Curiosidades Arquivo

Ela terminou com o noivo Yugnir Ângelo no início do mês

Dez dias após o anúncio do término do noivado com o empresário Yugnir Ângelo, a cantora sertaneja Marília Mendonça foi vista aos beijos com um ator na noite do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (23).

De acordo com o jornalsita Léo Dias, do “Fofocalizando”, o ator é o carioca Matheus Corcione, de 25 anos. Ele vive o personagem Téo no filme “Chocante”, que estreia em outubro nos cinemas, e também participa do programa “Ferdinando Show” do Multishow.

No Instagram da cantora, Matheus já apareceu comemorando o aniversário de um amigo de ambos. No último dia 6 de agosto, o ator publicou uma foto ao lado de Marília Mendonça com a lengenda “não desafina ao vivo”.

Marília viveu um relacionmento de dois anos com o empresário Yugnir Ângelo, até a separação no início do mês. De acordo com a assessoria da cantora, o casal, que planejava se casar em 2018, terminou o noivado de maneira “tranquila” e sem brigas.

Polêmica com ex

Quem não gostou nada do novo casal foi a ex-namorada de Matheus, a estudante Marina Marques. Ela alega que os dois tinham um relacionamento e que está inclusive gravida do ator, de acordo com o portal Extra.

“Estamos grávidos sim! De 4 meses. E depois disso tudo, mais que nunca terminados”, disse Marina. “Eu não sabia que ele tinha ficado com Marília. Soube de uma maneira brutal. Fui muito exposta. Ele não teve zelo pela relação, seja ela qual for”, desabafou a moça.

A estudante disse que recebia mensagens de Matheus enquanto ele se relacionava com a cantora. Os dois iniciaram um namoro em março de 2016, e tiveram uma relação cheia de indas e vindas, até que Marina engravidou.

Mídia Max

Uma jiboia com cerca de três metros de comprimento foi capturada, nessa quinta-feira (17), por policiais do Batalhão Ambiental da Polícia Militar em um terreno entre os bairros do Geisel e Cuiá, na Zona Sul de João Pessoa.

De acordo com a Ambiental, por ser de grande porte, a cobra precisou ser segurada por três policiais antes de ser condicionada em uma gaiola.

O animal foi encaminhado ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), onde vai ser avaliado e passará por um período de quarentena, antes de ser solto na natureza.

Portal Correio

A Pantys lançou quatro modelos de calcinhas – tanga, biquíni, clássica e “hot pant – com preços que variam de R$ 75 a R$ 95 no site da marca

A calcinha absorvente se tornou mais conhecida no Brasil em novembro de 2016, quando a chef Bela Gil contou que as usava no lugar de absorventes comuns e coletores menstruais. Na época, ela contou que comprava a roupa íntima no exterior.

Agora, foi lançada a primeira marca brasileira especializada no produto, a Pantys, que produz calcinhas com tecido antimicrobiano com bloqueador de odores. Ela possui apenas 1/3 da espessura de um absorvente padrão, absorve o equivalente a dois absorventes externos, é reutilizável, pode ser lavada na máquina e dura até dois anos. A recomendação é de usá-la de 6 a 10 horas, nos dias de fluxo intenso, e o dia todo nos dias de fluxo leve.

Uma das bandeiras que a marca levanta é a da sustentabilidade. É estimado que, durante a vida, as mulheres tenham cerca de 450 ciclos menstruais, descartando 150 quilos de absorventes. Com as calcinhas, o lixo gerado é reduzido drasticamente.

A Pantys lançou quatro modelos de calcinhas – tanga, biquíni, clássica e “hot pant – com preços que variam de R$ 75 a R$ 95 no site da marca.

O Tempo

Imagine a seguinte cena: você está acompanhando sua esposa grávida no hospital e acaba saindo de lá operado de hemorroidas por engano. Parece filme. Mas aconteceu na vida real.

Uma confusão no hospital de Shenyang Hunnan Xinqu, na China, fez com que um homem passasse por uma cirurgia de hemorroidas por engano enquanto esperava a mulher dele dar à luz. Identificado apenas como Wang, o rapaz foi confundido com outro paciente que estava aguardando pelo procedimento.

O hospital justificou ao jornal Peoples Daily Online, dizendo que só tem duas salas de operação e que Wang foi encaminhado para aquela que serviria para realizar o parto da esposa. A mulher, no entanto, ainda estava em preparação em outra sala. Neste momento, um médico chega e pede para que ele tire as calças e deite na mesa de operação.

“Foi estranho. Eu perguntei o motivo disso e ele apenas disse: ‘Faça o que eu estou mandando’, disse Wang ao jornal. O médico aplicou a anestesia e realizou o procedimento para remover as hemorroidas. “Quando estava na mesa de operações, ouvi um bebê chorando e fiquei muito feliz”, contou.

