Macaíba: Secretaria de Trânsito realiza campanha “Maio Amarelo” nas escolas do município

Durante este mês, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) está desenvolvendo a campanha Maio Amarelo nas escolas da rede pública municipal. O movimento chega à sua 5ª edição e fomenta na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. Em Macaíba, a ação já foi desenvolvida nos colégios Francisco Genival, Tereza Brito, Falcão Freire e Auta de Souza. O trabalho contou com a participação de funcionários da secretaria de Transportes e agentes municipais de trânsito. As escolas Pedro Gomes, Dayse Hall, Augusto Severo e Pinheiro Borges serão as próximas visitadas pela campanha.

O órgão responsável pelo trânsito da cidade está trabalhando conteúdos lúdicos que chamam bastante atenção dos discentes. A ideia é que os alunos possam transmitir os conhecimentos adquiridos aos pais e, assim conscientizá-los da responsabilidade que cada um deve ter para promover um trânsito seguro. “É gratificante fazer esse trabalho, pois se cada criança absorver um dos ensinamentos já valeu a pena. Certamente, os alunos vão passar a cobrar dos seus familiares, principalmente daqueles que são condutores, medidas corretas que possibilitem um trânsito seguro para todos. Cabe ressaltar que esses ensinamentos servirão também para essas crianças que serão os futuros motoristas, pedestres e passageiros”, disse Juedson conta, secretário de Trânsito de Macaíba.

Maio Amarelo

É um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Administrador

Deixe uma resposta