Educação Arquivo

Maioria das visitas foi de caravanas escolares

O ano de 2017 chega ao fim revelando um recorde histórico para o Museu Solar Ferreiro Torto, em Macaíba. O local recebeu alcançou pela primeira vez em sua história um número maior do que 10 mil visitas anuais, mais precisamente 10.382 visitantes até a data de ontem, 27 de dezembro, de acordo com dados informados pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, Marcelo Augusto Bezerra.

A maioria dessas visitas deve-se às caravanas escolares vindas de cidades vizinhas, incluindo a capital potiguar – Natal – e de diversas outras partes do Rio Grande do Norte, como o Seridó e a Região Oeste. Em seguida, vem o público da terceira idade. Outra parcela significativa é a dos profissionais de fotografia, relatou o secretário Marcelo.

Para 2018, Marcelo Augusto explicou que a sua pasta pretende ofertar cursos de qualificação para guia turístico, capacitando os funcionários que trabalham no local para atender a crescente demanda de público. Também serão formados guias-mirins em parceria com o 138º grupo de escoteiros Augusto Severo, que tem sede no local.

É importante frisar que, a partir de amanhã (29/12), o Solar Ferreiro Torto entra em recesso para visitações, retornando à sua rotina habitual no próximo dia 09 de janeiro.

“É uma satisfação muito grande para a Prefeitura de Macaíba ter batido esse recorde de mais de 10 mil visitantes no ano de 2017. E para 2018, as ações traçadas e planejadas junto com Dr. Fernando, nós vamos cada vez mais incrementar e, certamente, aumentar esse número. Essa é a tendência, pois sabemos de sua importância, já que ali é um sítio arqueológico, um marco zero da colonização de Macaíba e também o segundo engenho da então capitania do Rio Grande. Então, temos muita história para contar.”, declarou Marcelo Augusto.

Solar Ferreiro Torto

Patrimônio histórico tombado pela Fundação José Augusto, o Museu Solar Ferreiro Torto abriga em seu acervo 250 fotografias de personalidades e momentos da história política, social, econômica e religiosa de Macaíba. O espaço foi reinaugurado como complexo turístico e cultural em 2003, na administração do prefeito Fernando Cunha.

Um dos mais belos espaços públicos do estado, às margens do Rio Jundiaí, o local, que abrigou o segundo engenho da capitania do Rio Grande do Norte, também conta uma rica diversidade de espécies de fauna e flora como aves, crustáceos, palmeiras-imperiais e coités.

O Solar está aberto para visitação das 8h às 16h, de terça a sexta e sábado e domingo, das 9h às 15h. Para agendar uma visita ao local, basta ligar para o número 3271-6524 ou para a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo pelo número 3271-6562.

Assecom-PMM

Foi num clima de paz e descontração que se realizou o encerramento das atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Macaíba (SCFV) neste ano de 2017. O serviço atende a mais de mil crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, proporcionando-lhes atividades recreativas, educativas, culturais e socioassistenciais.

O projeto, que é o reordenamento do antigo PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e do Projovem, é coordenado pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social. O objetivo maior é promover o bem-estar social mantendo os jovens longe das situações de risco social.

Muitas mães foram conferir de perto uma exposição mostrando as principais atividades desenvolvidas ao longo do ano. A sede do serviço está localizada na Rua Professor Paulo Mesquita, no Conjunto IPE.

Já o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) atua como a principal porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), sendo responsável pela organização e oferta de serviços da Proteção Social Básica (PSB) nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

Além de ofertar serviços e ações de proteção básica, o CRAS possui a função de gestão territorial da rede de assistência social básica por meio do incentivo à organização e à articulação das unidades a ele referenciadas e o gerenciamento dos processos nele envolvidos. Por meio do CRAS, dezenas de mulheres têm acesso a acompanhamento social e atividades profissionalizantes. Em Macaíba, são duas unidades: Tavares de Lyra e Fabrício Pedroza.