O hospital percebeu o erro e ofereceu a Wang a quantia de cerca de R$ 2,5 mil como compensação, mas eles ainda estão em negociação.

A jovem americana Kaylee Moats, de 22 anos, descobriu aos 18 que nasceu sem vagina. Ela foi após ser diagnosticada com a síndrome de Rokitansky e abriu um financiamento coletivo para arrecadar 15 mil dolares (cerca de R$48 mil) para poder fazer uma cirurgia que constroi uma abertura vaginal em seu corpo.

A síndrome causa a inexistência ou uma má formação do órgão sexual e atinge uma a cada 5 mil mulheres no mundo. Além disso o útero também não se desenvolve.

A jovem decidiu pedir ajuda financeira externa após ter o procedimento negado pelo seu seguro de saúde, que alegou não ser um tratamento para salvar vidas. Desde que começou a vaquinha online, Kaylee já arrecadou o equivalente a mais de R$12 mil.

“Estou triste por não poder ter filhos. Isto faz me sentir menos mulher, porque não consigo fazer o que as mulheres estão aptas a fazer”, disse em entrevista à Barcroft TV.

O problema só veio à tona por conta da ausência da menstruação aos 18 anos. Ela resolveu ir ao médico, que descobriu que a garota não tinha útero, colo do últeo e nem a abertura vaginal. A demora para perceber o problema acontece porque a vulva se desenvolve normalmente.

“Meu próximo passo é fazer essa cirurgia de reconstrução vaginal. Assim eu posso estar apta a fazer relações sexuais com meu futuro marido ou mulher”, explicou.

Correio 24 horas

Reprodução/Facebook/Bolhas em Foco

A estátua de uma santa está causando comoção no Sul do Brasil. Encontrada na Ilha do Arvoredo, na costa do litoral de Santa Catarina, a imagem de Nossa Senhora, que representa o Sagrado Coração de Maria, foi achada de forma impressionantemente intacta no fundo do mar.

Uma das primeiras pessoas a registrar a estátua, a fotógrafa subaquática Cibele Sanches afirmou ao portal UOL que, pelo posicionamento da estátua, ela foi colocada no local de maneira premeditada. Isso porque a imagem se encontra presa em uma rocha.

Segundo ela, qualquer mergulhador pode ter colocado a imagem lá. O local é muito frequentado pelos praticantes de mergulho e, por isso, Cibele é cética em relação a qualquer milagre. Apesar disso, ninguém ainda se identificou como responsável pelo ato.

Para frequentadores da Ilha do Arvoredo, no entanto, o que para muitos é um milagre não passa de poluição ambiental. “Esse tipo de prática precisa ter autorização para acontecer. O ideal seria tirar as coisas do fundo do mar, e não colocar”, explicou Cibele ao UOL.

A imagem não foi retirada de lá por estar fora da reserva biológica da região. Assim, mergulhadores que quiserem ver a ‘santa submarina’ só precisam ir até o local com o equipamento adequado.

Yahoo

A Globo está apostando alto na personagem Ivana, vivida por Carol Duarte em “A Força do Querer”. A transformação de sua personagem, transgênero, e que passará a se chamar Ivan, é tida como ponto alto da trama.

Os detalhes da cena, inclusive, são guardados a sete chaves. Prevista para ir ao ar no capítulo 130, no próximo dia 31, a transformação será gravada horas antes de sua exibição.

Um forte esquema de segurança está sendo feito nos Estúdios Globo para que imagens da atriz na nova fase da trama não seja vazada. Somente Glória Perez, autora da novela, e o diretor Rogério Gomes, além da atriz, é quem sabem os detalhes da gravação.

Super Pride

A imagem de um pai participativo ainda causa estranhamento na sociedade brasileira. Homens que cuidam da casa, dos filhos e dos interesses particulares chegam, muitas vezes, a ganhar espaço na mídia como exemplos por desenvolver tarefas que, em geral, fazem parte da rotina das mulheres. O desempenho desses papeis faz parte da cultura e está, inclusive, nas leis. Uma das regras que expressam essa diferença é a licença-paternidade. Enquanto as mães com carteira assinada têm entre quatro e seis meses garantidos para se dedicar à criação dos filhos, a maior parte dos pais na mesma situação de emprego conta com apenas cinco dias.

“Já é um recado de que quem tem que cuidar é a mãe. Isso faz com que a maioria das famílias já se configure a partir disso e não questione essa desigualdade, inclusive porque, muitas vezes, elas não têm capacidade, até financeira, de fazer diferente”, diz Roger Pires, jornalista, realizador audiovisual e pai de Lourenço, de 1 ano. Participante do Movimento Paterno, grupo que reúne pais em Fortaleza, ele lançou, neste Dia dos Pais, o curta 5 dias é pouco, feito para reivindicar o aumento da licença-paternidade no Brasil. O grupo considera que o tempo maior de afastamento do trabalho é um direito do pai, dos bebês e das mães.

