Educação Arquivo

SEEC/ASSECOM – Marcando o início do ano letivo na rede de ensino do RN, na próxima segunda-feira (19), o Governo do RN, através da Secretaria de Educação do RN, em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte – FAPERN, formalizam convênio de cooperação técnica para executar o Programa de Iniciação Científica Júnior, o PIBIC Jr. A assinatura do convênio acontece na Escola Estadual Dom Nivaldo Monte, localizada em Emaús. O edital vai ser publicado no Diário Oficial do RN, no dia 22 de fevereiro.

 

Com o objetivo de despertar e incentivar o interesse dos jovens nas atividades de pesquisa científica, o programa vai oferecer para os estudantes do ensino médio e de educação profissional, das escolas da Rede Estadual de Educação, 250 bolsas no valor de 100 reais por mês durante 12 meses, e 50 kits ciência no valor de 4 mil reais para cada projeto vinculado à iniciação científica ou tecnológica, conforme prevê o edital. O valor total do convênio é de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

 

“O estímulo à pesquisa já faz parte dos objetivos estratégicos da Secretaria de Educação e Cultura do RN, considerando que anualmente já investimos nas feiras de ciências credenciando dezenas jovens e professores da rede estadual a participarem de eventos do gênero em outros estados brasileiros  e também em outros países. Isso já ocorre de forma sistemática. Então, o programa de estímulo à pesquisa, através de bolsas, no formato que estamos lançando vem a consolidar essa proposta”, destacou a Secretária de Educação do RN, Claudia Santa Rosa.

 

Serão cinquenta projetos selecionados, cada um com cinco quotas de bolsa para os estudantes. Cada projeto será conduzido por um professor orientador, que deve ser vinculado a uma instituição de ensino superior e/ou profissionalizante sediada no Rio Grande do Norte.

 

O kit ciência, no valor máximo de R$ 4 mil, será entregue após a aprovação do projeto ao professor orientador. O valor é destinado a compra de materiais de laboratório e/ou informática.

Auxiliando na elaboração do projeto, o professor co-orientador, da rede estadual vai mediar a relação entre os alunos bolsistas com o orientador.

 

“Esperamos contar com  uma ampla participação das escolas, das instituições de ensino superior do nosso estado, estimulando os jovens a pesquisa, que tem o estímulo a inovação”, disse Santa Rosa.

 

Os projetos devem enfocar diversas linhas de pesquisa como nanotecnologia, biotecnologia, agronegócio, educação, biotecnologia, infraestrutura urbana, tecnologia de informação, programa espacial, meio ambiente, gestão pública, energias renováveis, têxtil/confecção e turismo.

 

Os pesquisadores interessados devem encaminhar as propostas através do formulário disponibilizado na página da FAPERN (www.fapern.rn.gov.br). Após o preenchimento, os professores deverão encaminhar as propostas completas, incluindo documentação complementar, pelos Correios com Aviso de Recebimento (AR), em 02 (duas) vias impressas e uma versão em formato eletrônico, para o e-mail: fapernpibicjr@.rn.gov.br.

 

“O PIBIC Jr tem parceria com as universidades para que esses alunos já tenham contato com o ambiente acadêmico. E esses alunos se revestem de uma importância, pois os alunos da rede pública estadual já tem a vivência para desenvolver pesquisas de iniciação científica”, disse o diretor presidente da FAPERN, Uilame Umbelino Gomes.

 

O primeiro encontro com os 250 alunos bolsistas selecionados vai acontecer durante a Campus Party,  maior evento de tecnologia e cultura nerd da América Latina, que acontece de 11 a 14 de abril, em Natal.

Arquivo/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou novamente o prazo para estados e municípios aderirem ao Programa Mais Alfabetização, criado para apoiar escolas no processo de alfabetização dos estudantes do primeiro e do segundo anos do ensino fundamental. O novo prazo termina na próxima quinta-feira (22).

A adesão deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (Simec). Para as escolas, o prazo de adesão vai até 23 de fevereiro. A expectativa é atender a 4,2 milhões de alunos em aproximadamente 200 mil turmas em todo país.

