Jornalismo Arquivo

Portaria conjunta entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) prevê ampliação do espectro de rádio FM nos equipamentos fabricados na Zona Franca de Manaus. O documento foi assinado nessa quinta-feira (21).

O espectro disponível para rádios FM vai aumentar devido à implementação da televisão digital e ao desligamento do sinal analógico de TV. Com a portaria, os equipamentos terão de prever o uso da faixa FM entre 76 e 108 MHz — hoje, a faixa vai de 88 a 108 MHz.

A TV digital já foi implantada em Brasília e nove cidades do entorno do Distrito Federal; São Paulo e 38 cidades vizinhas; Goiânia e mais 29 cidades do estado de Goiás; Recife e outras 13 cidades de Pernambuco. O cronograma prevê o desligamento em Fortaleza, Juazeiro e Sobral, no Ceará, e em Salvador, na Bahia, em 27 de setembro. A capital do Rio de Janeiro e 18 cidades do estado; Vitória e cinco cidades do Espírito Santo terão o sinal analógico de TV desligado em 25 de outubro.

“A radiodifusão brasileira vive um momento especial e tem evoluído constantemente”, disse o ministro Gilberto Kassab. “Com a conclusão do desligamento do sinal analógico de TV, o País poderá oferecer mais radiodifusão em FM”, explicou.

Para o ministro do MDIC, Marcos Pereira, a mudança aproxima a Política de Radiodifusão, em especial a Digitalização do Rádio e da TV, e as políticas industriais e de desenvolvimento tecnológico. “Trata-se também de um pleito antigo da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel). A popularização de receptores com a faixa de 76Mhz a 108MHz facilitará a migração das emissoras de rádio AM, de ondas médias, para FM, sobretudo nas grandes cidades, onde os espectros já estão ocupados”, disse.

Até o final do ano, cerca de mil emissoras AM no País terão passado a utilizar o espectro FM, com áudio de qualidade, menos ruído e interrupções de transmissão e sintonia em dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Portal Brasil

Na tarde do sábado (16/09) a Coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (COEPPIR) da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (SEJUC), Mary Regina, esteve em reunião na comunidade quilombola de Capoeiras, em Macaíba/RN. O encontro reuniu as lideranças do quilombo, o Vereador Emídio Júnior (PR), e a Coordenadora de Políticas para as Mulheres (CEPAM) da SEJUC, Sabrina Lima.

Na ocasião, foram debatidos a importância implantação de organismos específicos para pensar políticas públicas com recorte de gênero e raça, como também do controle social exercido pelos Conselhos Municipais.

Como encaminhamento da reunião, será feito uma audiência pública na Câmara Municipal de Macaíba para dá visibilidade as necessidades da comunidade.

ASSECOM-COEPPIR/RN

O primeiro contingente de homens da Forças Armadas que farão um cerco à Rocinha chegou exatamente às 16h10 na comunidade, na zona sul da cidade. Cerca de 150 soldados do Exército e da Aeronáutica entraram na parte baixa da comunidade junto ao túnel Zuzu Angel.

Eles foram acompanhados por policiais militares e alguns grupos se espalharam pelas principais ruas da localidade, no interior da favela.

A missão principal das Forças Armadas é fazer um cerco à Rocinha para apoiar as operações das polícias civil e militar.

A comunidade da Rocinha, a maior do Rio de Janeiro, é alvo de operações diárias da Polícia Militar desde o último domingo (17), quando houve confrontos entre grupos criminosos rivais pelo controle de pontos de venda da comunidade.

Na manhã de hoje, houve um tiroteio intenso entre policiais e criminosos, que provocou o fechamento da Auto-Estrada Lagoa-Barra, que liga o bairro de São Conrado à Gávea. Cinco escolas e três unidades de educação infantil da prefeitura fecharam as portas, deixando quase 2.500 alunos sem aulas.

Agência Brasil

As próximas duas semanas serão decisivas para a definição da reforma política no Congresso. O Senado analisa novas regras para o financiamento das campanhas, enquanto a Câmara discute o fim das coligações nas eleições proporcionais e uma cláusula de barreira para que as legendas tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo de rádio e TV. Para valer nas eleições de 2018, as duas propostas precisam ser aprovadas nas duas Casas até o dia 7 de outubro.