 

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), com recursos do Fundo de Apoio à Extensão (FAEX), está com inscrições abertas para seleção de propostas de financiamento para ações de extensão, que estejam inseridas na modalidade de projetos, a serem executados no ano de 2018, no âmbito da UFRN.

A seleção é aberta à comunidade universitária, podendo inscrever propostas de extensão professores e técnicos-administrativos com nível superior e pertencentes ao quadro efetivo da UFRN. As propostas devem estar enquadradas em alguma das seguintes áreas temáticas: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia e Produção, e Trabalho.

Para inscrever um projeto de extensão no processo seletivo, o interessado deve acessar o portal do Sigaa e preencher o formulário disponibilizado na página. A inscrição fica aberta até o dia 8 de fevereiro de 2018.

As propostas serão avaliadas pela Comissão de Extensão e o resultado final da seleção será divulgado no dia 4 de março. Os projetos aprovados serão executados entre março e dezembro de 2018. O edital, com outros detalhes da seleção, pode ser acessado por meio deste link.

Agecom/UFRN

ASSECOM/RN – A educação em tempo integral no Ensino Médio é uma realidade para mais de seis mil alunos potiguares. Após um planejamento estratégico e ações estruturantes, a rede estadual de ensino se prepara para ofertar, em 2018, 12 mil vagas em tempo integral em 29 unidades estaduais de ensino médio.

Neste ano letivo, a SEEC, em diálogo com o Ministério da Educação, iniciou a implementação de 18 escolas de ensino médio com uma jornada de atividades de oito horas, conhecida como tempo integral. Com isso, a Educação do RN buscou parceiros para a adoção desta nova modalidade de ensino.

“Tínhamos uma experiência no ensino fundamental, no entanto, o tempo integral no ensino médio trouxe uma amplitude para nossas atividades. Com o fomento do Governo Federal, essas escolas marcam um novo momento na educação do Rio Grande do Norte, pois introduzem, entre outras coisas, uma ampliação na jornada escolar, onde o estudante terá mais tempo para desenvolver suas atividades”, destacou a secretária Cláudia Santa Rosa sobre a implantação do tempo integral.

O Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE) e os Institutos Sonhos Grande e Natura trouxeram para os técnicos da SEEC as experiências adotadas em outros estados. “Com a equipe de implementação, unimos conhecimentos para trazermos um ensino de qualidade para o RN. Tivemos muitos desafios, mas, ao final deste primeiro ano, estou certo de que muita coisa foi superada”, destacou João Faria, consultor da equipe de implementação.

Para a implantação do tempo integral em escolas do ensino médio, o Governo do RN investiu mais de R$ 14 milhões oriundos de recursos próprios. “Nesse primeiro ano, só de obras executadas e outras para serem concluídas nos primeiros meses de 2018, foram R$ 7,2 milhões. Um compromisso que elevou o RN para um patamar de confiança junto ao MEC”, explicou João Faria.

O primeiro grande desafio superado neste ano foi a disponibilidade de professores na rede para atuarem nas escolas em tempo integral. Hoje, de acordo com o consultor João Faria, o quadro de professores de todas as unidades de ensino encontram-se completos. “Buscamos apenas mais um docente para que as atuais escolas de tempo integral tenham 100% dos seus professores”, disse. Atualmente, 327 professores atuam nesta modalidade de ensino.

Buscando encontrar as potencialidades e necessidades de cada escola que ingressou no tempo integral, a equipe de implantação criou uma metodologia de trabalho chamada Raio-X, onde um grupo de educadores visitou as 18 escolas para conhecer suas estruturas e equipe técnica para desenhar as atividades e ações pontuais que deveriam ser realizadas a fim de tornar a escola um espaço apropriado para o tempo integral.

Durante o ano de 2017, foram realizadas duas formações intensivas com os gestores destas escolas para que a rotina do tempo integral fosse apresentada e discutida. “Também realizamos com professores um clico de acompanhamento, com um total de 8 formações, para que os educadores encontrassem uma base para a nova jornada”, destacou Rafael Pansato, consultor do ICE.

