Blog Arquivo

O curso preparatório do Diretório Central do Estudante (DCE), promovido e coordenado por estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do norte (UFRN), abre inscrições para o semestre letivo de 2018.1 para bolsistas ou estudantes regulares, a partir de janeiro de 2018.

Para concorrer à bolsa, os candidatos devem apresentar na sede do cursinho, localizada no setor I da UFRN, histórico escolar comprovando que estudou o ensino médio completo em escola pública, comprovante de renda familiar e carta escrita a próprio punho justificando interesse em entrar no Cursinho do DCE. As inscrições devem ser feitas de 9 a 12 de janeiro.

Já para se matricular como aluno regular basta apresentar, a partir do dia 15 de janeiro, RG, CPF e comprovante de residência. Não há necessidade de cópias. Os valores e datas para início das aulas serão divulgados em breve.
Mais informações estão disponíveis na página  do curso no Facebook ou pelo telefone (84) 3215-3324.

Portal da UFRN

Grupo foi preso por estelionato na Cidade de Lucrécia, Almino Afonso e João Dias, por fraude do ‘Minha Casa, Minha Vida’, cobrando até R$ 200,00 por inscrição no programa social, garantindo milhares de casas.

O grupo foi preso no último sábado (09). Muitos agricultores de toda região do Médio e Alto Oeste do Rio Grande do Norte foram enganados.

As informações foram divulgadas neste domingo (10), pela POLÍCIA MILITAR.

Uma Denúncia foi recebida pelo aplicativo do MPRN, mais precisamente GAECO,  informando que uma quadrilha estaria lesando pessoas na região, dizendo que todos iriam realizar seus sonhos.

Foi feita abordagem pela Polícia Militar na localidade e foi encontrado centenas de documentos.

Ainda de acordo com a PM, os suspeitos já tinham aplicado o golpe nas cidades de João Dias, Almino Afonso, Caraúbas.

A menor inflação acumulada desde 1998 e a menor taxa básica de juros (Selic) desde o início da série histórica, em 1986, foram alguns dos destaques econômicos da última semana. Segundo economistas entrevistados pela Agência Brasil, os números mostram que o país está começando a sair da crise. Eles alertam, que a recuperação ainda é lenta e que é preciso ter cautela e adotar medidas para que essa janela de oportunidade não se feche.

“A gente pode ser otimista ou pessimista. Se somos pessimistas, dizemos que está tão ruim que qualquer pequena melhora é muito boa e, se somos otimistas, dizemos que o país está crescendo e temos sinais que dão suporte, são pontos de vista. Para mim, está crescendo, sim, devagar, porque partimos de uma base muito baixa”, diz o professor Marcos Melo, que leciona finanças na Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas Ibmec-DF.

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgada na sexta-feira (8), registrou acumulado de 2,5% de  janeiro a novembro, o menor resultado para ese período desde 1998, quando a taxa ficou em 1,32%. Na quarta-feira (6), o Banco Central anunciou a redução da Selic de 7,5% ao ano para 7% ao ano. Com a redução, a taxa atinge o menor nível desde o início da série histórica do Banco Central.

“Acho que sim, há recuperação. O Brasil chegou ao fundo do poço, na maior recessão da história, que começou no segundo semestre de 2014 [e foi] até o final de 2016. Agora há uma recuperação, lenta, mas recuperação”, concorda o pesquisador Marcel Balassiano, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Balassiano ressalta que parte da redução da inflação deve-se à crise. “Em um período de crise, as pessoas ficam com menos dinheiro, há mais pessoas desempregadas, compra-se menos, e o preço não sobe tanto.”

Mesmo que a causa seja, em parte, a recessão, Melo afirma que o país tem de aproveitar esse momento. “Com a inflação controlada, abre-se a possibilidade para o Banco Central diminuir a taxa de juros. Isso permitirá um aumento da atividade econômica. Empresas têm maiores possibilidades de fazer investimentos, e isso significa abertura de vagas de trabalho, que aumentam o consumo e fazem a roda girar”, diz Melo.

Percepção da população

Os especialistas concordam que os indicadores apontam melhoras. No entanto, são mudanças graduais, ainda são sentidas pela população, em geral. “Uma coisa é a percepção da população, e outra é a realidade. A realidade mostra que, aos poucos, [a recuperação] está chegando para as famílias, para as pessoas em geral. Mas não significa que cada um dos brasileiros tenha melhora na qualidade de vida”, ressalta Melo. “É um processo lento e discrepante entre setores e até mesmo entre as regiões do país. Algumas estão se recuperando mais rapidamente e outras, encolhendo.”