Na próxima terça-feira (26), os senadores devem votar o Projeto de Lei do Senado (PLS) 206/2017, do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO). O texto cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha e acaba com a propaganda partidária e com o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. Pela proposta original, o dinheiro da compensação fiscal que a União paga às emissoras pela veiculação desses programas seria repassado ao fundo.

— É a única proposta que não mexe no Orçamento do país. Ela simplesmente retira o tempo de rádio e televisão do horário das eleições e do horário partidário e acresce multas junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Isso soma R$ 1,5 bilhão. Ponto-final. Não há tempo de rádio e televisão, e nós temos um fundo de R$ 1,5 bilhão — explica Caiado.

Mas o relator, senador Armando Monteiro (PTB-PE), apresentou um substitutivo ao projeto. Ele extingue a propaganda partidária no rádio e na TV, veiculada nos anos sem eleições. Mas mantém o horário eleitoral dos candidatos durante as campanhas.

De acordo com o substitutivo, o fundo também receberia metade do valor das emendas impositivas apresentadas pelas bancadas de deputados e senadores ao Orçamento Geral da União nos anos eleitorais. A previsão é de que o fundo conte com R$ 3 bilhões em 2018.

— Estamos propondo destinar 50% das emendas de bancada, exclusivamente no ano eleitoral, para poder prover esse fundo de recursos compatíveis com as exigências do processo eleitoral. Se foram gastos R$ 7,3 bilhões na eleição passada, estamos constituindo um fundo que representa menos de 40% dos gastos oficialmente declarados – explica Armando Monteiro.

O relator sugere ainda regras para a distribuição do dinheiro: 2% seriam divididos igualitariamente entre todos os partidos registrados no TSE; 49% de acordo com o percentual de votos obtidos na última eleição para a Câmara; 34% na proporção do número deputados federais; 15% na proporção do número de senadores.

O substitutivo também detalha a distribuição dos recursos dentro de cada partido: 20% seriam divididos igualitariamente entre todos os candidatos a um mesmo cargo. Respeitado esse piso, as executivas nacionais poderiam decidir como repartir o restante do dinheiro.

O texto prevê uma regra geral para o caso de os comandos partidários não conseguirem chegar a um acordo sobre como dividir os recursos: 50% iriam para as campanhas de presidente, governador e senador; 30% para deputado federal; e 20% para deputado estadual e distrital.

Outras mudanças

O substitutivo do senador Armando Monteiro vai além do financiamento. O texto também estabelece limites para os gastos nas campanhas eleitorais de 2018.

No caso do primeiro turno, há duas situações. Em lugares onde houve apenas um turno nas últimas eleições, o limite seria de 70% do maior gasto declarado para o cargo. Nos lugares onde houve dois turnos, o teto no primeiro turno de 2018 seria de 50% do maior gasto declarado. No caso do segundo turno, o limite seria de 30%. Nas cidades até dez mil eleitores, R$ 100 mil reais para prefeito e R$ 10 mil para vereador.

O substitutivo cria ainda uma habilitação prévia dos candidatos. O objetivo é verificar a quitação eleitoral do cidadão que deseja disputar uma campanha. O prazo para obter a habilitação vai de 1º de fevereiro a 15 de março. O texto também fixa um novo prazo para as primárias partidárias: de 16 de maio a 30 de junho.

O relator também altera o tempo de campanha para o segundo turno: dez minutos para cada cargo. Outra mudança é no tempo total das inserções diárias: 15 minutos para cada cargo.

O texto prevê ainda exceções para as penas aplicadas contra integrantes de uma coligação. As sanções valem apenas para os partidos ou candidatos diretamente responsáveis pelos atos ilícitos. Elas não se estendem a outros partidos ou candidatos da coligação.

O substitutivo também regula a propaganda na internet. O texto proíbe que terceiros façam o chamado “impulsionamento de conteúdo” – espécie de publicidade paga nas redes sociais. Mas a proposta permite que partidos, coligações e candidatos usem esse tipo de ferramenta.

Coligações e cláusula de barreira

Além de votar o PLS 206/2017, os senadores têm outro desafio pela frente: a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/2016 (numeração na Câmara). O texto acaba com as coligações nas eleições de deputados e vereadores a partir de 2020 e estabelece uma cláusula de barreira para o fundo partidário e o tempo de rádio e TV.