Ampliação

Para 2018, a Secretaria de Educação do RN ampliará a rede de escolas de tempo integral no ensino médio em 11 escolas. As escolas Francisco Ivo Cavalcanti (Natal), Alfredo Mesquita Filho (Macaíba), Antônio de Souza (Parnamirm), Rosa Pignataro (Nova Cruz), Ainda Ramalho (Mossoró), Clara Tete0 (Macau), o Colégio Atheneu Norte-Riograndense (Natal) e os Centros Estaduais de Educação Profissional Antunes Pereira (Ceará Mirim), Ruy Pereira dos Santos (São Gonçalo do Amarante) e Francisco Pedroza (Mossoró) ingressarão no tempo integral. “É importante destacar que essas escolas foram consultadas acerca da mudança, pois somente com a aprovação da comunidade escolar a escola transforma-se em tempo integral”, enfatizou Rafael Pansato.

“Sabemos que não avançamos sem ousar. O RN teve essa coragem com a implantação destas escolas, que está alinhada com o Plano Estadual de Educação, que tem como meta transformar 50% das escolas da rede em tempo integral até 2025. Iniciamos esse trabalho e esperamos que as respostas desta ação sejam traduzidas no avanço dos indicadores educacionais do nosso estado”, pontuou a secretária Cláudia Santa Rosa.

As equipes pedagógicas e administrativas dessas 11 novas escolas encerram ontem (21) o terceiro dia de formação para início das atividades. Entre os itens da pauta da atividade, a abrangência da escola da escolha, o modelo pedagógico e de gestão e a tecnologia de gestão educacional.  A formação foi realizada pela equipe de implantação da SEEC, consultores do ICE e do Instituto Natura-Sonho Grande no auditório do Instituto de Educação de Ensino Superior Presidente Kennedy (IFESP).

Estudantes bolsistas de pesquisa terão direito a afastamento por maternidade ou adoção. Eles poderão suspender as atividades acadêmicas por até 120 dias recebendo bolsa. É o que estabelece a Lei 13.536/2017, sancionada na sexta-feira (15) e publicada nesta segunda-feira (18) do Diário Oficial da União.

A lei, que tem validade já a partir desta segunda-feira, tem origem no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 62/2017, aprovado no Senado no último dia 23 de novembro. O PLC é de iniciativa da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

Durante o afastamento, o bolsista terá suas atividades acadêmicas suspensas, mas continua recebendo a bolsa. A prorrogação da vigência corresponderá ao período de afastamento do pesquisador.

A regra vale para bolsas concedidas por agências de fomento à pesquisa com duração mínima de um ano. A prorrogação poderá ser de até 120 dias, comprovado o afastamento temporário por conta de parto, adoção ou obtenção de guarda judicial para fins de adoção.

Não poderá ser concedida a prorrogação a mais de um bolsista, quando for decorrente do mesmo processo de adoção e guarda. Mas, no caso de falecimento do bolsista, o cônjuge, caso também receba bolsa, poderá solicitar a prorrogação pelo período restante, exceto nas hipóteses de falecimento do filho ou abandono.

O afastamento temporário deverá ser formalmente comunicado à agência de fomento. Essa comunicação deverá estar acompanhada da confirmação da coordenação da direção do curso, especificadas as datas de início e de término efetivos, além dos documentos comprobatórios da gestação, nascimento, adoção ou guarda judicial.

Segurança

Para a relatora do PLC 62/2017 na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), o texto é uma forma de dar mais segurança aos bolsistas. Ela diz que a aprovação do projeto “não é só uma questão que interessa às mulheres e aos adotantes, mas a todos os brasileiros”.

