A polêmica dos internados do Hospital Rio Grande onda a maioria internados seriam vacinados - Informativo Atitude

A polêmica dos internados do Hospital Rio Grande onda a maioria internados seriam vacinados

Hoje pela manhã recebi uma notícia de um médico que trabalha no hospital Rio Grande dizendo que 15 dos 19 pacientes internados na UTI do hospital estavam com três doses da vacina. Como esse médico é fonte confiável publiquei. Logo depois outro médico do Rio Grande informou que na verdade os 15 tinham tomado duas doses. Também recebi contestações matemáticas, entre elas que se a maioria da população está vacinada é óbvio que os internados tem que ser a maioria. Um outro médico do hospital ligou, falando em o hospital tem 14 pessoas na UTI e 21 nos leitos com COVID-19 e acrescentou que com três doses apenas 15%, mas a grande maioria tomou duas doses.

O mais incrível, temos uma guerra de informações e contrainformações, minha primeira fonte é a mais confiável (não tem cargo de direção), já publiquei várias informações dela e nenhuma contestada. O fato, que até a semana passada quando a maioria dos internados eram sem vacinas, não tinha confusão, nem questões matemáticas. O mesmo vale para as mortes, 620 mil, todos na mesma vala, como se aí não tivesse gente que já estava em estado terminal de outras patologias.

Hoje o que vale é o discurso. Eu não sou antivacina, tomei as três doses, tomo quantas precisar, mas também não me render a discursos ou retóricas. A vacina não imuniza, ela atenua efeitos. E vou além, para essa ômicron, parece ter efeitos quase nulos.

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros