Descrição do autor

Administrador

Buscando a retomada das obras da Reta Tabajara, o prefeito Fernando Cunha e o presidente da Câmara do Vereadores de Macaíba, Gelson Lima, estiveram reunidos com o Superintendente Regional do DNIT no Rio Grande do Norte, Antônio Willy Vale Saldanha Filho e com o engenheiro do órgão, Walter Fernandes. O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (21), na sede do DNIT Macaíba.

Na reunião, além de discutir o retorno dos trabalhos no trecho da Reta Tabajara, outro ponto importante abordado pelo prefeito e o presidente foi os viadutos que serão construídos nas entradas principais da cidade de Macaíba. A obra no trecho conhecido como Reta Tabajara foi suspensa pelo Tribunal de Contas da União desde abril de 2017, após uma auditoria realizada pelo órgão federal apontar supostos indícios de irregularidades.

Brasília

Após reunião com a cúpula do DNIT/RN, os chefes do Poder Executivo e Legislativo macaibense planejam viagem à Brasília onde vão pleitear também a retomada das obras. De acordo com anuncio realizado recentemente pelo vereador Gelson Lima, toda bancada federal do RN será convidada para participar do encontro na capital federal.

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Foi restabelecido o prazo de três meses para avaliar se crianças acolhidas em abrigos podem ou não ser adotadas

Deputados e senadores derrubaram, por unanimidade, vetos ao Projeto de Lei 5850/16 e restabeleceram a redução de prazos para a adoção de crianças e adolescentes acolhidos em abrigos. Foram 313 votos contrários ao veto entre os deputados e 50 entre os senadores.

Com a derrubada do veto, fica reduzido a três meses o prazo de reavaliação de crianças e adolescentes acolhidos em abrigos para determinar se podem ou não ser adotados. O prazo atual é de seis meses.

Os parlamentares também autorizaram o encaminhamento à adoção de crianças e recém-nascidos abandonados e não procurados por familiares em 30 dias.

Além disso, o juiz poderá suspender o poder familiar sobre criança e adolescente caso pais ou integrantes das famílias não compareçam à audiência para confirmar a intenção de exercer o poder familiar ou a guarda.

Acordo
A derrubada dos vetos foi possível depois de acordo feito com a liderança do governo. O deputado Claudio Cajado (DEM-BA) disse que o governo foi sensibilizado pelos argumentos dos parlamentares e de outras entidades defensoras da proposta. “O que se pretende aqui é dar celeridade e agilidade no procedimento de adoção”, disse Cajado.

Relator da proposta, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) também defendeu as novas regras de adoção. “Agilizar a adoção no Brasil é agilizar a pauta social do Brasil. Os vetos voltam a dilatar os prazos que nós conseguimos reduzir e, para as crianças em abrigos, cada dia é uma eternidade”, argumentou.

Para a deputada Maria do Rosário (PT-RS), três meses é um prazo razoável para que a Justiça e os órgãos sociais decidam sobre a criança e o adolescente – se haverá reinserção no ambiente familiar ou adoção. “Queremos entregar à sociedade uma legislação protetiva dos direitos das crianças”, disse.

Agência Câmara Notícias

Pagamento será realizado a partir de março, retroativo a janeiro deste ano.

A Câmara Municipal de Vereadores de Macaíba aprovou o projeto de lei que estabelece reajuste salarial aos professores efetivos da rede pública municipal de ensino macaibense, na tarde de ontem (20), em sessão solene realizada na casa do Poder Legislativo.

O reajuste é de 6,81% e a diferença dos pagamentos referentes aos meses de janeiro e fevereiro será paga nos meses de março e abril de 2018, respectivamente. O prefeito Fernando Cunha sancionará a lei nos próximos dias.

Assecom-PMM

São esperados R$ 8,7 bilhões em investimentos com a construção e operação das linhas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou nesta terça-feira (20) o resultado do leilão de transmissão de energia elétrica ocorrido no final do ano passado. Com estimativa de investimentos de R$ 8,7 bilhões nos próximos anos, elas farão parte do Sistema Interligado Nacional (SIN).

No total, foram arrematados 4,9 mil quilômetros de linhas de transmissão nos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Tocantins.

Portal Brasil

Na tarde desta terça-feira (20), foi realizada uma reunião da equipe macaibense de apoio ao fortalecimento do nome de Bolsonaro na cidade.

A reunião contou com a participação do Sargento Heronides, Capitão Gondin, Dr. Sandro Rodrigues e do presidente provisório do PSL de Macaíba Rubens Oliveira.

Na oportunidade, ficou definido que haverá uma carreata dos apoiadores de Bolsonaro no dia 21 de abril, às 16 horas, em Macaíba.

Senadinho Macaíba

Policiais Militares das Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (ROCAM), durante um patrulhamento na tarde desta quarta-feira (21), na BR-304, sentido Parnamirim/Macaíba, no município de Macaíba/RN, efetuaram a prisão de Francisco das Chagas do Nascimento, 32 anos, que possuía em seu desvafor um mandado de prisão em aberto pela prática de crime de homicídio. Após constatar o mandado, o mesmo foi encaminhado ao sistema prisional potiguar.

Na Ficha da Polícia RN

Quem tem conta na Caixa recebe o dinheiro automaticamente na contaJosé Cruz/Agência Brasil

Começa amanhã (22) o pagamento do abono salarial PIS (Programa de Integração Social) do calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores variam de R$ 80 a R$ 954 conforme o tempo de trabalho em 2016. Os titulares de conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 e movimentação receberam o crédito automaticamente na última terça-feira (20).

Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador, e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 29 de junho de 2018. Os últimos a sacar serão os nascidos em maio e junho, a partir de 15 de março.

São liberados R$ 15,7 bilhões para 22,1 milhões de beneficiários em todo o calendário. Para os nascidos em março e abril, estão disponíveis R$ 2,664 bilhões para mais de 3,745 milhões de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco  ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.

A Caixa lembra que tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento da Caixa. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta da Caia, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco público, apresentando o documento de identificação. O trabalhador com vínculo a empresa pública possui inscrição Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Agência Brasil

Uma falha de um delegado levou o juiz Raimundo Carlyle, em audiência de custódia, a considerar ilegal o auto de flagrante da prisão de três criminosos apanhados com quase 150 kg de maconha e cocaína pelo BPCHOQUE nesta terça-feira (20) em Parnamirim. A pedido do MP, o magistrado anulou a prisão.

A razão da nulidade foi provocada em ato do delegado Natanion Freitas, que ouviu os presos sem a presença de seus advogados, o que é proibido por lei.

Segundo apurou o blog, foi negado à defesa dos presos o direito de se manifestar, o que também é proibido por lei e compromete a integridade do auto de flagrante.

Com isso, o auto de prisão perde a validade não podendo ser decretado recolhimento em audiência de custódia.

Cabe pedido de prisão preventiva, no entanto, quando o caso for distribuído regularmente para uma vara criminal.

O policial militar baleado na manhã desta quarta-feira (21) foi atendido no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel e, em seguida, liberado. A bala que acertou o PM ficou alojada na nuca, como mostra a imagem do raio-x, e os médicos disseram que o próprio organismo dele se encarregará de expelir o corpo estranho.

O sargento foi atingido pelo tiro quando tentava evitar um assalto na Avenida Jaguarari, Zona Sul da capital. Segundo a assessoria de comunicação da corporação, um dos ladrões também foi ferido, mas conseguiu fugir.

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 9h40. No momento, o PM estava de carro, a caminho do trabalho, e percebeu quando dois homens chegaram em uma moto e se antecipou à ação dos criminosos. Houve uma troca de tiros e o sargento acabou levando um tiro na nuca. A bala ficou alojada, mas não atingiu nenhuma parte do corpo que comprometa a saúde do policial.
Com informações do G1/RN

Foto: Rahel Patrasso/Xinhua

O Brasil caiu 17 posições e atingiu a pior colocação em 5 anos no ranking sobre percepção da corrupção, produzido pela ONG Transparência Internacional. O levantamento, divulgado nesta quarta-feira (21), foi realizado em 180 países em 2017.

