Blog Arquivo

Carro capotou ao fugir da PRF. (Foto: Divulgação)

Foram apreendidos 834 quilos da droga

Um homem de 43 anos morreu por volta das 5 horas deste sábado (17), em um acidente na BR-163, em Eldorado – a 440 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, o homem estava em um veículo carregado com mais de 800 quilos de maconha. Ele fugiu de uma abordagem policial e capotou o veículo.

O condutor do carro foi identificado como Geles Zucoloto Thomazini. Ele estava em um veículo Jetta, com placas adulteradas, e não obedeceu à ordem de parada da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Ele fugiu em alta velocidade e foi perseguido pelos policiais rodoviários.

No KM 53 da rodovia, Thomazini tentou ultrapassar um caminhão e perdeu o controle do veículo. O carro capotou e o condutor morreu no local. Dentro do carro foram encontrados 834 quilos de maconha.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Eldorado.

Midiamax

Rio de Janeiro – Presidente da República, Michel Temer, participa de Reunião de trabalho sobre segurança ( Alan Santos/PR)

Após reunião realizada hoje (17) no Palácio Guanabara, sede do governo do estado do Rio de Janeiro, para tratar da intervenção militar no estado, o presidente da República, Michel Temer, anunciou a criação do Ministério da Segurança Pública. Ele não respondeu perguntas da imprensa e não falou quem assumiria a nova pasta.

“Nós não vamos parar por aí. Muito brevemente, na próxima semana ou na outra no mais tardar, eu quero criar o Ministério Extraordinário da Segurança Pública, que vai coordenar a segurança pública em todo o país, evidentemente sem invadir as competências de cada estado federado”, disse o presidente.

Temer destacou a união de esforços e a concordância do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, com a intervenção. “A situação do Rio de Janeiro cria também problemas em outros estados, porque se as coisas desanda aqui a tendência é desandar no resto do país”, acrescentou.

Participaram do encontro o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles; e da Secretaroa-Geral da Presidência da República, Moreira Franco; o general  Walter Braga Netto, nomeado interventor da área de segurança publica no estado; e outros oficiais militares. Eles trataram do planejamento da intervenção militar que foi determinada em decreto presidencial assinado ontem (16).

O secretário de estado de segurança Roberto Sá foi afastado do cargo e o general Walter Braga Netto será, na prática, quem cuidará de todas as questões ligadas à segurança pública. O decreto já está em vigor mas precisará ser confirmado pelo Congresso para seguir valendo.

Agência Brasil

Foto: José Aldenir/Agora Imagens

Sindicato dos rodoviários enviou comunicado ao Seturn informando sobre a suspensão de paralisação em Natal; reforma da previdência e o reajuste salarial eram os pontos de protesto da categoria

Agora RN – O Sindicato dos Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro) anunciou neste sábado, 17, a suspensão da paralisação do sistema público de transporte de Natal prevista para a segunda-feira, 19. De acordo com a entidade classista, toda a frota irá circular normalmente.

O sindicato enviou comunicado ao Seturn (Sindicato das Empresas de Transporte de Natal) informando sobre a suspensão de paralisação.

A interrupção das atividades, segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, é um protesto contra a Reforma da Previdência. Eles também reclamam reajuste dos salários. A categoria pede antecipação da data base salarial do dia  01 de maio para 01 de março.

Na sexta-feira, 16, a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) publicou nota informando que apenas 50% da frota normal vai funcionar, o que totaliza 304 ônibus.

Foto: MEC

Novo modelo de financiamento em três modalidades entra em vigor neste semestre. Ao todo, 155 mil vagas serão oferecidas

Quem quiser participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) deste ano deve ficar atento às informações do edital publicado nesta sexta-feira (16) pelo Ministério da Educação. No total, serão ofertadas 310 mil vagas, sendo 155 mil para os primeiros seis meses do ano. Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Calendário

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, entre 19 e 28 de fevereiro. O resultado será publicado em 5 de março. Para poder concorrer a uma vaga, o candidato deve ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

Modalidades

O Novo Fies divide o programa em diferentes modalidades de financiamento conforme a renda familiar do candidato. Do total de vagas ofertadas, 100 mil terão juros zero para os estudantes que comprovarem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

