A greve dos rodoviários entra pelo quarto dia sem nenhuma ação efetiva de nossos governantes. Quem não precisa do transporte público nem deve ter notado que a greve dos rodoviários ainda continua em Natal e região metropolitana mas quem precisa  usar os coletivos estão passando por sérios problemas.

Apesar da liberação de táxi, vans e ônibus fretados para efetuarem as linhas urbanas poucos se habilitaram a prestar serviço. A frota de emergência não vem sendo respeitada e às 21 horas ninguém consegue mais pegar ônibus em Natal.

O oportunismo surge nesses momento e alguns permissionários do transporte alternativo estão cobrando R$10,00 por passageiro sem nenhuma interferência da SEMOB, órgão que deveria fiscalizar o serviço de transporte público em Natal.

Estamos vivendo uma copa do mundo em nossa cidade que está repleta de turistas que também estão sofrendo com o problema já que os taxistas  não estão dando conta da demanda.

Empresários estão locando vans e táxis para buscar e deixar seus funcionários em casa para que o prejuízo não seja maior do que já vem sendo.

Resta saber até quando as nossas autoridades irão permitir tamanho desrespeito com a população?

Via Certa Natal

 

 

 
                              9txg3QOT45uOQ39N5v41

Três homens invadiram uma lan house, na rua Tenente Osório, em Parnamirim, e realizaram um assalto, neste sábado (14). O estabelecimento estava cheio de clientes e os assaltantes fizeram um verdadeiro arrastão.

Eles recolheram objetos pessoais e dinheiro tanto dos clientes como também da lan house. Em seguida, fugiram e até o momento, nenhum suspeito foi preso. O crime aconteceu no bairro de Passagem de Areia.

Portal B.O

 

Do Site Macaíba Connect: Agentes da delegacia especializada em furtos e roubos (DEFUR) e Capturas e Polinter (DECAP) receberam um informação anonima que uma residencia localizada no distrito de Macaíba (Barro Branco) próximo a Guarapes 1 se encontrava munições de grosso calibre. Após os policias civis chegar no endereço indicado na tarde desta Sexta-Feira foi constatado a informação. Uma mulher identificada por nome de Rosana funcionaria da empresa Guararapes estava na residencia onde Foram apreendidas 56 munições e um carregador de fuzil, ambos de calibre 7.62 milímetros; 28 munições letais de espingarda calibre 12 e 38 munições não letais do mesmo calibre; um  aparelho de choque modelo 928 Type; três artefatos explosivos em alumínio; quatro granadas de efeito moral de cor branca; uma granada de cor verde; três granadas de cor preta emborrachadas; 50 espelhos para fabricação de cartões de crédito magnéticos em branco e uma bolsa sem marca aparente nas cores azul e amarelo. Rosana foi presa em flagrante por posse ilegal de munição.

Foto cedida 

 

 

Na manhã desta quinta-feira (05), o prefeito Dr. Fernando Cunha assinou a renovação de convênio entre Prefeitura e Estado que trata da regularização dos funcionários municipais cedidos ao Estado desde 1988.

Assinatura desse convênio é de extrema importância para os 59 servidores cedidos ao Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho, uma vez que, quando renovado, o salário-base (salário mínimo) é automaticamente atualizado. Contudo, a última assinatura ocorreu em 03 de novembro de 2009, fato que deveria ter ocorrido novamente após dois anos, ou seja, em novembro de 2011.

No entanto, como não houve essa atualização no processo de renovação, os salários de parte dos servidores ficaram abaixo do salário mínimo atual, ou seja, eles continuaram ganhando o salário mínimo vigente em 2012. Com a assinatura do prefeito, nesta manhã, os trabalhadores esperam que agora a situação possa ser de fato resolvida.

Em recente encontro com Rosalba Ciralinil, o prefeito Fenando ao lado dos vereadores pediu atenção especial para resolução do caso.

