policia Arquivo

SESED/ASSECOM – A Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN) orienta aos donos de documentos perdidos durante o carnaval, que os mesmos poderão procurar as delegacias dos municípios onde houve a perda. Para reaver o documento, é necessário levar algum outro documento para fazer a comprovação. Além disso, a Polícia Civil orienta a população para fazer a entrega de documentos ou objetos achados em uma delegacia.

De acordo com o artigo 169 do Código Penal é crime apropriar de coisa perdida e não restituí-la ao dono ou legítimo possuidor ou de entregá-la à autoridade competente, dentro no prazo de 15 (quinze) dias. Tal crime é passível de detenção ou multa.

Reprodução/Facebook

Um marginal identificado pelas iniciais J.V.D.C de 18 anos de idade foi baleado durante uma tentativa de assalto contra um policial militar na Avenida Abel Cabral, uma das mais movimentadas do bairro de Nova Parnamirim, município de Parnamirim, Grande Natal, na manhã desta quinta (15).

Com os disparos, o indivíduo veio a óbito ainda no local, tendo sido com ele encontrado um revólver calibre 32. De acordo com informações da página Nova Parnamirim Notícias, ele estaria acompanhado por um comparsa em um veículo que fugiu após o fato, que deu-se nas proximidades do antigo Clube Cosern.

Foto: Reprodução/Facebook

Um carro modelo Corsa Classic de cor preta e placas NNQ-1256 foi tomado de assalto no município de Macaíba na manhã desta quinta-feira (15/02). Segundo informações que circulam nas redes sociais da cidade, o proprietário foi abordado por elementos que estavam em outro veículo quando se aproximava da casa de uma familiar.

Quem tiver alguma informação sobre o seu paradeiro, disque para 181 ou 190, ou ainda entrar em contato com os números 98621-6816/98633-7422.

Foto: Reprodução/WhatsApp

Na Ficha da Polícia RN/Senadinho Macaíba – Um crime de homicídio foi registrado na noite desta terça-feira (13) na Rua do Fio, na cidade de Macaíba, região da Grande Natal.

No local, um jovem identificado pelo nome de Adson Almeida, 23 anos, mais conhecido como “Guinho”, foi assassinado a tiros em via pública no momento que estava em uma motocicleta.

Foto: Reprodução/WhatsApp

O local foi isolado pela PM, e uma equipe do ITEP foi acionada para realizar a remoção do corpo.

Mais um policial militar é vítima da insegurança na capital potiguar. Na ocasião, o cabo Gilberto Ferreira de Araújo foi alvejado com dois tiros no abdômen, após reagir a um assalto na Travessa Presidente Mascarenhas, no bairro das Quintas, zona Oeste.

O militar, lotado no 9° BPM, estava indo visitar a mãe, quando foi surpreendido por uma dupla em um Fox de cor branca. Após atirar contra a vítima, os bandidos ainda conseguiram levar a arma dele.

Levado, imediatamente, ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, o policial será submetido a procedimento cirúrgico, mas não corre risco de morte. A Polícia Militar realiza diligências para localizar e prender os criminosos.

Na noite de ontem, outro policial militar, lotado no Batalhão de Choque, foi atingido por disparos de arma de fogo, após uma confusão dentro de um bloco carnavalesco, na praia de Búzios, litoral Sul potiguar. Ele foi atingido de raspão na cabeça e passa bem. O atirador ainda não foi identificado.

Via Agora RN

Neste carnaval a Polícia Militar tem realizado o uso do Helicóptero, o Potiguar 01, nos locais de grande concentração de pessoas.

Além do patrulhamento aéreo, a CEIOPAER (Centro Integrado de Operações Aéreas) está dando apoio as viaturas durante as ocorrências, bem como também está preparada atuar em Salvamento Aquático e Resgate Aeromédico em conjunto com o SAMU.

Com intuito de diminuir o tempo de resposta, o Potiguar 01 atua diretamente em contato com o COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar).

PM/ASSECOM

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte está a procura da pessoa de Mailson Lima da Silva, 20 anos, morador do bairro de Felipe Camarão. Segundo informações o mesmo sequestrou a sua própria filha de 2 anos e 9 meses no último domingo (11) na cidade de Macaíba, região da Grande Natal.

Segundo consta, ele agredia a esposa que vivia escondida devido às agressões e ameaças dele. Um boletim de ocorrência já foi registrado na delegacia.

Qualquer informação sobre o seu paradeiro e da criança entrar em contato através do 181, anonimamente ou pelo (84) 98780-3896.

