Educação Arquivo

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) faz aniversário no dia 25 de junho e, para comemorar 60 anos, a Assembleia Universitária será alusiva a sua criação, em 1958. Aberto ao público interno e externo, o evento terá atrações culturais, entrega de troféus e homenagens, no hall e no auditório da Reitoria, localizados no Campus Central.

Com início previsto para 8h30, haverá o descerramento da placa alusiva aos 60 Anos da UFRN, seguida pela apresentação da Orquestra Sinfônica, no pátio da Reitoria, com a execução do Hino Nacional e de O Guarani. Em seguida, já nas dependências do Auditório Otto de Brito Guerra, a Assembleia Universitária prossegue com a entrega de troféus e homenagens, dentre as quais aos familiares dos precursores da instituição de ensino, como Dinarte Mariz, Januário Cicco e Câmara Cascudo. Logo após, ainda durante a cerimônia, acontece o lançamento dos livros Discurso de Câmara Cascudo, Antologia de Pedro Velho e Carta aos escritores..

ASCOM – Reitoria/UFRN

A abertura das atividades do programa Novo Mais Educação, edição 2018 foi realizada na manhã desta segunda-feira (11), na sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Mais de 700 estudantes participam das ações do programa em sete escolas de ensino fundamental da rede pública municipal de ensino, sendo elas Pinheiro Borges, João Faustino, Anita Alves, Waldemar Diógenes, Santa Luzia (Capoeiras), Manoel Duarte e Nair Mesquita.

As ações do programa, que tem duração de oito meses, são realizadas no contraturno das aulas regulares dos alunos e alunas, sendo acompanhamento pedagógico em Língua Portuguesa, Matemática e outras atividades nos campos da arte, cultura, esporte e lazer.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

A partir da próxima terça-feira (12), estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no ano passado, poderão se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

 O programa é para aqueles que desejam ingressar no ensino superior em uma universidade pública. Segundo o edital, mais de 57 mil vagas serão ofertadas, em 68 instituições, para o segundo semestre deste ano.

 Para concorrer a uma dessas vagas, o estudante deve ter realizado o Enem 2017 e não pode ter zerado a redação. Pela internet, o candidato escolhe, por ordem de preferência, até duas opções de curso, podendo ser alteradas até o fim das inscrições.

 O resultado da primeira chamada deve ser divulgado no dia 18 de junho e o selecionado deve se matricular entre 22 e 28 de junho. Por isso, é importante ter toda a documentação já separada.

 O prazo para a lista de espera é de 22 a 27 deste mês, mas o candidato só entra nela, se registrar no sistema.

 Todas as informações e as inscrições estão no site sisu.mec.gov.br.

EBC

Os estudantes da Escola Municipal Santa Luzia, de Capoeiras, participaram das atividades do projeto Arboriza na Escola, ontem (6), dentro da programação da Semana do Meio Ambiente.

Na ocasião, várias mudas foram plantadas pelos alunos e alunas na sede da escola. O Arboriza Macaíba está atuando nas escolas municipais de Macaíba provisoriamente com o nome Arboriza na Escola. A Semana do Meio Ambiente segue até a próxima sexta-feira (8) com diversas ações pela cidade.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Criar um curso de Tecnologia da Informação voltado para o desenvolvimento tecnológico para as Ciências Agrárias foi a inquietação inicial de um grupo de professores do Curso Técnico em Informática da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), Unidade Acadêmica especializada em Ciências Agrárias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A união da Tecnologia da Informação e das Ciências Agrárias, áreas de conhecimento desenvolvidas na EAJ, fez surgir o Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS). “Sendo um grupo de Tecnologia da Informação, funcionando dentro de uma unidade de Ciências Agrárias, entendemos que essa aproximação era necessária”, comenta o professor Max Lacerda, um dos idealizadores do curso.

Apesar de ser um curso novo, a procura está aumentando. “Essa é uma realidade que está mudando muito rapidamente devido ao trabalho realizado pelos professores com a divulgação das nossas ações”, conta o coordenador do TADS, Taniro Chacon. Segundo ele, os novos estudantes entram no curso com uma outra visão acerca do potencial e do nicho de mercado no qual está inserido.

