barato lá fora para crescer. Nos últimos anos, se percebe um movimento de entrada de recursos maior para manter o que já está instalado no País do que para novos projetos”, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas (Sobeet), Luis Afonso Lima.

Ele lembra que a crise e a necessidade de reposicionamento de mercado ajudam a explicar a redução da atividade de algumas empresas estrangeiras no Brasil, com parte delas até deixando o País. Recentemente, a rede de farmácias norte-americana CVS e a varejista francesa Fnac deixaram o mercado nacional e a rede americana Walmart vendeu 80% dos seus negócios no Brasil.

Afetada pelo desaquecimento do mercado e ainda tendo de lidar com a alta ociosidade, a indústria recebeu mais de dois terços dos recursos vindos de operações intercompanhia em 2018. A indústria geralmente é o principal destino desse dinheiro, seguida pelo setor de serviços, mas o seu peso nos empréstimos era menor.

“As empresas internacionais não estão desistindo do Brasil, mas o investidor estrangeiro trabalha com um sinal amarelo”, diz o economista Mauro Rochlin, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

ESTADÃO CONTEÚDO

Bandidos usaram um carro para arrombar uma loja de departamentos na Avenida Afonso Pena, no bairro Tirol, Zona Leste de Natal, na madrugada desta segunda-feira (18). De acordo com funcionários do estabelecimento, os bandidos derrubaram a porta da loja ao invadir o estabelecimento com o veículo em marcha a ré. Durante a ação criminosa foram levados aparelhos de celular e televisores. Em seguida, fugiram com destino ignorado.

Segundo a Polícia, a estratégia criminosa foi a mesma utilizada na madrugada do sábado (17), quando bandidos, também com um carro, arrombaram e invadiram uma loja de produtos de informática no bairro de Lagoa Seca, também na Zona Leste da cidade.

A Polícia Civil investiga a possibilidade das ações criminosas  pertencerem a mesma quadrilha.

Menos de uma semana depois de Lori Loughlin e Felicity Huffman serem presas e acusadas ​​de fazerem parte de um escândalo de suborno em faculdades dos Estados Unidos, as duas atrizes foram processadas por Jennifer Kay Toy, uma mãe furiosa com o esquema de fraude.

Lori, atriz de ‘Três é Demais’, e Felicity, conhecida por fazer parte do elenco principal de ‘Desperate Housewives’, estão entre os mais de uma dúzia de pais que estão sendo processados em US$ 500 bilhões (cerca de 1,9 trilhão de reais) por Jennifer Kay Toy. “Joshua se inscreveu para algumas das faculdades onde a farsa ocorreu e ele não entrou”, disse a ex-professora em documentos judiciais obtidos pelo portal Deadline, sobre seu filho, que não conseguiu uma vaga na faculdade. “Joshua e eu acreditávamos que ele tinha uma chance justa, assim como todos os outros candidatos, mas não passou por algum motivo não revelado”. Segundo ela, a culpa é que a vaga foi preenchida pelos filhos das atrizes após elas subornarem a faculdade.

O co-fundador da STX Entertainment, Bill McGlashan, também foi mencionado nos documentos do tribunal, assim como mais de 30 pais envolvidos na fraude. Huffman, Loughlin e seu marido, Mossimo Giannulli, foram todos presos pelo suposto envolvimento no caso. Felicity Huffman foi liberada após pagar fiança de US$ 250.000, enquanto Giannulli foi liberado após pagar fiança de US$ 1 milhão. Loughlin, que estava fora do país a trabalho, foi presa no dia seguinte e também liberada sob fiança de US$ 1 milhão.

ENTENDA O CASO

Agentes do governo americano descobriram o esquema que tinha por trás uma falsa fundação de caridade sem fins lucrativos usada para lavar dinheiro de doações milionárias para compra de vagas nas mais renomadas universidade americanas. Pais de aspirantes a alunos de Yale, Stanford, Georgetown e da Universidade do Sul da California pagavam entre US$ 200 mil e US$ 400 mil para o grupo liderado por William Rick Singer, de acordo com os documentos do processo. Entretanto, algumas pessoas chegaram a fazer pagamentos de US$ 6,5 milhões. Ao todo, os investigadores levantaram um total de US$ 25 milhões em propinas.