Para Balassiano, a taxa de desemprego, que afeta diretamente a população, está em um nível muito alto, o que faz com que os indicadores ainda não sejam amplamente percebidos. O desemprego é sempre o último a “sair da crise”,, explica.

“O desemprego está diminuindo lentamente, ainda vai ser demorado. Fica difícil falar que está diminuindo, quando temos milhões de desempregados [12,7 milhões]. A taxa de emprego informal está crescendo mais que o formal, o que é normal em períodos de crise”, diz. “Para a população, o emprego é a variável mais importante”.

Essa situação ainda deve se manter. Conforme projeções do Ibre/FGV, o ano de 2017 deve fechar com 12,1% de desempregados. A média, ao longo do ano, deve ficar em 12,8%. No ano que vem, a média deverá ser de 12,4%, levemente inferior, e o ano deve fechar com taxa de desemprego de 11,5%.

Medidas são necessárias

Apesar de apontarem para melhorias, os números também mostram que é preciso cautela, observa o economista Fábio Bentes, chefe da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Preços de produtos e serviços como energia e gás continuam subindo, e isso pode voltar a impactar nos demais produtos, aumentando os custos.

“Sempre que energia, butijão de gás, combustível aumentam, isso acaba se espalhando para outros preços”, afirma. Segundo o economista, nos últimos 12 meses, esses itens, chamados de preço administrado, tiveram aumento de 7,8%, enquanto os demais de preços livres, como roupas e alimentos, registraram alta de 1,2%.

“É preciso que o governo consiga calibrar melhor para o ano que vem esses reajustes, que consiga equilibrar suas contas para não precisar de taxas de juro reais tão elevadas. A inflação está em 2,5% e a taxa de juro real, em 4,5%. É muito alto. E sabemos que o calcanhar de Aquiles é a Previdência”, acrescenta Bentes. “Temos uma janela de oportunidade, é preciso preservar esse cenário para o ano que vem, dar sustentabilidade para não chegar à inflação absurda de 2015 [que foi de 10,67%].”

EBC

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Lei (PL) 7560/17, do Executivo, para estabelecer que o militar do Exército, da Marinha e da Aeronáutica terá direito a licença-paternidade de 20 dias consecutivos. Como tramitava em caráter conclusivo, a proposta está aprovada pela Câmara e deve seguir para análise do Senado, a menos que haja recurso para votação no Plenário.

O relator na CCJ, deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), deu parecer favorável à proposta, que visa dar o mesmo tratamento hoje dispensado aos servidores civis federais. “A medida de extrema relevância e justiça para com os servidores militares”, disse.

Atualmente, pelo nascimento de filho, pela adoção ou pela obtenção de guarda judicial para fins de adoção, o militar tem licença-paternidade de cinco dias consecutivos, vedada a prorrogação. O texto aprovado amplia essa licença para 20 dias consecutivos ao alterar a Lei 13.109/15, que dispõe sobre a licença à gestante e à adotante, as medidas de proteção à maternidade para militares grávidas e a licença-paternidade, no âmbito das Forças Armadas.

Agência Câmara Notícias

Um professor agrediu um aluno para que ele entregasse uma bola de papel no Colégio Estadual Moisés Santana, em Bom Jesus de Goiás, no sul goiano. O episódio aconteceu nessa sexta-feira (8), durante aula do 6º ano do ensino fundamental, e foi registrado em vídeo.

De acordo com o G1, a diretora da escola, Silvia Gleice Paiva Rodrigues Picouto disse que o professor era contratado e, depois da agressão, foi excluído do quadro de funcionários da instituição. Segundo testemunhas, o homem teria perdido o controle ao ser ofendido pelo aluno.

“O aluno estava jogando bolinha de papel e não atendia ao pedido do professor para parar. O professor falou que, se não parasse, ia fazer alguma coisa, quando o aluno teria respondido que não ia obedecer, que o professor ‘não faria nada porque era viado’. Aí foi quando a agressão aconteceu”, relatou a diretora.

O Brasil tem o maior número de mortes violentas registradas no mundo. O alerta faz parte de um novo informe publicado npela entidade Small Arms Survey, considerada como referência mundial para a questão de violência armada.

Em termos absolutos, a entidade aponta que a situação no Brasil supera a violência na Índia, Síria, Nigéria e Venezuela.

Neymar está a caminho do Brasil para resolver “questões particulares”. A informação foi divulgada pela rádio francesa “RMC” e confirmada ao GloboEsporte.com pela assessoria do jogador, que não revelou o motivo para a viagem. O craque brasileiro recebeu a autorização do Paris Saint-Germain para passar três dias no país e embarcou na noite deste sábado, segundo o veículo francês.

