Saúde Arquivo

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Rio Grande do Norte (SAMU 192 RN) realizou a Formatura da Turma 2017 do Projeto SAMUZINHO RN. Os formandos são 49 alunos da Escola Municipal José Arinaldo Alves, de Macaíba.

A solenidade aconteceu dia 1º de dezembro e contou com a participação de autoridades do SAMU 192 RN, Secretaria Municipal de Educação de Macaíba, professores, e, principalmente dos alunos acompanhados de seus pais, familiares e amigos.

O projeto SAMUZINHO tem como público-alvo crianças com idade entre nove e 14 anos e é desenvolvido através de encontros realizados na base do SAMU 192 RN em Macaíba/RN e na própria escola, onde são discutidos os prejuízos causados pelos trotes, orientações sobre quando e como acionar o SAMU e ainda orientações de como prestar socorro em algumas situações que podem acontecer no ambiente escolar, doméstico e até público.

Esse projeto tem sido realizado através de uma eficiente parceria entre o NEP e escola, com apoio da Secretaria Municipal de Educação do Município de Macaíba-RN. A Escola Municipal de Ensino Fundamental II José Arinaldo Alves, situada na Avenida Luiz Varela da Costa, n. 47, Loteamento Esperança, possui 350 alunos matriculados e tem se destacado no cenário da educação de Macaíba pela qualidade do ensino prestado e pelo desenvolvimento de vários projetos que contribuem para a formação cidadã de seus alunos.

SESAP/RN-ASSECOM

Assunto: Hospital da Lagoa, cardiologia / Local: Lagoa, Rio de Janeiro / Data: 08/2010

Medida foi anunciada em novembro, e ANS tranquiliza beneficiários ao explicar que contratos já feitos não serão prejudicados

Passa a valer nesta sexta-feira (8) a medida de suspensão de 31 planos de saúde, de 10 operadoras, anunciada em novembro pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A decisão levou em conta reclamações recebidas no 3º trimestre de 2017, como negativas de coberturas e demora no atendimento.

A ANS destaca que os 167,7 mil beneficiários dos planos suspensos neste ciclo estão protegidos com a medida e continuam a ter assistência regular. As operadoras ficam impedidas por pelo menos 3 meses de iniciarem contratos com novos beneficiários, enquanto não asseguram condições de seguir com excelência no atendimento.

O trabalho de suspensão é parte do acompanhamento periódico realizado pela reguladora por meio do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.

Clique aqui para ter acesso à lista de planos que tiveram a comercialização suspensa.

Portal Brasil

Cerca de 200 testes rápidos foram feitos e houve distribuição de materiais educativos e preservativos

Pensando no bem-estar da população e com vistas a orientar sobre a prevenção da transmissão do vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST), a Prefeitura de Macaíba realizou na manhã desta sexta-feira (01), por meio da Secretaria Municipal de Saúde, uma ação na Praça Antônio Siqueira, popularmente conhecida como “Praça da Maré”, no centro da cidade.

De acordo com Adriana Amaral, coordenadora do SAE – Serviço de Atenção Especializada em DST/AIDS e hepatites virais, foram feitos cerca de 200 testes rápidos para detecção de HIV, sífilis e hepatites virais, garantindo o sigilo das pessoas atendidas. A equipe de saúde que participou da ação também transmitiu orientações a populares e distribuiu materiais educativos e preservativos masculinos e femininos.

Na Biblioteca Municipal, em frente à Praça da Maré, foi exposto um vídeo didático referente à temática. Nesta data de 01 de dezembro, comemora-se o Dia Mundial de Combate à AIDS. A ação de saúde desta sexta foi alusiva à campanha nacional denominada de Dezembro Vermelho, que anualmente alerta a população para a prevenção contra o vírus HIV.

SAE

O SAE constantemente realiza ações visando reduzir a incidência do HIV/AIDS e hepatites virais no município. Serviço de referência em todo o Rio Grande do Norte, o SAE é o primeiro descentralizado do Estado, ou seja, foi pioneiro em oferecer suas ações também nos postos de saúde.

