Área industrial de Macaíba começa a receber câmeras de videomonitoramento

Através de uma parceria com a Associação das Empresas do Polo Industrial de Macaíba (ASPIM), a Prefeitura de Macaíba começou na tarde desta quarta-feira (18) os procedimentos para instalação de câmeras de videomonitoramento na área industrial do município. A previsão é que cerca de 20 câmeras sejam instaladas na região, que é formada pelo Distrito Industrial de Macaíba (DIM) e pelo Centro Industrial Avançado (CIA).

Inicialmente, o DIM vai receber duas câmeras e o CIA uma, as quais serão interligadas a uma central de controle em Macaíba que, consequentemente, terá um link direto com o próprio Centro Integrado de Operações de Segurança Pública – CIOSP/RN. Assim, os órgãos de segurança terão visibilidade de todas as imagens geradas por essas câmeras.

O presidente da ASPIM, empresário Hélio Oliveira, explica que a referida associação está providenciando os postes de 14 metros de altura que servirão de suporte para as câmeras, através da empresa Predesign, atuante em Pré-moldados, que está instalada no DIM, enquanto que a Prefeitura de Macaíba fica a cargo de fornecer e instalar as câmeras de videomonitoramento. “É extremamente salutar essa parceria público-privada no fomento no município, da região, do estado. Toda vez que o município tiver intenções de fomentar a economia, emprego e renda pode contar com a ASPIM”, declarou o presidente.

Sobre a implantação das câmeras, Hélio Oliveira ressaltou: “É uma reinvindicação antiga do Polo Industrial. Com isso, nós temos a certeza de que está se consolidando a primeira etapa desse sistema de câmeras que irá beneficiar o DIM e parte do CIA. Na verdade, este é o segundo passo de uma parceria entre ASPIM, Prefeitura e Polícia Militar”. Recentemente, foram conseguidas duas viaturas para patrulhar a área.

O presidente da ASPIM ainda pontuou que uma maior cobertura de segurança também pode significar mais emprego, renda e produção (já que as empresas poderão adotar o turno noturno de funcionamento), ou seja, mais dinheiro no bolso do trabalhador, do empresário e do próprio município com os impostos gerados. “O CIOSP tem um projeto para cobrir toda esta área industrial (DIM e CIA) em pontos mapeados, e esperamos que até o final de 2018 essas etapas todas estejam concluídas”, destacou.

Nesse viés, outra pauta importante pontuada pela ASPIM para melhorar a segurança do entorno é uma futura iluminação do canteiro central da BR-304, do trevo de Parnamirim ao trevo de Macaíba, o que já vem sendo dialogado com órgãos públicos municipais, estaduais e federais.

Assecom-PMM

Administrador

Deixe uma resposta