As notas dadas aos países vão de 0 a 100. Quanto maior a nota, mais transparente é o país, na visão de seus moradores. Com 37 pontos, o Brasil passou a ocupar a 96ª posição no ranking –no ano anterior, com 40 pontos, o país ficou na 79ª colocação. Apenas a Libéria e o Bahrein apresentaram recuo maior que o Brasil, de 32 e 33 posições, respectivamente.

No lugar que ocupa hoje, o Brasil está empatado com Colômbia, Indonésia, Panamá, Peru, Tailândia e Zâmbia, ficando atrás de países como Timor Leste (91º), Burkina Faso (74º) e Arábia Saudita (57º).

Na avaliação de Bruno Brandão, representante da Transparência Internacional no Brasil, “o país despencou”. “Foi uma das maiores quedas já registradas do país na história de participação do ranking, o que representou uma enorme frustração, tanto para o país como para a sociedade”, analisa.

O Brasil vinha apresentando uma trajetória de queda no índice desde 2014, até atingir um ponto de estabilização no ano passado –processo que, segundo Brandão, é normal nos países que começam a enfrentar o problema. Mas ele explica que, se o país persiste de fato no enfrentamento à corrupção, após o efeito de queda de curto prazo deve ter início uma trajetória positiva, o que ainda não aconteceu no Brasil.

“Nossa interpretação foi de que o Brasil estava, no ano passado, em uma encruzilhada. Ele podia persistir nesse combate vigoroso da corrupção e mudar de patamar, ou poderia regredir e continuar no caminho da corrupção e da impunidade sistêmica”, avalia Brandão, mencionando iniciativas como a operação Lava Jato.

“O resultado desse ano, de fato, aponta que esses esforços da sociedade brasileira de combater a corrupção estão em risco. E, claro, existem forças atuando sistematicamente para sabotar esse processo, para estancar a sangria”, pontua.

Argentina passa Brasil pela 1ª vez

No ranking de 2017, o Brasil também apresentou uma queda na sua posição em relação a outras nações em desenvolvimento, como os Brics. Índia (81º), China (77º) e África do Sul (71º) ultrapassam a nação brasileira, que só fica à frente da Rússia –com 29 pontos, em 135º na listagem.

Para Brandão, a perda de posição em relação a países com condições similares de desenvolvimento representa uma “ameaça”.

“Era a chance do Brasil começar a se despontar em relação a outros países e gerar para si uma vantagem, um mercado com muito mais segurança, mais atrativo para investimentos e gerar um ambiente de prosperidade e justiça social. É uma grande oportunidade que ainda temos, mas que está sendo ameaçada”, afirma.

O representante da ONG no Brasil destaca ainda que, na América Latina, a Argentina ultrapassou o Brasil no ranking pela primeira vez: o país vizinho passou de 36 pontos (95ª posição) em 2016 para 39 pontos e o 85º posto em 2017.

“A Argentina vinha com posições muito ruins, mas nos últimos dois anos a percepção da corrupção no país começou a melhorar”, avalia Brandão.

O índice de percepção da corrupção classifica países e territórios com base em quão corrupto seu setor público é percebido por especialistas e executivos de empresas. Na edição de 2017, o índice se baseou em 13 fontes de dados de 12 instituições como o Banco Mundial, Fórum Econômico Mundial e o Banco Africano de Desenvolvimento.

Segundo a Transparência Internacional, o índice é capaz de capturar aspectos de corrupção como propina, desvio de recursos públicos e proteção legal a denunciantes, jornalistas e investigadores quando reportam casos de corrupção. Ele não é capaz, no entanto, de avaliar fraude em impostos, lavagem de dinheiro e corrupção no setor privado, por exemplo.