Na visão da senadora, a proposta também é uma forma de “aumentar a eficiência do sistema de bolsas, evitando o eventual desperdício causado pelo fato de bolsistas poderem vir a ser obrigados a abandonar cursos ou projetos de pesquisa antes de sua conclusão e depois de terem sido objeto de significativos investimentos de recursos públicos e de esforços pessoais”.

CNPq e Capes

As novas regras transformam em lei uma prática que vem sendo adotada por algumas das principais agências de fomento a estudos e pesquisas no Brasil. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) já possuem normas internas que concedem essa prorrogação a bolsistas que recebem o auxílio por 24 meses ou mais (mestrado e doutorado).

Agência Senado

Eleições deste ano abrangeram 20 escolas, que se somam às 4 contempladas em 2016

Conforme o esperado, ocorreram num clima de tranquilidade as novas eleições para gestores e vice-gestores das escolas municipais públicas de Macaíba. Desta vez, foram 20 unidades de ensino que tiveram, pela primeira vez, a oportunidade de escolher os seus gestores através de voto nos dias 12 e 13 de dezembro.

A votação teve uma participação significativa, segundo explicou o professor José Monteiro, presidente da Comissão Eleitoral responsável pelas eleições, onde alunos maiores de 12 anos, pais, professores e demais funcionários das escolas foram aptos a votar. Alguns locais chegaram a ter cerca de 80% de adesão. Esses pleitos ocorrem em cumprimento ao que determina a Lei Municipal nº 1.831/2016.

Agora, já são 24 escolas municipais de Macaíba que passaram por eleições para a escolha de gestores e vices. Isso representa mais de 50% da rede municipal que é composta atualmente por 43 estabelecimentos de ensino. A previsão é que todas as escolas tenham diretores eleitos mediante votação já no ano que vem, comentou Monteiro.

“No ano passado, fizemos eleições para diretores para cumprimento de um mandato de dois anos. Agora, foi para um mandato de um ano. Assim, no ano de 2018, serão feitas eleições em todas as escolas, alcançando 100% da nossa rede.”, declarou o presidente da Comissão Eleitoral, ligada à Secretaria Municipal de Educação.

Os nomes dos vencedores constam no Boletim Oficial Ano VIII, Nº 1393, de 15 de dezembro de 2017. O documento pode ser acessado aqui: http://bit.ly/2kdNmhX

Assecom-PMM

 

Nesta quarta-feira (13), aconteceu com clima de normalidade o segundo dia das eleições para gestores escolares do município de Macaíba. Mais dez escolas puderam escolher pela primeira vez os seus novos diretores e vices através de votação direta. Ontem (12), também ocorreram votações em dez escolas da rede municipal.

Participaram da votação os membros da comunidade escolar (gestores, coordenadores, professores e demais membros do corpo técnico da escola, alunos) e os pais dos alunos. O resultado será publicado em breve nas mídias oficiais da Prefeitura de Macaíba.

As primeiras eleições para gestores escolares em Macaíba foram realizadas no final do ano passado em quatro escolas. Após o pleito deste corrente ano, serão 24 escolas municipais que terão seus diretores e vices escolhidos por meio de votação.

Redação

Este pleito contempla 20 escolas municipais

As novas eleições para gestores escolares do município de Macaíba foram iniciadas nesta terça-feira (12), movimentando 10 escolas em áreas urbanas e rurais. O pleito continua amanhã (13) em mais 10 escolas. No total, serão 20 escolas da rede municipal que irão escolher, pela primeira vez, os seus gestores mediante votação direta.

Esta é a segunda vez que Macaíba tem um pleito desse tipo. As primeiras eleições para diretores e vices das escolas municipais foram realizadas em dezembro de 2016, abrangendo 4 escolas. Esses pleitos ocorrem em cumprimento ao que determina a Lei Municipal nº 1.831/2016. Com isso, alunos, pais, professores e demais funcionários das escolas passaram a ter a oportunidade de escolher os gestores das unidades de ensino através de voto.