 

Texto: Assecom – PMM

 

Foto: Márcio Lucas

 

mae luiza 1

mae luiza 2

mae luiza 3

 

gua 1

gua 2

A população de Natal se solidarizou com a situação das famílias que tiveram suas casas afetadas pelas fortes chuvas e doou agasalhos, água e alimentos para as pessoas necessitadas. A própria comunidade ajudou na entrega, como mostra as fotos.

Se ainda não fez sua colaboração, o Aeroclube e a Casa Do Bem – na rua principal de Mãe Luiza-, estão recebendo doações.

Abaixo, veja como está a situação de momento da rua Guanabara, a mais afetada pelas chuvas.

 

retrato

 

Fátima Bernardes vai entrevistar

 

Às vésperas de completar dois anos no comando do “Encontro”, Fátima Bernardes vive um ótimo momento. A consolidação do programa em audiência trouxe tranquilidade para a jornalista.

 

Além disso, a saída da bancada do “Jornal Nacional” também foi positiva, em sua visão. Especialmente pelo lado pessoal, no que se fere ao marido William Bonner.

 

“Foi bom. A gente varia os assuntos, os amigos, misturamos os que eu fiz no ‘Encontro’ com os de lá. Quando ele chega em casa, pergunto porque abriu o jornal com tal matéria. Ele me assiste menos, porque meu programa é na hora da reunião de pauta dele”, disse em entrevista ao jornal “O Globo”.

 

A distância física não aumentou o ciúme entre o casal.

 

“Faço 25 anos de casada em fevereiro do ano que vem. E nunca teve espaço para ciúme na nossa relação. Ele veio de uma relação com uma namorada muito ciumenta e eu também. A gente ficou meio vacinado. Parto do princípio que as pessoas só estão juntas porque querem. Você pode ter todo ciúme do mundo, pode se matar, se descabelar que se o parceiro não quiser, ele não vai ficar com você. É um sofrimento a menos”, filosofou.

 

E ciúme também não existe na hora de entregar o programa nas mãos de Ana Furtado e Dan Stulbach.

 

“Passei um ano e pouco sem poder ficar gripada, se acontecesse alguma coisa comigo, não tinha substituta, ninguém nunca tinha pensado nisso. Para tirar as primeiras férias, eu gravei os programas e foi um trabalho insano. Hoje a gente tem uma dupla, que se junta ao Lair Rennó e ao Marcos Veras, e me desgarro, não tenho apego”, garantiu.

O primeiro lugar da audiência finalmente foi conquistado (marca em média sete pontos em São Paulo e nove no Rio) e ela está cada vez mais à vontade no palco e na relação com a plateia.

 

“Não fiquei preocupada e tive muita tranquilidade aqui (na emissora). A gente queria assumir a liderança na programação adulta e o nosso único problema, no início, foi realmente com desenho animado. Porque houve uma troca de público. Hoje, não. Há muito tempo o desenho não é problema”, afirmou.

 

Fátima explica a mudança em seu comportamento em relação ao “Jornal Nacional”.

 

“Existia um comportamento compatível com o produto que eu estava fazendo. Não dava para sair da bancada do ‘JN’ e aparecer sambando ou pendurada numa corda fazendo entrevista no dia seguinte. Só valeria quando fosse natural para mim e o público só aceitaria quando percebesse que estava natural”, declarou.

 

 

 

robinson faria

 

As chuvas que têm caído em Natal nos últimos dias vêm causando sérios danos à cidade e transtornos aos natalenses, provocando também momentos de muita apreensão. Um momento em que a solidariedade às famílias atingidas deve estar acima de qualquer outra motivação. Momento de união em orações pela nossa cidade e por todos os natalenses. Momento também de buscarmos a reflexão. Pensar sobre a cidade que sonhamos, mas que vem sendo desprezada naquilo que lhe é mais essencial: a sua infraestrutura, o cuidado com o meio ambiente, o pensar e o planejar com visão para o futuro.