As outras duas modalidades destinam-se a estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos. Para atender a essa parcela de candidatos, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Portal Brasil

Informação ocorrerá mediante requerimento escrito, sem prejuízo à identificação do registro civil no verso do documento

O uso do nome social – em que a pessoa transexual ou travesti usa a identificação em que é reconhecida – estará incluído na nova Carteira de Identidade, desde que a pedido da parte interessada. A confirmação está no Decreto N° 9.278, de 5 de fevereiro, que regulamenta a Lei no 7.116, de 29 de agosto de 1983 (link is external), e que estabelece os procedimentos e os requisitos para a emissão de Carteira de Identidade por órgãos de identificação dos Estados e do Distrito Federal. A previsão é que o documento esteja disponível a partir de julho deste ano.

O nome social será incluído mediante requerimento escrito, sem prejuízo da menção à identificação do registro civil no verso da Carteira de Identidade. Não haverá exigência de documentação comprobatória da nova identificação e, caso a pessoa queira posteriormente excluir o nome social, poderá fazer por meio de requerimento por escrito. A identificação no novo documento de identidade estará com a expressão “nome social”.

Na nova Carteira de Identidade estarão incluídas as Armas da República Federativa do Brasil (com a inscrição “República Federativa do Brasil”); a identificação da unidade da federação que a emitiu; a identificação do órgão expedidor; o número do registro geral no órgão emitente e local e data da expedição; o nome, a filiação e local da data de nascimento da pessoa identificada; número da matrícula de nascimento (ou, se não houver, a comarca, cartório, livro e folha do registro de nascimento); fotografia 3 x 4, com assinatura e impressão digital do polegar direito da pessoa identificada; assinatura do dirigente do órgão expedidor; a expressão “Válida em todo território nacional”. Também será incorporado o número de inscrição do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Também estarão inclusos, desde que a pedido da pessoa identificada, os dados do Número de Identificação Social (NIS); do Cartão Nacional de Saúde; do Título de Eleitor; da Carteira de Trabalho e Previdência Social; da Carteira Nacional de Habilitação; do Certificado Militar; do tipo sanguíneo e fator Rh. Em casos específicos, também podem constar as condições específicas de saúde que possam contribuir para preservar a saúde da portadora da Carteira de Identidade.

O nome social já é aceito para inscrições ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nas matrículas em escolas do ensino básico de todo o Brasil e na identificação no Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS). Em dezembro de 2017, foi aprovado o uso do nome social na carteira de identidade emitida pelos Conselhos Regionais de Psicologia.

Blog da Saúde – Ministério da Saúde

Foto: J. Batista/Câmara dos Deputados

A Câmara deve votar o decreto na próxima segunda ou terça. Para Rodrigo Maia, fevereiro é a data-limite para a votação da reforma da Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta sexta-feira (16), em entrevista coletiva, que a votação da autorização ou não do decreto presidencial sobre intervenção federal na área de segurança pública no estado do Rio de Janeiro restringe o calendário de votação da reforma da Previdência (PEC 287/16). Maia lembrou que o decreto impede o Congresso de aprovar emendas constitucionais, como a da Previdência, cuja retomada de análise na Câmara estava prevista para a próxima segunda-feira (19). A Constituição Federal não pode ser emendada durante a decretação de estados de sítio, de defesa ou de intervenção federal.

Ele informou que a Casa deve votar a autorização na segunda-feira (19) à noite ou na terça (20) pela manhã. Assim que for votado, o texto será encaminhado para votação pelos senadores. Segundo Maia, ainda será analisado se durante a vigência do decreto a Câmara ficará impedida apenas de votar emendas constitucionais ou se não poderá nem mesmo discuti-las.

Mesmo assim, o presidente da Câmara não acredita que seja viável votar a reforma da Previdência após fevereiro. “O prazo-limite para análise da reforma da Previdência é este mês”. De acordo com o presidente, a previdência é uma pauta de fevereiro e vários parlamentares da base, mesmo favoráveis ao texto da reforma, se sentem desconfortáveis em começar a votação em março.