Segundo o MEC, serão investidos R$ 200 milhões no pagamento de assistentes pedagógicos para auxiliar os professores em sala de aula. Os candidatos a assistente devem, obrigatoriamente, passar por um processo de seleção elaborado pelos municípios.

O Mais Alfabetização faz parte da Política Nacional de Alfabetização, lançada pelo MEC em 2017 para combater a estagnação dos baixos índices registrados pela Avaliação Nacional de Alfabetização. O conjunto de iniciativas terá investimento total de R$ 523 milhões.

Adesões

O MEC ainda não tem um balanço sobre o número de adesões, mas a pasta explicou que a prorrogação de prazo é normal quando se trata de estados e municípios. “Principalmente quando se abre um novo programa, onde os municípios ainda precisam se familiarizar com um novo processo, como no caso do Mais Alfabetização”, informou a pasta. Esta é a segunda vez que o ministério prorroga o prazo de adesão ao programa.

O presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima, lembrou que a primeira prorrogação de prazo foi feita a pedido da própria entidade ao MEC, por causa da quantidade de municípios que ainda não tinham conseguido fazer a adesão. “Temos um grande número de gestores que precisavam conhecer melhor o programa, e pediram mais tempo para o processo”. Segundo ele, em Minas Gerais muitos municípios solicitaram o adiamento.

Costa Lima acredita que o número de adesões vai ser superior a 80%. “Nosso interesse é ter todos os municípios participando do programa. É um programa que só vem a somar, pois sabemos que a alfabetização precisa de um acompanhamento quase individualizado, e com o assistente pode otimizar mais o tempo do professor. É o tipo de apoio que nunca é demais”.

do do programa. É um programa que só vem a somar, pois sabemos que a alfabetização precisa de um acompanhamento quase individualizado, e com o assistente pode otimizar mais o tempo do professor. É o tipo de apoio que nunca é demais”.

EBC

Foto: MEC

Novo modelo de financiamento em três modalidades entra em vigor neste semestre. Ao todo, 155 mil vagas serão oferecidas

Quem quiser participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) deste ano deve ficar atento às informações do edital publicado nesta sexta-feira (16) pelo Ministério da Educação. No total, serão ofertadas 310 mil vagas, sendo 155 mil para os primeiros seis meses do ano. Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Calendário

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, entre 19 e 28 de fevereiro. O resultado será publicado em 5 de março. Para poder concorrer a uma vaga, o candidato deve ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

Modalidades

O Novo Fies divide o programa em diferentes modalidades de financiamento conforme a renda familiar do candidato. Do total de vagas ofertadas, 100 mil terão juros zero para os estudantes que comprovarem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

As outras duas modalidades destinam-se a estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos. Para atender a essa parcela de candidatos, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Portal Brasil

Apesar dos inúmeros rumores que têm circulado ultimamente nas redes sociais e ruas de Macaíba sobre a falta de transporte escolar na cidade a partir da próxima segunda-feira (19/02), em virtude de uma possível paralisação dos ônibus a ser iniciada nessa data, conforme já previsto pelo Sindicato dos Rodoviários do Rio Grande do Norte, a Prefeitura de Macaíba assegura que os transportes escolares do município não serão afetados, mesmo com a deflagração da greve.

O Informativo Atitude entrou em contato com representantes da Prefeitura de Macaíba, particularmente da Secretaria Municipal de Educação, para conferir a situação e checou que está garantido o transporte escolar para os alunos. Portanto, cuidado, é só boato!

Os candidatos aprovados para as bolsas de estudos terão de comprovar os dados pessoais na universidade onde estudarão, entre os dias 15 e 23 de fevereiro. A falta de documentos no momento da comprovação de informações gera a perda da bolsa.

O resultado do Programa Universidade Para Todos (ProUni) 2018 será divulgado nesta quarta-feira de Cinzas, dia 14, no site http://siteprouni.mec.gov.br/. O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

As oportunidades foram exclusivas para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 com média 450 pontos em cada uma das provas e nota superior a zero na redação.