 

Que esses tristes episódios que ora vivenciamos sirvam também como um alerta a todos nós, homens públicos e cidadãos que amam a nossa capital, de que o caminho mais seguro para garantir qualidade de vida para as pessoas é o compromisso e o dever de administrar com planejamento, visão de futuro e rigor na aplicação das leis. Somente assim poderemos garantir às novas gerações uma Natal melhor para se viver. Não é o momento de oportunismo político e sim de atenção às pessoas que estão sofrendo com o desastre natural na cidade.

 

 

Robinson Faria
Vice-governador do RN

 

 

 

Panorama Político: Com a derrotada na convenção estadual do Democratas, onde tentou pleitear a candidatura à reeleição, a governadora Rosalba Ciarlini disse que está “tranquila” e serena.

 

Através da Assessoria de Imprensa, ela disse: “estou tranquila, serena e com a consciência que lutou até o fim para ter o direito de ser julgada pelo povo nas urnas”.

 

A chefe do Executivo disse ainda que fez um Governo sem escândalos e usou o dinheiro púbico para ajudar o Rio Grande do Norte. “E esperava poder mostrar o que fiz e deixar os potiguares julgarem”, afirmou Rosalba, também através da Assessoria de Imprensa.

 

 

 

foto: Heitor Gregório
 

Final da convenção do Democratas. Por 121 votos favoráveis a prioridade para eleção proporcional e 63 votos pela reeleição de Rosalba Ciarlini, prevaleceu a tese do senador José Agripino Maia de fazer coligação para deputado federal e estadual com o PMDB, PR, PROS e PSB.

 

A convenção estadual do Democratas ocorreu em clima tenso porque os dois principais líderes do partido no Rio Grande do Norte assumiram posições distintas. O senador José Agripino Maia, presidente estadual e nacional do partido, defendeu o lançamento de chapa apenas proporcional, com uma aliança com o PMDB, PROS e PR. Já a governadora Rosalba Ciarlini pleiteou a reeleçião.

 

O principal argumento da assessoria jurídica do DEM nacional é que Rosalba apresentou apenas o nome para disputar o Governo e o estatuto do partido exigiria a chapa completa.

 

O advogado Fabrício Medeiros, advogado do diretório nacional do DEM, disse que o regimento exigia a apresentação, para convenção estadual da chapa completa. Já o advogado Tiago Cortez, que defende a governadora Rosalba Ciarlini, apresentou a tese de que “não há chapas completas, porque candidatos não estão lançados”, comentou.

 

 

 

 

 

dem caicioense

Carlos Augusto conseguiu articular três partidos para apoiar a reeleção de Rosalba do lado de foram da sede do DEM os  Rosalbistas vibram

 

Com o anúncio de que três partidos manifestam apoio a candidatura de Rosalba Ciarlini, o clima ficou muito agitado na sede do Democratas. Os partidários da governadora cantam e “festejam”.

Rosalba Ciarlini já não está mais na sede do partido. O processo de votação está em curso.

 

 

Advogado de defesa de Rosalba pede que ela tenha o direito de ser votada na convenção

Após o pronunciamento do advogado nacional do DEM de que a goverrnadora Rosalba Ciarlini de que ela não teria o direito de concorer ao processo eleitoral por não ter apresentado uma “chapa completa”, o advogado de defesa Tiago Cortez, se pronunciou enfatizando que governadora ao apresentar o pedido se propõe a apresentar um vice e já manifestação de partidos que têm interesse para se coligarem. “O que a governadora pede é o direito de ser votada na convenção. O direito de ser votada ela tem, mas a chapa completa, ninguém apresentou até o momento”, lembrou.

 

Advogado de defesa de Rosalba pede que ela tenha o direito de ser votada na convenção

Após o pronunciamento do advogado nacional do DEM de que a goverrnadora Rosalba Ciarlini de que ela não teria o direito de concorer ao processo eleitoral por não ter apresentado uma “chapa completa”, o advogado de defesa Tiago Cortez, se pronunciou enfatizando que governadora ao apresentar o pedido se propõe a apresentar um vice e já manifestação de partidos que têm interesse para se coligarem. “O que a governadora pede é o direito de ser votada na convenção. O direito de ser votada ela tem, mas a chapa completa, ninguém apresentou até o momento”, lembrou.