Por meio do SAE, a Prefeitura de Macaíba faz o acompanhamento dos tratamentos das pessoas diagnosticadas como soropositivas, inclusive com distribuição de terapia antirretroviral (coquetel). Sua equipe é composta por médico infectologista, farmacêutico, enfermeira, assistente social e psicóloga. O serviço funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h, no Posto da Maré.

O teste rápido pode ser feito em qualquer época do ano. Para realizá-lo, a pessoa interessada deverá se apresentar portando um documento de identificação com foto, tanto no Posto da Maré como nos outros postos da rede municipal.

Assecom-PMM

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (29) proibir uso do amianto do tipo crisotila, material usado na fabricação de telhas e caixas d’água. A decisão dos ministros foi tomada pararesolver problemas que surgiram após a decisão da Corte que declarou a inconstitucionalidade de um artigo da Lei Federal 9.055/1995, que permitiu o uso controlado do material.

Com a decisão, tomada por 7 votos a 2,  não poderá ocorrer a extração, a industrialização e a comercialização do produto em nenhum estado do país. Durante o  julgamento não foi discutido como a decisão será cumprida pelas mineradoras, apesar do pedido feito por um dos advogados do caso, que solicitou a concessão de prazo para efetivar a demissão de trabalhadores do setor e suspensão da comercialização.

Em agosto, ao começar a julgar o caso, cinco ministros votaram pela derrubada da lei nacional, porém, seriam necessários seis votos para que a norma fosse considerada inconstitucional. Dessa forma, o resultado do julgamento provocou um vácuo jurídico e o uso do amianto ficaria proibido nos estados onde a substância já foi vetada, como em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, mas permitido onde não há lei específica sobre o caso, como em Goiás, por exemplo, onde está localizada uma das principais minas de amianto, em Minaçu.

As ações julgadas pela Corte foram propostas pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI) há dez anos ao Supremo e pedem a manutenção do uso do material. A confederação sustenta que o município de São Paulo não poderia legislar sobre a proibição do amianto por tratar-se de matéria de competência privativa da União. Segundo a defesa da entidade, os trabalhadores não têm contato com o pó do amianto.

De acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e outras entidades que defendem o banimento do amianto, apesar dos benefícios da substância para a economia nacional – geração de empregos, exportação, barateamento de materiais de construção -, estudos comprovam que a substância é cancerígena e causa danos ao meio ambiente.

Agência Brasil

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, realizará a abertura da campanha Dezembro Vermelho, na próxima sexta-feira (1º), das 8h às 12h, na Praça Antônio Siqueira (Praça da Maré).

A ação é alusiva ao Dia Internacional de Combate à AIDS, celebrado nesta data e tema da campanha. Na ação de saúde estarão disponíveis para a população testes rápidos para detecção de HIV, Sífilis, Hepatites B e C, distribuição de preservativos e entrega de materiais educativos sobre o tema.

Via Prefeitura de Macaíba (Facebook)

Ascom: Sespa

Dados preliminares de um estudo divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Ministério da Saúde apontam uma prevalência de 54,6% de casos de HPV entre a população brasileira de 16 a 25 anos, sendo que 38,4% são de tipos de alto risco para o desenvolvimento de câncer.

A infecção por HPV (papilomavírus humano) é associada a vários tipos de câncer, principalmente ao de colo de útero, mas também de pênis, de vulva, de canal anal e de orofaringe, e é de tratamento complicado.

As relações sexuais são a principal forma de transmissão do vírus, mas ele também pode ser disseminado pelo sangue, por roupas ou objetos contaminados (como toalhas, roupas íntimas ou sabonetes), pelo beijo e durante o parto.

A doença causa feridas principalmente na região genital, mas também em outras partes do corpo, como pernas e braços. O maior perigo está nas verrugas que aparecem internamente, perto do útero, que não são visíveis e, sem tratamento, podem levar ao câncer.

Em junho deste ano, o governo federal anunciou a ampliação do público-alvo para a vacinação contra a doença: meninos de 11 a 15 anos agora podem receber uma dose.