Informações da página Na Ficha da Polícia RN

(Foto: Canindé Soares)

Uma mãe teria quebrado uma garrafa de vidro e ferido pelo menos três homens após o carrinho de bebê com seu filho ter sido atingido por uma mesa, segundo informou a Polícia Militar. A confusão aconteceu na madrugada deste domingo (11) próximo a uma lanchonete na Praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim, na Grande Natal.

Quando a Polícia Militar chegou à lanchonete Comeu Morreu, por volta das 3h20, não encontrou mais ninguém envolvido no caso. Mas de acordo com o relato de uma jovem de 25 anos, que acompanhava três rapazes no hospital, houve uma briga envolvendo várias pessoas no local, que é bastante movimentado. Durante a confusão, uma mesa foi lançada e acabou atingindo um carrinho de bebê.

Depois disso, uma mulher quebrou uma garrafa de vidro e, com o gargalo, feriu pelo menos três homens. Segundo a assessoria da imprensa da Polícia Militar, a suspeita é que ela seja a mãe da criança no carrinho.

Um jovem de 19 anos, outro de 23 e o terceiro, que não teve a idade informada, foram levados ao Hospital de Pirangi do Norte, mas o último precisou ser transferido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal.

Já a mulher responsável pelo ataque não foi identificada até o momento.

Informações do G1/RN

O corpo de um homem conhecido como ‘Rubens Vigia’ foi encontrado caído sob uma bicicleta nas primeiras horas da manhã deste domingo (11) em uma estrada carroçável no Parque Industrial, em Parnamirim.

A vítima foi assassinada por disparos de arma de fogo. Uma equipe do ITEP foi enviada ao local para realizar a remoção do corpo.

Informações da página Na Ficha da Polícia RN

Portal MPRN – Nos eventos festivos, a mulher se torna ainda mais alvo de assédio e estupro. Com a proximidade do Carnaval, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) reforça em seus perfis oficiais nas redes sociais a campanha do #NãoéNão, que ganhou a internet nos últimos dias.

“Carnaval é uma festa de alegria e de liberdade. No entanto, as pessoas não devem confundir isso como uma licença ou salvo-conduto para praticar o assédio contra as mulheres”, comentou a promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Apoio à Mulher Vítima da Violência Doméstica e Familiar (Namvid/MPRN), Érica Canuto, ressaltando que comumente as pessoas, não só os homens, mas também as mulheres, têm muita dúvida sobre o que é assédio e o que é a paquera.

“O limite é justamente a autonomia e a liberdade da mulher. Entendam quando a mulher diz um não como um não. Muitas vezes os homens encaram como sendo a mulher se fazendo de difícil. E aí puxa a mulher, puxa o braço, puxa o cabelo. Quando ela se recusa, ele xinga com palavrões”, pontuou.

Forçar um beijo, passar a mão, encostar. É tudo considerado como assédio, podendo até se configurar estupro, dependendo das circunstâncias. Há também a importunação ofensiva ao pudor e a perturbação e da tranquilidade. De acordo com a representante ministerial com atribuição na defesa dos direitos da mulher, são violações, agressões psicológicas e morais e também agressões contra a dignidade  sexual.

Quando o homem se aproveita do fato de a mulher ter bebido para forçar uma situação de intimidade sexual, esse ato é considerado como um estupro. A promotora de Justiça ainda observou que estar bêbado não atenua a responsabilidade do agressor. “A paquera deixa de ser paquera depois do não. A partir do não, é assédio”, completou.

Denúncia e provas

Em casos de assédio e estupro, as pessoas podem fazer denúncias pelo telefone, no número 180 – discagem gratuita. O número é nacional, mas a denúncia vai para a mesa do promotor e para a mesa das delegadas da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). “Caso não queiram denunciar pelo telefone, podem ir direto à Deam ou à Delegacia de Plantão”, completou.

A promotora ainda sugere que as mulheres tenham sempre à mão o celular, para tentar gravar e filmar. “A violência doméstica é sempre de alguém do convívio da vítima. Porém, o assédio, especialmente no Carnaval, será de uma pessoa desconhecida. E nesse caso, ficará mais fácil localizar e responsabilizar o autor da agressão se a mulher conseguir filmar ou fotografar”, orientou.