 

convenção dem 15

 

Projeto de reeleição de Rosalba será votado na convenção do DEM

A governadora Rosalba ganhou o direito de ser votada na convenção do DEM em Natal. O senador José Agripino disse que os convencionais votarão em uma chapa com duas opções: proporcional ou a reeleição da governadora Rosalba.

 

Do Blog Panorama Político: Nesse momento, na sede do Democratas, foi entregue um documento com três partidos se comprometendo a fazer coligação em prol do nome de Rosalba Ciarlini para reeleição.

 

O documento contém a manifestação do PP, PEN e o PRB.

 

A ex-vereadora Sonali Rosado é quem está coordenando o momento de “anúncio”de apoio a Rosalba Ciarlini na convenção.

 

 

 

Em discurso na abertura da convenção do DEM, o presidente da legenda, senador José Agripino disse que “a governadora como está posta a reeleição, pleiteia ser candidata. Mas o que queremos é preservar o partido, temos chapa proporcional para deputado estadual e federal”.

 

“Na hora que for registrar a chapa no TRE não acontecerá porque ela não tem vice”, ressaltou Agripino. “O momento de conseguir um vice já passou”.

 

 

 

                                               . image courtesy fifa.com     

 

Durante toda a organização da Copa do Mundo, a Fifa – e também o governo – foi alvo de críticas e protestos.

 

As reclamações vão desde o custo exorbitante dos estádios em detrimento a outros gastos prioritários, a sede por lucro da entidade e uma Copa inacessível à população mais pobre do Brasil.

 

Em resposta a essas críticas, a entidade divulgou nesta semana um compilado de perguntas e respostas que poderia ser traduzido como “esclarecendo as coisas” ou “pondo os pingos no Is”.

 

Nele, responde a esses principais temas – ou acusações, dependendo do ponto de vista – que lhe têm sido dirigidos na internet ou mesmo em conversas informais.

 

Veja a seguir como a Fifa resolveu responder a nove desses “equívocos”, com as transcrições de alguns trechos. As respostas completas podem ser encontradas no site da entidade.

 

1. A Fifa não gastou nenhum centavo com a Copa no Brasil

 

A entidade afirma ter coberto todos os custos operacionais do evento, de cerca de US$ 2 bilhões. “Nós não usamos nada de dinheiro público para isso, só usamos dinheiro gerado pela venda dos direitos de TV e comercialização da Copa do Mundo”, diz a Fifa.

 

Sobre os investimentos feitos pelo governo brasileiro, a Fifa se defende dizendo que nem todos estão relacionados à Copa e que o país vai se beneficiar por muitos anos das melhorias.

 

2. O dinheiro dos estádios foi tirado da saúde e da educação

 

A Fifa rebate as críticas de que os 12 estádios construídos ou reformados teriam tirado verba da educação e da saúde brasileira. “A presidente Dilma Rousseff, falando duas semanas antes da Copa do Mundo, salientou que o orçamento do Estado para a educação e a saúde não será afetado pelos empréstimos do BNDES para os estádios (apenas 0,16 por cento do PIB do Brasil)

 

3. A Fifa mandou o Brasil construir 12 estádios caros

 

Segundo a entidade, cabe a cada país escolher se quer usar 8, 10 ou 12 estádios. E o Brasil escolheu ter 12. A Fifa diz que apenas estabelece algumas diretrizes básicas a serem seguidas para que os estádios atendam às necessidades e expectativas das equipes, de segurança e dos meios de comunicação.

Ler mais…

http://informativoatitude.com.br/wp-content/uploads/2014/06/BqLB_dqIUAABesa.jpg

Do blog Marcos Dantas: A governadora Rosalba Ciarlini, emocionada, falou na convenção do Democratas e disse que “quer fazer mais e melhor”.Rosalba lembrou que não abandonou o senador José Agripino Maia, mesmo recebendo convite para assumir o PSD. “Eu não poderia abandonar o senador justo no momento que ele assumia o presidente nacional”, disse.

