Crescem homicídios no Nordeste e RN lidera taxa de crescimento entre os estados

O jornal Folha de S.Paulo divulgou na edição desta sexta-feira (9) levantamento de homicídios nos estados do Nordeste. O Rio Grande do Norte lidera a taxa de crescimento entre as nove unidades, com taxa de 68 mortes para cada 100 mil habitantes. A análise do jornal atribui o aumento na região ao descontrole nos presídios e à guerra entre facções.

Em três estados houve recorde de assassinatos: Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Alagoas também teve alta em 2017, enquanto Sergipe, Paraíba e Piauí apresentaram queda, segundo os dados oficiais.

Dois Estados ainda não informaram dados, nem deram previsão de quando irão fazer. A Bahia só tem estatísticas atualizadas entre janeiro e agosto de 2017, quando foram assassinadas 4.267 pessoas. Já o Maranhão informa apenas os números de homicídios registrados na capital, São Luís, onde 591 pessoas foram mortas.

Se considerados os sete Estados que divulgaram os dados, foram mortas 17.913 pessoas, contra 15.077 em 2016. Ao que tudo indica, quando Maranhão e Bahia divulgarem seus dados completos, o Nordeste deve bater seu recorde de 24.825 pessoas assassinadas, registrado em 2016.

Administrador

Deixe uma resposta