Neste sábado, Neymar não enfrentou o Lille para cumprir suspensão no Campeonato Francês, mas esteve presente no estádio na vitória por 3 a 1 do PSG. Com a liberação, a tendência é que o atacante também não dispute o confronto com o Strabourg na próxima quarta-feira, pela Copa da Liga Francesa. O Strasbourg é, ao lado do Bayern de Munique, um dos dois times a ter vencido o PSG nesta temporada.

O “L’Equipe” informou que a Neymar poderia permanecer no Brasil por “vários dias”. Caso perca somente o jogo contra o Strasbour na próxima quarta, o brasileiro voltaria a campo pelo PSG no próximo sábado, quando o Paris encara o Rennes, fora de casa, pela 18ª rodada do Campeonato Francês.

 

GE

 

Em razão das críticas feitas ao presidente Michel Temer, o general Antonio Hamilton Martins Mourão foi afastado da chefia da Secretaria de Economia e Finanças do Exército. Em palestra dada na quinta-feira no Clube do Exército, em Brasília, Mourão afirmou que Temer vai conduzindo seu mandato aos trancos e barrancos, se equilibrando graças a um balcão de negócios. Por ser presidente da República, Temer é superior hierárquico de Mourão. O general já havia pedido intervenção militar anteriormente.

Na palestra, Mourão também demonstrou simpatia pela candidatura a presidente do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Ele é o mesmo general que, em setembro, já tinha citado a possibilidade de o Exército o “impor” uma solução para crise política brasileira.

— Esses cenários foram colocados há pouco aí pela imprensa. Não há duvida que atualmente nós estamos vivendo a famosa ‘Sarneyzação’. Nosso atual presidente, ele vai aos trancos e barrancos, buscando se equilibrar, e, mediante um balcão de negócios, chegar ao final do seu mandato – disse Mourão durante o evento.

Na palestra, intitulada “Uma visão daquilo que nos cerca”, o gerneral destacou que falaria a opinião dele. Disse que irá para a reserva em 31 de março de 2018. Coincidência ou não, a data é a mesma do golpe militar de 1964. Também não descartou a possibilidade de disputar algum cargo eletivo futuramente. Além de apoiar Bolsonaro, disse acreditar que a Justiça vai barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018. Em setembro, o general apontou a possibilidade uma intervenção militar, não sendo repreendido pelos seus superiores na época.

— Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso — disse Mourão em setembro.

Na última quinta-feira, indagado durante a palestra se defende a intervenção militar, Mourão desceu um pouco o tom:

— Se o caos for instalado…O que chamamos de caos? Não mais o ordenamento correto. E se as forças institucionais entenderem que deve ser feito um elemento moderado e pacificador, agindo dentro da legalidade. Tempos atrás fui incompreendido – disse Mourão, concluindo: – Estamos, Exército, Marinha e Aeronáutica, atentos para cumprir a missão. O caos é o momento. Ou anteciparmos ao caos e não esperar que tudo se afunde. Por enquanto, nós consideramos que as instituições têm que buscar fazer a sua parte.

O Globo

 

O debate aconteceu no Brasil, mas foi a mais de três mil quilômetros de distância daqui que se deu o seu desfecho. Rebeca Mendes, de 30 anos, que enviou uma carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo para interromper sua gestação de maneira segura e sem ser punida judicialmente, afirma ter feito o aborto na Colômbia na última semana. Grávida de nove semanas, ela foi ao país a convite do Consórcio Latinoamericano contra o Aborto Inseguro (Clacai) para participar de reuniões e debates com este e outros movimentos.

— Não vim para interromper a gestação. Sabia que a Justiça brasileira poderia negar meu pedido e tinha planos emergenciais sobre como proceder. A Colômbia estava nesses planos, mas não por agora. Até porque ainda me faltava uma resposta do juiz de São Paulo — disse Rebeca, em entrevista por telefone, ainda em Bogotá. — Aqui eu me senti muito amparada e recebi o apoio que não encontrei no Brasil, vindo de pessoas que não me conheciam, mas que ficaram sensibilizadas com o meu caso. Foi então que eu decidi fazer.