Portal UFRN

Matéria completa aqui: http://www.ufrn.br/imprensa/materias-especiais/16945/ufrn-investe-no-desenvolvimento-tecnologico-para-as-ciencias-agrarias

As inscrições para o exame de seleção dos cursos técnicos subsequentes da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) foram prorrogadas até quinta-feira, 7 de junho. O processo seletivo oferta vagas em Agroindústria, Agropecuária e Aquicultura.

A ficha de inscrição está disponível como anexo do edital no site da EAJ. O candidato deve enviar a inscrição para o e-mail subsequenteinscricao.eaj2018@gmail.com, juntamente com um documento que comprove a conclusão do Ensino Médio.

A prova será aplicada no dia 10 junho de 2018, na sede da EAJ, em Macaíba, no auditório do Ceres, em Caicó, e no auditório da Ufersa, em Mossoró. Serão dez questões objetivas contextualizadas nas Ciências Agrárias e na Matemática de nível fundamental, além de uma redação.

Metade das vagas são reservadas para quem cursou todo o Ensino Médio em escolas públicas. Desse percentual, 50% será direcionado para quem tem renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Também há cotas para autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

Os aprovados ingressarão na instituição no segundo semestre deste ano. A EAJ dispõe de auxílios residência, alimentação, transporte e moradia para os alunos regularmente matriculados em cursos técnicos presenciais como forma de apoio à inclusão, permanência e êxito dos estudantes.

Com o processo seletivo, a EAJ retoma a parceria histórica com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte (Fetarn), que já ajudou a formar centenas de técnicos nas Ciências Agrárias.

Serviço

Cursos Técnicos: Agroindústria, Agropecuária e Aquicultura

Inscrições gratuitas: até quinta-feira, 7 de junho de 2018

Provas: 10 junho de 2018, em Macaíba, Caicó e Mossoró.

Ascom EAJ

Foto: Macaíba na Net

A Semana do Meio Ambiente contará com ações no Centro de Convivência da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Diretoria de Meio Ambiente (DMA), da Superintendência de Infraestrutura (Infra), que realiza, entre os dias 4 e 6 de junho, a Mostra de Ecoprodutos e Ecodesign e de Serviços Sustentáveis, além de oficinas de reaproveitamento de materiais e reciclagem. As atividades estão inseridas na programação da Prefeitura do Natal alusiva ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho.

A Mostra de ecoprodutos acontece das 9h às 16h, com o objetivo de estimular a disseminação de boas práticas de sustentabilidade e incentivar o aproveitamento de materiais encontrados na natureza, assim como o reaproveitamento dos resíduos sólidos urbanos. O momento reúne professores, estudantes, representantes de empresas e Organizações Não-Governamentais (ONGs), que montarão pontos de entrega voluntária de lâmpadas fluorescentes, resíduos eletroeletrônicos, óleo de cozinha usado e banners de lona. O Centro Acadêmico de Ecologia da UFRN ainda irá oferecer um ecoponto para a coleta de resíduos de difícil reciclagem, como esponjas de lavar louça, pastas e escovas de dente, lápis, canetas e borrachas.

As oficinas de reaproveitamento e reciclagem serão promovidas das 9h às 11h e das 14h às 16h, com aulas de confecção de pufs de pneus, aproveitamento de garrafas PET, artesanato com sisal, produção de peças de cerâmica no torno giratório, embalagens de presentes, entre outras utilidades.

As inscrições serão realizadas no local. Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone 3342-2399 (ramal 502).

Portal UFRN

O município de Macaíba teve o privilégio de receber um importante seminário que trata sobre financiamento na área de Educação nesta quarta-feira (30), na Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), durante os turnos matutino e vespertino, num auditório lotado por gestores e vice-gestores escolares, professores, além de presidentes de caixas escolares.

O tema central do evento do seminário foi “Financiamento descentralizado e desafios para a Educação Municipal”, onde foram tratados tópicos fundamentais como FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, PDDE – Programa Dinheiro Direto na Escola, UEx – Unidade Executora Própria, controle social e prestação de contas, dentre outros.

Prestigiaram o evento de hoje autoridades como o prefeito Fernando Cunha; seu vice, Auri Simplício; o vereador Gelson Lima, presidente da Câmara Municipal; a vereadora Edma Maia, líder do Executivo na Câmara; e o secretário municipal de Educação, Domingos Sávio.