O golpe foi descoberto com a prisão de um empresário que realizava um esquema de encaminhamento para ajudar alunos a conseguirem “indicações” de responsáveis pelas admissões e de técnicos esportivos de universidades em troca de grandes quantias de dinheiro. Caso o “acordo” fosse com um responsável pela admissão, as notas e/ou as respostas do aluno no vestibular seriam manipuladas. Caso o contraventor fosse o técnico, o aluno ganharia o status falso de esportista no cadastro da instituição de ensino.

Loughlin e seu marido Mossimo Giannulli, o fundador da grife Mossimo, teriam pago US$ 500 mil para que suas duas filhas fossem colocadas em uma equipe esportiva da Universidade do Sul da California. Já Huffman e seu marido, William H. Macy, teriam feito uma “doação” de US$ 15.000 para dar um empurrãozinho para a filha mais velha passar no vestibular. A garota teve o dobro do tempo para resolver suas questões na prova de admissão, além de ter o “bônus” das respostas corrigidas pela supervisora “certa” da prova.

Globo, via Revista Monet

A atleta e modelo fitness Jully Oliveira, conhecida como “Jully Pocahontas” teve uma bela atitude na semana passada. Ela salvou uma mãe e a filha de um motorista de aplicativo que espancava as duas. A mãe estaria passando mal e vomitando, e o motorista não teria gostado de ver o carro sujo. O caso aconteceu em São Paulo, na última terça-feira (12).

Segundo Jully, ao ver a mulher passando mal, o homem ameaçou encerrar a viagem no meio porque não queria sujar o automóvel. Mãe e filha se rejeitaram, por estarem em um local perigoso e sem bateria para pedir outra corrida.

Jully estava voltando da academia com o companheiro quando flagrou as duas mulheres sendo agredidas. De acordo com ela, cerca de 15 homens viam a cena sem interferir. Um deles teria tentado justificar a omissão afirmando pensar ser uma briga de “marido e mulher”.

“Quando a gente passa e vê uma mulher ser espancada, bicuda, soco na boca. Não era tapinha. Coisa pesada mesmo, muito pesada. Falei: ‘para o carro agora’, na hora. Estava numa avenida e não dava para dar ré”, conta a modelo. “Então eu desci do carro e fui correndo ao encontro do carro que estava parado na avenida para resgatar a mulher… Chegando lá ele entrou no carro e largou a senhora no chão (ela não conseguia andar) e então carreguei ela no colo e sai correndo com ela nos meus braços e ela gritava e chorava ‘minha filha está dentro do carro’. Adrenalina era tão grande que eu nem sentia o peso dela”, afirma Jully.

Ela deixou a senhora com o companheiro e encontrou a mulher mais nova sendo agredida. “Chegando lá, não pensei duas vezes e golpeei ele com um soco no maxilar. Imobilizei ele, peguei num mata-leão, quando vi que ele estava quase apagando, virei e amarrei com cadarço dele. Quiseram me bater ainda porque achavam que estava judiando dele”, relata.

Jully finalizou se dizendo chocada por ver que nenhum dos homens presentes reagiram antes dela. “O engraçado é que tinha tanta gente lá e ninguém fazia nada. A galera parava o carro para assistir. Que mundo a gente vive que não se importam?”. A modelo ainda fez um alerta. “Briga de marido e mulher se mete a colher sim, o braço, o joelho, o que for preciso… Ele bateu em duas mulheres por ser machão e uma sozinha derrubou, humanidade, por favor”.

Fonte:OP9

A cidade de Macaíba, registrou o seu segundo homicídio neste domingo (17) e desta vez foi no loteamento Bom Sossego.

Moradores ouviram diversos disparos de arma de fogo, logo após os disparos se de deparam com o corpo do jovem Léo. Segundo informações o jovem foi atingindo com cerca de 3 tiros na região da cabeça. A Policia Militar foi acionada mas até o fechamento desta matéria ninguém foi preso. A policia ainda confirmou se o jovem tem alguma passagem pela policia ou se o mesmo faz parte de alguma facção criminosa. Já é o segundo homicídio que acontece em Macaíba neste domingo dia 17. Atenção em Leia Mais Imagens Fortes. Ler mais…

Debate sobre militarização na Escola Pública no Brasil. O evento foi promovido pelo Programa de Educação Tutorial de Ciências Sociais da UFRN. O encontro teve como palestrante o Senador Styvenson Valentim, além do deputado estadual Coronel Azevedo.