Os candidatos precisaram comprovar a renda familiar per capita (por pessoa) para saber à qual bolsa teriam direito: para ter bolsas de 100%, a renda é de até um salário mínimo por pessoa; para bolsas de 50%, renda de até três salários mínimos.

Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos uma das condições abaixo:

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola particular.

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.

– Ser pessoa com deficiência.

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

Segunda chamada

A segunda lista dos aprovados será divulgada no dia 2 de março. Caso o candidato não seja aprovado novamente, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Calendário Prouni 2018

– Resultado da primeira chamada: 14 de fevereiro.

– Comprovação de informações da 1ª chamada: entre 15 e 23 de fevereiro.

– Resultado da segunda chamada: 2 de março.

– Comprovação de informações da 2ª chamada: entre 2 e 9 de março.

– Prazo para participar da lista de espera: entre 16 e 19 de março.

Isto é 

SEEC/ASSECOM – Na manhã desta sexta-feira (09), a Secretaria de Educação e Cultura do RN, através de decreto do Governador Robinson Faria, prorrogou por dois anos o concurso referente ao edital 001/2015, que oferta vagas para os cargos de professor e especialista em educação, realizado no ano de 2015. O decreto foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Governo do Estado.

O concurso, que estava em vigor desde o dia 8 de março de 2016, quando seu resultado foi publicado também no Diário Oficial, era válido até o dia 8 de março de 2018.

Até outubro de 2017, a Secretaria já havia convocado 4.968 candidatos deste concurso. Só no ano passado, 1.498 professores foram convocados para atuar no ensino de diversas disciplinas nas escolas da Rede Estadual de Educação. Já em 2016 e 2015, foram convocados 1.982 e 1.488, respectivamente.

Os recursos para o pagamento dos candidatos, convocados e ainda não convocados, estão garantidos e são oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação –Fundeb.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) encerrou na última quinta-feira, 8, o cadastramento dos alunos aprovados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Dos 6.322 candidatos convocados, 4.080 compareceram à universidade para cadastro e matrícula, o que representa 64% do total. As vagas remanescentes serão ocupadas pelos convocados na segunda chamada do Sisu, que será divulgado na próxima segunda-feira, 19. O cadastramento e matrícula ocorrem de 21 a 24 de fevereiro em Natal, 21 a 23 em Caicó e nos dias 22 e 23 em Currais Novos e Santa Cruz.

Os novos alunos devem ficar atentos para a confirmação de vínculo, realizada pessoalmente nas coordenações de curso entre os dias 19 e 28 de fevereiro. Não é permitida a confirmação de vínculo a distância ou por procuração, sendo obrigatório o comparecimento do estudante. O não cumprimento da obrigação extingue o vínculo com o curso e a convocação do suplente para preenchimento da vaga.

Outras informações sobre o Sisu na UFRN estão disponíveis em edital, que pode ser acessado no endereço  www.sisu.ufrn.br.

ASCOM – Reitoria/UFRN

Portal MPRN – Nos eventos festivos, a mulher se torna ainda mais alvo de assédio e estupro. Com a proximidade do Carnaval, o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) reforça em seus perfis oficiais nas redes sociais a campanha do #NãoéNão, que ganhou a internet nos últimos dias.

“Carnaval é uma festa de alegria e de liberdade. No entanto, as pessoas não devem confundir isso como uma licença ou salvo-conduto para praticar o assédio contra as mulheres”, comentou a promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Apoio à Mulher Vítima da Violência Doméstica e Familiar (Namvid/MPRN), Érica Canuto, ressaltando que comumente as pessoas, não só os homens, mas também as mulheres, têm muita dúvida sobre o que é assédio e o que é a paquera.

“O limite é justamente a autonomia e a liberdade da mulher. Entendam quando a mulher diz um não como um não. Muitas vezes os homens encaram como sendo a mulher se fazendo de difícil. E aí puxa a mulher, puxa o braço, puxa o cabelo. Quando ela se recusa, ele xinga com palavrões”, pontuou.