“Mesmo para aqueles que são a favor, não será um desconforto pequeno começar a votar a previdência em março. Começando no final de fevereiro, é outra coisa. Tem o ano eleitoral”, destacou. “Eu tenho convicção do que eu defendo em relação à Previdência, mas não são todos os deputados que vêm para o Congresso com uma pauta fiscal. Não posso exigir deles a mesma compreensão que eu e outros temos. E a sociedade ainda é majoritariamente contra a reforma da Previdência. O reflexo da opinião dos deputados é o reflexo do seu eleitor”, analisou o presidente.

Governadores
Maia informou ainda que está mantida uma reunião em Brasília na próxima segunda-feira (19) com governadores para debater assuntos fiscais. Segundo Maia, a agenda de redução das despesas do Estado brasileiro é permanente e vai continuar. “Vou votar o decreto, mas vou continuar articulando maioria para votar a reforma do Estado brasileiro”, disse o presidente.

O presidente negou que a edição e a votação do decreto de intervenção seja uma “cortina de fumaça” de uma eventual derrota do governo na votação da reforma.

“É um decreto de tamanha força, de tamanho risco, que eu tenho certeza que ninguém, nem o presidente, poderia colocar esse tema para retirar um outro tema. Uma decisão de intervenção em um estado brasileiro de forma nenhuma pode ser motivo para você tirar o outro assunto da pauta, isso não seria uma coisa responsável”, disse.

Segurança pública
Mesmo mantendo uma discussão de uma agenda de ajuste fiscal, Rodrigo Maia afirmou que discutir a pauta de segurança pública no País passa a ser uma prioridade para a Câmara. Entre os projetos a serem discutidos e votados em breve estão o anteprojeto a ser apresentado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que torna mais rígida a legislação para tráfico de drogas e armas, e o que regulamenta artigo constitucional que trata de sistema de integração da segurança pública no Brasil.

Maia disse ainda que não participou da elaboração do plano de intervenção, mas que o importante era ter o reconhecimento por parte do governador do estado, Luiz Fernando Pezão, de que era a única decisão a ser tomada.

“A decisão de editar o decreto é contundente. O governador do Rio de Janeiro acha que é o único caminho, por isso concordei com a intervenção no estado”, disse o presidente.

Votação
Rodrigo Maia explicou que a votação de autorização ou não do decreto de intervenção será feita por maioria simples e que será definido um relator de Plenário, provavelmente algum integrante da atual composição da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Agência Câmara Notícias

Com a greve dos motoristas de ônibus anunciada para esta segunda-feira, 19, a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) publicou nota informando que apenas 50% da frota normal vai funcionar, o que totaliza 304 ônibus. O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, em assembleia, decidiram que vão cumprir a Lei de Greve e que somente 30% da frota emergencial vai operar.

A greve, segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, é um protesto contra a Reforma da Previdência.

Por causa da paralisação, a STTU autorizou os permissionários do transporte opcional a circularem nos mesmos itinerários das linhas convencionais, e os táxis e transporte escolar também vão poder fazer o serviço de lotação.

Na greve, informa ainda a nota da STTU, as linhas 18, 23/69, 57, 587, 592 e 593 não vão circular. As linhas 05 e 67, 19 e 25, 30 e 31, e 35 e 85 vão operar de forma conjunta.

Para tirar dúvidas, o usuário pode ligar para o Alô STTU (156) ou enviar mensagens pelo Twitter oficial da Secretaria, o @156Natal. A Web Rádio 156Natal, a rádio da mobilidade, vai fazer uma cobertura especial sobre a circulação dos ônibus desde as primeiras horas da manhã.

O usuário também pode baixar o aplicativo para Android clicando aqui: http://bit.ly/2nK3Vn9

Agora RN

A intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro não ficará circunscrita aos limites fluminenses. A repercussão do caso é nacional e pode ter implicações favoráveis para o Rio Grande do Norte.

É bem improvável que a intervenção se replique a outras unidades da federação, haja vista a dureza do decreto intervencionista ter sido concebida justamente para desestimular governadores de pedir ajuda nessesentido. Entretanto, os efeitos colaterais tendem a ser benéficos a curto e médio prazos.