“Eu achei importante participar dessa eleição, que veio para ajudar os alunos, os diretores, melhora o contato. Ele (o diretor) pode chegar mais ali junto dos alunos para saber o que pode fazer para melhorar a escola, ter um ensino bom”, opinou o jovem Leifson José, de 18 anos, estudante da Escola Municipal José Mesquita, situada na comunidade rural de Riacho do Sangue.

Assecom-PMM

As eleições de diretores e vice-diretores das escolas da rede pública municipal de ensino acontecem nesta terça-feira (12) e amanhã, quarta-feira (13), das 8h às 17h. Para as escolas que funcionam no turno noturno, o horário será estendido até as 21h. Os locais da votação serão as sedes das escolas onde ocorrerão as eleições.

Confira a lista das escolas onde ocorrerão as eleições:

Terça-feira (12): Luís da Câmara Cascudo; Marliete Freire; Auta de Souza; Fabricio Gomes; José Mesquita; Manoel Duarte; Manoel Luíz; Manoel Simplicio; Rodolfo Helinski e Santa Luzia (Capoeiras). Quarta-feira (13): Alfredo Lira; Elviro Xavier; Luís Cúrcio Marinho; Luís Gabriel; Maria do Carmo; Padre João Maria; João Faustino; Anita Alves Maciel; Santa Luzia (Cajazeiras) e Severino Firme.

 

O curso preparatório do Diretório Central do Estudante (DCE), promovido e coordenado por estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do norte (UFRN), abre inscrições para o semestre letivo de 2018.1 para bolsistas ou estudantes regulares, a partir de janeiro de 2018.

Para concorrer à bolsa, os candidatos devem apresentar na sede do cursinho, localizada no setor I da UFRN, histórico escolar comprovando que estudou o ensino médio completo em escola pública, comprovante de renda familiar e carta escrita a próprio punho justificando interesse em entrar no Cursinho do DCE. As inscrições devem ser feitas de 9 a 12 de janeiro.

Já para se matricular como aluno regular basta apresentar, a partir do dia 15 de janeiro, RG, CPF e comprovante de residência. Não há necessidade de cópias. Os valores e datas para início das aulas serão divulgados em breve.
Mais informações estão disponíveis na página  do curso no Facebook ou pelo telefone (84) 3215-3324.

Portal da UFRN

Na manhã desta quarta-feira (06), o prefeito Fernando Cunha acompanhou ao lado do Capitão de Corveta, Ricardo Bittencourt da Silva, Comandante da Estação da Marinha, mais uma cerimônia de formatura do projeto Segundo Tempo, que contou com a presença de 65 alunos das escolas municipais de Macaíba.

A solenidade aconteceu na Estação Radiogoniométrica da Marinha, às margens da BR-304, divisa entre Parnamirim e Macaíba. Na oportunidade, foram entregues certificados para monitores e alunos que se destacaram ao longo do ano de 2017.

“Desde 2013, nós temos percebido que a convivência escolar dos nossos alunos da Escola João Faustino (escola de Macaíba que faz parte do projeto) tem melhorado significativamente. O empenho que a Marinha faz durante as aulas de português e matemática vem favorecer a aprendizagem. Hoje, para nossa alegria, fomos informados de que serão criadas mais 50 vagas para o nosso município no ano de 2018.”, explicou Glória Bezerra, coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Macaíba.

“Esse projeto educa nossos filhos. A gente sabe que eles estão em segurança, no lugar de tá na rua fazendo coisas erradas, estão aqui aprendendo o que é bom, né! Meu filho gosta muito.”, relatou em depoimento a senhora Marilene Faustino, mãe do aluno Ivan Cassiano, que participa há dois anos do projeto Segundo Tempo, fruto de parceria entre Marinha do Brasil e Prefeitura de Macaíba.

Sobre o projeto Segundo Tempo

Há cinco anos, o projeto Segundo Tempo, uma parceria entre a Marinha do Brasil e a Prefeitura de Macaíba, está proporcionando uma formação social digna para centenas de crianças e adolescentes do município.

