Descrição do autor

Administrador

 

Renan Barão deve receber uma segunda chance contra TJ Dillashaw. O presidente do UFC, Dana  White, afirmou nesta sexta-feira que acredita que o ex-campeão dos pesos-galos merece a revanche contra o atual dono do cinturão, e que esta deve ser a próxima luta pelo título da divisão. A declaração foi dada num bate-papo com jornalistas após a participação de White num debate no Vancouver Board of Trade, em Vancouver, no Canadá, sede do UFC 174, evento que acontece neste sábado.

– (A próxima luta de TJ Dillashaw) provavelmente será a revanche contra o Barão. Diga-me se estou errado: acho que se sentarmos aqui e começarmos a observar a lista de caras que podem enfrentar TJ – e há uma lista de caras, o que é ótimo – mas como você não dá (a luta) para Barão, que estava invicto por todos esses anos? Eu concordo que ele levou uma surra por cinco rounds e foi nocauteado, mas como faz sentido não dar a ele a revanche? E quem não quer ver isso? – disse White, de acordo com o site “MMA Junkie”.

UFC 173 TJ Dillashaw e Renan Barao (Foto: Agência Reuters)Renan Barao (esq.) e TJ Dillashaw se enfrentaram em maio, com vitória do americano (Foto: Reuters)

Renan Barão e TJ Dillashaw se enfrentaram no UFC 173, em 24 de maio passado, em Las Vegas. O brasileiro foi dominado pelo americano por todos os cinco rounds e nocauteado no último período. Entretanto, Barão não era derrotado há nove anos, ou 33 lutas, e era considerado um dos melhores lutadores peso-por-peso do mundo. Dillashaw era considerado uma zebra de 8 para 1 e sua vitória atraiu muita atenção à categoria galo.

 

– Quando você assistiu a luta da última vez, as pessoas estavam perdendo a cabeça porque ninguém esperava que aquilo acontecesse. Eles foram lá dentro e fizeram uma guerra inacreditável. Não é isso que você quer ver de novo? – argumentou White.

 

Por outro lado, outro brasileiro, Raphael Assunção, era o desafiante número 1 após seis vitórias consecutivas, uma delas sobre Dillashaw, e foi substituído pelo americano por estar se recuperando de lesão na costela. Ele também pediu a revanche a Dillashaw, que se mostrou disposto a fazê-la.

 

fonte: sport tv

 

desmoronamento natal

Em nota à imprensa, a prefeitura de Natal explicou que as fortes chuvas que caíram durante todo o dia de hoje sobre Natal causaram o rompimento de uma tubulação na escadaria que liga a rua Guanabara à praia de Areia Preta. Por essa escadaria passam tanto a tubulação de drenagem como a tubulação do esgotamento sanitário implantada pela Caern. O rompimento comprometeu a estrutura da escadaria e parte da água escorreu pelas laterais atingindo a via em Areia Preta. O mesmo motivo ocasionou a abertura de um buraco na rua Guanabara que está interditada.

 

No momento equipes da Defesa Civil do município estão trabalhando junto com equipes da Semopi na contenção do problema com a utilização de lonas e enrocamento para evitar que aumento a erosão. O trabalho de recuperação da área terá assim que as chuvas cessarem. Máquinas retroescavadeiras estão trabalhando para desobstruir a avenida Silvio Pedroza, que permanece interditada para o trânsito de veículos, e equipes da Urbana estão no local para trabalhar na limpeza, quando for retirada a areia que deslizou sobre a pista.

 

 

 

 

A menina fofinha da foto é uma múmia que, apesar de ter sido embalsamada em 1920, está abrindo e fechando os olhos.

 

Rosália Lombardo morreu de pneumonia quando tinha apenas 2 anos, em Palermo, Itália. Seu pai então recorreu ao dr. Alfredo Salafia, um famoso embalsamador da italiano que havia estudado as técnicas de mumificação do Egito.