Estudo

A amostra do estudo é composta por 5.812 mulheres e 1.774 homens com 16 a 25 anos, sendo a média de idade de 20,6 anos. O grupo foi entrevistado e fez exames. Foram incluídos dados de 119 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e um Centro de Testagem e Aconselhamento das 26 capitais e do Distrito Federal.

G1 Bem Estar

Sangue é insubstituível em atendimentos de urgência, cirurgias, tratamentos de câncer e doenças crônicas. Estoques ficam ainda mais baixos nos finais de ano

No Brasil, apenas 1,8% da população doa sangue, porcentagem superior à recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de 1%, mas que pode melhorar. Neste sábado (25), o Dia do Doador Voluntário de Sangue é comemorado para reforçar a importância do ato: uma doação pode salvar até quatro vidas.

A doação é um procedimento simples e executado em hemocentros em todo o País. No total, existem 27 centros coordenadores e 500 serviços de coleta no Brasil. Por ano, 3,5 milhões de brasileiros realizam transfusões sanguíneas.

A estudante de enfermagem Leonara Almeida, 19 anos, começou a doar sangue voluntariamente no começo deste ano. Nesta semana, irá doar pela terceira vez. Ela conta que desde os 16 anos já tinha vontade de colaborar. “Acho que a doação é algo que me faz bem. Quando faço a doação me sinto colaborando para o bem”, conta.

Para ela, o número de doadores é baixo pois falta solidariedade: “Acho que as pessoas não vêem mais a necessidade de ajudar o outro, isso vem se perdendo. É preciso ela passar por determinada situação para compreender a necessidade”.

Clique aqui e esclareça o que é mito e o que é verdade quando o assunto é doação de sangue

Fim de ano

No fim do ano, a situação fica ainda mais crítica. Com as festividades, há mais acidentes, como batidas de carro, que muitas vezes exigem transfusões e sobrecarregam os hemocentros. Além disso, em algumas cidades, a população viaja e há redução de doações, como é o caso de Brasília.

O sangue é insubstituível em atendimentos de urgência, cirurgias, tratamentos de câncer e doenças crônicas — qualquer pessoa pode vir a precisar de sangue um dia.

“Há necessidade maior porque é período de férias, as pessoas viajam, e os bancos baixam. Muitos acidentados que vêm de outros estados, pacientes com câncer. Por isso esse desabastecimento”, explica Camila Bezerra, chefe do Núcleo de Triagem de Sangue do Hemocentro de Brasília. Para engajar a população, o hemocentro manda emails e cartas para que os doadores virem colaboradores frequentes.

Para doar, é preciso ter entre 18 a 69 anos, estar em boas condições de saúde e pesar no mínimo 50kg.

Portal Brasil

Objetivando melhorar a oferta de serviços de saúde às pessoas com deficiência, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) reuniu municípios potiguares que possuem Centros Especializados em Reabilitação (CER).

O secretário George Antunes falou da importância dos gestores municipais fortalecerem a intersetorialidade local da saúde com as secretarias de educação e assistência social para um melhor atendimento ao usuário com deficiência garantindo o transporte para o deslocamento ao CER e também divulgando o serviço em suas regiões de saúde, “pois o Centro é um serviço regional e portanto deve atender pessoas de outros municípios, desde que haja uma pactuação com o município sede”, afirmou.

George Antunes disse ainda que a Secretaria Estadual de Saúde por meio da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência tem investido muito em atividades de capacitação para profissionais que atuam nos serviços habilitados e também na Atenção Básica.

Atualmente o Rio Grande do Norte tem serviços especializados nos municípios de São José de Mipibu, Areia Branca, Guamaré, Santa Cruz, Pau dos Ferros, Macaíba, todos habilitados pelo Ministério da Saúde.

No encontro, foi discutido ainda a realização do XI Seminário de Reabilitação do RN. O evento organizado pelo Centro de Reabilitação Infantil e Adulto do RN (CRI/CRA) este ano tem como tema “Desafios e perspectivas no cuidado à pessoa com deficiência” e será realizado nos dias 05 e 06 de dezembro no Praiamar Hotel em Ponta Negra.