No projeto, durante todo o ano, os alunos realizam atividades esportivas como futebol, futsal e, principalmente, aulas de reforços nas disciplinas de matemática e português.

Firmada em 2013, no que depender do prefeito Fernando Cunha, a parceria continuará em 2018 com a participação ainda maior de alunos macaibenses. Os alunos participam em regime de contraturno, ou seja, quem estuda de manhã realiza as atividades do projeto durante a tarde, e vice-versa.

Assecom-PMM

A Escola de Música da UFRN (EMUFRN) promove, na próxima quinta-feira, 7, às 19h30, a Série Orfeu, que acontece como concerto de encerramento da temporada 2017. O evento será realizado no auditório Onofre Lopes da Escola da EMUFRN, com entrada gratuita.

O espetáculo traz como temática principal um resgate as músicas dos séculos XX e XXI. A apresentação conta com a participação especial de vários musicistas, dentre eles: Durval Cesetti (Piano), Hugo Souza (Oboé), Amandy Bandeira (Clarinete), Paulo Silva (Saxofone), Cleber Campos (Percussão), Rucker Bezerra (Violino), Paulo França (Viola), Gilvando Pereira (Trombone), Aírton Guimarães (Contrabaixo), Radegundis Tavares (Trompa), Isadora Rezende (Piano) e Franklin Muniz (Piano).

O evento, que faz parte de uma série de ações promovidas por professores e convidados da EMUFRN, sempre às primeiras quintas-feiras de cada mês, recebe apoio da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PROEX), do Núcleo de Arte e Cultura da UFRN (NAC) e da Pró-Reitoria de Pesquisa da UFRN (Propesq).

Portal UFRN

A UFRN, em parceria com a Prefeitura de Macaíba, realizou o Recital de conclusão do curso Músico Orquestra e Músico de Banda do Pronatec Música, ontem (3), no Pax Club.

Trinta e três estudantes se apresentaram na ocasião e receberam os certificados de conclusão das atividades do curso, nos instrumentos de percussão, viola, violino, violoncelo, saxofone e clarinete. Eliane Soares de Anísio, mãe da estudante Charlyane, de 15 anos esteve presente no Recital acompanhando sua filha e destacou a importância de cursos como o promovido pela Universidade Federal em parceria com a Prefeitura. “Para mim foi muito gratificante. Estou muito emocionada em vê-la tocando. É um projeto que pode ajudar muitos jovens a dar um passo adiante, serem músicos e pessoas com um futuro bem melhor”, afirmou.

A coordenadora geral do Pronatec na Escola de Música da UFRN, Raquel Carmona ressaltou o apoio da Prefeitura para a realização do programa. “Quero agradecer ao prefeito Fernando que nos recebeu aqui de braços abertos, nos deu todo o apoio juntamente com sua equipe para que esse programa acontecesse em Macaíba e estivéssemos aqui hoje. Parabéns por acreditar na música. Quero parabenizar vocês (os alunos) por se mostrarem abertos na busca pelo conhecimento, por se mostrarem interessados no conhecimento profissional. Muito obrigada”, disse a coordenadora

Na ocasião também estiveram presentes o prefeito Fernando Cunha; o coordenador adjunto do Pronatec na Escola de Música da UFRN, Zilmar Rodrigues; o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Gelson Lima; os vereadores João de Damião e Ana Catarina; os secretários municipais de Cultura e Turismo, Marcelo Augusto; de Administração e Finanças, Telmo Guerra e de Infraestrutura, Francisco William.

Assecom-PMM

 

O programa Inova TEC abriu chamada pública para recebimento de propostas  até o dia 15 de dezembro. A iniciativa é do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), com o apoio do Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec).

Com o objetivo de estimular a participação de alunos de graduação em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), de interesse do setor empresarial e realizados a partir de parceria entre empresas e Instituições de Ensino Superior, o programa concederá até 200 bolsas de Iniciação Tecnológica e Industrial (ITI) do CNPq para estudantes regularmente matriculados em curso superior e/ou superior tecnológico, além de auxílios à pesquisa aos professores (coordenadores de projeto).