 

As técnicas utilizadas foram tão eficientes que o corpo está perfeitamente conservado – tanto por fora quanto por dentro. Exames de raio-x detectaram que todos os órgãos internos estão quase intactos. Segundo um manuscrito de Salafia, o sangue de Rosália foi substituído por um líquido feito de formalina para matar as bactérias, glicerina para não ressecar o corpo, o ácido salicílico para matar os fungos e sais de zinco para deixar o corpo rígido.

 

O corpo de Rosália foi encontrado nas Catacumbas Capuchinhas de Palermo e de todos os corpos achados, o da garota era o único que permanecia totalmente preservado.

 

Mas o que está intrigou por muitp tempo as pessoas era o fato de a garota estar supostamente abrindo e fechando seus olhos todos os dias. Para confirmar, posicionaram uma câmera para tirar fotos de tempos em tempos da garota. O resultado? De fato, a garota abria e fechava os olhos.

 

Mas há algo de sobrenatural nisso? Na verdade, a oscilação de umidade e a decomposição causada pelo flash das câmeras. Além de abrir e fechar os olhos, a coloração do cabelo dela também mudou: em fotos mais antigas, é possível ver o cabelo de Rosália mais escuro.

 

Para solucionar o problema da decomposição, o corpo foi colocado em uma nova caixa com gás nitrogênio e foi movido para uma ala mais seca da capela onde está exposta.

 

fonte: uol noticias

 

 

Humberto Martins em foto com a capa de chuva "valiosa" na Arena das Dunas (Foto: José Humberto Martins/Arquivo pessoal)

Depois de pagar o preço “salgado” de R$ 29 para se proteger da chuva no jogo entre México e Camarões, na Arena das Dunas, um natalense acabou saindo no lucro ao vender uma capa de chuva por 200 dólares – equivalente a mais de R$ 400 – dentro do estádio. “Valeu a pena”, diz o administrador de empresas José Humberto Martins, de 28 anos, que diz ter recebido a proposta de uma estrangeira quando saiu para comprar um refrigerante.

“Quando ouvi 200 dólares achei que era brincadeira, agradeci e saí. No caminho pensei um pouco e voltei perguntando se era sério. Ela já chegou tirando o dinheiro. Não sei nem a nacionalidade, mas a mulher estava acompanhada do marido, que usava um agasalho do México. Ela me pediu informação em espanhol, mas não conheço muito e enganei no inglês”, relata o administrador de empresas, que foi ao estádio com a namorada.

Humberto conta que ganhou os ingressos da empresa onde a namorada trabalha em Natal. O casal ficou em uma área descoberta da Arena das Dunas, e por esse motivo, decidiu compras as capas de chuva em uma loja de material de construção perto do estádio. “Essa capa deve custar no máximo R$ 12. Fechei os olhos e paguei”, afirma Humberto, sem saber o que lhe aguardava do lado de dentro do estádio. Dentro de campo, os mexicanos venceram os camaroneses por 1 a 0 no primeiro jogo de Copa do Mundo realizado na capital potiguar.

A chuva que caiu em Natal dificultou a ida de muitos torcedores para a Arena das Dunas. No caminho do estádio eram comuns cenas de pessoas se abrigando em paradas de ônibus, bares e restaurantes antes do jogo. Despreparados para a chuva, os torcedores compraram capas de ambulantes. Os comerciantes cobravam uma média de R$ 30 por cada unidade.

fonte: G1

Humberto Martins em foto com a capa de chuva "valiosa" na Arena das Dunas (Foto: José Humberto Martins/Arquivo pessoal)

Depois de pagar o preço “salgado” de R$ 29 para se proteger da chuva no jogo entre México e Camarões, na Arena das Dunas, um natalense acabou saindo no lucro ao vender uma capa de chuva por 200 dólares – equivalente a mais de R$ 400 – dentro do estádio. “Valeu a pena”, diz o administrador de empresas José Humberto Martins, de 28 anos, que diz ter recebido a proposta de uma estrangeira quando saiu para comprar um refrigerante.

“Quando ouvi 200 dólares achei que era brincadeira, agradeci e saí. No caminho pensei um pouco e voltei perguntando se era sério. Ela já chegou tirando o dinheiro. Não sei nem a nacionalidade, mas a mulher estava acompanhada do marido, que usava um agasalho do México. Ela me pediu informação em espanhol, mas não conheço muito e enganei no inglês”, relata o administrador de empresas, que foi ao estádio com a namorada.