PC/ASSECOM – Agentes da Delegacia de Polícia Civil de Macaíba prenderam em flagrante nesta sexta-feira (09), a pessoa de Ramon Flawbert Alves dos Santos. O homem é suspeito de ter participação em um duplo homicídio, que vitimou pai e filho, em um açude nas proximidades da BR-304, em Macaíba.

Segundo relatos, as vítimas participaram de uma discussão em um bar, que resultou na morte à queima-roupas dos dois. Cinco homens estavam envolvidos no desentendimento, onde foram encontradas cápsulas de calibre 380. Após denúncias, policiais realizaram diligências na região e prenderam Ramon Alves . Acusado de ter participação no crime, ele foi reconhecido na delegacia por testemunhas que presenciaram o ocorrido.

O homem foi autuado por homicídio e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça.

SESED/ASSECOM – O efetivo da polícia militar que atuará no carnaval embarcou hoje para o interior do Estado. Os policiais saíram do quartel da PM na manhã desta sexta-feira (9) e seguem com a Operação Carnaval até a próxima quarta-feira (14). Para garantir a atuação dos agentes, as diárias operacionais correspondentes aos cinco dias de trabalho já foram pagas. Já o salário da categoria refente a janeiro, começou a ser depositado hoje para os ativos e segue até amanhã (10) para inativos e pensionistas.

“Saindo com as diárias e os salários pagos, incentiva e estimula o trabalho da tropa, mostrando que o governo valoriza e sabe da importância da segurança neste período de festas e grande aglomeração de pessoas”, enfatizou o Comandante Geral da PM, Coronel Osmar Oliveira.

Ao longo de todos os dias de carnaval, estarão nas ruas do Rio Grande do Norte um efetivo de 7.415 agentes de segurança. Serão 6.307 policiais militares nos principais polos carnavalescos, sendo 2.129 homens do Comando de Policiamento do Interior (CPI), 3.674 do Comando do Policiamento Metropolitano (CPM), 504 do Comando do Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE). Já o Corpo de Bombeiros Militar distribuirá 650 homens no litoral e interior do estado. A Polícia Civil contará com um efetivo 458 policiais em pontos estratégicos.

O comandante do CPI, Coronel Wellington Arcanjo, explicou que o trabalho acontecerá em todas as regiões do do estado, mas principalmente nas cidade de Apodi, Caicó, Areia Branca, Tibau, Macau, Assú, Touros, Barra de Maxaranguape, São Miguel do Gostoso, Pipa, Barra de Cunhaú e Baía Formosa. “Faremos barreiras para coibir furto de veículos, posse de armas de fogo e drogas, para garantir a tranquilidade da população”, afirmou o coronel.

Já o trabalho do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) estará com foco principal no litoral sul (até Barreta) e Norte (até Muriú), e nos polos do Carnaval de Natal (Petrópolis, Ribeira, Rocas, Centro Histórico, Ponta Negra e Redinha).

Foto: Divulgação/PRF

Fiscalização será intensificada nas rodovias para evitar acidentes. Em caso de emergência, ligue 191

Para aumentar a segurança dos brasileiros que irão viajar no feriado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa nesta sexta-feira (9) a Operação Carnaval 2018. Até a próxima quarta-feira (14), a fiscalização será intensificada em todo o Brasil, com atenção especial a locais que registram maior quantidade de acidentes. A ação durante o feriado faz parte da Operação RodoVida, que começou em dezembro de 2017 e terminará em 18 de fevereiro.

Segundo a PRF, o Carnaval é um feriado crítico para a fiscalização devido ao fluxo intenso nas rodovias federais e ao consumo abusivo de álcool. Os policiais estarão ainda mais atentos a infrações como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de equipamentos de segurança, como capacete, cadeirinhas de bebê e cinto de segurança. Em caso de emergência, ligue 191.

Nos últimos cinco anos, os estados com maior número de acidentes graves no período foram Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina – eles concentram quase 30% de todas as colisões registradas no País no Carnaval. Ano passado, houve 1.696 acidentes de trânsito,  2.019 pessoas multadas e 214 presos por dirigirem alcoolizados e quase 12 mil registros de ultrapassagens indevidas.

Portal Brasil

 

Casal brigou por causa de um sanduíche

A briga por causa de um sanduíche virou caso de polícia, na cidade de Antônio João, a 402 quilômetros de Campo Grande, depois que um homem acabou agredindo com cabo de vassoura uma mulher, de 50 anos.

A vítima procurou a delegacia de polícia nesta quinta-feira (8) e contou que tinha saído da igreja e combinado de se encontrar com o autor de 58 anos para comerem um lanche. Momento em que resolveram dividir o pagamento e o lanche entre os dois.