Com a impossibilidade da reforma da previdência ser votada em face do decreto de intervenção, a pauta do Congresso Nacional passa a ser prioritariamente segurança pública.

É nesse ponto que podemos ser favorecidos.

Com o assunto alçado à pauta de primeira ordem, o Estado, através de sua bancada e governador, terá mais chances de verem concretizadas as gestões feitas sobre os pedidos de segurança.

A partir de agora, o Congresso Nacional não passará apenas a tratar da intervenção no Rio, mas a analisar também assuntos correlatos que afetem o tema segurança pública como um todo.

Além disso, o Rio Grande do Norte recentemente teve operação militar para garantia de lei e de ordem, medida menos extrema que a do Rio, ou seja, o Estado já está no radar do Planalto no tema

Por Dinarte Assunção

Uma consulesa francesa foi vítima de um estupro, na última terça-feira, em Tibau do Sul, litoral do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu dentro de um quarto na casa de amigos da vítima, onde ela estava hospedada, durante a madrugada de quarta-feira. A vítima, que teve a identidade preservada, não reconheceu o criminoso.

Segundo o diretor de Polícia Civil do interior, Lenivaldo Pimentel, a consulesa estava dormindo, quando o cômodo foi invadido pelo estuprador.

— Ela contou que ele entrou no quarto quando ela estava dormindo e cometeu o crime. O casal de amigos estava no outro quarto e não ouviu o que aconteceu. Coletamos objetos em que o criminoso tocou para confrontarmos DNA. Ela não identificou o criminoso, mas forneceu algumas características pelo que conseguiu perceber — disse.

O delegado responsável pelo caso, Luciano Augusto, afirmou que a vítima ainda será chamada para prestar depoimento. Segundo ele, algumas pessoas já foram ouvidas informalmente.

— Começaremos a colher os depoimentos sobre este caso durante a semana. Não ouvimos a vítima formalmente ainda porque ela está se recuperando. Até o momento, sabemos que ela não conseguiu reconhecer o criminoso. Realizamos a perícia técnica, mas não posso falar muito sobre o caso para não atrapalhar as investigações. Foi um crime sexual e estamos tentando identificar o responsável por ele — disse.

A consulesa foi encaminhada para o Instituto Técnico-Científico de Perícia, em Natal, onde passou por exames. Ela foi encaminhada a uma unidade de saúde onde recebeu atendimento médico. A reportagem procurou o Consulado Honorário da França no Rio Grande do Norte, mas ninguém atendeu as ligações ou retornou às mensagens.

Três pacientes de um hospital de Campos do Jordão foram detidos nesta sexta-feira (16) por cultivar maconha no quarto onde estavam internados.

Segundo a Polícia Militar, eles foram acionados depois que, após o atendimento, as enfermeiras perceberam que os vasos que estavam no quarto tinham maconha. No local, a polícia confirmou que os quatro vasos cultivavam o entorpecente.

Os três pacientes, 29, 33 e 41 anos foram encaminhados à Polícia Civil onde foram autuados por porte de droga, ouvidos e liberados.

De acordo com o hospital, os três estavam internados para o tratamento da tuberculose. Depois de prestarem depoimento, eles foram encaminhados para o hospital, onde permanecem internados.

G1

 

por Dinarte Assunção

A intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro não ficará circunscrita aos limites fluminenses. A repercussão do caso é nacional e pode ter implicações favoráveis para o Rio Grande do Norte.

Com a impossibilidade da reforma da previdência ser votada em face do decreto de intervenção, a pauta do Congresso Nacional passa a ser prioritariamente segurança pública.

É nesse ponto que podemos ser favorecidos.

Com o assunto alçado à pauta de primeira ordem, o Estado, através de sua bancada e governador, terá mais chances de verem concretizadas as gestões feitas sobre os pedidos de segurança.

A partir de agora, o Congresso Nacional não passará apenas a tratar da intervenção no Rio, mas a analisar também assuntos correlatos que afetem o tema segurança pública como um todo.

Além disso, o Rio Grande do Norte recentemente teve operação militar para garantia de lei e de ordem, medida menos extrema que a do Rio, ou seja, o Estado já está no radar do Planalto no tema segurança pública.