Corrupção estrutural e resposta sistêmica

Com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), a Transparência Internacional lança junto à divulgação do ranking a primeira versão de um pacote de medidas anticorrupção chamado “Novas Medidas Contra a Corrupção”.

Segundo Brandão, as medidas têm inspiração nas melhores práticas internacionais, além de terem sido consultadas mais de 300 instituições brasileiras e dezenas de especialistas brasileiros para a redação e revisão do pacote, que contém mais de 80 projetos de lei, propostas de emenda constitucional e resoluções administrativas.

O conjunto das medidas legislativas ficará aberto para consulta pública por 30 dias, quando os cidadãos poderão comentar e enviar sugestões de mudança para cada uma delas.

Para Brandão, a iniciativa traz muitas lições de um projeto criado em 2015 pelo MPF (Ministério Público Federal), chamado “Dez Medidas Contra a Corrupção”, que ele considera ter sido abortado de “maneira prematura” pelo Congresso.

“A corrupção não está no DNA do brasileiro, não está no DNA do europeu. É tudo questão de ambiente, de se ter um sistema que crie propensão à integridade”, avalia Brandão.

Nova Zelândia lidera; Somália continua na “lanterna”

No ranking, a Nova Zelândia aparece em 1º lugar, com 90 pontos, seguida pela Dinamarca, que alcança 89. O “top 10” dos países mais transparentes é complementado por Finlândia (3º), Noruega (3º), Suíça (3º), todos com a mesma pontuação, e Cingapura (6º), Suécia (6º), Canadá (8º), Luxemburgo (8º) e Holanda (8º).

Na outra ponta, a Somália aparece como o menos transparente –posto que vem sendo ocupado pelo país neste ranking desde 2007. Complementando a lista dos 10 países menos transparentes, estão: Coreia do Norte (171º), Guiné Equatorial (171º), Guiné-Bissau (171º), Líbia (171º), Sudão (175º), Iêmen (175º), Afeganistão (177º), Síria (178º) e Sudão do Sul (179º).

UOL

 

Uma falha de um delegado levou o juiz Raimundo Carlyle, em audiência de custódia, a considerar ilegal o auto de flagrante da prisão de quatro bandidos apanhados com quase 150 kg de maconha e cocaína pelo BPCHOQUE nesta terça-feira em Parnamirim. A pedido do MP, o magistrado anulou a prisão.

A razão da nulidade foi provocada em ato do delegado Natanion Freitas, que ouviu os presos sem a presença de seus advogados, o que é proibido por lei.

Segundo apurou o blog, foi negado à defesa dos presos o direito de se manifestar, o que também é proibido por lei e compromete a integridade do auto de flagrante.

Com isso, o auto de prisão perde a validade não podendo ser decretado recolhimento em audiência de custódia.

Cabe pedido de prisão preventiva, no entanto, quando o caso for distribuído regularmente para uma vara criminal.

Confira:

Tampas de bueiros em desnível com o piso também são capazes de fazer estragos. Basta dirigir alguns quilômetros pela cidade e a sensação será de estar numa corrida de obstáculos. No caminho, sempre há um bueiro pronto para danificar rodas e causar acidentes. Pensando nisso, a Câmara Municipal de Natal acatou em segunda discussão, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (21), uma matéria encaminhada pelo vereador Dickson Júnior (PSDB) que determina o alinhamento das tampas de esgoto à manta asfáltica.

“Reconhecemos a importância da via asfáltica estar em boas condições ao trânsito dos veículos na cidade, a fim de evitar danos materiais e acidentes decorrentes de desvio dos veículos que se deparam com o desnivelamento do asfalto e as tampas de esgoto”, justificou o autor da matéria. “Um rápido passeio pelas ruas da capital potiguar é suficiente para constatar dezenas de “bueiros-crateras”. As depressões podem ser consequência de serviços malfeitos ou da degradação natural do asfalto”, acrescentou.