A legislação da Colômbia, desde 2006, permite o aborto em três situações: quando afeta a saúde física e mental da mulher; quando há violência sexual; e quando há má formação do feto. Ela é mais ampla que a do Brasil. Nesta última situação, por exemplo, o aborto no país não está limitado a casos de anencefalia; e, na primeira, a mulher não precisa estar sob o risco de morrer, sendo consideradas, por exemplo, situações que produzam estresse psicológico. Foi nesse caso que Rebeca se enquadrou. A Profamilia, organização colombiana especializada em direitos reprodutivos, ofereceu a ela a possibilidade de realizar o procedimento.

— Eles entenderam que meu sofrimento se enquadrava como perigo para a minha saúde — explicou Rebeca.

Rebeca diz que poderia escolher entre dois tipos de procedimento e ela optou por fazer o aborto por aspiração. Chegou à clínica pela manhã, recebeu informações sobre o que seria feito e me explicaram o trabalho do Profamilia:

— Eles não fazem apenas interrupção da gravidez. Trabalham com planejamento familiar, métodos contraceptivos. Uma mulher que escolhe interromper a gravidez sai da clínica com o método contraceptivo que escolher. Lá existem várias opções e eu, que a princípio queria colocar o DIU, acabei trocando de método, uma opção que eu nem teria no Brasil. Estou usando anticoncepcional subcutâneo.

A advogada Gabriela Rondon, da ONG Anis – Instituto Bioética, que dá apoio a Rebeca, diz que ela não pode ser punida no país por ter feito o aborto na Colômbia:

— A lei só se aplica territorialmente, nossa legislação não poderia ser usada na Colômbia, que foi onde ela realizou o procedimento. Aqui no Brasil ela não realizou nenhuma fase do aborto, não pode ser punida.

Fazer um aborto ilegal nunca foi uma opção para a estudante de Direito, que tem um contrato de trabalho temporário no IBGE até o início do próximo ano. Aos 30 anos, sendo mãe de dois meninos, em de 6 e outro de 9, ela diz que sentia muito medo de morrer e deixar as crianças sozinhas. Assim, quando engravidou do terceiro filho, já separada, decidiu que tinha que interromper a gestação, por não ter condições financeiras, psicológicas ou emocionais de seguir com a gravidez.

 

G1

 

Joelma 

Joelma tem uma longa carreira na música. Ela começou aos 19 anos na banda Fazendo Arte, até que em 1998 conheceu o ex-marido Chimbinha, e juntos começaram a banda Calypso. Após a polêmica separação e muitas mudanças no seu look, Joelma segue carreira solo. A cantora passou por procedimentos estéticos nos dentes e diversas cirurgias plásticas para preenchimento labial e ajuste no nariz.

Claudia Leitte

A cantora e compositora Claudia Leitte ficou famosa na banda Babado Novo e partiu para carreira solo em 2008, na qual seu sucesso só aumentou. Antes da fama, Claudia chegou a ser gordinha e ter cabelos escurosAtualmente ela aposta no visual loiro e desfila por aí com um corpão de dar inveja à mulherada.

Juliana Paes

A brasileira que hoje é sex symbol e sonho de muitos marmanjos por aí, nem sempre foi a mais bonita da turma. Em fotos de sua adolescência ela aparece com um visual mais natural e sem nenhuma produção. Parece que o tempo (ou a fama?) fizeram muito bem para ela.

Eliana 

Eliana começou sua carreira artística muito cedo em grupos musicais infantis, como o Banana Split, e até a loira se tornar apresentadora de programas infantis, como Bom Dia e Cia, Sessão Desenho, e Eliana e Alegria, a Eliana já havia mudado bastante. Ao longo de seus mais de 10 anos de carreira como apresentadora, Eliana evoluiu muito, tendo apostado em cabelos longos, curtos, lisos e cacheados. Às vésperas de completar 44 anos de idade, Eliana se mantém linda e poderosa.

Fátima Bernardes

Fátima Bernardes se tornou nacionalmente conhecida ao apresentar o Jornal da Globo em 1989, e desde então sempre esteve presente na televisão brasileira com passagens marcantes pelo Fantástico, Jornal Hoje e Jornal Nacional.

Dona de um cabelo naturalmente volumoso e ondulado, Fátima foi uma das primeiras celebridades a difundir o uso do alisamento japonês no Brasil. Atualmente ela apresenta o programa Encontro com Fátima Bernardes, e mantém um corte de cabelo menos volumoso do que o que apresentava no seu início de carreira.

Glória Maria

Glória Maria foi a primeira mulher negra a trabalhar como jornalista na televisão brasileira. Começou sua carreira na década de 70 e de lá pra cá acumulou muitas viagens pelo mundo e coberturas jornalísticas fantásticas. Ao longo desses mais de 40 anos de carreira a repórter mudou bastante. Na primeira foto, que a mostra com o cabelo bem curto durante seus primeiros anos de TV, podemos ver a evolução dessa bela e competente jornalista.

