Bastidores da Politica Nacional em… “O poder de Mobilização de Bolsonaro” - Informativo Atitude

Bastidores da Politica Nacional em… “O poder de Mobilização de Bolsonaro”

FIM DO MONOPÓLIO

Após multidão lotar a Avenida Paulista em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) avalia que a esquerda se recente por não ser dona das ruas, “o povo agora é dono de si mesmo”.

VAI QUE É TUA, LULA

O vereador Rubinho Nunes (União-SP) aproveitou a avenida Paulista lotada para tirar sarro de Lula, “o descondenado teve que cancelar as lives semanais porque não conseguia colocar 5 mil pessoas ao vivo”.

MINISTRO DESPROPORCIONAL

Ocupante de cargo desproporcional de ministro, Silvio Almeida (Direitos Humanos) atacou Israel pela reação “desproporcional” aos terroristas. Não explicou se seria “proporcional” matar velhos e bebês, usar cabeças humanas como bola de futebol, executar brasileiros, estuprar…

À BEIRA DE UM ATAQUE

A manifestação na Avenida Paulista fez muitos no governo, no STF e até mídia começarem a semana nervosos, tensos, cuspindo marimbondos de fogo. Talvez tenha sido esse o maior êxito do ex-presidente.

MINUTA RIDÍCULA 

O senador Hamilton Mourão (Rep-RS) negou que tenha havido “tentativa de golpe de Estado”, conforme versão dos adversários de Jair Bolsonaro (PL), e ironizou a suspeita. “Nunca vi golpe de Estado com minuta”, disse ele, “isso para mim é ridículo”. Durante entrevista ao podcast do Diário do Poder, Mourão lembrou que golpe foi o que tentou o coronel Hugo Chávez na Venezuela, em 1992, quando atacou o palácio presidencial, a casa do presidente com sua família lá dentro, “inclusive matou gente”.

SEM CHANCE

“Para mim, não houve tentativa de golpe de Estado, nem da parte do presidente e nem das conversas que ali ocorreram”, explicou Mourão.

TÁTICA ‘MAGISTRAL’

Ele chamou atenção para a tática (“magistral”, ironizou) de apreender celulares e divulgar mensagens privadas, jogando uns contra os outros.

NINGUÉM SOBREVIVE

“Você pega o celular de uma pessoa e escarafuncha por dois meses, quem sobrevive?”, pergunta o general da reserva do Exército.

COMPROMISSO FAMILIAR

Hamilton Mourão contou que não esteve na Av. Paulista, domingo, por não poder faltar a um compromisso familiar importante.

DIÁRIO DO PODER 

 

About The Author