Também em segundo discussão, foi aprovado um projeto de lei apresentado pelo vereador Franklin Capistrano (PSB) sobre a obrigatoriedade das empresas de transporte coletivo municipais realizar campanhas educativas colocando avisos sobre questões de segurança no uso de telefone celular dentro dos ônibus. “A intenção é garantir a segurança dos usuários de ônibus que utilizam celular dentro deles, haja vista a insegurança vivida em nosso município”, defendeu Franklin.

Na sequência, o plenário derrubou um veto integral ao projeto de lei 269/2017, de autoria do presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (PDT), que cria atribuições para o Cargo de Auxiliar de Campo da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – Semsur e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo – Semurb. “O poder público tem o dever de observar as prerrogativas e valorizar o trabalho desses profissionais, responsáveis pela fiscalização das leis que regem o espaço urbano da cidade. Portanto, agradeço aos colegas pela sensibilidade ao decidirem derrubar o impedimento e manter o projeto”, argumentou o presidente

 

Um aparelho celular simplesmente explodiu nesta quarta-feira (21) na cidade de Currais Novos, no seridó Potiguar, no momento do incidente o aparelho era carregado e por pouco não causou um incêndio na residência.

Segundo informações, o aparelho estava sendo carregado na cabeceira da cama quando começou a provocar chamas e explodiu. havia moradores na casa que conseguiram apagar o fogo que por pouco não atingiu a cama do casal.

Apesar de não ser muito comum, esse tipo de incidente acaba ocorrendo principalmente em dias de chuva e serve de alerta para que as pessoas evitem dormir com o celular ao lado da cama, conectado ao carregador, ou embaixo do travesseiro.

Por Adailson Carlos

Serviço está sendo realizado regularmente no município.

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SME), realiza o transporte de aproximadamente 5 mil estudantes da rede municipal de ensino, de segunda a sexta, nos turnos da manhã, tarde e a noite para os alunos da Educação para Jovens e Adultos (EJA) e professores. Desde o início do período letivo, no dia 5 de fevereiro, o transporte está sendo realizado regularmente.

Em 2018, novas rotas escolares foram incluídas nos percursos, configurando a ampliação dos trajetos por Mangabeira, Barro Branco, conjunto Manoel Dias, escolas do Centro; Pé do Galo, Vila Mariana, BR-304, MultDia, Bela Vista III, Alto do Açude, Residencial Campinas; Lagoa do Mato, Tapará, Villa Olímpica e Lamarão.

De acordo com o chefe do departamento de Transportes da SME, Josimar de Oliveira Soares, aproximadamente 37 veículos realizam o serviço em todo o município, tanto na zona urbana como na zona rural. O público-alvo é formado por alunos do ensino infantil, fundamental, EJA, Mais Educação, pessoas com deficiência e professores.

Assecom-PMM

PM/ASSECOM – A Polícia Militar realizou através do 3º Batalhão uma Operação na cidade de Parnamirim nesta terça-feira (20), que resultou na apreensão de grande quantidade de drogas e dinheiro, além de arma de fogo e outros.

A Operação foi iniciada no bairro de Cajupiranga, e lá mesmo a PM efetuou a prisão de Jonhanta Felipe dos Santos, de 27 anos, Raimundo Silva de Lima, de 35 anos, e Clare Ihorrane da Silva Rocha, de 20 anos. Com os acusados foram apreendidos uma Pistola calibre 380, 30 munições, cerca de 10 Mil Reais em espécie, mais de 60Kg de Crack, porções de maconha e cocaína, balança de precisão, relógios, aparelhos celulares, um Notebook, dentre outros.

A Polícia Militar em Parnamirim trabalha diuturnamente combatendo o crime, servindo a sociedade e protegendo o cidadão de bem, demonstrando sua Força e seu Valor.

O ministro da Justiça, Raul Jungman, afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo que deputados do Ceará e Rio Grande do Norte têm defendido que o modelo de intervenção adotado no Rio de Janeiro seja replicado em seus estados.