 

A Petrobras inicia o ano de 2018 superando recorde de vendas de Querosene de Aviação (QAV) no mercado potiguar e cearense. Em janeiro, o Ativo de Guamaré vendeu 19.377,16 m³ do produto. O resultado positivo foi devido à consolidação da entrada do produto no mercado do Ceará.

Em 2017, o Ativo Industrial de Guamaré bateu três recordes de produção e venda de querosene de aviação. O último recorde foi em dezembro com venda de 19.244,11 m³. O resultado foi possível a partir da implantação do Programa de Produção de Médios e Gasolina (Promega), que visa aumentar a eficiência operacional e rentabilidade do parque de refino. Os números reafirmam o compromisso do Ativo Industrial de Guamaré no novo modelo de gestão da Petrobras, para a sustentabilidade do negócio e para o atendimento do mercado, dando continuidade aos bons resultados anteriores.

O querosene de aviação produzido na unidade é vendido para o aeroporto localizado em São Gonçalo do Amarante e para base aérea de Natal. Ele também abastece os aeroportos de Fortaleza e Juazeiro, no Ceará. O produto da Petrobras segue critérios internacionais e é reconhecido pela ANP como um dos melhores do mundo.

Um dos principais cartões postais do Rio Grande do Norte, a Fortaleza dos Reis Magos, situada na Praia do Forte, em Natal, atualmente não recebe tantos turistas quanto estava acostumada. Deteriorado, o equipamento deixou de ser uma atração imperdível aos visitantes da cidade e há quem diga, inclusive, que até as agências de viagens deixaram de levar seus clientes para o local devido as más condições. Sem a estrutura necessária, sofre cada vez mais com o esquecimento.

Ao longo da última semana, a reportagem do Agora RN detectou, no entanto, que existem recursos da ordem de R$ 8,8 milhões devidamente assegurados para a restauração do local. Estas verbas são provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, iniciativa do Governo Federal por meio do Ministério do Planejamento que direcionou R$ 43,5 milhões para o Rio Grande do Norte revitalizar os equipamentos públicos que representam sua história e cultura.
Atualmente, a administração do Forte dos Reis Magos está sob responsabilidade do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-RN), mas existe um processo em tramitação para cessão ao Governo do Estado. Em contato com a reportagem, a assessoria de comunicação do órgão informou que as verbas destinadas para a restauração do equipamento seguem asseguradas, mas ainda não puderam ser utilizadas porque as intervenções no local estão em etapa preparatória, ou seja, em fase final de revisão de orçamento.
O fato desta etapa inicial ainda não ter sido finalizada, atrelado a tramitação da cessão ao governo estadual, faz com que o Iphan não consiga emitir prazos para que as obras de restauração no Forte sejam iniciadas. Consequentemente, também não existe data para que elas se encerrem. Enquanto isso, comerciantes que trabalham nas imediações do equipamento e costumavam faturar bem em épocas de férias e veraneio continuam com as vendas baixas, sem dar o fomento necessário ao comércio da região.
Agora RN

Uma criança que foi baleada no tórax por um adolescente que manuseava a arma do padrasto não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada deste sábado (17) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Cauã Gomes dos Santos, de 10 anos, estava internado na UTI desde a terça-feira (13) e morreu por volta das 5h (horário local), segundo a unidade hospitalar.

O caso aconteceu na cidade de Parari, no Cariri. Segundo a Polícia Civil, o adolescente, de 12 anos, estava com a arma do padrasto quando atirou e acabou atingido o tórax da vítima. A mãe da criança procurou a polícia informando que o filho tinha sido baleado. A polícia acredita que se trata de um caso de tiro acidental

O sindicato dos bancários de São Paulo e Osasco confirmou participação na paralisação marcada por centrais sindicais para a segunda-feira (19). A decisão foi tomada em assembleia realizada na sexta-feira (16).

Como explica a revista Veja, a greve foi marcada em protesto contra a votação da reforma da previdência, que devia ser discutida na Câmara na próxima semana. Com a decisão do governo federal de intervir na segurança do estado do Rio, o projeto não poderá ser apreciado na Casa, mas a paralisação foi mantida pelos movimentos sindicais.