 

Ela fez um relato sobre a sua história política, lembrou que “não abandonou José Agripino quando o PSD fosse formado”. Rosalba disse que buscará alianças para viabilizar os candidatos a proporcional. Foto: Márlio Forte.

 

 

 

As coisas estão se complicando para o  pré-candidato ao Governo Henrique Alves que pode vir a margar várias baixas ainda esta semana. Como todos sabem Henrique reuniu em seu palanque todos os adversários políticos usando a desculpa que iria salvar o RN, mas se formos ver a fundo quem vai salvar quem afinal? Pois, boa parte destes que estão com Henrique hoje são as mesmas caras que estavam à frente da saúde e da segurança do nosso Estado, pastas estas que entraram em colapso no Estado e que por coincidência estão presentes no palanque de Henrique. Então, lançamos a pergunta: “Acordo para salvar o RN ou acordão para salvar seus próprios interesses?” Isso só o tempo irá dizer.  

 

20140615-040744-14864057.jpg

 

O discurso da deputada Fátima Bezerra (PT) marcou a convenção do PCdoB. Fátima se emocionou e chorou ap falar de sua história e da dificuldade que sabe que enfrentará para chegar ao Senado. Tem sido assim. Fátima tem se emocionado e chorado com facilidade. O parceiro-governadorável Robinson Faria (PSD) deu força à senadorável.

Fotos Márlio Forte

 

 

Sérgio Reis é hospitalizado devido a condição cardíaca, entenda

 

O cantor Sérgio Reis, de 73 anos, passou mal no fim da tarde deste sábado, 14, em São Carlos, no interior paulista, e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Casa de Saúde. Segundo sua assessoria, ele teve uma arritmia cardíaca e deve ser transferido para São Paulo neste domingo, 15.

 

 “O coração disparou e ele veio de ambulância para o hospital”, disse Lívia Noriega, assessora de imprensa do Hospital Casa de Saúde. A equipe médica não quer, por enquanto, comentar o estado de saúde do cantor. 

 

 Sérgio Reis toma remédio para o coração, mas estava há dois dias sem tomar o medicamento. O cantor, autor de Coração de Papel, está em São Carlos acompanhado pelo cantor e compositor Renato Teixeira, que fez o clássico Romaria, sucesso de Elis Regina. Os dois fariam um show na noite deste sábado na festa junina do Clube São Carlos. 

 

O artista, que colocou um stent em 2010, passou por uma bateria de exames e, neste domingo, deverá ser transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

 

 

O Estadão

Agredido em protesto vê 'coerência' na repressão do Choque

SÃO PAULO – O professor de inglês e assistente de help desk Rafael Marques Lusvarghi, de 29 anos – primeiro manifestante a ser detido pela Polícia Militar no ato de quinta-feira, 12, na zona leste de São Paulo – voltou para casa com duas marcas de tiros de borracha no peito, duas na perna, escoriações nas mãos, braços e costas, além de uma irritação nos olhos que permanecia até esta sexta. A ardência é resultado do spray de pimenta. Por causa da repercussão das imagens, ele perdeu nesta sexta seus dois empregos – em uma escola e em uma multinacional do setor de tecnologia. 

 

Lusvarghi já foi da PM de São Paulo e do Pará, teve passagens pela Legião Estrangeira, da França, e pelas Farc, na Colômbia. Questionado sobre o que achou da Tropa de Choque, diz que viu coerência na ação. “Eu sei que fui violento, que devolvi granadas, que provoquei o choque, que soquei, mordi e chutei e cuspi. Mas do meu ponto de vista, não há problemas na luta. Meu respeito e admiração pelas pessoas que vestem uma farda no Brasil, ainda mais por já ter sido um deles, continuam inalterado”, disse. “Defendo a PM, sim, mas quem fez a primeira agressão foi a polícia com granada de som e efeito moral, dispersando a multidão. Usei a força só depois que fui atacado.”

 

Essa foi a primeira vez que Lusvarghi participou de uma manifestação contra a Copa do Mundo. Ele veio de Indaiatuba, interior de São Paulo, onde mora sozinho, depois de saber do ato pela internet. 