O Senador Styvenson é bastante conhecedor da aplicação da disciplina militar na escola, inclusive é senador da república graças ao trabalho desenvolvido em uma escola pública na capital. O Coronel Azevedo também acredita na militarização da escola pública.

“Parabéns a todos que participaram e contribuíram para este importante tema”, destaca o Coronel.

 

A Prefeitura de Macaíba informa aos candidatos que não desejarem mais participar do Concurso Público para preenchimento de vagas de seu quadro permanente de funcionários que será publicado nesta semana, mais precisamente na segunda-feira, 18 de março, no Diário Oficial do Município, um edital com todas as orientações necessárias para que possam requerer a devolução dos valores pagos das taxas do certame (85 e 105 reais, respectivamente para os níveis médio e superior).

Para tanto, os requerentes deverão preencher um formulário online que será disponibilizado no site oficial da Prefeitura (www.macaiba.rn.gov.br).

A partir do primeiro dia útil após o fim do período de requerimentos de restituição das taxas pagas, serão contados até 30 dias para que a restituição seja realizada.

Concurso continua e nova banca será anunciada

Contudo, o Concurso está mantido e, inclusive, está sendo acompanhado por órgãos competentes como Defensoria Pública e Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte. A Prefeitura também irá anunciar em seu Diário Oficial, possivelmente na próxima semana, o nome da nova banca que irá ser responsável pela condução do certame, já que o contrato com a Consulpam foi rescindido, conforme consta no Diário Oficial do Município datado desta sexta-feira, 15 de março de 2019.

Os candidatos que quitaram suas inscrições precisarão apenas atualizar seus dados cadastrais com a nova banca a ser anunciada. Serão ofertadas 236 vagas para nível médio e 391 para nível superior, totalizando 627. Haverá um novo edital, novos prazos para inscrições/isenções e um novo cronograma de atividades. Todas as informações pertinentes serão transmitidas pelas mídias oficiais da Prefeitura de Macaíba.

Informações da Assecom-PMM

A manhã deste sábado (16) foi, digamos assim, inspiradora para os alunos de Escola de Música de Macaíba. Vinte alunos do projeto municipal macaibense tiveram a oportunidade de assistir ao ensaio geral da orquestra Sinfônica da UFRN e, principalmente, a honra de terem visto o jovem paulista Guido Sant’Anna, 13 anos, demostrar todo seu talento com o violino.

Guido, apesar da pouca idade, já é considerado um virtuose brasileiro, ou seja, um indivíduo com habilidade fora do comum ao utilizar um instrumento musical, e consegue combiná-la com habilidades na técnica e na teoria musical.

O adolescente paulistano é reconhecido internacionalmente chegando, inclusive, a grande final da Menuhin Competition, na Suíça, ano passado. Além disso, é elogiado pelos maiores nomes da música brasileira como, por exemplo, o maestro Julio Medaglia. De acordo com Lindenilson Moura, diretor da Escola de Música de Macaíba, ver o jovem prodígio tocando foi uma das experiências mais enriquecedoras que o alunado macaibense já teve.

 “Guido certamente foi uma das fontes das mais inspiradoras para nossos alunos ao longo dos mais de 12 anos de fundação da Escola Municipal de Música. Ao ver Sant’Anna tocar seu violino com maestria, eles perceberam que a música independentemente da idade pode levar o ser humano a patamares inimagináveis como, por exemplo, conhecer novos povos, novos mundos e novas culturas. Eles ficaram maravilhados, entusiasmados”, disse o diretor.

No campo da educação alguns teóricos afirmam que a criança aprende com o meio em que está inserida construindo uma relação evolutiva entre o sujeito e o seu meio, isto é, a criança reconstrói suas ações e ideias quando se relaciona com novas experiências ambientais. Assim sendo, em Macaíba, para o grupo de mais de 300 crianças e adolescentes que estudam na Escola de Música, seu futuro está sendo pautado nas relações humanas do coletivismo, tendo na música um dos principais pilares norteadores do meio social transformando vidas e realizando sonhos.

Criada em 2006, na segunda administração do prefeito Fernando Cunha, a Escola de Música de Macaíba notabilizou-se como um celeiro de talentos musicais no RN, sendo além de um projeto de iniciação à prática musical de crianças e adolescentes, uma ação social que contribuiu para a formação deste público, inclusive colaborando para seu ingresso no ensino superior, na Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Assecom-PMM

Aposentados e pensionistas do MacaíbaPREV precisam fazer a comprovação de vida de 11 a 22 de março de 2019, na sede do Instituto previdenciário de Macaíba.