O texto está na Câmara, onde já foi aprovado em primeiro turno. O texto-base também passou em segundo turno. Mas os deputados ainda precisam analisar os destaques apresentados à PEC. A previsão é de que eles sejam votados na próxima terça-feira.

— Se tivéssemos cláusula de barreira e parássemos de criar partido de aluguel para ajudar as grandes legendas, não teríamos esse festival de partidos aqui. Acho que agora a Câmara está fazendo isso, para haver partido de fato. Agora, para haver partido de fato, tem que haver financiamento dos partidos — afirma a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Como sofreu mudanças na Câmara, a matéria precisa voltar ao Senado e passar por mais dois turnos de votação. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, está otimista: ele acredita que a Casa vai concluir a análise da reforma política a tempo de valer nas eleições de 2018.

— Se a Câmara votar os destaques na próxima terça-feira e encaminhar para o Senado, vou conversar com as lideranças para que a gente vote até o dia 7 de outubro. Vamos ver o que a Câmara aprovou e fazer o temos que fazer: ou suprimir algum texto ou manter da forma como a Câmara aprovou. Não posso ampliar, não posso modificar. O Plenário só pode suprimir aquilo que foi encaminhado — explicou Eunício.

Agência Senado

Para celebrar o Dia da Árvore, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Semurb, realizou uma doação de mudas para a população na manhã desta quinta-feira (21), na Praça do M. O 138º grupo de escoteiros Augusto Severo auxiliou na iniciativa que distribuiu mudas de Jasmim-laranja e Pau-Brasil.

Na oportunidade também foi realizado o plantio de mudas na Praça, em mais uma ação do projeto Arboriza Macaíba, que já plantou mais de 200 mudas em todo o município, na zona urbana e na zona rural.

Prefeitura de Macaíba Via Facebook

No meio da votação da aprovou o fim das coligações partidárias, um discurso inflamado feito na data de ontem (20/09) causou polêmica na Câmara Federal, o deputado Cabo Daciolo (PTdoB-RJ), que se elegeu quatro anos atrás pelo PSOL, defendeu o fechamento do Congresso e a intervenção militar no país. Disse que ali só tem corruptos e pediu que os brasileiros estendam a bandeira do Brasil em suas janelas e varandas como forma de protesto. O parlamentar também fez duras críticas à Rede Globo.

Créditos: Via Certa Natal

Um ônibus que faz a Linha 76 vindo do bairro de Ponta Negra veio a colidir com um poste situado no canteiro central da Avenida Bernardo Vieira, em Natal, na manhã desta quinta-feira (21/09). O incidente teria ocorrido após o motorista ter tentado se desviar de buracos na via. Felizmente, ninguém ficou ferido na ocasião.

Notícias no Face RN

Proposta assinada pelo presidente da República em exercício dispensa quatro requisitos legais para as unidades da Federação conseguirem empréstimos

O presidente em exercício da República, Rodrigo Maia, assinou nesta quarta-feira (20) medida provisória para auxiliar estados com recuperação fiscal aprovada pelo Ministério da Fazenda. Pela proposta, que será publicada na edição de amanhã (21) do Diário Oficial da União, serão dispensadas quatro exigências que estão previstas na legislação brasileira.

Pelo texto da Medida Provisória 801/2017, os estados em recuperação fiscal não terão de apresentar certificados como regularidade junto ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin), além do pagamento regular dos tributos federais e da dívida ativa da União.

Com a publicação da MP, as novas regras entram em vigor até serem aprovadas pelo Congresso Nacional. “Consoante evidenciado anteriormente, dada a situação fiscal em que estão inseridos aqueles que vierem a aderir ao disposto nas referidas Leis Complementares, a permanência de tal exigência pode consistir em barreira para o acesso a medidas que possibilitariam a recuperação fiscal”, diz a exposição de motivos assinada pelo Ministério da Fazenda.

“Faz-se fundamental, ainda, o afastamento exigência de cumprimento de determinados requisitos legais que são ordinariamente exigidos para contratação, aditamento, repactuação e renegociação de operações de crédito, concessão de garantia pela União e contratação com a União, conforme o caso”, explica o ministério.

Portal Planalto

Após o evento relatado ontem (18/09), um novo tremor de terra ocorreu na região de João Câmara. O novo evento ocorreu às 22:09 UTC (19:09, hora local), teve magnitude preliminar estimada em 1.4 (um pouco abaixo do limiar de percepção para essa região, de 1.5) e epicentro próximo ao evento anterior.