Além dos bancário São Paulo e Osasco, também devem aderir à greve: bancários e metalúrgicos do ABC e professores particulares e municipais de São Paulo.

As fortes chuvas que caíram sob a capital potiguar nesta sexta-feira (16) causaram vários transtornos no trânsito. Ocorrências de alagamentos em várias ruas e até mesmo três árvores tombadas em um único lugar no bairro do Alecrim foram registradas.

A defesa civil do município está em alerta.

(Fotos: Pedro Vitorino) enviadas para a página Na Ficha da Polícia RN

Uma equipe de policiais civis de Macaíba prendeu, nesta sexta-feira (16), Edimilson Anselmo de Lima, 19 anos e Victor Henrique Cambraia da Silva, 21 anos. Eles foram presos em flagrante e delito na comunidade do Pé de Galo pelo crime de roubo a uma Kombi, que pertence a uma família da comunidade de Lamarão. Com eles foram encontradas armas de fogo de fabricação caseira.

A ação ocorreu após a delegacia receber uma denúncia por telefone informando sobre os dois em atitudes suspeitas (escondidos em um matagal) e portando armas. Foram apreendidas duas espingardas (sendo uma artesanal), munições calibre .28, além de objetos roubados.

Os elementos são suspeitos de ter roubado um carro e um mercadinho em Macaíba, além de um veículo em Parnamirim. Eles confessaram o crime e foram reconhecidos por testemunhas. Os dois serão encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da justiça.

Apesar dos inúmeros rumores que têm circulado ultimamente nas redes sociais e ruas de Macaíba sobre a falta de transporte escolar na cidade a partir da próxima segunda-feira (19/02), em virtude de uma possível paralisação dos ônibus a ser iniciada nessa data, conforme já previsto pelo Sindicato dos Rodoviários do Rio Grande do Norte, a Prefeitura de Macaíba assegura que os transportes escolares do município não serão afetados, mesmo com a deflagração da greve.

O Informativo Atitude entrou em contato com representantes da Prefeitura de Macaíba, particularmente da Secretaria Municipal de Educação, para conferir a situação e checou que está garantido o transporte escolar para os alunos. Portanto, cuidado, é só boato!

Fotos: Márcio Lucas

Na noite desta quinta-feira (15), o prefeito Fernando Cunha realizou a leitura da Mensagem Anual em sessão solene da Câmara Municipal de Macaíba, no Pax Club, que ficou lotado, marcando o início dos trabalhos do Legislativo Municipal neste ano de 2018.

O gestor municipal, eleito para o seu quarto mandato à frente da Prefeitura de Macaíba nas eleições 2016, juntamente com seu vice, Auri Simplício, fez um balanço das principais ações de sua gestão em seu primeiro ano do novo mandato, destacando primeiramente o compromisso de sua gestão com a saúde financeira do município, rigoroso cumprimento do calendário de pagamento para os servidores e fornecedores municipais, inclusive com aumento salarial médio de 15% para o funcionalismo, e agradecendo à Casa Legislativa pelo apoio.

Em seguida, o prefeito destacou as ações da Saúde, falando sobre uma rede de postos de saúde bem estruturada que cobre mais de 90% do território municipal e que realizou mais de 100 mil atendimentos somente em 2017. Destacou também os projetos locais que ganharam notoriedade nacional em eventos como, por exemplo, os das áreas de Saúde Bucal, Emergência Psiquiátrica e Planejamento Estratégico. Finalizou esta parte mostrando também o exemplo da UPA, um grande marco na Saúde do município, que requer coragem e eficiência de um gestor para mantê-la funcionando bem.

No campo da Educação, mencionou a Formação Continuada de professores e gestores escolares, contratação de professores mediante processo seletivo, ações do Programa Mais Educação e, por fim, construção, reforma e ampliação de várias escolas e creches, com destaque para a nova creche Damiana França, em Canabrava, inaugurada em meados de 2017.

Quanto à Assistência Social, o prefeito Fernando Cunha pontuou as ações e políticas públicas para combater o trabalho infantil, a exploração sexual infanto-juvenil e a prevenção da violência contra as mulheres, além de emissão de carteiras de trabalho e assistência jurídica.