De acordo com o que declarou ao jornal, o Planalto tem ciência de situações difíceis em outros Estados, mas nada que se compare à situação do Rio. Ainda segundo o ministro, a criação do Ministério da Segurança Pública terá objetivo de ajudar essas unidades da federação.

O BlogdoBG entrou em contato com as assessorias de todos os deputados federais do RN. Três retornaram.

Rafael Motta lembrou que a situação do Rio Grande do Norte é mais grave que a do Rio quando se considera a taxa de homicídios por 100 mil habitantes: de 61 em solo potiguar, e 31 em solo fluminense. Critiou o modelo de intervenção, mas defende que, se é para melhorar a segurança do Estado, é favor.

Rogério Marinho afirmou por sua assessoria de imprensa que é favorável à intervenção na segurança do Rio Grande do Norte no modelo do Rio de Janeiro.
Fábio Faria destacou que a tese de intervenção é absolutamente improcedente para o Rio Grande do Norte, mas preferiu não comentar se seria a favor ou contra em eventual cenário.

Os demais deputados, procurados no início da tarde desta terça-feira (20), não responderam aos questionamentos.
Blog do BG 

Testes no Facebook são atraentes e costumam viralizar muito rápido. Apesar de serem divertidos e mexer com a curiosidade das pessoas, eles trazem alguns perigos aos usuários. O que pouca gente sabe, ou não prestam atenção na hora de aceitar os termos, é que esse tipo de site se apropria de muitas informações a repeito do internauta, como data de nascimento, origem, onde mora, fotos que tirou e que foi marcado, lugares que visitou, entre outros.

Há alguns meses, o Facebook criou um recurso que permite filtrar quais dados o usuário cede a esse tipo de site ou aplicativo. Alguns deles aceitam esta quantidade limitada de informações, outros não.

No teste “Qual seria a sua aparência se você fosse do gênero oposto?”, do site Kueez, que se popularizou muito nos últimos dias, em sua política de privacidade há alguns tópicos, como:

“Nós podemos compartilhar informações agregadas dos nossos usuários, após excluir as partes identificáiveis, com determinadas empresas que tiverem o interesse em oferecer a você certos conteúdos promocionais que possamos achar relevantes para você”.

“Nós podemos compartilhar suas informações pessoais parcial ou integralmente com nossas subsidiárias, outros sites operados por nós, joint ventures e outros afiliados confiáveis que nós temos ou possamos vir a ter no futuro”.

“De acordo com o nosso Termo de Serviços, podemos usar o conteúdo enviado por você (incluindo suas fotos e de outras pessoas vinculadas à sua conta no Facebook) para aparecer como parte integral de partes dos serviços que oferecemos (por exemplo, sua foto pode aparecer em alguns quizzes ou games até mesmo para pessoas que você não conheça)”.

Isso significa que o site pode utilizar suas informações pessoais para fins comerciais, principalmente propagandas que aparecem em páginas que você visita.

Ao site Olhar Digital, o Kueez informou que ele não armazena nenhuma informação pessoal do usuário. Apenas o ID de usuário, email, nome e resultado da foto, para “oferecer uma experiência melhor de usuário”, diz.

Se você é uma das pessoas que concedeu acesso a seus dados do Facebook a algum site, calma, você ainda pode amenizar esta situação. Clique neste link, ou vá até a aba de aplicativos da rede social e remova os sites da aba “Conectado com o Facebook”.

O Tempo

Em entrevista ao Bom Dia RN nesta quarta-feira(20), Robinson Faria diz que espera autorização do TJ para usar R$ 300 milhões do Fundo Financeiro do Estado para normalizar pagamento do funcionalismo público.

“Na hora que o TJ autorizar, são 300 e poucos milhões de reais, vamos colocar a folha em dia dos que mais precisam, que são os inativos – os aposentados e os pensionistas. Com esse dinheiro aprovado no TJ, autorizando o estado a utilizar, e com outras vertentes que estamos buscando, pretendemos colocar a folha em dia em no máximo em dois meses”, afirmou.