De acordo com a coordenadora da Rede de Cuidados a Pessoa com Deficiência, Célia Melo, “o objetivo do encontro é apresentar novas técnicas, conhecimentos e metodologias desenvolvidas pelos profissionais das mais diversas áreas, visando uma melhor eficácia nas condutas terapêuticas empregadas nos serviços de reabilitação”. Podem participar médicos, dentistas, fonoaudiólogos, enfermeiros, educadores físicos, farmacêuticos, psicólogos, fisioterapeutas, biólogos, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, assistentes sociais. Mais informações podem ser obtidas com Ligia Rejane por meio do e-mail seminarioreabilitacaorn@gmail.com.

SESAP/ASSECOM

Um grupo de cientistas descobriu que a doença de peyronie, que conhecida por causar uma curvatura no pênis fazendo com que ele se posicione para cima, para o lado ou para baixo, pode estar relacionada a complicações de saúde em homens.

Um estudo realizado pela Baylor College, em Houston descobriu que homens que apresentam essa condição de saúde tem uma chance 40% maior de desenvolver câncer de testículo. Além disso, esses rapazes também tem uma chance 29% maior de desenvolver melanoma e 40% maior de desenvolver câncer de estômago.

Para a realização do estudo os pesquisadores analisaram o material de genético de pais e filhos que conviviam com a peyronie e descobriram que eles compartilhavam um conjunto de genes capazes de predispor as pessoas aos tipos de tumores malignos citados.

Segundo os cientistas a doença de peyronie afeta entre 3% a 7% dos homens. No entanto, esse número pode estar mascarado e alguns casos estejam deixando de serem diagnosticados por uma relutância do público masculino em relatar essa condição de saúde aos médicos.

Super Pride

Reprodução: TV Globo

Unidade de Pronto Atendimento do Campo Limpo tem longa espera entre triagem e primeiro atendimento.

Pacientes esperam até 8h30 entre triagem e o primeiro atendimento na UPA do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo. Reclamando da falta de médicos, eles se acumulam na sala de recepção da unidade, onde não há lugar para todos sentarem e nem bebedouro para matar a sede – está quebrado.

Nesta quinta-feira (10), às 23h30, a situação era caótica no local. Uma mulher que levou a filha doente chegou quando o dia estava claro. “Aqui desde às três horas até… Acho que quando atendeu já era 22h30, que ela entrou. Eles passam na triagem ali e manda esperar”, relata.

Perto dela, uma outra mãe sofria para acomodar o filho pequeno nos bancos. Ele estava febril e tentava dormir enquanto não era chamado pelo médico.

O caso do garçom Davidson Mota da Silva é ainda mais surpreendente. Ele chegou na UPA de manhã, por volta das 10h30, e só saiu depois da meia-noite. “O primeiro atendimento foi 19h. Eu fiquei esse tempo todo. Tô sem almoçar, sem jantar”, lamenta.

No último dia 20, um telespectador do Bom Dia São Paulo reclamou nas redes sociais sobre a longa espera por atendimento na UPA do Campo Limpo. Uma equipe de reportagem foi ao local e também encontrou pacientes que esperavam por horas por atendimento.

Na madrugada desta sexta-feira (10), além da demora, pacientes e acompanhantes não podiam contar nem com o bebedouro da recepção. O aviso colado na parede ao lado diz que ele foi interditado por vazamento.

O pintor Márcio Antônio do Nascimento era outro no posto de saúde e mostrou indignação com a situação: “Que palhaçada com a saúde pública no Brasil. Meu, que vergonha! Eu não tenho vergonha de ser brasileiro, eu tenho vergonha dessa palhaçada. Isso é palhaçada, porque dinheiro tem (…) É melhor levar um animal para um veterinário. Ele vai ser bem mais cuidado de que um ser humano em um hospital público”.