Forçar um beijo, passar a mão, encostar. É tudo considerado como assédio, podendo até se configurar estupro, dependendo das circunstâncias. Há também a importunação ofensiva ao pudor e a perturbação e da tranquilidade. De acordo com a representante ministerial com atribuição na defesa dos direitos da mulher, são violações, agressões psicológicas e morais e também agressões contra a dignidade  sexual.

Quando o homem se aproveita do fato de a mulher ter bebido para forçar uma situação de intimidade sexual, esse ato é considerado como um estupro. A promotora de Justiça ainda observou que estar bêbado não atenua a responsabilidade do agressor. “A paquera deixa de ser paquera depois do não. A partir do não, é assédio”, completou.

Denúncia e provas

Em casos de assédio e estupro, as pessoas podem fazer denúncias pelo telefone, no número 180 – discagem gratuita. O número é nacional, mas a denúncia vai para a mesa do promotor e para a mesa das delegadas da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). “Caso não queiram denunciar pelo telefone, podem ir direto à Deam ou à Delegacia de Plantão”, completou.

A promotora ainda sugere que as mulheres tenham sempre à mão o celular, para tentar gravar e filmar. “A violência doméstica é sempre de alguém do convívio da vítima. Porém, o assédio, especialmente no Carnaval, será de uma pessoa desconhecida. E nesse caso, ficará mais fácil localizar e responsabilizar o autor da agressão se a mulher conseguir filmar ou fotografar”, orientou.

Fotos: Márcio Lucas

Dando sequência à entrega do fardamento e livros da pré-escola (4 e 5 anos) o prefeito Fernando Cunha participou da entrega do novo fardamento e dos livros da educação infantil na quarta-feira (7), na creche Marliete Freire, no Campo da Santa Cruz e na Escola Dayse Hall, nas Campinas.

Ontem, quinta-feira (8) a entrega da farda e do material aconteceu na escola Manoel Luís de Araújo, em Lagoa Seca e no CMEI Damiana França, em Canabrava. Na ocasião, o prefeito esteve ao lado do secretário municipal de Educação, Domingos Sávio e do vereador Netinho França.

O senhor Josivaldo, morador de Cana Brava, tem um filho que estuda no CMEI do distrito e que recebeu o material escolar nesta quinta-feira.
Na oportunidade da entrega, Josivaldo afirmou sobre a creche inaugurada em 2017 e o material. “É importante o investimento em educação. Melhorou a qualidade do ensino, professores bem qualificados. Quem ganha com isso é toda a comunidade. Acho muito importante. Quero agradecer ao prefeito e parabenizar por esta iniciativa muito importante para o futuro de nossos filhos”, afirmou.

A senhora Maria Joseane, moradora do bairro Lagoa das Pedras também elogiou o novo material durante a entrega da quarta-feira (7). “Eu não tinha visto isso ainda. É de uma importância muito grande para os estudantes”, disse.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está com inscrições abertas para o Processo Seletivo de bolsista do Projeto Giga Metrópole, para estudantes da UFRN, Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Para participar da seleção os interessados devem ter cursado Redes de Computadores; ou estar cursando na UFRN (a partir do 4° período), no IFRN (a partir do 3° período) ou EAJ (a partir do 3° período) os cursos: Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia de Telecomunicações, Ciências e Tecnologia, BTI, Sistemas de Informação, Engenharia de Software e Design, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Redes de Computadores, Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas; além de não possuir reprovações em disciplinas.

Estão sendo oferecidas três vagas no turno da manhã, para trabalhar no Ponto de Presença da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (POP) do Rio Grande do Norte, com carga horária semanal de 20 horas. O valor da bolsa é de R$ 600 e a duração é de seis meses, podendo ser prorrogada por igual período.

As inscrições são realizadas através da entrega do currículo impresso com histórico acadêmico atualizado do candidato, na secretaria do POP, localizado no Centro de Convivência do Campus da UFRN, em horário comercial, das 8 às 12h ou das 14 às 18h até o dia 23 de fevereiro. Mais informações podem ser obtida através do edital disponível aqui.