 

Ainda pela manhã, quando a polícia começou a dispersar os manifestantes que estavam na frente da Estação Carrão do Metrô, o professor provocou os policiais. E, enquanto todos corriam das bombas e tiros, ele ficou desafiando, sem camisa, a Tropa de Choque. Acabou imobilizado, arrastado e preso.

 

O próprio comandante-geral da PM, Benedito Roberto Meira, disse nesta sexta que viu exagero na ação, mas Lusvarghi, apesar dos ferimentos, criticou o comandante. “É um discurso de quem quer tirar sua responsabilidade, a tropa seguiu sua ordem”, diz ele. “Depois que me detiveram, foram muito respeitosos comigo.” Ele foi levado à delegacia, mas por volta da hora do almoço já estava liberado.

 

Rússia. Lusvarghi demonstra um fascínio pelo tema de segurança militar, guerra, armas e cavalaria. Ele conta que foi da PM paulista por dois anos, a partir de 2002. Depois foi para a Academia da PM do Pará, onde ficou até 2009. Também compôs a Legião Estrangeira, famosa unidade militar francesa. As fotos nos seus dois perfis do Facebook certificam o histórico.

 

 

 

Agredido em protesto vê 'coerência' na repressão do Choque

SÃO PAULO – O professor de inglês e assistente de help desk Rafael Marques Lusvarghi, de 29 anos – primeiro manifestante a ser detido pela Polícia Militar no ato de quinta-feira, 12, na zona leste de São Paulo – voltou para casa com duas marcas de tiros de borracha no peito, duas na perna, escoriações nas mãos, braços e costas, além de uma irritação nos olhos que permanecia até esta sexta. A ardência é resultado do spray de pimenta. Por causa da repercussão das imagens, ele perdeu nesta sexta seus dois empregos – em uma escola e em uma multinacional do setor de tecnologia. 

 

Lusvarghi já foi da PM de São Paulo e do Pará, teve passagens pela Legião Estrangeira, da França, e pelas Farc, na Colômbia. Questionado sobre o que achou da Tropa de Choque, diz que viu coerência na ação. “Eu sei que fui violento, que devolvi granadas, que provoquei o choque, que soquei, mordi e chutei e cuspi. Mas do meu ponto de vista, não há problemas na luta. Meu respeito e admiração pelas pessoas que vestem uma farda no Brasil, ainda mais por já ter sido um deles, continuam inalterado”, disse. “Defendo a PM, sim, mas quem fez a primeira agressão foi a polícia com granada de som e efeito moral, dispersando a multidão. Usei a força só depois que fui atacado.”

 

Essa foi a primeira vez que Lusvarghi participou de uma manifestação contra a Copa do Mundo. Ele veio de Indaiatuba, interior de São Paulo, onde mora sozinho, depois de saber do ato pela internet. 

 

Ainda pela manhã, quando a polícia começou a dispersar os manifestantes que estavam na frente da Estação Carrão do Metrô, o professor provocou os policiais. E, enquanto todos corriam das bombas e tiros, ele ficou desafiando, sem camisa, a Tropa de Choque. Acabou imobilizado, arrastado e preso.

 

O próprio comandante-geral da PM, Benedito Roberto Meira, disse nesta sexta que viu exagero na ação, mas Lusvarghi, apesar dos ferimentos, criticou o comandante. “É um discurso de quem quer tirar sua responsabilidade, a tropa seguiu sua ordem”, diz ele. “Depois que me detiveram, foram muito respeitosos comigo.” Ele foi levado à delegacia, mas por volta da hora do almoço já estava liberado.

 

Rússia. Lusvarghi demonstra um fascínio pelo tema de segurança militar, guerra, armas e cavalaria. Ele conta que foi da PM paulista por dois anos, a partir de 2002. Depois foi para a Academia da PM do Pará, onde ficou até 2009. Também compôs a Legião Estrangeira, famosa unidade militar francesa. As fotos nos seus dois perfis do Facebook certificam o histórico.