Mas, já na lanchonete acabaram brigando e a mulher deixada sozinha no local pelo homem. Ainda de acordo com a ocorrência ao chegar em casa levando metade do sanduíche para o companheiro, a vítima foi surpreendida pelo autor que arremessou uma panela de pressão com sopa sobre ela.

Em seguida de posse de uma vassoura passou a desferir golpes contra a mulher. Depois das agressões, a mulher fugiu para a casa de sua irmã procurando a polícia.

Midiamax

PC/ASSECOM – Uma ação da equipe de policiais civis da Delegacia de Macaíba conseguiu prender em flagrante, pelo crime de roubo, Keci Jone Sales da Silva, 20 anos, nesta quinta-feira (08). Ele é apontado como sendo uma das três pessoas que roubou um veículo na cidade de Santa Cruz. O grupo é suspeito de ter usado o veículo para praticar outros roubos em Macaíba.

“Diante das informações, a nossa equipe fez diligências e conseguiu recuperar o veículo e apreender uma espingarda calibre 12 que estava no carro. Ele foi autuado pelos crimes de roubo circunstanciado pelo uso de arma de fogo e concurso de pessoas, mesmo sem termos encontrado os outros comparsas. Acreditamos que ele pode estar envolvido com outros crimes na região e por isso, pedimos que outras vítimas compareçam à delegacia para formalizar procedimentos contra ele”, salientou a delegada Michelle Alcântara Dias.

Senadinho Macaíba – Um homem foi assassinado e sua esposa foi baleada na tarde desta quinta-feira (08), na comunidade de Lagoa do Sítio I, na zona rural de Macaíba.

Segundo informações de populares ao site, a vítima ainda sem identificação, foi assassinada em um local onde funcionava um posto de saúde.

”Ele foi morto com tiros na região da cabeça, e sua esposa  foi baleada e socorrida. O local do homicídio funcionava um posto de saúde,  e como encontra-se abandonado, pois o posto da localidade funciona hoje em outro prédio, eles estavam morando lá”, informou um popular.

Foto:Waldemir Barreto/Agência Senado

No primeiro dia de votações de 2018 o Plenário do Senado já começou a colocar em prática a agenda de segurança pública, uma das grandes prioridades da Casa no ano. Os senadores decidiram nesta terça-feira (6) acelerar a tramitação de dois projetos dedicados ao setor.

Um deles é o PLS 32/2018, recém-protocolado junto à Mesa, que caminhará em regime de urgência. Ele torna obrigatória a instalação nos presídios do país de aparelhos que bloqueiam o sinal de celular. A intenção é combater a ação do crime organizado nas penitenciárias, evitando que os detentos se comuniquem com o exterior.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse que o projeto já entrará na pauta do Plenário nesta quarta-feira (7), quando deve ser aprovado e seguir para a Câmara dos Deputados. Ele defendeu a iniciativa como um reforço à prevenção do crime.

– Nós não temos mais como presenciar, inertes, os bandidos comandando de dentro dos presídios ações fora dos presídios – disse.

Eunício disse ainda que seria ideal que o Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) pudesse destinar recursos para a compra dos aparelhos, bem como de outros equipamentos de auxílio da segurança pública. Atualmente o Funpen só pode ser usado na construção de presídios. Segundo o presidente do Senado, isso faz com que grande parte dos recursos fique paralisada.

Contingenciamento

Outra proposta que tomará um caminho mais curto no Senado é a PEC 118/2011, que proíbe o contingenciamento de verbas do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). Ela teve nesta terça-feira a sua primeira sessão de discussão no Plenário, e ganhará um calendário especial que permitirá menos etapas antes da aprovação final.

Aprovada em novembro pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), ela terá a sua votação em primeiro turno logo depois da semana do Carnaval, no dia 20. Por se tratar de uma proposta de emenda constitucional, ela precisa passar por duas votações. Caso receba pelo menos 54 votos favoráveis em cada uma, seguirá para a Câmara dos Deputados.

A relatora da PEC, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), afirmou que a medida é necessária pois os estados dependem do FNSP para equiparem as suas polícias e prestarem efetivamente os serviços de segurança pública.

– O Fundo Nacional de Segurança Pública teve um contingenciamento de quase 50% no ano passado. Foram quase R$ 2 bilhões que deixaram de ser destinados aos estados para a compra de viaturas, fardamento e até de combustível – criticou ela.

Agência Senado