Humberto conta que ganhou os ingressos da empresa onde a namorada trabalha em Natal. O casal ficou em uma área descoberta da Arena das Dunas, e por esse motivo, decidiu compras as capas de chuva em uma loja de material de construção perto do estádio. “Essa capa deve custar no máximo R$ 12. Fechei os olhos e paguei”, afirma Humberto, sem saber o que lhe aguardava do lado de dentro do estádio. Dentro de campo, os mexicanos venceram os camaroneses por 1 a 0 no primeiro jogo de Copa do Mundo realizado na capital potiguar.

A chuva que caiu em Natal dificultou a ida de muitos torcedores para a Arena das Dunas. No caminho do estádio eram comuns cenas de pessoas se abrigando em paradas de ônibus, bares e restaurantes antes do jogo. Despreparados para a chuva, os torcedores compraram capas de ambulantes. Os comerciantes cobravam uma média de R$ 30 por cada unidade.

fonte: G1

                                         Armamento foi apreendido dentro de uma residência no bairro do Guarapes, na zona Leste de Natal    (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)

Granadas e munições para armamentos de grosso calibre foram encontradas pela Polícia Civil dentro de uma residência no bairro Guarapes, na zona Leste de Natal. A apreensão foi feita na tarde desta sexta-feira (13) por agentes das delegacias especializadas em Furtos e Roubos (Defur) e Capturas e Polinter (Decap) após receberam uma denúncia anônima.

A casa onde os artefatos e munições foram encontrados fica na rua Campos dos Vales. Ao chegarem ao endereço, os policiais encontraram uma mulher de 27 anos. “Ela permitiu a entrada dos policiais e logo apresentou uma bolsa com granadas e munições, mas não quis explicar a origem do material”, informou a assessoria de imprensa da Polícia Civil potiguar.

Foram apreendidas 56 munições e um carregador de fuzil, ambos de calibre 7.62 milímetros; 28 munições letais de espingarda calibre 12 e 38 munições não letais do mesmo calibre; um  aparelho de choque modelo 928 Type; três artefatos explosivos em alumínio; quatro granadas de efeito moral de cor branca; uma granada de cor verde; três granadas de cor preta emborrachadas; 50 espelhos para fabricação de cartões de crédito magnéticos em branco e uma bolsa sem marca aparente nas cores azul e amarelo.

A polícia investiga a origem do material apreendido. A mulher foi autuada em flagrante por posse ilegal de munição de uso restrito e posse de explosivos.

G1 RN

                                    Brasileiro que deu o chute usando o exoesqueleto na abertura da Copa

 

O neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis usou seu Twitter nesta sexta-feira (13) para responder às críticas sobre a apresentação de seu exoesqueleto na abertura da Copa do Mundo, ontem, em São Paulo. Ele disse que o que foi prometido sobre o exo foi entregue e que a transmissão pela TV foi de responsabilidade da Fifa.

 

“Mensagem final: o que foi prometido foi entregue. Depois de 17 meses de trabalho insano, a missão foi cumprida integralmente.” Antes, ele disse: “A FIFA deveria responder pela edição das imagens que impediu que a demonstração fosse transmitida na íntegra. Responsabilidade é toda dela.”

 

Na abertura da Copa, o brasileiro paraplégico Juliano Pinto, de 29 anos, chutou a Brazuca mas quase ninguém viu porque a transmissão mostrou o chute no meio, com um pouco mais de um segundo de movimento do exo, o que causou revolta de público e dúvida de críticos quanto ao sucesso do experimento.

 

Em comunicado, o pesquisador disse que foram previstos 29 segundos para a apresentação, que foi concluída em 16 segundos, mas as imagens geradas pela Fifa mostraram apenas 7 segundos da demonstração. A maior parte já com a bola rolando.

