Após Lula oferecer futura pasta de Micro e Pequenas Empresas, PSB se reúne em clima de insatisfação e com Alckmin irritado - Informativo Atitude

Após Lula oferecer futura pasta de Micro e Pequenas Empresas, PSB se reúne em clima de insatisfação e com Alckmin irritado

Foto: Ricardo Stuckert.

O redesenho definido nas últimas semanas para a reforma ministerial que deve ser anunciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) caiu mal entre dirigentes e parlamentares do PSB – partido do vice-presidente Geraldo Alckmin.

Dirigentes da sigla se reúnem nesta quarta (6) para avaliar as mudanças sugeridas e o espaço da legenda no governo. A posição do PSB é uma das únicas pendências para que a reforma seja anunciada por Lula – o que pode acontecer ainda nesta quarta.

O mapa até aqui prevê que Lula “desaloje” o atual ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França (PSB), para entregar a pasta ao deputado Silvio Costa Filho (Republicanos).

A troca já vinha sendo desenhada, mas foi oficializada internamente nesta terça (5) em um almoço entre Lula e Alckmin. Como compensação, o governo criaria o Ministério de Micro e Pequenas Empresas para abrigar Márcio França.

O problema é que, para criar esse ministério, seria preciso retirar atribuições do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços – justamente a pasta chefiada por Geraldo Alckmin.

Integrantes do PSB ouvidos pela TV Globo afirmaram reservadamente que o vice-presidente da República ficou irritado com a proposta. E que houve, inclusive, quem defendesse uma saída do partido da base de apoio de Lula.

Confira mais informações na matéria de Gioconda Brasil, TV Globo e G1.

About The Author