Na sequência, foram destacadas as muitas ações do Esporte e da Cultura, com ênfase para a Vila Olímpica, maior praça esportiva do Rio Grande do Norte e uma das maiores do Nordeste, que sediou grandes eventos como JERNS, Supercopa Sub-17 e Supercopa do Nordeste Sub-15 de Futebol. Também foram destaques: Escola de Música, Cinema na Praça, Festa de Aniversário dos 140 anos e o Ciclo Natalino.

Sobre Infraestrutura, Agricultura e Meio Ambiente, o chefe do Executivo Municipal salientou a sequência da grande operação de pavimentação de ruas iniciada em sua gestão anterior, que beneficiou bairros como o Ferreiro Torto, onde várias ruas foram calçadas, inclusive a principal, com mais de 1 km de extensão. Mencionou grandes ações como o projeto Arboriza Macaíba, o início da elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico e o Corte de Terra. Este último atende a mais de 1,3 mil agricultores e pequenos produtores anualmente.

Por fim, destacou a atuação do órgão previdenciário próprio do município – MACAIBAPREV e a realização de um concurso público neste ano de 2018.

Principais obras para 2018

Após fazer o balanço de 2017, o prefeito Fernando Cunha relacionou para os presentes as principais obras previstas para 2018, quais sejam: três creches modelo (Traíras, Cajazeiras e Campo das Mangueiras), cinco quadras poliesportivas (Vilar, Lagoa do Sítio I, Lagoa dos Cavalos, Canabrava e Guarapes), pavimentação de ruas em diversas localidades, contratação de empresa especializada para construção de um Centro Administrativo (com prazo de dois anos), que irá reunir e otimizar os serviços prestados pelo município à população em geral.

Assecom-PMM

A comunidade quilombola de Capoeiras, localizada no município de Macaíba mantêm viva a tradição de realizar o seu carnaval. É tradicional. Os foliões da comunidade marcam presença na festa do Rei Momo. Das crianças aos idosos, todos se reúnem para comemorar a festa que começou com os primeiros descentes de Capoeiras. A persistência fez com que a festa carnavalesca se tornasse a maior realizada em terras quilombolas do Rio Grande do Norte. Neste ano, o festejo começou no domingo com vários blocos desfilando pela principal rua do quilombo.

Na segunda-feira (12) foi a vez do bloco “Os Biriteiros” levar centenas de foliões às ruas de Capoeiras. Na edição deste ano, o carnaval quilombola contou coma presença do bloco Chupa Essa Manga – do distrito de Mangabeira – que levou a irreverência e a alegria dos antigos carnavais para a comunidade. Além disso, blocos das comunidades quilombolas de Grossos e Pavilhão – pertencentes ao município de Bom Jesus/RN marcaram presença no carnaval de Capoeiras.

Chupa Essa Manga faz a alegria do carnaval do distrito de Mangabeira

Embalado pelo som das marchinhas dos antigos carnavais e as irreverentes fantasias, o bloco Chupa Essa Manga desfilou pela primeira vez no distrito de Mangabeira. A festa começou no domingo (11) quando o bloco percorreu várias ruas do distrito. Na segunda-feira (12), o Chupa Essa Manga brincou na comunidade quilombola de Capoeiras, e na terça-feira (13) encerrou seu carnaval desfilando mais uma vez em Mangabeira. A ideia dos organizadores foi promover um bloco para as famílias mangabeirenses que desejavam brincar o carnaval no próprio distrito. Muito bem organizado, o bloco contou com toda estrutura de segurança, música ao vivo e muita alegria dos foliões. A população do distrito aprovou a ideia.

Os organizadores do Chupa Essa Manga agradecem a todos que colaboraram para o sucesso do bloco em sua primeira edição. O apoio foi dos vereadores Gelson Lima, Irmaleide, Edma Maia, Zeca Cunha e do vice-prefeito Auri. Colaboraram também a Infoserv Informática, On Byte, Ângela Cabelos e Companhia, Galeteria e Peixaria Michel Avícola, Mercadinho Nossa Senhora da Conceição, Deejay Denis, Giba Som e Valmir do DER.