Os documentos necessários para a comprovação são documento de identificação com foto (ex: carteira de identidade) e comprovante de residência no caso de mudança de endereço após a concessão da aposentadoria.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar na próxima terça-feira (19), em Washington, o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre Brasil e Estados Unidos, ao lado do presidente norte-americano Donald Trump. A medida permitirá o uso comercial da base de lançamentos aeroespaciais de Alcântara (MA). Estima-se que, em todo o mundo, exista uma média de 42 lançamentos comerciais de satélites por ano.

Esse mercado movimentou, apenas em 2017, cerca de US$ 3 bilhões, um crescimento de mais de 16% em relação ao ano anterior, segundo dados da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos.

“O Brasil vai entrar no mercado de lançamento de satélites. Há anos, o Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos aguarda o acordo de salvaguardas com os americanos. Nossa expectativa é de que passaremos a exportar serviços relacionados a essa indústria”, afirmou o gerente-executivo de Assuntos Internacionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Diego Bonomo.

A Base de Alcântara é internacionalmente reconhecida como um ponto estratégico para o lançamento de foguetes, por estar localizada em latitude privilegiada na zona equatorial, o que permite uso máximo da rotação da Terra para impulsionar os lançamentos. Segundo a Agência Espacial Brasileira (AEB), o uso do local pode significar uma redução de 30% no uso de combustível, em comparação a outros locais de lançamentos em latitudes mais elevadas.

A partida do presidente para os Estados Unidos está marcada para as 8h de hoje (17), na Base Aérea de Brasília. Acompanhado de seis ministros, Bolsonaro deve chegar a Washington às 16h (horário local). O presidente ficará hospedado na Blair House, palácio que faz parte do complexo da Casa Branca.

A comitiva brasileira será integrada pelos ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), além do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Livre Comércio

O setor empresarial brasileiro também vê com muita expectativa a reaproximação entre os dois países. Segundo principal destino das exportações do Brasil, atrás apenas da China, os Estados Unidos ocupam a primeira posição no quesito de compras de produtos industrializados.

O mercado norte-americano é também onde o Brasil tem o maior número de empresas no exterior. Cerca de 21% de todo o investimento estrangeiro no Brasil também provém de empresas estadunidenses.

O que falta, ainda, segundo os empresários, são acordos comerciais mais amplos. “Tem uma defasagem entre a dinâmica empresarial, que é forte entre os dois países, e as ações do governo. O que não temos ainda são acordos entre os dois governos para potencializar essa relação”, explica Diego Bonomo.

Na última década, conforme Bonomo, houve acordos de patentes (2015), de céus abertos, que entrou em vigor no ano passado, liberando a operação de voos comerciais entre os dois países, além do acordo previdenciário, também de 2018, que passou a legalizar a contagem de tempo e de contribuição para aposentadoria e recebimento de outros benefícios da Previdência de cidadãos brasileiros que vivem nos EUA e vice-versa.

“São acordos importantes, mas que não têm um impacto econômico assim tão grande”, afirmou. Em pesquisa recente, a CNI mostrou que pelo menos 134 grupos de produtos brasileiros poderiam ser beneficiados com um acordo de livre comércio com os Estados Unidos que reduzisse ou zerasse as tarifas de importação entre os dois países.

A pauta empresarial também inclui o desejo por um acordo para evitar a dupla tributação (ADT) de produtos e serviços comercializados entre os dois países, bem como remessa de lucros e dividendos, além de um acordo de cooperação para facilitação de investimentos (ACFI), que prevê medidas para aumentar a segurança jurídica dos negócios bilaterais.

Janela de oportunidade

Os gestos de aproximação entre Bolsonaro e Trump são vistos como uma oportunidade de destravar acordos mais ambiciosos entre os dois países.

“Vamos ver o que vai sair na declaração conjunta entre os dois, porque isso é o que vai determinar e ditar o ritmo da relação pelos próximos 6 a 12 meses. Ano que vem tem eleições presidenciais nos EUA, então é importante aproveitar ao máximo essa janela de oportunidade de aproximação política entre os dois países”, avaliou Bonomo.

O gerente de assuntos internacionais da CNI destacou que o atual presidente dos EUA nem precisa de autorização do Congresso para negociar acordos comerciais com outros países, já que a Autorização para a Promoção de Comércio (TDA, na sigla em inglês) foi aprovada pelo Legislativo do país ainda na gestão de Barack Obama, e tem validade até 2021.