Ana Hickmann

A gaúcha Ana Hickmann, que já foi considerada uma das 10 mulheres mais bonitas do mundo, também registrou no Guinness Book o recorde de pernas mais longas, com seus impressionantes 1,20 m de comprimento. O que ninguém sabe é que antes da beldade se tornar a modelo, apresentadora de TV e empresária famosa, ela era uma menina de aparência comum durante sua juventude.

 Fernanda Souza

A atriz Fernanda Souza, que ficou conhecida ao estrelar o elenco infantil de Chiquititasadmite que fez uso de cirurgias plásticas para alcançar o visual que desejava. A menina fofinha que conquistou o coração da criançada cresceu para se tornar a mulher linda de hoje em dia, mas apenas após aproveitar dos avanços da medicina para diminuir as mamas, fazer lipo na barriga e afinar o nariz.

Cláudia Raia

A atriz e bailarina Cláudia Raia contabiliza dezenas de papéis e algumas décadas de uma sólida carreira, porém muito mudou desde seu visual nos 80, quando ainda estava em início de carreira, e tinha acabado de estrear em Roque Santeiro. Com os mais variados e duvidosos estilos de cabelo e roupas impostos pelos anos 80 e 90, Cláudia evoluiu em sua trajetória até atingir o status de musa da televisão brasileira.

Carla Perez

Quem se lembra da loira de cabelos crespos que iniciou carreira dançando no Gera Samba, banda que depois se tornou É o Tchan!? Carla Perez há muito tempo não se parece mais com aquela jovem de rebolado solto que estourou na mídia dos anos 90. Após sua carreira como dançarina ela chegou a apresentar programas de TV e as mudanças no seu visual são tão marcantes como suas performances de “Na Boquinha da Garrafa”. Que danadinha!

Viviane Araújo

A atriz, modelo e ex-dançarina Viviane Araújo de 42 anos também sofreu grandes mudanças no visual ao longo dos anos. A musa de muitos carnavais que ficou famosa pelos diversos ensaios para revistas masculinas como Playboy e Sexy, também admite ter recorrido às cirúrgias plásticas para atingir o corpo desejado. Viviane se submeteu a dois implantes de silicone nos seios, lipoaspiração, rinoplastia e plástica também nos braços.

Tati Quebra Barraco

A funkeira carioca Tati Quebra Barraco mudou muito desde o início de sua carreira no funk. Não é a toa que a MC de 38 anos está quase irreconhecível para quem a conheceu antes da fama. A artista já se submeteu a mais de 25 cirurgias plásticas, dentre elas três operações no nariz, quatro operações nos peitos, lipoescultura, dentre outras.

Geisy Arruda

A polêmica Geisy Arruda já passou por inúmeros procedimentos estéticos desde que ficou famosa após o icônico episódio em que foi hostilizada na universidade em que estudava por usar um vestido considerado muito curto. Geisy admitiu já ter gasto mais de R$ 300 mil em procedimentos estéticos dos mais variados tipos. Na lista de intervenções estéticas realizadas pela moça estão: lipoaspiração, rinoplastia, cirurgia íntima, lipoescultura, implantes de silicone e redução do tamanho das bochechas.

Sandy

Sandy Leah Lima, ou apenas Sandy, como é conhecida a cantora, compositora e atriz brasileira, passou por muitas transformações desde que iniciou sua carreira artística ainda muito jovem cantando ao lado de seu irmão na dupla Sandy & JuniorA cantora mirim cresceu, e mesmo não sendo mais aquela inocente menina que conhecemos durante a década de 90, ela nunca perdeu sua “aura de pureza”. Hoje em dia é uma mulher linda e crescida, e consegue se manter afastada da imagem vulgar que muitas artistas acabam adquirindo.

Wanessa Camargo

Wanessa Camargo, a cantora, compositora, atriz e apresentadora brasileira, sempre esteve ligada à vida artística. Antes de se lançar como cantora no ano de 2000, Wanessa já mostrava indícios que seguiria os passos do pai e do tio famosos, Zezé Di Camargo e Luciano. A cantora, que costumava manter seus cabelos naturalmente ondulados antes da fama, já foi vista com os mais variados estilos e cores de cabelo, tendo até sido ruiva!