G1/SP

Dados dos pacientes da Unidades Básicas de Saúde (UBS) serão compartilhados para facilitar atendimentos e reduzir gastos

Com a informatização dos prontuários das Unidades Básicas de Saúde (UBS), o Governo do Brasil vai ampliar a integração em rede dos dados dos pacientes. A medida deve gerar uma economia aos cofres públicos estimada em R$ 22 milhões anuais.

Para extender a medida a todos os municípios do País até o fim do ano que vem, o Ministério da Saúde lançou edital para credenciar empresas a fornecer o serviço. Segundo a pasta, a sistema eletrônico é importante porque evita a realização de exames repetidos e procedimentos desnecessários.

Inicialmente, devem ser investidos  R$ 1,5 bilhão para o pagamento dos contratos com as empresas, que envolvem a oferta de suporte de informática, conectividade, equipamentos, manutenção e capacitação. Os contratos serão de 5 anos, em que os valores por UBS chegam a R$ 7 mil.

Assim, 42,4 mil UBSs devem ser interligadas pelo prontuário eletrônico. Atualmente, 35% delas já fazem parte do sistema e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB), fornecido pelo Ministério da Saúde.

Os prontuários descrevem informações sobre os atendimentos, prescrição de remédios, exames realizados e consultas. Esses documentos ainda serão transmitidos a hospitais e ambulatórios de modo a gerar um banco de estatísticas epidemiológicas.

Portal Brasil

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, aderiu ao Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O programa tem o objetivo de avaliar continuamente os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos de origem vegetal (legumes, frutas e verduras) que chegam à mesa do consumidor.

Em Macaíba, as coletas estão sendo realizadas nos principais supermercados do município e a primeira foi feita no dia 6 de novembro. O PARA é de suma importância para a prevenção de doenças. O programa é uma ação do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), coordenado pela Anvisa em conjunto com os órgãos estaduais e municipais de vigilância sanitária e laboratórios estaduais de saúde pública.

Assecom-PMM

Nesta quarta-feira (08), no período da manhã, os usuários do Centro de Atenção Psicossocial contra o Álcool e Drogas (CAPS-AD) de Macaíba tiveram uma oportunidade de desfrutar momentos recreativos na Vila Olímpica.

A atividade faz parte de uma programação mensal que o centro oferece aos seus frequentadores, por meio da qual eles podem participar de passeios por pontos turísticos, culturais e esportivos de Macaíba e de outras cidades do estado.

De acordo com as informações de Luis Fernando, diretor do CAPS-AD, no ano em curso já foram proporcionados passeios para o Parque das Dunas, o Forte dos Reis Magos e o Museu Solar Ferreiro Torto, dentre outros locais.

Os momentos recreativos de hoje também incluíram treino funcional, noções de educação alimentar e, ao final, um lanche balanceado, explicou Fabiam Marques, educador físico. Aproximadamente 30 usuários do CAPS-AD participaram das atividades de hoje que também foram coordenadas por outros profissionais de saúde que atuam no espaço.

Assecom-PMM

A segunda fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa está em vigor e se estende até o próximo dia 30 de novembro. Os criadores locais devem estar atentos ao calendário. Vale ressaltar que a primeira fase foi de 02 a 31 de maio do corrente ano. No Rio Grande do Norte, é necessário vacinar somente animais que tenham até 24 meses de idade.

É importante também lembrar que é preciso fazer a declaração de todo o rebanho na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, da Pecuária e da Pesca de Macaíba (SEMAPE). O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 13h às 17h, sendo necessária a apresentação da nota fiscal referente à compra das vacinas.

Segundo dados do Portal Brasil, em maio, na primeira etapa de vacinação, foram vacinados 98,28% dos animais, 192,1 milhões de cabeças de um total de 195,4 milhões. Quase todas as unidades federativas já estão livres da doença.

Ainda de acordo com o Portal, os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Paraná, Roraima e São Paulo devem vacinar todos os animais, de qualquer idade. Já os outros estados só precisam dar a vacina em bois e búfalos de até dois anos (como é o caso do nosso estado). A dose é de 5ml e deve ser conservada entre 2ºC e 8ºC, com aplicação feita na tábua do pescoço dos animais.