De acordo com a Constituição Federal, o prazo da licença-paternidade é de cinco dias. Antes da aprovação da Carta Magna, valia o disposto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que desde 1967 inclui no rol dos direitos trabalhistas a possibilidade de o empregado não comparecer ao trabalho, sem prejuízo do salário, por um dia, em caso de nascimento de filho.

A defesa da divisão igualitária da tarefa de cuidar de uma criança levou a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) a propor o compartilhamento da licença-maternidade entre pai e mãe, com a divisão dos dias de afastamento. A proposta de emenda à Constituição (PEC) 16/2017 altera o Artigo 10 do Ato das Disposições Constitucionais e Transitórias da Constituição Federal para incluir a possibilidade de a licença ser exercida em “dias correspondentes aos da licença-maternidade, quando a fruição desta licença poderá ser exercida em conjunto pela mãe e pelo pai, em períodos alternados, na forma por eles decidida”. Um dos argumentos para a mudança é a maior participação das mães no mercado de trabalho hoje.

A PEC foi remetida à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e, desde abril, aguarda a designação de um relator. A proposta busca refletir mudanças no mundo do trabalho, destacadamente a maior participação das mulheres no mercado, e tem como base a experiência de diversos países. Segundo os argumentos da PEC, o compartilhamento da licença é adotada, por exemplo, na Noruega, na Suécia, na Finlândia e na Espanha.

Ler mais…

Sacerdote fez revelação em documentário sobre a vida da travesti Luana Muniz

Foi notícia em toda mídia no passado, o relato do padre Fábio de Melo sobre seu encontro e fotografia com a travesti Luana Muniz na quadra da Mangueira.

Mais recentemente, em entrevista ao documentário “Luana Muniz – A Filha da Lua”, Fábio voltou a tocar no assunto e revelou que até hoje não consegue apagar as mensagens de voz da travesti, que foi morta em maio deste ano aos 63 anos.

A entrevista só poderá ser vista na íntegra no documentário que será exibido dia 12 no TV Bar, em Copacabana e dia 17 no Festival Maranhão na Tela. De qualquer forma, um dos diretores do filme, Rian Córdova, falou sobre o momento: “Na entrevista, ele revela como ficaram amigos. Embora tenham pontos de vista diferentes, eles têm em comum o amor ao próximo. A vida do padre Fabio repercute, às vezes, de maneira cruel pelas pessoas que são conservadoras, que não compreendem o jeito de ele ser padre como amigo da humanidade, independente de qual seja a opção de vida ou sexual. Foi surpreendente, e ele deu seu recado.”

Super Pride

O genoma do vírus Zika, coletado no organismo de mosquitos do gênero Culex, foi sequenciado por cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco. Com o sequenciamento, foi descoberto que o vírus consegue alcançar a glândula salivar do animal, o que indicaria, segundo a instituição, que o pernilongo pode ser um dos transmissores do vírus Zika.

Os resultados foram publicados hoje (9) na revista Emerging microbes & infections, do grupo Nature. O artigo é intitulado “Zika virus replication in the mosquito Culex quinquefasciatus in Brazil” e pode ser encontrado na íntegra na internet.

Os mosquitos do gênero Culex foram colhidos na Região Metropolitana do Recife, já infectados. A equipe do Departamento de Entomologia da instituição conseguiu, então, comprovar em laboratório que o vírus consegue se replicar dentro do mosquito e chegar até a glândula salivar. Foi fotografado por microscopia eletrônica, também pela primeira vez, a formação de partículas virais do Zika na glândula do inseto.

Também foi comprovada a presença de partículas do vírus na saliva expelida do Culex, coletadas pelos cientistas. De acordo com a Fiocruz, o artigo “demonstra” a possibilidade de transmissão do vírus Zika por meio do pernilongo na cidade. Será analisado agora “o conjunto de suas características fisiológicas e comportamentais, no ambiente natural, para entender o papel e a importância dessa espécie na transmissão do vírus Zika”, como informou a instituição em seu comunicado.

O genoma do zika já havia sido sequenciado em 2016 pelo Departamento de Virologia e Terapia Experimental da Fiocruz Pernambuco, em parceria com pesquisadores da Universidade de Glasgow, mas na ocasião foi usada uma amostra humana. Esse sequenciamento é uma espécie de mapa de cada gene que forma o DNA do vírus. Agora, pela primeira vez no mundo, o mapeamento é feito a partir do mosquito.