Alexandre Pires

Não foram apenas mulheres que mudaram drasticamente seus looks. Homens também passaram por transformações, e este é o caso de Alexandre Pires. O cantor e compositor mineiro que liderou o Só Pra Contrariar tinha um estilo muito mais exótico em 1989, quando se juntou com seu irmão Fernando e primo Juliano para montar o SPC. A banda fez um enorme sucesso durante a década de 1990 e Alexandre cresceu como artista e mudou seu look, apresentando um visual mais sério e conciso e partir para carreira solo.

Cauã Reymond

Quem diria que o ator Cauã Reymond, que começou carreira na novela adolescente Malhação, iria se tornar o galã que é considerado hoje. Naquela época, em meados de 2002, ele era um jovem com cabelos rebeldes e estilo despojado. Após essa estréia Cauã despontou como um dos grandes nomes da televisão brasileira, atuando em mais de uma dezena de novelas e seriados. Atualmente com um look mais maduro o astro continua arrasando corações femininos por aí.

Maurício Mattar

O ator Maurício Mattar não é mais o mesmo que despontou nas novelas da televisão brasileira durante as décadas de 80 e 90. artista conhecido pelas célebres atuações em Roque Santeiro e A Viagem era um jovem galã que conquistava o coração das jovens telespectadoras. Maurício não é mais tão jovem e seu visual mudou bastante. Com o passar dos anos ganhou peso e adquiriu um look “tiozinho”.

 Rei Roberto Carlos 

Até mesmo seres imortais como o Rei Roberto Carlos sofrem mudanças no visual e no estilo. Não é por menos, já que o Rei tem quase 60 anos de carreira musical, então seria impossível passar por todas essas décadas marcantes sem se adaptar ao estilo e tendências da época. O cantor que iniciou sua jornada artística nos anos 60 e deu início ao primeiro movimento musical do rock brasileiro, a Jovem Guarda, costumava usar roupas largas, coloridas, correntes e acessórios. Muitos anos depois, Roberto Carlos continua cantando, mas mudou o estilo musical e o estilo de se vestir. Hoje em dia só usa azul e geralmente no célebre terninho sport.

 

Um soldado da Polícia Militar da Paraíba foi baleado ao reagir a um assalto, na manhã deste sábado (9), na Zona Oeste de Natal. Os criminosos fugiram levando a arma do policial. Rafael Medeiros Marcolino Silva, de 30 anos, está no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, para onde foi socorrido logo após o crime. Segundo a família, o estado de saúde dele é grave.

De acordo com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o soldado estava na frente da sua casa no bairro Cidade da Esperança, por volta das 6h, acompanhado da namorada e alguns amigos. Enquanto conversava, o grupo foi abordado por dois homens que chegaram ao local em uma moto vermelha.

As testemunhas relataram à polícia que um dos assaltantes estava armado com um revólver. Ao perceber o assalto, o policial tentou reagir e foi baleado. Uma bala atingiu o braço e o tronco do soldado, e teria chegado à coluna dele. Rafael foi socorrido e passa por cirurgia, de acordo com a família.

Os criminosos fugiram após o crime e levaram a pistola do soldado. Nenhum suspeito foi preso até o momento.

Rafael Medeiros Marcolino Silva entrou na Polícia Militar da Paraíba, por meio de concurso público, em agosto de 2016 e concluiu o curso de formação em 2017.

O Comando da PM no RN declarou que já informou a situação à Polícia Militar do estado vizinho e está prestando o apoio necessário ao soldado.

Com informações do G1/RN

O ITEP (Instituto Técnico e Científico de Perícia já identificou o homem que veio a óbito após ser vítima de um acidente na manhã desta quinta-feira (07), no trecho da BR 304, em Macaíba conhecido como Reta Tabajara. Jailton de Oliveira Assunção, de 39 anos participaria da micareta Carnatal nos próximos dias na capital. Outros dois colegas da vítima ficaram gravemente feridos e estão sob cuidados médicos.

De acordo com o inspetor Roberto Cabral, da Polícia Rodoviária Federal as razões para o acidente ter ocorrido ainda estão sendo apuradas, mas a alta velocidade e ultrapassagens indevidas são comuns no local. “Vamos esperar os resultados dos laudos para termos uma posição, mas a rodovia meamo em obras é um ponto de muitas infrações”, disse.

Via Na Ficha da Polícia RN

Cerca de 1,9 milhão de contribuintes que declararam Imposto de Renda neste ano vão receber dinheiro do Fisco. A Receita Federal abre hoje (8) consulta ao sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2017.

Ao todo, serão desembolsados R$ 2,88 bilhões. A Receita também pagará R$ 231,4 milhões a 141,4 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2016, mas estavam na malha fina. Considerando os lotes residuais e o pagamento de 2016, o total gasto com as restituições chegará a R$ 3,11 bilhões para 2.038.984 contribuintes.