O mapa de localização epicentral está mostrado na Figura 1.

O registro do evento na estação RCBR está mostrado na Figura 2.

A ocorrência de um novo evento gera uma expectativa sobre a evolução da sismicidade nos próximos dias. Infelizmente a sismologia ainda não conseguiu desenvolver métodos de previsão de terremotos. Sendo assim, pode ser que esses dois eventos sejam singulares, isto é, isolados, ou pode ser que eles prenunciem um novo ciclo de intensa atividade sísmica na região. Só o tempo dirá qual das hipóteses é correta.

*Fonte: LabSis/UFRN, RSISNE, INCT-ET

Os primeiros atos publicados no Diário Oficial da União pela nova procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, confirmam os nomes já anunciados anteriormente para sua equipe. Também foram anunciados os nomes dos procuradores que substituirão os que integravam a equipe do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot no caso da Operação Lava Jato.

Dodge já havia informado que o grupo seria coordenado pelo procurador José Alfredo de Paula Silva, e que entre seus membros estariam os procuradores Hebert dos Reis Mesquita, Luana Vargas Macedo e José Ricardo Teixeira Alves. Nas portarias publicadas hoje (19), foram incluídos os nomes dos procuradores José Alfredo de Paula Silva; Marcelo Ribeiro de Oliveira; Maria Clara Barros Noleto; Pedro Jorge do Nascimento Costa; e Raquel Branquinho Pimenta Mamede Nascimento.

Há quatro novos integrantes reforçando a equipe da Lava Jato, além do coordenador. Entre os que já atuavam na investigação, dois permanecerão por tempo indeterminado (Maria Clara Barros Noleto e Pedro Jorge do Nascimento Costa) e cinco pelo prazo de 30 dias (Melina Castro Montoya Flores, Fernando Antonio de Alencar Alves de Oliveira Júnior, Rodrigo Telles de Souza, Sérgio Bruno Cabral Fernandes, e Wilton Queiroz de Lima). De acordo com a PGR, os demais pediram para deixar o grupo “por motivos pessoais”.

O grupo que vai cuidar da Lava Jato ficará vinculado à Secretaria da Função Penal Originária junto ao Supremo Tribunal Federal, tendo como titular Raquel Branquinho, que atuará na condição de substituta eventual do coordenador José Alfredo de Paula Silva. Caberá aos integrantes do grupo participar das audiências relativas à Lava Jato, bem como requisitar informações e documentos de interesse das investigações.

Veja como fica a composição da equipe de trabalho de Raquel Dodge no Ministério Público Federal:

Vice-Procurador Geral da República

Luciano Mariz Maia

Vice-Procurador Geral Eleitoral

Humberto Jacques de Medeiros

Secretária da Função Penal Originária no Supremo Tribunal Federal

Coordenadora:Raquel Branquinho

Membros:

Marcelo Ribeiro Oliveira

Lauro Pinto Cardoso Neto

Secretário da Função Penal Originária no Superior Tribunal de Justiça

Alexandre Espinosa Bravo

Secretário Geral Jurídico da PGR

Alexandre Camanho de Assis

Secretária-Geral do MPU

Zani Cajueiro Tobias de Souza

Secretária de Cooperação Internacional

Cristina Schawnsee Romanó

Secretário da Função Constitucional

Paulo Gustavo Gonet Branco

Secretário de Direitos Humanos e Defesa Coletiva

André de Carvalho Ramos

Secretário de Pesquisa, Análise e Perícias

Pablo Coutinho Barreto

Secretária de Comunicação Social

Dione Aparecida Tiago

Chefe de Gabinete

Mara Elisa Oliveira

Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral (Genafe)

Coordenador: Sidney Pessoa Madruga

Nova composição – Grupo de Trabalho da Lava Jato

José Alfredo de Paula Silva – Coordenador do Grupo de Trabalho

José Ricardo Teixeira (novo)

Hebert dos Reis Mesquita (novo)

Luana Vargas Macedo(novo)

Fernando Antonio de Alencar Alves de Oliveira Júnior (transição de 30 dias)

Maria Clara Barros Noleto (permanece por tempo indeterminado)

Melina Castro Montoya Flores (transição de 30 dias)

Pedro Jorge do Nascimento Costa (permanece por tempo indeterminado)

Rodrigo Telles de Souza (transição de 30 dias)

Sérgio Bruno Cabral Fernandes (transição de 30 dias)

Wilton Queiroz de Lima (transição de 30 dias)

Raquel Branquinho Pimenta Mamede Nascimento (secretária da Função Penal Originária no STF)

Marcelo Ribeiro Oliveira ( membro da secretaria Função Penal Originária no STF)

Agência Brasil

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza a campanha de vacinação contra a raiva na próxima quarta-feira (20), em Traíras e quinta-feira (21), em Capoeiras.