“A magnitude deste evento consiste em trazemos informações e trocamos experiências com gestores escolares para que possam conhecer melhor os mecanismos e as diretrizes para executar com muito mais proficiência os recursos destinados à Educação, em especial para um programa que chamamos de Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), por meio do qual os recursos vêm diretamente para as contas das escolas.”, Referiu Adalberto Paz, representante do FNDE e principal palestrante do dia.

“Esse seminário confirma a prioridade que a gestão de Dr. Fernando tem dado à formação continuada dos nossos técnicos, professores e diretores. Desta vez, trazendo um tema extremamente importante que é o caixa escolar.”, expressou Domingos Sávio.

“Agradecemos ao FNDE, esse grande parceiro que atendeu a solicitação que o município fez, através da Secretaria de Educação, disponibilizando seus técnicos para estar hoje aqui conosco o dia todo, tratando as questões de caixa escolar, financiamento e prestação de contas. Aqui é o único município do Rio Grande do Norte para onde o FNDE veio dialogar diretamente com os gestores escolares.”, concluiu o secretário municipal de Educação de Macaíba.

Assecom-PMM

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou por unanimidade em sessão extraordinária nesta terça-feira, 29, a criação de seis novos programas de pós-graduação: Ciência e Tecnologia Espacial; Gestão da Tecnologia da Informação; Tecnologia, Recursos Naturais e Sustentabilidade; Cinema; Administração Pública e Geografia. As propostas seguem para apreciação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O mestrado acadêmico em Tecnologia, Recursos Naturais e Sustentabilidade será vinculado à Escola de Ciências e Tecnologia (ECT), assim como o mestrado acadêmico em Ciência e Tecnologia Espacial, que terá colaboração da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O mestrado acadêmico em Geografia é voltado ao Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), enquanto a pós-graduação em Gestão da Tecnologia da Informação será oferecida na modalidade mestrado profissional, vinculado ao Instituto Metrópole Digital (IMD).

No Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) serão vinculados o mestrado e doutorado acadêmico em Cinema, que contarão com professores da UFRN, UFPE e Universidade de São Paulo (USP). Já a pós-graduação em Administração Pública terá doutorado acadêmico vinculado ao Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA).

Via ASCOM – Reitoria/UFRN

O município de Macaíba terá o privilégio de receber um importante seminário que trata sobre financiamento na área de Educação na próxima quarta-feira (30), na Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), com início às 8h e término às 17h30.

O tema central do evento é “Financiamento descentralizado e desafios para a Educação Municipal”, que tratará de tópicos como FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, PDDE – Programa Dinheiro Direto na Escola, UEx – Unidade Executora Própria, controle social e prestação de contas, dentre outros.

O público-alvo do referido seminário é composto pela equipe de Coordenação do PDDE e Prestação de Contas dos Recursos do FNDE. Segundo o secretário municipal de Educação, Domingos Sávio, Macaíba é o único município do Rio Grande do Norte para o qual a equipe do FNDE vem exclusivamente para fazer esse treinamento.

O secretário ainda declarou que esse evento se insere dentro do contexto da Política de Formação Continuada da Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Educação, qualificando gestores e coordenadores escolares, professores e outros profissionais da área.

Foto: Arquivo/PMM

Assecom-PMM

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) está com inscrições abertas até 5 de junho para o processo seletivo dos cursos técnicos subsequentes em Agroindústria, Agropecuária e Aquicultura.

Para se inscrever, basta preencher a ficha de inscrição, anexo do edital disponível no site da EAJ, e enviar para o email subsequenteinscricao.eaj2018@gmail.com juntamente com um documento que comprove a conclusão do Ensino Médio.

A prova será aplicada no dia 10 junho, na sede da EAJ, em Macaíba, no auditório do CERES em Caicó e no auditório da UFERSA em Mossoró. Serão dez questões objetivas contextualizadas nas Ciências Agrárias e na Matemática de nível fundamental, além de uma redação.