 

O momento esperado da ciência demonstra o exoesqueleto – uma estrutura metálica que dá sustentação ao corpo e reage a comandos do cérebro, como andar e chutar – criado pelo neurocientista. O estudo iniciado em 2001 tem sua primeira exibição pública.

 

Ainda na rede social, o pesquisador disse: “Quem definiu o teor da demonstração, a duração e a edição das imagens foi a FIFA. Reclamações sobre esses temas devem ser endereçadas a ela.”

 

 

 

UOL

 

                                    

 

Um dia após ter sido hostilizada na abertura da Copa do Mundo em São Paulo, a presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (13), em discurso em Brasília, que não vai se “perturbar com agressões verbais” nem se “atemorizar com xingamentos que não podem sequer ser escutados pelas crianças e pelas famílias”. Ela disse ainda que nem a tortura a tirou “de seu rumo”.

 

No jogo de ontem do Brasil X Croácia, torcedores entoaram xingamentos à presidente em quatro momentos. Em um deles, podia se ouvir: “Ei, Dilma, vai tomar no c…”.

 

“Quero dizer para vocês que não vou me deixar perturbar por agressões verbais, (…) não vou me deixar atemorizar com xingamentos que não podem sequer ser escutados pelas crianças e pelas famílias”, afirmou ao participar da cerimônia de inauguração de parte de um corredor expresso de ônibus no Distrito Federal.

 

A petista lembrou ainda da época em que foi presa política durante a ditadura militar e afirmou que nem tortura física a que foi submetida a tirou do seu rumo.

 

“Aliás, na minha vida pessoal, quero lembrar que enfrentei situações do mais alto grau de dificuldade, situações que chegaram ao limite físico, eu suportei agressões físicas, suportei agressões físicas quase insuportáveis e nada me tirou do meu rumo, dos meus compromissos, nem do caminho que tracei para mim mesma”, disse.

 

 

 

                                   

 

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra um pai tentando impedir o filho de participar do protesto realizado na zona leste de São Paulo, na última quinta-feira (12), durante a abertura da Copa do Mundo.

 

O adolescente foi repreendido pelo pai, que tenta levá-lo para casa à força. Os dois discutem sobre a manifestação — enquanto o garoto argumenta que quer um País melhor, o pai pondera que ele não vai mudar o mundo e que os pais trabalham para sustentá-lo.

 

O vídeo mostra o garoto usando uma camiseta preta para cobrir o rosto. Ele é identificado como Renan.

 

O rapaz explica as razões para participar do protesto. Duas pessoas foram presas e pelo menos dez, entre elas duas jornalistas da CNN, ficaram feridas em confrontos entre PMs e manifestantes.

 

— Eu quero um governo certo. Eu não quero essa m**** que está no Brasil. Eu quero escola. Eu quero saúde. Eu não quero isso. Deixa eu protestar.

 

O pai, no entanto, insiste em levá-lo para casa.

 

— Não interessa. Eu pago tua escola. Eu e sua mãe trabalhamos para você. Por favor, vamos para casa.

 

Renan pede para o pai deixá-lo protestar.

 

— Deixa eu ir atrás. Isso é bom pra todo mundo. Eu não vou me machucar, relaxa.

 

Porém, ele não consegue convencer o pai.

 

— Você não vai mudar o mundo, meu filho.

 

R7

 

 

 

 

 

O Ex-prefeito e atual Vereador Luizinho, declarou que vota em Vilma para o senado, mas quando o assunto é governo, Luizinho ainda permanece em silencio, porque será? Será que Luizinho vai mesmo apoiar Henrique para o governo ou vai fazer como muitas lideranças do PSB, que apoiam Vilma para o senado e Robinson para Governo….

 

Vamos aguardar!!

 

 

Medida ocorreu depois de uma fiscalização realizada no último dia 12 de julho, quando uma equipe do CRM/RN esteve no local e constatou que a estrutura física do prédio é deficiente

 

Pela falta de compromisso do governo do estado ou melhor da governadora Rosalba, o hospital Alfredo Mesquita Filho de Macaíba, continua Fechado, devido à uma reforma que deveria ter terminado o ano passado, para proporcionar mais comodidade e conforto aos macaibenses, mas o que seria um sonho, acabou se transformando em uma novela que promete render vários capítulos com cenas de muito drama e sofrimento para muitas mães que sonham em ter seus filhos em Macaíba.