Mais informações podem ser obtidas através da SEMAPE, ao discar para os telefones: 3271-6539 e 3271-6566.

Assecom-PMM

A Prefeitura de Macaíba encaminhou mais um grupo de dez pacientes para cirurgias de catarata, na tarde desta segunda-feira (06), na sede da Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba.

O prefeito Fernando Cunha e a coordenadora da Central de Marcação, Lorena Góis estiveram presentes na ocasião e orientaram os pacientes sobre as ações necessárias para a realização das cirurgias.

Mais de 200 pessoas já foram encaminhadas desde o mês de abril deste ano para os procedimentos cirúrgicos. A senhora Marluce Gonçalves Silva, 58 anos, moradora de Lagoa do Lima recebeu a cirurgia no olho direito e agora, se prepara para mais um procedimento, desta vez no olho esquerdo.

Ela afirma estar satisfeita com o encaminhamento, o atendimento e a cirurgia e espera sucesso na nova ação que receberá. “Foi muito bom, ótimo porque estava precisando muito da cirurgia. Resolveu o meu problema com um dos meus olhos e agora espero que resolva do outro”, afirma.

Via Facebook da Prefeitura de Macaíba

Nesta quarta-feira, 1º de novembro, véspera de feriado, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, irá realizar na Praça Antônio Siqueira, popularmente conhecida como “Praça da Maré”, uma ação de saúde alusiva ao Dia Nacional de Combate à Sífilis.

Na oportunidade, haverá testagem rápida para detecção de sífilis, HIV, assim como hepatites B e C. Além disso, os profissionais de saúde envolvidos na ação irão orientar a população acerca das ISTs – infecções sexualmente transmissíveis no que respeita à sua prevenção, transmissão e tratamento.

Também serão ofertados ao público alguns materiais educativos e insumos de prevenção. A ação está prevista para começar às 8h e terminar às 12h.

Assecom-PMM

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a segunda causa de morte e a primeira de incapacidade no Brasil. Apenas em 2015, 100.520 pessoas morreram em decorrência da doença. Do total, 4.592 mortes foram de pessoas com menos de 45 anos, de acordo com os últimos dados catalogados pelo Ministério da Saúde, que registrou no mesmo ano 212.047 internações relacionadas ao AVC, que pode ser provocado por obstrução de artéria ou mesmo rompimento de vasos sanguíneos.

O total de casos e os problemas gerados por eles podem ser menores se forem adotadas medidas preventivas. “Trata-se de uma doença grave, autoimune e incapacitante, mas que tem uma grande capacidade de prevenção”, afirma o diretor científico da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), Rubens Gagliardi.

Segundo a ABN, 90% dos AVCs estão ligados a fatores que podem ser modificados, por isso, a organização e outras parcerias, como a Rede Brasil AVC, aproveitam o Dia Nacional de Combate ao AVC, celebrado neste domingo (29), para chamar atenção da sociedade com a campanha “Qual o seu motivo para prevenir um AVC?”.

Doença pode ser evitada

Por meio de vídeos, panfletos e diversas atividades que ocorreram ao longo desta semana, as organizações apontam que é possível prevenir o AVC por meio das seguintes ações: controlar a pressão alta; fazer exercícios físicos moderados cinco vezes na semana; ter uma dieta saudável e balanceada com mais frutas e verduras e menos sal; reduzir o colesterol; manter peso adequado; não fumar e evitar exposição passiva ao tabaco; reduzir a ingestão de álcool; identificar e tratar a fibrilação atrial; evitar diabetes, adotando acompanhamento médico; e conhecendo mais sobre o AVC.

A programação de atividades terá continuidade hoje, em diversas cidades brasileiras.

“Essa campanha faz parte de uma iniciativa mundial que tem sido realizada desde que a Associação Mundial do AVC determinou o 29 de outubro como o Dia Mundial de Combate ao AVC. Em várias cidades do país, fazemos a campanha para a população. Os médicos saem às ruas e informam sobre o que é a doença, como se caracteriza o AVC, os principais sintomas, o que fazer em caso de ocorrência”, explica Gagliardi, que avalia que é perceptível a melhora no conhecimento da população sobre o problema e, com isso, a diminuição das ocorrências.