As empresas serão responsáveis pelo custeio integral dos auxílios aos projetos, no valor de R$ 4.800, para despesas de custeio e capital. Aos professores (coordenadores de projeto), serão fornecidos auxílios para consecução das pesquisas, conforme descrito na Chamada Pública. As propostas podem ser submetidas por meio do site.

Portal UFRN

Operação está prevista para começar no início de dezembro

Fortalecer e aprimorar a rede municipal de educação é um dos principais propósitos da gestão municipal, que já vem investindo na formação contínua de profissionais de Educação. Agora, para se somar a esses esforços visando o benefício das futuras gerações de macaibenses, será iniciada pela Prefeitura de Macaíba, no mês de dezembro, uma grande operação de obras de reforma que irá contemplar nada menos que 20 escolas em áreas urbanas e rurais.

Essas obras incluem serviços relativos à manutenção ou substituição de estruturas elétricas, hidráulicas, hidrossanitárias, bem como a pintura dos prédios das unidades de ensino. Segundo o secretário municipal de Educação, Domingo Sávio, as obras serão realizadas com recursos do chamado Salário-Educação, que se destina ao financiamento de programas, projetos e ações voltados para a educação básica pública.

As 20 escolas municipais a serem contempladas com essa verdadeira maratona de obras são: Bartolomeu Fagundes, José Mesquita, CERU, Manoel Duarte, Nair Mesquita, Câmara Cascudo, Pedro Gomes, Luiz Cúrcio, Manoel Simplício, Anita Maciel, Infância Feliz, Alfredo Lira, Santa Luzia (Cajazeiras), Maria do Carmo, Falcão Freire, José Arinaldo, Santa Luzia (Capoeiras), Severino Bezerra, Manoel Luiz e Rodolfo Helinski.

É importante pontuar que, recentemente, a Prefeitura executou uma abrangente reforma na Escola Municipal Fabrício Gomes Pedroza, localizada no Conjunto IPE.

Outras reformas recém-realizadas

Ao longo deste ano de 2017, a Prefeitura de Macaíba realizou uma série de obras de reestruturação em postos de saúde, a exemplo da unidade situadas nas Campinas, Vilar, Canabrava e Loteamento Esperança, além do Centro de Saúde Luiz Antônio Fonseca (Posto da Maré).

Os serviços incluíram pintura, implantação de novas instalações elétricas e hidráulicas, bem como climatização de ambientes.

Além dessas obras, vários postos também receberam novos equipamentos como consultórios odontológicos, autoclaves, aparelhos de ar-condicionado, aparelhos de raios X odontológicos, compressores, refrigeradores e televisores.

Assecom-PMM

O Núcleo de Educação da Infância (NEI), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abre vagas em quatro turmas para o período letivo de 2018. São oferecidas 15 vagas para turma do Berçário 2, incluindo uma para criança com Necessidade Educativa Especial; 11 vagas para turma 1 da Educação Infantil; sete vagas para turma 3 da Educação Infantil; e quatro vagas para turma 4. As inscrições estão abertas até o dia 1º de dezembro.

Para a turma 1 da Educação Infantil, as vagas são para crianças que nasceram de 1º de abril de 2015 a 31 de março de 2016; para a turma Berçário 2, as vagas são destinadas aquelas crianças que nasceram de 1º de abril de 2016 a 31 de março de 2017; para a turma 3 as que nasceram de 1º de abril de 2013 a 31 de março de 2014; Para a Turma 4 da Educação Infantil, o objetivo é atender às crianças que nasceram de 1º de abril de 2012 a 31 de março de 2013.