A lista com os nomes estará disponível a partir das 9h no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

O crédito bancário será feito em 15 de dezembro. As restituições terão correção de 6,19%, para o lote de 2017, a 100,48% para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês.

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Quem ainda não recebeu a restituição e está fora do lote de dezembro caiu na malha fina. Nesse caso, os contribuintes devem consultar o Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC) para descobrir a irregularidade, erro ou omissão que impede o ressarcimento. Segundo o Fisco, 747 mil declarações do IRPF 2017 ficaram retidas por causa de inconsistências nas informações prestadas. A quantidade corresponde a 2,46% do total de 30.433.157 documentos entregues neste ano.

A restituição ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, a solicitação deverá ser feita por meio do formulário eletrônico – pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço extrato de processamento. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita produziu um vídeo com instruções.

Agência Brasil

O pagamento antecipado do 13º salario dos servidores de Macaíba está sendo destaque na imprensa potiguar desde o anúncio feito pelo prefeito Fernando Cunha na última segunda-feira (04). Além da antecipação, Macaíba também é uma das poucas cidades potiguar a não ter atrasado os salários dos seus servidores e conceder aumento salarial de até 25% aos trabalhadores municipais. Site, portais, blogues de todas as regiões do estado deram destaque a medida da administração macaibense.

Por outro lado, a imprensa potiguar pontua também a situação caótica de outros municípios que poderão não pagar o 13º salário aos seus funcionários.  No RN mais de 30% dos municípios correm o risco de não pagar o 13º salário a seus servidores neste ano, garantiu o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio. Além de não ter a certeza se vão pagar o décimo aos trabalhadores, mais de 25% dos municípios potiguares admitem atraso no pagamento aos servidores atualmente e 18,8% consideraram que não têm como pagar o décimo neste ano.

A policial civil recém-formada Karla Silva de Sá Lopes, de 28 anos, foi encontrada morta, informou a Polícia Militar na noite desta quinta-feira (7). A corporação não passou mais informações sobre as circunstâncias da morte ou onde o corpo foi achado. A policial civil saiu de casa em Itapema, no Litoral Norte, na manhã de quarta (6) para caminhar e não foi mais vista.

Karla havia saído de casa por volta das 7h30. O marido dela, o policial militar Fernando Lopes, foi quem notificou o desaparecimento à Polícia Civil na delegacia de Itapema.

O advogado do marido, Luiz Eduardo Righetto, disse ao G1 que o policial prestou depoimento à Polícia Civil na noite desta quinta e que entregou para a perícia a arma que usa profissionalmente. Ele nega que tenha matado a mulher.

Ela é da última turma formada pela academia da Polícia Civil e deveria se apresentar até dia 12 deste mês para atuar em Otacílio Costa, na Serra.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú.

O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) denunciou o ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) à Justiça, nesta quinta-feira (07), pelo crime de lavagem de dinheiro. Segundo a ação, o político recebeu propina ligada às obras do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, e enviou o dinheiro para paraísos fiscais.

O caso foi remetido para a 10ª Vara Federal e decorre das investigações da operação Sépsis – feitas pela mesma força-tarefa que coordena as operações Greenfield e Cui Bono. Se a denúncia for recebida, Henrique Alves pode virar réu por lavagem de dinheiro cometida em 2014 e 2015.

O ex-ministro já responde pelo mesmo crime e por corrupção passiva nos autos da operação Sépsis, por práticas supostamente cometidas em 2011. Advogado de Henrique Alves nesse caso, Marcelo Leal afirmou ao G1 que não tinha sido notificado da denúncia até o fim da tarde e, por isso, não teria como comentar o caso.

O político está preso desde o último dia 6 de junho, quando a operação Manus foi deflagrada. Segundo a PF, mesmo na prisão, Alves comandava um esquema de ocultação de bens e fraude em licitações. No último dia 26, dois assessores do ex-ministro e um funcionário do Ministério do Turismo foram presos por relação com esse suposto esquema, em uma operação intitulada Lavat.

Com informações do G1/DF

Na manhã desta quinta-feira (07), a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov), a Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Deicor) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagraram a Operação Mercúrio e cumpriram sete mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão contra pessoas envolvidas com desvios de cargas que vinham acontecendo dentro do Rio Grande do Norte. O nome da Operação é uma alusão ao deus romano Mercúrio ligado à venda, lucro e comércio.