 

https://s2.yimg.com/bt/api/res/1.2/Su108KqidAkqisImpKe1GQ--/YXBwaWQ9eW5ld3M7cT04NQ--/http://mit.zenfs.com/2075/2014/06/bar1.jpg

“Isso, se a senhora me permite, eu não admito”, protestou o ajudante de pedreiro Afonso de Medeiros, 48 anos, negro, evangélico, ex-dependente químico, morador na Favela do Moinho, centro de São Paulo. O homem se referia aos xingamentos contra a presidente Dilma Rousseff, durante o jogo de abertura da Copa do Mundo, no estádio de Itaquera.

 

“Ei, Dilma! Vai tomar no cu.”

 

O grito nasceu na ala Vip e tomou a arena Corinthians. Entre os mais entusiasmados estava a colunista social do jornal “O Estado de S.Paulo, que deve ter achado muito fina, elegante e sincera a modalidade de protesto. Mas é isso que é a gente que diz que quer tomar o poder?

 

“Isso não se faz com uma mulher, nunca”, disse o pedreiro Medeiros, que assistia ao jogo em pé, diante da televisão instalada no Bar do Grappite, logo na entrada da favela. “É covardia.”

 

E olha que a favela do Moinho era no dia do jogo um reduto de manifestantes anti-Copa. Os “vândalos” que denunciaram os gastos excessivos com a construção de estádios escolheram a favela para assistir juntos ao jogo. Democraticamente, dividiram com torcedores fanáticos de Neymar, Fred e Oscar o chão de terra batida do Moinho (chama-se assim porque ali funcionou um antigo moinho das Indústrias Matarazzo).

 

Os anti-Copa, entretanto, não chegavam aos pés dos vips do estádio de Itaquera no quesito  vandalismo verbal. Um garoto vestido com a camisa da Croácia, por exemplo, comemorou o gol adversário com uma adaptação do bordão “Não vai ter Copa”. Virou “Não vai ter hexa!” Foi abraçado entusiasticamente pelos demais e ficou nisso.

 

“Eu sou feminista, véi. Comigo não tem essa de xingar mulher, mesmo que ela seja a presidente! A gente já é xingada demais na vida –de puta, baranga, gorda, sapatona, malcomida, burra”, explicou uma ativista que havia participado de protestos naquela tarde.

 

Dilma sabia que ia pro sacrifício. Quem tem dinheiro para comprar os cobiçados ingressos Fifa não é o brasileiro que costuma frequentar estádio (na porta, cambistas ofereciam os últimos tickets por até R$ 2.000).

 

São os mesmos endinheirados que passaram os últimos anos dizendo que o estádio não sairia. Saiu.

 

Que não haveria aeroportos pros gringos aterrissarem. Houve.

 

O jornal da colunista até publicou que haveria ataques do PCC na abertura. E necas.

 

Eles tem de estar revoltados mesmo: muita contrariedade. O PT fundiu-lhes a cabeça.

 

O jeito foi extravasar nos moldes odientos consagrados pelas redes sociais.

 

“Ei, Dilma! Vai tomar no cu.”

 

Há quem ache que o presidenciável Aécio Neves deve usar o linchamento verbal contra Dilma em seu horário eleitoral gratuito. Sabe de nada, inocente!

 

Experimenta pôr a grosseria na campanha… Porque vaiar, tudo bem. Mas xingar assim é falta de educação demais, coisa de mal-agradecido traíra. E isso não se perdoa.

 

Os marqueteiros tucanos tem de ensinar ao seu eleitorado um pouco mais de polidez. Nem que seja para aparecer na TV.

 

 

 

 

Ibere-Ferreira--(28)

Do Jornal de Hoje: O ex-governador Iberê Ferreira de Souza foi submetido a um procedimento na última quarta-feira para drenagem de líquido na cabeça, o que é considerado pelos médicos que os assistem como absolutamente normal em casos de meningite. Por causa disso, o ex-governador teve que ser anestesiado.