No distrito de Traíras, a vacinação acontecerá das 8h às 12h, na Praça local, na unidade de saúde do distrito e de frente ao CERU. Em Capoeiras, a campanha será realizada de casa em casa, das 8h às 12h. A ação de saúde tem o objetivo de vacinar cães e gatos com mais de dois meses de vida.

Assecom-PMM

O Paraná tremeu na madrugada desta segunda-feira (18). Dois terremotos foram registrados em duas cidades do Paraná, segundo dados do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo.

O primeiro deles, registrado à 0h16, teve 4,5 graus de magnitude com o epicentro na cidade de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Também houve registro de tremores em Colombo, Itaperuçu e Almirante Tamandaré, segundo relatos de ouvintes hoje de manhã no Jornal da Banda B. Fotos com rachaduras nas paredes começaram a circular nas redes sociais.

Registro no site do Centro de Sismologia da USP

Dois minutos depois, o segundo abalo, de 5,1 graus de magnitude atingiu a cidade de São Jerônimo da Serra, que fica a 337 quilômetros da capital.
A profundidade do primeiro tremor foi de 51 quilômetros, e a do segundo foi de 10 quilômetros. Até o momento não há informações de vítimas ou danos.

Rádio Cultura Foz/Banda B

 

Mais cidades têm adotado o turismo como estratégia para promover desenvolvimento, mostra o Mapa do Turismo Brasileiro, estudo do Ministério do Turismo (MTur) lançado nesta quinta-feira (14). Ao todo, 3.285 municípios em 328 regiões turísticas foram registrados em 2017. Em 2016, eram 2.175 cidades em 291 regiões.

A região com o maior número de cidades turísticas é a Sudeste, com 1.138. Em seguida, estão as regiões Sul (905), Nordeste (758), Norte (259) e Centro-Oeste (225). Para o ministério, o crescimento registrado neste ano está relacionado às ações de conscientização de gestores municipais e estaduais, que buscaram identificar e classificar mais cidades. Com isso, elas podem acessar políticas públicas diversas, inclusive investimentos.

O mapa serve como base para o planejamento e a execução de políticas para o setor. Neste ano, ele apresenta nova categorização das cidades, que foram escalonadas de A a E, tendo como parâmetros o fluxo turístico e o número de empreendimentos regulares cadastrados. De acordo com o documento, 740 municípios, o que equivale a 23% do total, estão nas categorias A, B e C. Eles concentram 93% do fluxo de turistas doméstico e 100% do fluxo internacional. Os demais ocupam, em geral, um papel no fluxo turismo regional.

Para ser incluído no mapa, o município precisa cumprir algumas regras, como ter órgão responsável pela pasta de turismo e destinar recursos para o setor na Lei Orçamentária. A elaboração do instrumento começa com a inserção de documentos no Sistema de Informações do Programa de Regionalização do Turismo e, em seguida, as regiões apontadas são validadas ou não  pelos fóruns e conselhos estaduais de Turismo.

Além da nova classificação, o MTur informou, ao divulgar o novo mapa, que a atualização do instrumento será feita a cada dois anos. Antes, não havia um período fixo para isso. “O mapa é um instrumento muito importante para gestão, estruturação e promoção dos destinos. Por isso, é importante que ele esteja sempre atualizado, garantindo que os municípios que queiram trabalhar o turismo como uma atividade econômica tenham prioridade dentro das políticas e ações do MTur”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão, que acrescenta que a nova estratégia faz parte do Plano Brasil + Turismo, lançado neste ano.

Agência Brasil

Acidente aconteceu na manhã desta quinta (14) entre as cidades de Triunfo Potiguar e Campo Grande, na região Oeste; motorista fraturou braço.

