Vigilantes do RN mantém greve e protocolam dissídio coletivo no TRT

12 de março de 2018 0 Por Administrador

A greve dos vigilantes completou duas semanas nesta segunda-feira (12) e parece distante de um desfecho, pois a queda de braço entre as partes continua. Desta vez os vigilantes realizaram uma nova assembleia e optaram pela continuidade da paralisação e o envio do dissídio coletivo.

Eles atacaram mais uma vez o sindicato patronal afirmando que eles “tentam de todas as formas acabar com a greve dos vigilantes, contando com o apoio dos gestores contratantes do Banco do Brasil, que estão preocupados com seus lucros”.

Os grevistas informaram que o empresariado se reuniu com representantes do Banco do Brasil e do Procon/RN na última sexta-feira (09) com o propósito de juntar “aliados contra a greve”.

Na mesma sexta-feira, as diretorias do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Rio Grande do Norte (Sindesp – RN) e Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes do RN (Sindsegur) se reuniram na cidade de João Pessoa (PB), mas não houve nenhuma mudança.

Está agendada para esta terça-feira (13) uma nova rodada de negociações agora no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). A categoria pede reajuste salarial de 3% acima da inflação, além da garantia de todos os direitos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).
Por Geraldo Miranda