De acordo com as investigações realizadas pela Deprov e pela Deicor, que duraram nove meses, os crimes cometidos por este grupo deram um desfalque aproximado de R$ 10 milhões nas empresas vítimas dos crimes. Durante a ação, que aconteceu na Região Metropolitana de Natal e na cidade de João Câmara foram presos seis homens e uma mulher. O homem considerado líder do grupo, Alcivan Mendes de Moura, já estava preso e recebeu nova voz de prisão, nesta quinta-feira. A Operação Mercúrio contou com o trabalho de 40 policiais civis e de 30 policiais rodoviários federais. “A Polícia Rodoviária Federal está irmanada nesta investigação da Polícia Civil, pois entendemos que quando juntamos nossas forças, o combate a este tipo de crime é mais eficaz”, disse o inspetor Carneiro, chefe de investigações da PRF.

Além de Alcivan foram presos em cumprimento de mandados de prisão: o casal Edvaldo Silvério e Edinalva Gomes de Medeiros Silvério; Carlos Antônio da Silva; Jailton Damasceno da Silva; Francisco Evaniel da Silva e Willians Huberlan Nascimento de Oliveira. Com os suspeitos os policiais apreenderam diversos aparelhos bloqueadores de sinal via satélite, quantias em dinheiro, pedaços de falsos boletins de ocorrências e chaves de veículo

“O esquema de desvio de cargas envolvia a atuação de um grupo articulado que agia desde a formulação de boletins de ocorrência falsos, captação de motoristas que faziam parte do esquema e pessoas que recebiam as cargas roubadas e as revendiam por preços abaixo do mercado. A investigação da Polícia Civil começou logo após uma prisão feita pela PRF há 9 meses. Um fato que chamou a atenção da Polícia Civil, foi a atuação de um policial militar reformado que produzia os falsos boletins, na cidade de João Câmara. Edvaldo Silvério, com a ajuda da esposa Edinalva, produzia os documentos falsificados passando-se por policial civil e até mesmo afirmando que era delegado. Os motoristas que faziam parte do esquema solicitavam os boletins a Edvaldo, comunicando um furto que não havia existido para as empresas donas das cargas”, detalhou o delegado da Deprov, Licurgo Nunes.

Devido à complexidade da investigação e da quantidade de pessoas envolvidas, a Deicor também entrou no processo de elucidação dos crimes.

“Nós já havíamos prendido o Alcivan Mendes de Moura em outra oportunidade, quando o mesmo havia feito um desvio de cargas de pneus e já sabíamos que mesmo preso, ele continuava exercendo a liderança deste grupo”, detalhou o titular da Deicor, delegado Odilon Teodósio.

Um dos homens que fazia parte do esquema, Jailton Damasceno da Silva, foi preso pela Polícia da Bahia. De acordo com a Deprov, Evaniel exercia o papel de gerente no negócio criminoso e Carlos Antônio arregimentava motoristas para esquema fraudulento. “Com o decorrer das investigações, nós deveremos autuar o grupo pelos crimes de organização criminosa, furto qualificado, falsificação e uso de documento falso”, comentou o delegado Licurgo Nunes.
Assecom/Polícia Civil

O corpo de um homem não identificado foi encontrado na tarde desta quinta-feira (07), no Golandim, em São Gonçalo do Amarante.

Segundo a polícia, a vítima estava vestida com camisa amarela e bermuda de cores vermelha e preta. O corpo foi encontrado em um terreno com muito mato.

Uma equipe do ITEP esteve no local e removeu o corpo até a sede do órgão.

Público-alvo constitui-se de alunos das escolas públicas de Macaíba

Teve início nesta quinta-feira (07), na Vila Olímpica de Macaíba, um abrangente laboratório esportivo envolvendo crianças e adolescentes das unidades de ensino da rede pública municipal, oportunizando-lhes o contato com os diversos espaços de práticas esportivas existentes no local.

Ginástica, tênis e futebol Society são alguns exemplos do que está sendo disponibilizado para os nossos estudantes. Esse laboratório se estenderá até o próximo dia 15 de dezembro, sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

“É um festival esportivo que a gente está promovendo com as escolas de Macaíba. É muito comum você encontrar pessoas que gostariam de praticar determinado esporte e não têm conhecimento de como deve fazer. Esse festival envolve luta olímpica, ginástica rítmica, ginástica artística, futebol, futsal e treino funcional. Então, aqui as crianças podem conhecer e desenvolver todos esses esportes”, declarou o secretário municipal de Esportes e Lazer, Roberto Medeiros, sobre o laboratório esportivo em curso na Vila.

Assecom-PMM