“Se a gente quiser ter essa ambição e lançar a negociação com eles, o Trump nem depende do Congresso dos EUA e pode deslanchar esse processo”, destacou.

Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse, em sua conta no Twitter, que sua visita aos Estados Unidos representa o começo de uma parceria pela “liberdade e prosperidade”. Bolsonaro já posou neste domingo (17) na Base Aérea de Andrews, em Washington.

“Pela primeira vez em muito tempo, um presidente brasileiro que não é anti-americano chega a Washington. É o começo de uma parceria pela liberdade e prosperidade, como os brasileiros sempre desejaram”, afirmou na rede social.

O avião presidencial decolou da Base Aérea de Brasília por volta das 8h de hoje (17). Antes do embarque, Bolsonaro transmitiu o cargo ao vice Hamilton Mourão. O presidente brasileiro ficará hospedado na Blair House, palácio que faz parte do complexo da Casa Branca.

“Nos hospedaremos na Blair House. É uma honraria concedida a pouquíssimos chefes de Estado, além de não custar um centavo aos cofres públicos. Agradecemos ao governo americano a todo respeito e carinho que nos está sendo dado”, acrescentou.

Ainda segundo o presidente brasileiro, Brasil e Estados Unidos “juntos assustam os defensores do atraso e da tirania ao redor do mundo”.Bolsonaro e o presidente norte-americano Donald Trump devem assinar na próxima terça-feira (19) o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre o Brasil e os Estados Unidos. A medida vai permitir o uso comercial da base de lançamentos aeroespaciais de Alcântara, no Maranhão. Estima-se que, em todo o mundo, ocorra uma média de 42 lançamentos comerciais de satélites por ano.

A Base de Alcântara é reconhecida internacionalmente como ponto estratégico para o lançamento de foguetes, por estar localizada em latitude privilegiada na zona equatorial, o que permite uso máximo da rotação da Terra para impulsionar os lançamentos.

Segundo a Agência Espacial Brasileira (AEB), o uso da base brasileira pode significar uma redução de 30% na utilização de combustível, em comparação a outros locais de lançamentos em latitudes mais elevadas.

Integram a comitiva brasileira os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), além do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Fonte: Agencia Brasil

O vereador Beto Souza (PSDB), da cidade de Floresta, Sertão de Pernambuco, foi morto a tiros no início da tarde deste domingo (17). O político sofreu uma emboscada na Fazenda Tabuado, na zona rural da cidade, onde o irmão dele mora. Beto Souza tinha 51 anos e era vereador do município há 18 anos, sendo duas vezes presidente do legislativo.

Desde o final do ano passado, ele era tido como pré-candidato a prefeito da cidade. A esposa dele faleceu de câncer há cerca de um mês. Beto teria ligações com o clã Novaes, um dos mais poderosos da cidade.

Segundo informações preliminares, por volta das 13h, a vítima teria descido do veículo dele para falar com populares quando um carro modelo Toyota Corolla, de cor preta, encostou ao lado e dois suspeitos atiraram várias vezes contra o vereador. Beto chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Floresta ainda respirando, mas faleceu no local. Um amigo de Beto, conhecido como Duda Nunes, também foi atingido e morreu no hospital.

Em 2017, Beto descobriu um plano para matá-lo. Ele seria vítima de uma emboscada quando se fosse votar na eleição para presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), em Bonito, mas conseguiu escapar ileso.

Briga entre famílias causou várias mortes

Há mais de 100 anos, a cidade de Floresta é palco de confrontos envolvendo famílias rivais. As famílias Ferraz e Novaes disputam o poder no município desde 1913. Muitas mortes e episódios de violência marcam a rixa entre os dois clãs. A situação chegou ao ponto em que a Justiça proibiu os motociclistas de usarem capacetes na cidade, para que evitar que criminosos pudessem cometer crimes sem serem identificados.

A última vítima da guerra entre as famílias foi o ex-secretário de Administração da cidade, Fernando Cavalcanti Ribeiro. Ele foi assassinado no dia 22 de dezembro de 2017, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife. Fernando foi morto a tiros na Rua Lopes de Carvalho, a cerca de 10 metros do prédio onde morava. A vítima atravessava a rua quando foi surpreendida por dois homens de moto, que efetuaram vários disparos. Ele teria ligações com a família Novaes.

Fonte:OP9/PE