Imoral: Deputado volta à prisão com biscoitos e queijo na cueca e é punido após flagra

O deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ), preso desde junho deste ano em regime semiaberto, tentou entrar no complexo penitenciário da Papuda, em Brasília, com dois pacotes de biscoito e um queijo provolone escondidos na cueca.  O fato aconteceu no último domingo, 19. A informação é do Uol.

Conforme a Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal, a irregularidade foi identificada durante o processo de revista que acontece no momento do retorno após o fim de semana. Ele foi levado imediatamente para o isolamento. Lá, ficará por sete dias.

Em nota, a Sesipe comunicou que informou a proibição da entrada de internos com qualquer objeto ou alimento no presídio sem autorização. A entrada de alimentos, diz o comunicado, é possível somente por meio da família, no momento de visita.

O advogado do deputado, Thiago Machado, disse ao Uol que não falará sobre o episódio do fim de semana, já que os fatos ainda estão sendo apurados.

O acontecido foi comunicado à Vara de Execuções Penais (VEP), do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e um inquérito disciplinar foi instaurado. A punição para esses casos pode atingir 30 dias de isolamento, além da perda de benefícios, de acordo com decisão da VEP.

No último dia 30, Jacob sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico “de pequena abrangência”. Ele chegou a ficar 24 horas internado em um hospital de Brasília, o que levou os colegas a se solidarizarem em público.

O Povo 

Administrador

Deixe uma resposta