Agência Brasil

O aplicativo de mensagens WhatsApp poderá lançar sua própria ferramenta para pagamentos ou transferências de dinheiro dentro do aplicativo, indica uma imagem encontrada na versão beta 2.17.295 do app para o Android.

Além do nome “WhatsApp Payments”, da ilustração de um personagem segurando um cartão e da indicação que o sistema dependerá de bancos para funcionar, não há qualquer indicação por parte da empresa sobre como o recurso será implementado.

Segundo a WABetaInfo, responsável pela descoberta da imagem, a novidade deve chegar aos usuários assim que a nova versão do app para empresas e marcas estiver concluída – estratégia que se encaixa nos planos de monetização do aplicativo.

Apesar do recurso ser novidade do WhatsApp, vale destacar que o Facebook Messenger já tem uma função similar há algum tempo. Em regiões como a China, o uso de aplicativos móveis de mensagem para transferência de dinheiro é uma realidade a bastante tempo, com serviço como o WeChat.

The Enemy

O Ministério da Saúde lançou, nesta sexta-feira (4), um documento voltado a orientar pais e empresas sobre os benefícios da licença-paternidade estendida. Os pais, com a Lei 13.257/2016 (Marco Legal da Primeira Infância), podem prorrogar de 5 para mais 15 dias o período desde que seja comprovado o seu envolvimento no desenvolvimento do bebê.

A maior ligação do homem com a criação do filho e sua aproximação com a mulher é o foco da campanha nacional de amamentação deste ano.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explica que busca-se apoiar os pais que são motivados a estar mais próximos das crianças, “para que possam cada vez mais auxiliar as mães, criando um ambiente de conforto e condições adequadas para esta prática tão importante, que é a amamentação”, ressaltou. A amamentação é capaz de reduzir em 13% a mortalidade por causas preveníveis em crianças menores de 5 anos.

Para ter direito à licença-paternidade estendida, os pais precisam entregar os seguintes comprovantes: declaração do profissional de saúde informando a participação do pai no pré-natal, nas atividades educativas durante a gestação ou sua visita à maternidade.

Portal Brasil

 

 

Foi detido e levado para a delegacia de polícia da cidade de Dourados distante 225 quilômetros de Campo Grande, nesta terça-feira (25), um homem de 33 anos flagrado fazendo sexo com uma égua.

O dono do animal teria deixado a égua em um terreno de área militar para pastar, quando ao voltar flagrou o homem fazendo sexo com seu animal. Ele acionou a polícia que encontrou o autor embriagado praticando o ato.

Ele foi detido e levado para a delegacia de polícia e autuado por ato obsceno. Zoofilia é uma tendência patológica para praticar sexo com animais.

Mídia Max

Para uso recreativo

Nesta quarta-feira (19) começará no Uruguai a venda ao público de maconha para uso recreativo em um grupo de farmácias locais, anunciou o governo nesta sexta-feira (14).

Em um comunicado da presidência foi ratificado que o Instituto de Regulação e Controle da Cannabis (IRCCA) resolveu implementar a venda controlada de maconha em farmácias a partir de 19 de julho, a mesma data que os meios uruguaios haviam especulado.

“Até a data, 16 farmácias aderiram ao sistema e cumprem todos os requisitos exigidos pelo Instituto, garantindo as disposições estabelecidas” na lei aprovada em 2013 para regular a produção e venda da erva.

O cronograma para a venda de maconha ao público em farmácias foi o ponto mais conflitivo e complexo dessa lei, apresentada e aprovada durante o mandato do ex-presidente de esquerda José Mujica (2010-2015) como estratégia de luta contra o narcotráfico.

A legislação habilita três vias para ter acesso à cannabis: cultivo em lares, cultivo cooperativo em clubes e venda em farmácias de maconha produzida por empresas privadas controladas pelo Estado.
Segundo meios locais, uma das principais redes de farmácias do Uruguai, San Roque, teria desistido de se juntar ao registro oficial de locais que venderão maconha regulada pelo Estado ao considerar que o processo foi “desleixado”.

O IRCCA contabiliza, desde que se iniciou o processo de inscrição em 2 de maio, cerca de 4.700 pessoas registradas para comprar maconha. A população do Uruguai é de 3,4 milhões de habitantes.

Os farmacêuticos estão céticos em relação à rentabilidade do negócio. Cada pessoa inscrita tem direito a comprar 40 gramas mensais, a US$ 1,30 a grama.

Mídia Max

O vereador Álvaro Teixeira, do município de Juru, Paraíba, está ganhando fama na internet após uma notícia que narra que ele teria matado uma cobra com seus próprios dentes, depois de ser picado por ela. O fato aconteceu no dia 13 de julho em seu próprio sítio, quando ele estava cortando palma. Em seguida, o edil teria ido para o hospital para se medicar.

Juru em Destaque