Metade das vagas são reservadas para quem cursou todo o Ensino Médio em escolas públicas, das quais 50% serão direcionadas para quem tem renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Também há cotas para autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

Os aprovados ingressarão na Instituição no segundo semestre deste ano. A EAJ dispõe de auxílios residência, alimentação, transporte e moradia para os alunos regularmente matriculados em cursos técnicos presenciais como forma de apoio à inclusão, permanência e êxito dos estudantes.

Com o processo seletivo, a EAJ retoma a parceria histórica com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte (Fetarn), que já ajudou a formar centenas de técnicos nas Ciências Agrárias.

Ascom EAJ

A audiência foi proposta pelo deputado Rafael Motta, relator da proposta para aumentar a verba para merenda escolar nas cidades mais pobres. Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Em audiência na Comissão de Educação, entidade que representa municípios pediu também que repasse leve em conta nível socioeconômico dos alunos da localidade

Representante da Confederação Nacional dos Municípios, Mariza Abreu defendeu nesta quinta-feira (24) que a lei garanta reajuste anual dos valores repassados pela União aos municípios para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

“O principal problema enfrentado pelos municípios hoje é o não reajuste dos valores repassados pela União aos municípios para o Pnae”, disse. “O governo federal reajusta quando quer e pelo percentual que quer”, completou. Conforme ela, há longos períodos, de até nove anos, sem reajustes. “Então, a grande reivindicação dos municípios é que a lei tenha previsão de reajuste desses valores per capita pela inflação oficial”, afirmou.

Essa medida consta em diversos projetos de lei apensados à proposta do Senado (PL 8816/17) que prevê que escolas em municípios onde há extrema pobreza recebam o dobro em valores per capita de merenda escolar em relação às demais cidades. Ao todo, o projeto, que altera a Lei da Alimentação Escolar (11.947/09), tramita com 11 apensados.

Essas propostas foram debatidas na Comissão de Educação, por sugestão do relator da matéria, deputado Rafael Motta (PSB-RN). Ele informou que deverá apresentar substitutivo aos projetos. O deputado destacou que, após cinco anos de congelamento, os aumentos dos valores per capita do Pnae em 2017 foram de centavos e não correspondem às reais necessidades dos estados e municípios. Ele apoia a atualização anual dos valores, no mínimo pela inflação.

O parlamentar ressaltou que o aluno não tem condições de aprender se não tiver alimentação adequada e que muitas vezes a merenda é “a alimentação mais forte do dia” dos estudantes ou, às vezes, a única.

Agência Câmara Notícias

A médica infectologista Carolina Damásio, do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) e aluna do Mestrado Profissional em Ensino na Saúde (MPES), do Centro de Ciências da Saúde (CCS), defende dissertação de mestrado nesta sexta-feira, 25 de maio, sobre o Projeto Barriguda, desenvolvido com mulheres grávidas da comunidade quilombola Capoeiras, a maior comunidade remanescente de quilombos do Rio Grande do Norte, localizada no município de Macaíba.

A dissertação de mestrado Eu não tinha a menor ideia do que eu podia aprender aqui… – Educação das Profissões de Saúde e Competência Cultural analisa dados do Projeto Barriguda, desenvolvido no âmbito da disciplina de graduação Competência Cultural na Atenção à Saúde da Mulher Quilombola, oferecida de forma inédita no Brasil pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com o Instituto Santos Dumont (ISD). A disciplina é a primeira da área da saúde no Brasil a abordar o estudo da competência cultural com populações remanescentes de quilombo.

Uma particularidade que chama a atenção é que a mestranda Carolina Damásio vai apresentar a defesa da dissertação na própria na Comunidade Quilombola de Capoeiras, em Macaíba, portanto fora das dependência da Academia. A apresentação será na sexta-feira, 25 de maio, a partir das 16h. Na ocasião, haverá apresentações culturais típicas da Comunidade e sobre o Projeto Barriguda: estratégia no cuidado à saúde materno-infantil.

Agecom UFRN

ASCOM – Reitoria/UFRN – A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou edital do Concurso Público de Provas e Títulos para o Provimento de Cargo de Professor do Magistério Superior na Classe Adjunto-A, com um total de nove vagas para os campi Natal, Caicó e Currais Novos. As inscrições devem ser efetuadas de 28 de maio a 26 de junho.