Uma carreta carregada com bananas tombou na manhã desta quinta-feira (14) em uma das marginais da BR-226, entre os municípios de Triunfo Potiguar e Campo Grande, na região Oeste potiguar. O motorista foi socorrido a um hospital da região com um dos braços fraturado, mas passa bem.

Segundo o sargento da PM Tárcio Soares, que passava pelo local, o motorista disse que perdeu o controle do veículo ao tentar desviar de um buraco. “A carreta é muito pesada. Quando o motorista puxou a direção para livrar o buraco, não conseguiu mais segurar”, relatou.

A carreta tombada tem placas de Passo Fundo, cidade do Rio Grande do Sul.

Ainda de acordo com o policial, o acidente não está atrapalhando o tráfego na rodovia. “Mas é preciso atenção redobrada, por causa dos buracos”, alertou.

G1/RN
Fotos: Tárcio F. Soares

A determinação para que serviços de atendimento ao consumidor passem a receber ligações de telefones celulares é o primeiro item da pauta da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). A comissão reúne-se nesta quarta-feira (13), às 8h30.

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 445/2016, do senador Roberto Muniz (PP-BA), tramita em caráter terminativo na comissão. Atualmente esses serviços atendem apenas chamadas de telefones fixos. Para justificar a proposta, Muniz argumenta que o Brasil tem quase cinco vezes mais aparelhos móveis. O relator, senador Otto Alencar (PSD-BA), é a favor da aprovação do texto.

Celular furtado

Outro item da pauta é o PLS 70/2017, que permite ao usuário de telefone celular que teve o aparelho furtado, roubado ou perdido a manutenção do número antigo. Hoje, ao bloquear o aparelho, ele perde o direito de usar o código de acesso, ou seja, tem que adquirir outro chip com número novo.

A proposta, do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), recebeu parecer favorável do relator, senador Otto Alencar.

Rodovias

Os senadores devem analisar ainda o PLS 5/2017, do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), que visa garantir a cobertura de celular em todos os trechos de rodovias federais e estaduais. A intenção do projeto é possibilitar aos motoristas que trafegam pelas rodovias fazerem chamadas para guincho ou Bombeiros quando presenciam ou sofrem acidentes. A proposta também é relatada pelo senador Otto Alencar, que apresentou voto pela aprovação, com emendas.

A reunião da CCT será realizada no Plenário 7 da Ala Senador Alexandre Costa.

Agência Senado

Um vento forte derrubou árvores e arrancou o telhado de residências nesta segunda-feira, 11 de setembro, na cidade de São Tomé/RN. A informação desse episódio foi confirmada pelo internauta José Bezerra, morador daquela cidade.

A Marinha do Brasil alerta que a partir das 21h de hoje, até às 21h da quarta-feira, o litoral potiguar deverá sofrer com fortes ventos. O que não é o caso de São Tomé que fica a aproximadamente 122 km de Natal.

Na Ficha da Polícia RN

O objetivo é elaborar uma campanha conectada a todos os municípios da Grande Natal.

Coordenadores de comunicação das prefeituras que compõem o Fórum Permanente de Trânsito e Transporte da Grande Natal estiveram reunidos nesta segunda-feira (11), na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), para planejar uma campanha publicitária unificada alusiva à Semana Nacional de Trânsito (SNT) deste ano. Entre 18 e 25 de setembro ocorre a campanha, com o tema “Minha escolha faz a diferença no trânsito”, definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A campanha interligada tem o propósito de reduzir os números de acidentes na Região Metropolitana de Natal (RMN), por meio da sensibilização da sociedade sobre o assunto escolhido. A escolha do tema deste ano possibilita ações em todos os setores: ciclistas, motociclistas, pedestres passageiros e condutores. Sérgio Nascimento, coordenador da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura falou da importância de elaborar uma campanha conectada a todos os municípios da Grande Natal.

“Como a maioria dos municípios que formam o Fórum sofre dos mesmos problemas remissivos ao trânsito, a ideia é desenvolver um material integrado a essas cidades, fazendo com que a população perceba que a campanha não é realizada apenas na capital Natal, mas sim em todos os municípios que fazem parte do Fórum. Nesta campanha, vamos todos falar a mesma língua e usar a mesma identidade”.