Para inscrever a criança, os pais ou responsáveis deverão ter Cadastro de Pessoa Física (CPF), documento de identificação (RG) e preencher todos os campos obrigatórios do Formulário de Inscrição. As inscrições são pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) no menu processo seletivo (processo seletivo – infantil).
A seleção dos candidatos inscritos e deferidos, será feita por meio de sorteio público no dia 16 de dezembro, às 15h, no NEI, localizado no Campus Central da UFRN e divulgado via Sigaa. Mais informações pelo edital de seleção ou pelo telefone (84) 3342-2279.

Agecom/UFRN

A descriminalização do uso de drogas e as políticas de prisão de pequenos traficantes serão debatidas na última audiência pública que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza para avaliar a Política Nacional de Segurança Pública. A audiência será nesta terça-feira (28), a partir das 10h.

Estão convidados o diretor da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), Humberto de Azevedo Viana Filho; o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); o jurista Ives Gandra Martins; o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Jefferson de Almeida; e o defensor público do Estado de São Paulo, Leandro Castro.

Modelo falido

O relator da avaliação da Política Nacional de Segurança Pública é o senador Wilder Morais (PP-GO). Um de seus objetivos é propor alterações na legislação a serem apresentadas no relatório final.

No debate realizado na semana passada, o senador concordou com a avaliação dos participantes de que o atual modelo de segurança pública do país “está falido”. Entre as razões citadas para essa situação, está o grande número de assassinatos por ano verificados no país (cerca de 62 mil) e o baixo índice de resolução desses crimes (cerca de 5%).

“É uma morte violenta a cada nove minutos. Tivemos mais gente assassinada nos últimos cinco anos que a Síria, país que está em guerra civil. Lá morreram 256.124 pessoas neste período, enquanto aqui foram 279.567, ou seja, quase 25.000 a mais”, reforçou Wilder no requerimento para a realização desta audiência pública.

Agência Senado

Mais de 200 profissionais da educação participam do programa em Macaíba.

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou a solenidade de lançamento do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), na manhã desta sexta-feira (24), no Elion Recepções, na Vila São José.

O secretário municipal de Educação, Domingos Sávio e a vereadora Ismarleide Duarte estiveram presentes no evento que contou com a presença de professores, coordenadores e gestores escolares de Macaíba. O programa faz parte de um pacto firmado em 2012 entre os governos federal, estaduais e municipais brasileiros que tem como objetivo a alfabetização de todas as crianças até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

A professora Andressa Melo, das escolas Auta de Souza e Maria do Carmo esteve presente no lançamento e destacou a importância da formação para o dia a dia em sala de aula. “Acho capacitações fantásticas. Já participei do PNAIC da primeira temporada e ele facilita mesmo a nossa prática pedagógica. Algo que a gente vivencia na prática mesmo e vê resultados positivos, as trocas de experiências, as informações novas que os coordenadores nos passam, enriquecem nosso trabalho e quem ganha com isso são as crianças”, declarou.

A capacitação do PNAIC em Macaíba tem a duração de seis meses, sendo realizado até maio de 2018, de forma presencial, em sala de aula e pela internet. Mais de 200 profissionais da educação do município participam do programa.

Ruciana Saldanha, professora da unidade de ensino infantil Eunice Eugênia, do bairro Monte Líbano também exaltou a importância do PNAIC: “Vejo com bons olhos porque antigamente a educação infantil era muito mistificada como um ambiente só para brincar e agora não. Vejo que a parte pedagógica está sendo mais explorada. Uma troca de experiências para que possamos melhorar a educação infantil de forma que o aprendizado seja de uma forma mais concreta”, destacou a professora.

Assecom-PMM

Com a participação do secretário de Educação de Macaíba, Domingos Sávio, o Conselho Municipal de Educação se reuniu na tarde desta quinta-feira (23), na sede da Secretaria, para discutir pautas importantes referentes ao planejamento do ano vindouro.

Tópicos como o Calendário Escolar 2018 e a Portaria relativa a um sistema próprio de avaliação a ser adotado pela Educação foram abordados no ensejo.