“Riscômetro de AVC”

Para contribuir com a efetivação de medidas protetivas, a ABN sugere que profissionais de saúde tenham mais atenção e ofereçam tratamento preventivo aos pacientes com história prévia de doenças cardiovasculares. Isto porque um terço dos AVCs ocorre em pacientes com AVC ou AIT (Acidente Isquêmico Transitório) prévios. Medidas para controlar a pressão arterial e a fibrilação atrial são algumas das que podem dificultar a ocorrência do problema.

A população em geral também pode fazer a sua parte. Além de adotar as medidas sugeridas, é possível conhecer o risco de sofrer um AVC, o que pode ser feito em diálogo com médicos e também usando a tecnologia, como o aplicativo gratuito “Riscômetro de AVC”, que ensina a reconhecer os sinais de AVC e os hospitais que são Centros de AVC em todas as regiões, além de oferecer mais dicas de prevenção.

O Ministério da Saúde espera reduzir em 15% os óbitos por AVC e 10% por infarto como resultado das ações do Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, que tem a meta de tirar 28.562 toneladas de sódio dos alimentos processados até 2020.

Até o momento, segundo o ministério, mais de 7 mil toneladas de alimentos já foram retiradas das gôndolas dos supermercados. Além disso, para reduzir o número de internações e óbitos no país por doenças crônicas, foi lançado o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), que tem a expansão da atenção básica como uma das principais ações de enfrentamento.

Para concretizar a expansão, o Ministério da Saúde anunciou investimentos de R$ 1,7 bilhão para custear novos serviços oferecidos na atenção básica.

AVC cresce entre quem tem menos de 45 anos

Rubens Gagliardi detalha que o AVC já chegou a ser a principal causa de morte no Brasil. Agora, apesar da diminuição dos casos, o que tem chamado a atenção é o crescimento da ocorrência entre pessoas mais jovens, com menos de 45 anos.

Questionado quanto a uma possível tendência, ele ponderou: “É uma evidência. O estilo de vida das pessoas tem mudado. Hoje, o jovem fica mais exposto ao estresse, há muito uso de drogas ilícitas entre os jovens, encontramos muitos deles obesos. Esses fatores todos podem favorecer o AVC”, indica.

No caso dos mais jovens, o AVC também pode estar relacionado à ocorrência de lesão na parede do vaso que leva sangue para o cérebro, por exemplo, em caso de acidente de carro. No caso de crianças, os fatores mais comuns são as doenças genéticas, segundo o Ministério da Saúde.

EBC

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) convida a comunidade em geral para a campanha de doação de sangue que acontece nesta quinta-feira, 26, das 8h às 17h, no estacionamento do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) – em frente ao anexo da Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM). A iniciativa faz parte da programação do Mês do Servidor 2017, que aborda o tema Cultura de Paz na UFRN e tem a solidariedade como um dos pilares para a construção de relações humanas não violentas.

Os doadores devem ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar acima de 50Kg, ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior à doação, estar bem alimentados e em boas condições de saúde. É necessário apresentar documento com foto emitido por órgão oficial e com validade em todo o território nacional. Solicita-se não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores, evitar o consumo de alimentos gordurosos, assim como não fumar pelo menos duas horas antes e depois do procedimento. As doações abastecerão o estoque do Hemonorte para suprir a necessidade de transfusões de sangue nos hospitais potiguares.

Cultura de Paz na UFRN

Em sua sétima edição, o Mês do Servidor da UFRN acontece até o dia 31, com iniciativas no Campus Central e nos campi do interior em comemoração ao Dia do Servidor, 28 de outubro. Neste ano, o evento busca despertar a reflexão acerca da cultura de paz, para formar uma consciência crítica dos comportamentos e atitudes dentro e fora da universidade. Para tanto, são abordados aspectos como solidariedade, diversidade e sustentabilidade na programação, que conta com palestras, oficinas, cursos e campanhas de doação de sangue, arrecadação de brinquedos e livros.