 

Por precaução os médicos o transferiram para a UTI – Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Lucas, no Centro da Cidade. Segundo os médicos, a meningite está regredindo e o estado de saúde de Iberê é estável, com previsão de alta do ex-governador para esse final de semana.

 

O político, que foi deputado estadual, secretário de Estado, deputado federal, vice-governador e governador, foi internado no dia 2 de junho, recebeu alta em poucos dias, mas voltou ao hospital São Lucas onde permanece. Ele contraiu uma meningite bacteriana no couro cabeludo que se instalou na fístula de cicatrização na cabeça.

 

O ex-governador havia sido submetido a uma cirurgia no cérebro no Hospital Sírio Libanês em São Paulo. Recentemente, o ex-governador recebeu o pré-candidato à presidência da República, Eduardo Campos, na sua fazenda no município de Santa Cruz, onde participaram juntos das festividades alusivas à padroeira local, santa Rita de Cássia. Ele demonstrava disposição e esteve presente em os atos político/religiosos. (JP)

 

 

 

Montagem: Redação POP

Sei que era óbvio, mas precisamos noticiar. A estreia da seleção brasileira contra o time que usa toalhas de cantinas italianas como uniforme (brincadeira, croatas) deu muito mais audiência que qualquer novela exibida pela Globo, uma média preliminar de 35 pontos. Mesmo assim, durante a exibição do jogo realizado na Arena Corinthians, a audiência mal chegou aos 40 pontos de média.

 

Sendo assim, “Em Família” deixará de ser o programa mais assistido da televisão brasileira esse mês e perderá espaço para as partidas do mundial de futebol. Nada mais justo, porque os onze guerreiros de Felipão têm mais carisma e agilidade que o insosso Leblon de Manoel Carlos. Eu mesmo prefiro ver cobertura de endoscopia do Neymar que mais uma cena sem graça daqueles velhos no abrigo.

 

Além de aumentar a própria média de audiência, vamos lembrar que a Globo está torcendo muito para a audiência de “Em Família” dar uma engordada durante os jogos. A emissora aposta na inércia do público, que pode deixar a televisão ligada depois das partidas e ver aquela ladainha de Helena e seus amigos.

 

O jogo também acabou mexendo com as outras novelas. “Malhação” entrou de férias durante o mundial, “Meu Pedacinho de Chão” será exibida mais tarde e “Geração Brasil” amargará uns capítulos de cinco minutinhos. Tudo pelo Hexa.

 

 

 

 

felipao croacia

 

 

Luiz Felipe Scolari, treinador da seleção brasileira, discorda de Niko Kovac, técnico da Croácia. E respondeu ao croata, que afirmou que a Copa pode se tornar um circo com erros de arbitragem favoráveis à seleção brasileira. “Temos então cinco circos mundiais organizados para o Brasil ser campeão, nunca tivemos Pelé, Garrincha Romário, Ronaldo, Nilton Santos, e não tivemos Neymar. O Brasil tem cinco títulos mundiais. Respeito a posição do colega, não vejo favorecimento nenhum nos últimos cinco campeonatos mundiais, não adianta discutir isso aqui” disse Felipão à Folha.

 

Ele disse acreditar que tenha havido pênalti em Fred. O jogo estava empatado por 1 a 1 e Neymar marcou para virar a partida. O jogo acabou 3 a 1. “Milhares de pessoas não viram pênalti, eu vi pênalti. A arbitragem viu pênalti, como disse na quarta-feira, a arbitragem é quem decide. Mas vi o lance mais de dez vezes depois do jogo e acho que foi pênalti”, disse o brasileiro, admitindo depois, porém, que se estivesse do lado de Kovac também reclamaria.

 

“Eu não concordei ali com algumas faltas que o árbitro deu”, disse Felipão. Ele elogiou Neymar, mas também Oscar, que participou dos três gols da seleção brasileira. “O Neymar está jogando para a seleção brasileira. Melhor do mundo fica para depois, daqui um ano, dois, isso é consequência. E o Oscar, se tivesse um prêmio de melhor segundo jogador, seria dele. Ele me devia um gol, e agora pagou”, disse Felipão.