Agecom/UFRN

Termina hoje (7) o prazo para que os candidatos aprovados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) façam a matrícula na instituição escolhida. Também é o último dia para os candidatos que pretendem concorrer a uma vaga na lista de espera manifestar interesse.

Para isso, o estudante deve consultar o boletim do candidato na página do Sisu. A convocação desses candidatos pelas instituições será feita a partir de 9 de fevereiro.

Este ano são ofertadas 239.716 vagas em 130 instituições, sendo 30 instituições públicas estaduais e 100 públicas federais.

O Sisu é o ambiente virtual criado pelo Ministério da Educação para selecionar estudantes para vagas em instituições de educação superior com base nas notas registradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Podem concorrer todos os que fizeram as provas do Enem em 2017 e obtiveram nota acima de zero na redação.

EBC

Estudo está sendo desenvolvido em parceria com empresas do setor florestal.

EAJ/UFRN – Em três hectares, a Escola Agrícola de Jundiaí testa 10 tipos de clones de eucalipto provenientes das maiores empresas florestais do Brasil a fim de entender o nível de tolerância desses materiais genéticos aos estresses hídricos, climáticos e abióticos. O experimento é único no Rio Grande do Norte e pretende colaborar com a viabilidade do uso de uma espécie exótica que, certamente, irá colaborar com a oferta de madeira para os diversos setores que utilizam-se de base florestal.

De acordo com o Professor Doutor Gualter Guenther Costa da Silva, o projeto começou em 2013 em parceria com o Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (IPEF). “O projeto Techs, significa tolerância de eucaliptos clonais sob estresse hídrico, climáticos e abióticos, é a única área experimental do tipo montada em uma Universidade no Brasil, e começou em 2013 a partir de um convite do professor Prof. Dr. José Luiz Stape”, explica Gualter.

“O Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais queria desenvolver áreas experimentais para análise dos principais estresses ambientais que afetam a eucaliptocultura e como os distintos materiais genéticos respondem frente aos mesmos, para tanto, foi criada na Área de Experimentação Florestal da EAJ, criada em 2010 pelos Profs. Alexandre Santos Pimenta e José Augusto Santana, uma área para o desenvolvimento do projeto Techs onde foram implantados os melhores clones de cada empresa florestal do país com uma enorme variedade genética para análise. O projeto conta com a atuação de estudantes de graduação e pós-graduação da UFRN nas áreas das Engenharias Agronômica e Florestal”, completa o Professor Gualter Guenther.

Segundo o IPEF, a seleção dos locais das áreas experimentais do TECHS foi detalhadamente planejada, visando otimizar a instalação dos sítios com base em um mapa climático do Brasil em nível do hectare. Cada sítio do TECHS foi classificado em Tropical ou Subtropical e a partir disso foi selecionado que tipo de clone seria enviado para cada unidade.

Pesquisa

Para Stephanie Hellen Barbosa Gomes, 21 anos, graduanda em Engenharia Florestal a vivência de campo na Área Experimental Florestal da EAJ é muito engrandecedora para a formação profissional. “A vivência na Área Experimental permite que nós estudantes de graduação possamos ter uma atuação no campo, o que é muito importante para a nossa atuação profissional. Na Área Experimental da EAJ analisamos o desenvolvimento dos clones de eucalipto sob nossas condições climáticas, avaliando altura, índice de massa seca, índice de área folear, volume de madeira e como o espaçamento do plantio afeta esses materiais genéticos”.

Orientando alunos de graduação e pós graduação, a Professora Doutora Rosimeire Cavalcante dos Santos destaca a importância da área experimental para o desenvolvimento de pesquisas. “Aumentar a produtividade e a rentabilidade é essencial para as empresas, a partir dos estudos desenvolvidos na Área Experimental entregamos as análises que elas precisam para atingir os resultados desejados com maior eficiência”.