Outras informações estão disponíveis no endereço www.mesdoservidorufrn.com.br.

Funcionamento do estacionamento

Em decorrência da campanha de doação de sangue e da necessidade da instalação do ônibus do Hemonorte, o estacionamento do CCHLA, em frente ao anexo da Biblioteca Central permanecerá fechado nos dias 25 e 26 de outubro.

ASCOM-Reitoria/UFRN

Mais um grupo de pacientes foi encaminhado pela Prefeitura para realizar cirurgias de catarata na tarde desta quarta-feira (25) na sede da Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba.

Os encaminhamentos vêm ocorrendo desde o mês de abril do corrente ano, sendo que mais de 200 pacientes já foram beneficiados e realizaram suas cirurgias. Antes de serem encaminhados, os pacientes recebem orientações sobre os procedimentos cirúrgicos. As cirurgias são realizadas em clínicas particulares conveniadas com a Prefeitura.

O senhor Antônio Herculano, de 51 anos de idade, residente no bairro Vilar, foi um dos pacientes que recebeu o encaminhamento para realizar em breve a sua cirurgia e opinou com gratidão: “Agradeço primeiramente a Deus e depois à Secretaria por estar oferendo esse serviço tão importante para quem necessita”.

“A catarata praticamente me fez perder a minha visão, mas agora, com a cirurgia encaminhada, minha esperança de renova”, finalizou Herculano.

Assecom-PMM

Data foi comemorada com muitas atividades nas escolas por meio do projeto Novo Sorriso

Na data de 25 de outubro, comemoram-se o Dia do Dentista e também o Dia Nacional da Saúde Bucal. As comemorações desta data remetem à conscientização da sociedade em geral acerca da importância de procurar manter sempre uma boa higiene bucal, o que consequentemente implica numa Saúde Bucal de qualidade.

Neste ensejo, é válido destacar que a cidade de Macaíba é uma grande referência no estado do Rio Grande do Norte em Saúde Bucal, contando com dois estabelecimentos que prestam serviços de qualidade à população: CEO e PA.

CEO

O CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) funciona de segunda a sexta, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h. No local, são realizados os atendimentos especializados nas áreas de periodontia (doenças das gengivas), endodontia (tratamento de canal), cirurgias orais menores, diagnóstico oral e biopsias, próteses dentárias, atendimento a pacientes com necessidades especiais, dentística especializada (restaurações complexas), além da realização de radiografias orais.

PA

O PA (Pronto Atendimento Odontológico) funciona todos os dias da semana (inclusive nos feriados), das 7h às 19h. Realiza atendimentos básicos agendados diariamente, assim como as urgências odontológicas. Os procedimentos oferecidos são os mais diversos, do ambulatório ao atendimento de urgência, incluindo serviços de restauração, extração, limpeza, hemorragias, fraturas, etc.

Outros destaques em Saúde Bucal

Macaíba desenvolve o projeto Novo Sorriso, que consiste na atuação direta dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Educação, que conduzem escovações supervisionadas e orientações para os alunos das escolas da rede municipal de ensino. Várias escolas da rede municipal já ganharam “escovódromos”, além de kits de saúde bucal (escova, creme dental e fio dental).

Além disso, anualmente, existe uma importante ação voltada à prevenção e ao combate ao câncer de boca, abrangendo todos os postos de saúde do município, focando especialmente nos usuários pertencentes aos grupos de risco: pessoas acima dos 40 anos, com próteses dentárias, fumantes, com exposição excessiva aos raios solares ou apresentando alguma lesão, mancha branca ou vermelha na cavidade bucal.

Os dentistas e os técnicos de saúde bucal atuantes no município constantemente recebem palestras e passam por capacitações abordando temas importantes relacionados ao cotidiano do trabalho, inclusive a NR-32. Somando-se a tudo isso, vários postos de saúde também estão recebendo novos equipamentos como consultórios odontológicos, autoclaves, aparelhos de raios X odontológicos e compressores.

Assecom-PMM