Na reunião na STTU, além de Nascimento, também estiveram presentes a secretária de Trânsito de Natal e presidente do Fórum, Elequicina Maria dos Santos, o chefe do Departamento Municipal de Trânsito de São Gonçalo do Amarante, coronel Edilson Fidélis da Silva, Aurino Borges, diretor de Educação de Trânsito da STTU, Cristiane Crispino, diretora do Departamento de Educação de trânsito de São Gonçalo do Amarante, Alan Victor, assessor da STTU e do Fórum e Tácio Cavalcante, assessor da STTU e do Fórum. Lançamento oficial da campanha relacionada à Semana Nacional de Trânsito acontece na próxima segunda-feira (18), na cidade Parnamirim.

Assecom-PMM

Professora que organizou a visita explicou que o motivo da vinda foi a estrutura referência que o município de Macaíba possui na área de Assistência Social

Sob a supervisão de uma docente da FACIG de Guamaré, uma turma de estagiários (as) que estão cursando o 6º período do curso de Serviço Social tiveram a oportunidade de conhecer a Política de Assistência Social de Macaíba e vários centros que compõem a estrutura de Assistência Social local no decorrer desta quarta-feira (06/09).

Tanto a professora quanto os (as) estudantes ficaram impressionados (as) com os serviços e a estrutura disponibilizada pela Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social, para a população. A turma conheceu vários importantes espaços de trabalho, dentre eles os dois CRAS, o CREAS e o CCI. Além da estrutura da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social – SEMTAS, também fizeram parte do roteito as instituições filantrópicas AMAI e o Abrigo Deus e Caridade.

“Estamos com a turma de Serviço Social do 6º período que veio fazer uma aula de campo e conhecer a Política de Assistência Social e os serviços oferecidos pelo município de Macaíba, por ser um município de referência e por executar e implementar a Política dentro dos parâmetros legais e corretos.”, declarou – durante a visita – a professora Lariza Elaine, que também é coordenadora do curso de Serviço Social da FACIG – Polo de Guamaré/RN.

Macaíba como referência em Assistência Social

Os trabalhos de Assistência Social realizados pela Prefeitura de Macaíba nos últimos quatro anos têm tido reconhecimento local, regional e nacional. Recentemente, uma equipe da pasta apresentou em Brasília/DF as experiências realizadas pela Prefeitura com o banco de oportunidades do programa Acessuas Trabalho e as oficinas dos grupos de mulheres do CRAS e do CREAS. Os trabalhos de Macaíba foram os únicos selecionados de toda a região Nordeste, tendo sido bastante elogiados pelo público presente, composto de técnicos de todas as partes do país.

Em 2015, por exemplo, a Prefeitura de Macaíba venceu o Prêmio Boas Práticas do Congresso Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) com o projeto Cultura Jovem na Praça. A premiação aconteceu em Fortaleza/CE. Macaíba venceu no quesito porte médio. O Congemas é aberto a todos os municípios brasileiros onde cada um concorre dentro do seu porte, ou seja, existem as categorias, metrópole, grande, médio, pequeno I e pequeno II.

Outros projetos relevantes que também merecem destaque ao longo desse período são o Expresso Social e o Mais Amor, Por Favor.

Assecom-PMM

 

Foto: Divulgação

“Esta é a história da sua vida, do seu país. É a história daqueles que, por justiça, foram aonde não imaginavam chegar”. Assim, diz a chamada para um dos filmes nacionais mais comentados do momento, na página do Facebook que divulga a produção: “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, que promete contar a história da Operação Lava Jato através da sétima arte.

O filme estreia exatamente neste feriado de 07 de setembro, Dia da Independência do Brasil. Confira o trailer oficial:

Profissionais de saúde de vários municípios participaram do evento

O município de Macaíba sediou uma oficina sobre o atendimento na linha de cuidado dos pacientes com sobrepeso e obesidade promovida pela Secretaria Estadual de Saúde, na manhã desta quarta-feira (06), no centro de convivência Pax Club.

O público-alvo do evento foram os profissionais da atenção básica de saúde de Macaíba e dos municípios das 3ª, 5ª e 7ª regiões de saúde do estado. Macaíba faz parte da 3ª região que é composta também por Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.

O prefeito Fernando Cunha prestigiou a iniciativa que discutiu o aprimoramento das ações diárias e as experiências realizadas em cada município no tratamento do sobrepeso e da obesidade. Na oportunidade também esteve presente a coordenadora da Atenção Básica de Macaíba, Irlia de Paula.

Assecom-PMM