“A cada seis meses, a EAJ desenvolve análises dos clones implantados na área experimental e envia os dados ao IPEF, determinando não só o crescimento, mas os fluxos de carbono, água e nutrientes, assim como a produtividade em lenho e qualidade da madeira, para caracterizar e explicar o comportamento diferenciado entre os materiais testados. Os estudos são submetidos à análise do programa Techs e do Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais para apreciação, e depois encaminhados às empresas proprietárias dos clones”.

Oportunidade de Investimento

Segundo o último relatório da Indústria Brasileira de Árvores (IBA), apenas o segmento agroindustrial florestal gerou PIB de R$ 69,1 bilhões em 2015, equivalente a 1,15% do PIB brasileiro do mesmo ano. Esse grupo exportou US$ 9 bilhões em 2015, equivalentes a 4,7% das vendas externas totais do setor, o que mostra que o mercado do eucalipto está em alta no Brasil e pode ser uma boa oportunidade de investimento para agricultores.

“O plantio de eucaliptos pode ser facilmente integrado à agricultura, para que o agricultor tenha a oportunidade de ampliar sua renda. É uma atividade que não interfere na produção agrícola e pode ajudar a melhorar o aproveitamento do solo. Os estudos que desenvolvemos no Techs na EAJ são uma base importante para aquele produtor que quer ampliar o seu negócio e necessita de orientação”, pontua o Professor Gualter Guenther.

“Além disso, o eucalipto é uma das espécies florestais que mais produz carbono e madeira, e poderia ser utilizado pela indústria ceramista, diminuindo assim o uso da mata nativa. Em outras regiões do nosso país, a indústria tem utilizado madeira de floresta plantada, e o mesmo poderia ser feito aqui”, completa Gualter.”

ASSECOM/PMM – Na tarde desta terça-feira (06), o prefeito Fernando Cunha, ao lado do secretário municipal de Educação, Domingo Sávio, visitou as creches municipais Eunice Eugênia, no Conjunto Monte Líbano, e Câmara Cascudo, na região central da cidade de Macaíba.

O objetivo dessas visitas foi dar início à entrega das camisas do novo fardamento da rede municipal e dos novos livros didáticos do Ensino Infantil para o ano letivo 2018.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Educação de Macaíba, serão aproximadamente 10 mil camisas distribuídas para os alunos da rede municipal das modalidades de Ensino Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos – EJA.

Com relação ao novo material didático do Ensino Infantil, Pré-escola, Níveis IV e V, serão disponibilizados 1,6 mil kits de livros, adquiridos com recursos próprios, beneficiando milhares de crianças da faixa etária de 4 a 5 anos matriculadas na rede municipal. A entrega prossegue no decorrer desta semana nas demais unidades de ensino da cidade.

Na manhã desta segunda-feira (05), o prefeito de Macaíba, Dr. Fernando, foi até a Vila Olímpica da cidade juntamente com uma comitiva da Marinha do Brasil, composta pelo Capitão de Corveta Ricardo Bittencourt da Silva, que também é comandante da Estação Radiogoniométrica (ERMN), pelo Capitão-Tenente Luciano Bispo da Silva e pelo Sargento Evandro Pereira Araújo.

Lá, o gestor municipal mostrou aos militares os diversos espaços esportivos que a Vila dispõe para crianças e adolescentes da cidade, a exemplo dos campos de futebol, quadras de beach soccer e de futebol society e o ginásio de ginástica olímpica.

ASSECOM-PMM

As matrículas para a rede estadual de ensino entram na reta final. Os estudantes que deixaram a realização de sua matrícula, no ano letivo de 2018, para última hora, devem se apressar pois o período de solicitação de vagas encerra na próxima sexta-feira, 9 de fevereiro. Até sexta-feira (02), 193 mil alunos já haviam confirmado a matrícula.

O procedimento pode ser realizado pela internet, através do aplicativo Matrícula Escolar RN, lançado em janeiro pela Secretaria de Educação do RN. O app, que está disponível para download na Play Store, possibilita ao aluno realizar sua matrícula pelo aparelho celular, sem enfrentar filas.