 

 

 

referee

Fred não simulou sua queda nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, no jogo de Brasil e Croácia, e o árbitro japonês não será punido pela Fifa. Quem garante isso é o presidente da Comissão de Arbitragem da entidade, Mássimo Busacca. Em declarações exclusivas ao Estado, o ex-árbitro evitou dizer se ele daria ou não o pênalti. Mas não culpou o juiz japonês, Yuichi Nishimura, pela decisão e garantiu que o árbitro não será punido.

 

“O que precisamos saber é o que o árbitro viu na hora do lance”, disse. “E o que ele viu foi um zagueiro que colocou as mãos nos ombros de Fred. Pode-se discutir se o contato foi suficiente para derrubar o jogador ou não, mas o que ele viu foi o toque”, explicou.

 

Nishimura marcou um pênalti a favor do Brasil no segundo tempo e que permitiu que a seleção virasse o jogo de abertura da Copa. O time da Croácia chegou a chamar a situação de “ridícula” e de um “circo”.

 

Mas Busacca insiste que Fred não simulou a queda. “A simulação ocorre quando não há contato. Aqui houve sim”, declarou.

 

Questionado se a Fifa irá excluir o árbitro japonês do restante do Mundial, Busacca negou. “Por favor, como vamos fazer isso?”, disse.

 

Segundo ele, a Fifa foi a cada uma das seleções explicar que os árbitros iriam punir jogadores que agarrassem. “Todos sabiam disso. Um vídeo foi mostrado aos 32 times e eles foram informados de que isso seria punido”, afirmou.

 

Mas questionado se, em sua opinião, o lance era um caso claro de falta, Busacca desviou. “Não é isso que é importante. O que precisamos saber é o que o juiz viu no momento do lance”, completou.

 

Agência Estado

 

 

 

schumacher

 

Michael Schumacher, de 45 anos, vai deixar a UTI após seis meses internado em coma por conta de um grave acidente de esqui nos alpes franceses, segundo o site Mirror. Ele será transferido para uma área de reabilitação, apesar de não haver informação se ele continua sedado. Isso significa que o tratamento de fisioterapia, as massagens e trabalho de tonificar os músculos serão intensificados diariamente.

 

Apesar da nova fase de tratamento, os médicos não esperam uma melhora significativa em um curto período de tempo.

 

Sabine Kehm, empresária do ex-piloto de Fórmula 1, não respondeu aos pedidos de entrevista para confirmar a notícia.

 

O ACIDENTE

 

O alemão está internado desde 29 de dezembro do ano passado, quando sofreu uma queda de esqui na França. Ele bateu a cabeça em uma pedra.

 

O piloto alemão Michael Schumacher teria saído “por alguns instantes” do coma, em abril, e reconhecido a mulher. A informação teria sido dada pela porta-voz do heptacampeão de Fórmula-1, Sabine Kem, em declaração ao canal alemão de televisão RTL.

 

O Globo

 

 

 

dilermando mota

 

Tribuna do Norte – Pelo critério de rodízio adotado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o próximo presidente seria o desembargador Dilermando Mota. No entanto, a situação do magistrado se tornou delicada depois que ele se envolveu em uma briga, ocorrida em uma padaria de Natal, no início deste ano. O caso ganhou as redes sociais e o desembargador responde a um processo administrativo, acusado de preconceito a um garçom.

 

 

Os membros do TJ, temendo o desgaste, já estavam resistindo a votar em Dilermando Mota para presidente do Tribunal Regional Eleitoral. No mês passado, o próprio Dilermando, em sessão no pleno do TJ, anunciou que não aceitaria sua indicação para integrar o TRE. “Peço aos meus pares que se porventura meu nome vier a ser posto na lista, não venha a fazer parte desta, pois não faz parte de projeto pessoal meu, neste momento, integrar aquela Corte”, disse Dilermando Mota, apesar de garantir que o cargo “muito o honraria”. O desembargador responde a processo disciplinar, que tem como relator o desembargador Vivaldo Pinheiro.