As vagas são voltadas para as áreas de Sistemas Eletrônicos Fortemente Correlacionados, Leitura e Produção de Textos, Mecânica dos Fluidos, Atuação Fisioterapêutica na Atenção Primária à Saúde/SUS, Ensino de História, Movimentos Sociais e Educação Popular, Ensino de Geografia, Probabilidade e Estatística, e Administração Geral.

A remuneração será compatível com a classe e o nível iniciais da carreira correspondendo ao regime de trabalho de dedicação exclusiva, com titulação de doutorado e salário total de R$ 10.043,67, o qual inclui vencimento básico, retribuição por título e auxílio alimentação.

As provas estão previstas para ocorrer de 20 de outubro a 18 de novembro e a seleção constará de prova escrita, prova didática, defesa de memorial e projeto de atuação profissional, além de prova de títulos. Os interessados devem efetuar inscrição pelo Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), site onde estão disponíveis o edital e o formulário de inscrição.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até hoje (23) para pagar a taxa de inscrição de R$ 82. O pagamento deve ser feito por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), que é gerada ao fim da inscrição.

A guia pode ser paga em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios, respeitados os horários de compensação bancária.

A inscrição só será confirmada após o processamento do pagamento. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a inscrição cujo pagamento não tenha sido feito até esta quarta-feira não será confirmada. É responsabilidade exclusiva do participante acompanhar a situação de sua inscrição e a divulgação do local de prova no endereço http://enem.inep.gov.br/participante.

Agência Brasil

Arte: Divulgação/UFRN

ASCOM – Reitoria/UFRN – Os jovens que pretendem ingressar no ensino superior podem obter informações sobre os cursos de graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na Mostra de Profissões 2018, realizada de 23 a 25 de maio no campus central, em Natal. O evento gratuito contará com 246 palestras sobre os cursos e o processo seletivo da universidade, além de orientação profissional para ajudar na escolha da futura profissão conforme o perfil de cada área de atuação. Ainda serão apresentadas as políticas de inclusão e permanência na UFRN, tais como bolsas, residência universitária, entre outros programas de assistência estudantil.

Destinadas aos estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares, as palestras serão ministradas por professores e alunos da UFRN, cada uma com 45 minutos de duração. A programação acontece das 8h às 20h e tem livre acesso, sem a necessidade de inscrição prévia, obedecendo às capacidades de público dos auditórios, anfiteatros e salas. Professores, pais e profissionais também podem participar da Mostra de Profissões, que chega à 10ª edição em 2018 com a expectativa de repetir o sucesso dos anos anteriores. Em 2017, o evento reuniu mais de 20 mil pessoas.

Outras informações estão disponíveis aqui.

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) recebe, na próxima quarta-feira, 23, a apresentação Aldeia Poti, do pianista Frank Lemos. O evento acontece no auditório Oriano de Almeida a partir das 20h e a entrada é gratuita.

A apresentação traz composições do músico macaibense, que vem se especializando em pesquisar e mesclar às suas influências jazzísticas, impressões sobre música afro e indígena brasileira, com especial olhar para linguagem do Coco Zambê, tão típica expressão cultural potiguar.

O show conta ainda com obras de César Camargo Mariano, Hermeto Pascoal, Guinga, Gilberto Gil entre outros. Outras informações sobre os trabalhos do artista podem ser conferidas na página do músico no Facebook.

Aldeia Poti

A Aldeia Poti é um resgate da ancestralidade norte-riograndense, atento ao movimento natural da cultura onde influências se integram e constituem conscientização, valorização e preservação. Em Aldeia Poti, Frank Lemos convida o público a uma apreciação da própria raiz potiguar através de suas composições, e vai além, celebrando a música brasileira em sua diversidade.

Agecom/UFRN

Foto: Sandro Barros/Pref. Olinda

Os currículos dos ensinos fundamental e médio deverão incluir o assunto educação alimentar e nutricional nas disciplinas de ciências e biologia, respectivamente. É o que estabelece a Lei 13.666/2018, publicada nesta quinta-feira (17) no Diário Oficial da União.

O texto, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/1996), tem origem no substitutivo ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 102/2017, aprovado no Plenário do Senado em abril. As novas regras entram em vigor daqui a 180 dias.