Outro meio para realizar a matrícula é acessando o portal SigEduc (www.sigeduc.rn.gov.br). Nas duas plataformas, o estudante deve escolher o tipo de ensino que deseja ingressar, se for ensino médio – terá como opções o ensino médio regular e o integral –, o turno a ser cursado e preencher os dados pessoais solicitados para a realização da matrícula. Após concluir esse processo, o estudante deve imprimir o comprovante de solicitação e aguardar o processamento da matrícula. Com o deferimento em mãos, os alunos têm até 5 dias corridos para comparecer à escola com os documentos e efetivar a matrícula.

O estudante, pais ou responsáveis também podem se dirigir até a escola escolhida, ou até Diretoria Regional de Ensino onde a escola é vinculada ou ainda, a Central de Atendimento da Secretaria de Educação. Nesses locais é possível esclarecer dúvidas e receber suporte técnico para efetivar a matrícula na rede estadual do ensino.

A Central de Atendimento funciona de segunda à sexta, das 8h às 17h, e está localizada no andar térreo da Secretaria de Educação e Cultura do RN, no centro administrativo do RN.

SESEC/ASSECOM

Brasilia – Alunos aguardam abertura dos portões no Uniceub, para prova do Enem (Valter Campanato/Agência Brasil)

Termina na próxima quarta-feira (7) o prazo para os candidatos ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que pretendem concorrer a uma vaga em instituições de educação superior na lista de espera manifestarem seu interesse. A convocação desses candidatos pelas instituições será feita a partir de 9 de fevereiro.

Para manifestar o interesse na lista de espera, o estudante deve consultar o boletim do candidato na página do Sisu. Os candidatos também podem acompanhar sua inscrição pelo aplicativo para celulares, onde podem ser acessadas as classificações parciais e notas de corte, além do resultado final e a lista de aprovados.

Também termina na quarta-feira o prazo para matrículas na chamada regular do Sisu. Este ano são ofertadas 239.716 vagas em 130 instituições, sendo 30 instituições públicas estaduais e 100 públicas federais.

O Sisu é o ambiente virtual criado pelo Ministério da Educação para selecionar estudantes para vagas em instituições de educação superior com base nas notas registradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Podem concorrer todos os que fizeram as provas do Enem em 2017 e obtiveram nota acima de zero na redação.

Agência Brasil

Foto: Cícero Oliveira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) começa nesta segunda-feira, 5, o cadastramento e matrícula dos candidatos convocados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que devem apresentar os documentos requeridos para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na instituição. Os aprovados nos campi de Natal e Macaíba serão cadastrados entre os dias 5 e 8, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal. Para os demais campi, o cadastramento ocorre de 6 a 8 no Centro Regional de Ensino Superior (CERES) de Caicó e entre os dias 7 e 8 nos campi de Currais Novos e Santa Cruz, que recebem os aprovados nos respectivos locais.

O atendimento aos candidatos acontece das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, com divisão por datas e turnos específicos para cada curso da UFRN. A coordenadora geral do cadastramento, Andressa Medeiros Albuquerque, ressalta que devem comparecer tanto os aprovados para o primeiro como para o segundo semestre, mas estes últimos serão matriculados apenas de 19 a 21 de julho. “É importante ler com atenção a lista de documentos necessários para o cadastramento, que pode ser realizado por meio de procuração. Já a confirmação de vínculo deve ser efetuada pessoalmente pelos estudantes nas coordenações dos respectivos cursos, de 19 a 28 de fevereiro”, alerta.

O cadastramento deste ano também terá bancas de validação dos candidatos classificados para as vagas reservadas às pessoas com deficiência, incluídas pela primeira vez no Sisu. Na UFRN, os 367 aprovados nesse grupo deverão apresentar os termos, exames e laudos comprobatórios para análise da banca, que irá emitir um parecer final relativo à deficiência alegada. Caso o cadastramento seja realizado por meio de procurador, o candidato deverá submeter-se à avaliação da banca em data agendada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd).

Os documentos necessários, horários de cadastramento e outras informações estão disponíveis em edital, que pode ser acessado no endereço  www.sisu.ufrn.br.

