Fraudes no Enem levaram Polícia Federal a prender cinco este ano

PF mirou em duas quadrilhas que atuavam em todo Brasil

As fraudes no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) detectadas pela Polícia Federal em operações realizadas neste domingo (12) e no passado (5) resultaram em cinco prisões, segundo relatório da PF.

Além disso, foram cumpridos 59 mandados de busca e apreensão e 42 mandados de conduções coercitivas. Segundo o delegado da Polícia Federal, Franco Perazzoni, as operações dos dois domingos miraram grupos diferentes.

O primeiro grupo, procurado no primeiro dia do Enem, atuava no Ceará, na Paraíba e em Pernambuco. A quadrilha era investigada desde o início do ano, e não fraudava apenas provas do Enem, mas também concursos públicos.

Já o segundo grupo atuava em 13 Estados. A quadrilha utilizava pontos eletrônicos e candidatos “pilotos”, que resolviam as provas e passavam as respostas aos clientes, para fraudar as provas.

Para evitar fraudes este ano, o MEC (Ministério da Educação) determinou a utilização de detectores de pontos eletrônicos a cada 100 candidatos, a maior proporção de uso do aparelho desde que o recurso começou a ser usado.

Midiamax

Administrador

Deixe uma resposta