A intenção do autor do projeto, deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), é reduzir a obesidade infantil, além de assegurar informações sobre alimentação saudável aos cidadãos desde novos. Para o relator no Senado, senador Pedro Chaves (PRB-MS), o tema é de grande importância nos tempos atuais, em que adultos com pouca formação ou com hábitos alimentares inadequados terminam por reforçar o interesse de crianças e adolescentes por uma dieta pouco nutritiva.

Agência Senado

Fotos: Márcio Lucas

A partir de agora, a Vila Olímpica de Macaíba será a ponte para o futuro de muitas crianças e adolescentes do município. Tudo começou na manhã desta sexta-feira (11), quando foi realizada a cerimônia de abertura da nova fase do SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos) no local que é maior espaço multiesportivo público do Rio Grande do Norte e um dos maiores da Região Nordeste.

Participaram do evento o prefeito Fernando Cunha, os vereadores Netinho França e João de Damião; a presidente do CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Macaíba), Verônica Bezerra; a articuladora do Selo UNICEF em Macaíba, Marianna Barreto; o coordenador da Vila Olímpica, Flaubert Benício; e secretários municipais, incluindo a titular da pasta de Trabalho e Assistência Social, Andrea Carla.

Cerca de 500 (250 por turno) crianças e adolescentes serão atendidos (as) diariamente na Vila Olímpica de Macaíba de segunda a sexta-feira, em regime de contraturno, ou seja, quem estuda pela manhã terá suas atividades à tarde e vice-versa, com direito a refeições antes e após essas atividades. Haverá transporte para ida e volta proporcionado pela Prefeitura. Entre as atividades educacionais, esportivas e culturais a serem oferecidas, estão: futebol, futebol society, vôlei, dança, teatro, informática, digitação, pintura, desenho, inglês e meio ambiente.

“Esta nova fase do SFCV foi pensada não só por nós da Assistência Social, mas também por técnicos da Educação e do Esporte, constituindo um serviço integrado que funcionará de forma cada vez mais efetiva para atender crianças e adolescentes.”, declarou Andrea Carla.

“Foi a primeira vez que eu vim aqui e estou amando! Tem tudo para ensinar a pessoa a ser alguém na vida. Eu acredito que minha neta vai mudar de comportamento e melhorar suas notas depois desse projeto, que ela se desenvolva mais e tenha força de vontade, porque aqui tem de tudo mesmo.”, opinou Dona Dalvanira Rodrigues, residente no Conjunto Tavares de Lyra, avó da adolescente Tainara, que estuda o 8º ano do ensino fundamental e é atendida pelo SCFV de Macaíba.

Sobre o SCFV

O SCFV é um serviço federal que se constitui no reordenamento do antigo PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e do Projovem. Em Macaíba, o SCFV atende centenas de crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos com diversas atividades educativas, sociais, culturais e de saúde. Na gestão do prefeito Fernando Cunha, houve um aumento de mais de 100% no número de atendidos em comparação com períodos anteriores.

Assecom-PMM

 

Brasília – Acontece no Teatro Ulysses Guimarães, o Aulão Solidário ENEM 2017. organizado pelo colégio Olimpo (Wilson Dias/Agência Brasil)

O prazo para renovação do contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre deste ano foi adiado mais uma vez e se encerra no dia 25 de maio. O prazo final para a renovação seria hoje (10). A nova data foi definida em portaria publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Os contratos do Fies precisam ser aditados todo semestre. O pedido é feito inicialmente pelas instituições de ensino e depois as informações devem ser validadas pelos estudantes pela internet no Sistema Informatizado do Fundo de Financiamento Estudantil (SisFies). Neste semestre, cerca de 1,1 milhão de contratos devem ser renovados.

No caso das renovações que tenham alguma alteração nas cláusulas do contrato, o estudante precisa levar a nova documentação ao agente financeiro – Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal – para concluir a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Inicialmente, os estudantes tinham até o dia 30 de abril para fazer a renovação, o prazo foi prorrogado até hoje e agora estendido mais uma vez até o dia 25 de maio pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. Os estudantes que ingressaram no programa a partir de 2018 aderiram ao Novo Fies que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

Agência Brasil