Lista de espera

Espera-se que 60% das 6.923 vagas disponíveis na UFRN sejam preenchidas no cadastramento dos aprovados na primeira chamada do Sisu. Os candidatos que não foram convocados têm até o dia 7 de fevereiro para manifestar no site www.sisu.mec.gov.br o interesse em participar da lista de espera, que será utilizada para preenchimento das vagas remanescentes. O resultado da segunda chamada será divulgado em 19 de fevereiro, já o cadastramento e matrícula ocorrem de 21 a 24 de fevereiro em Natal, 21 a 23 em Caicó e nos dias 22 e 23 em Currais Novos e Santa Cruz.

ASCOM/UFRN

O prazo para estados e municípios aderirem ao Programa Mais Alfabetização foi prorrogado para 15 de fevereiro. A data anterior para o fim do período de adesão era ontem (2).

A adesão deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação, As escolas terão prazo até 16 de fevereiro para fazer sua inscrição no programa.

O programa foi criado para apoiar escolas no processo de alfabetização dos estudantes de todas as turmas do primeiro e do segundo anos do ensino fundamental.  A proposta consiste em reforçar o trabalho do professor com a participação de um assistente, a fim de aprimorar a experiência dos alunos nas áreas de leitura, redação e matemática. Os assistentes serão estudantes de pedagogia e licenciatura. A previsão é que o programa esteja funcionando em março. Serão investidos R$ 200 milhões para o pagamento dos assistentes pedagógicos.

A expectativa é atender a 4,2 milhões de alunos em aproximadamente 200 mil turmas espalhadas pelo Brasil. O repasse será feito por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e os auxiliares receberão R$ 150 por mês para cada turma em que atuarem, podendo acumular até oito turmas. Não há vínculo empregatício. Os candidatos a assistente devem, obrigatoriamente, passar por um processo de seleção elaborado pelos municípios.

O programa Mais Alfabetização faz parte da Política Nacional de Alfabetização, lançada pelo MEC em 2017 para combater a estagnação dos baixos índices registrados pela Avaliação Nacional de Alfabetização. O conjunto de iniciativas terá investimento total de R$ 523 milhões.

EBC

O Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-rio-grandenses (NCCEN) está com inscrições abertas, até o dia 20 de fevereiro, para os interessados em participar de seleção para Curso de Especialização em Literatura e Cultura do Rio Grande do Norte.

O Curso oferece 66 vagas, das quais seis são destinadas aos servidores da UFRN. As inscrições devem ser feitas via Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), seguindo as abas Lato Sensu > Processos Seletivos, preenchendo o formulário disponível e anexando os documentos solicitados.

A taxa de inscrição é de R$ 50. A seleção é direcionada para graduados em Letras e áreas afins e será feita com base na análise do currículo dos candidatos. Outras informações podem ser conferidas neste edital.

Agecom/UFRN

Gestor municipal esteve acompanhado por vereadores e pelo secretário municipal de Educação

Acompanhado pelo vice-prefeito Auri Simplício, pelo presidente da Câmara Municipal vereador Gelson Lima, pelas vereadoras Dadaia Ribeiro e Ana Catarina, e pelo secretário municipal Domingos Sávio, o prefeito Fernando Cunha compareceu na abertura da Semana Pedagógica 2018 da Rede Municipal de Ensino de Macaíba, em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (01/02) no Arco-Íris Recepções.

Um bom público composto por dezenas de gestores escolares, professores e coordenadores pedagógicos esteve presente no ensejo.

A Semana Pedagógica é realizada todos os anos e constitui-se em um momento para que esses profissionais reflitam e avaliem o trabalho que vem sendo desenvolvido nas escolas municipais, com ênfase nas práticas cotidianas das salas de aula, visando planejar as melhores ações para o novo ano letivo que está prestes a ser iniciado.

Além disso, são abordados diversos outros temas pertinentes à relação entre as unidades escolares e a Secretaria Municipal de Educação.

Assecom-PMM