dsc_0348

Faltando exatamente uma semana para as eleições municipais, pesquisa realizada pelo Instituto Certus, em parceria com o portal Agora RN, mostra que o atual prefeito de Macaíba, Fernando Cunha (PSD), segue com ampla vantagem em relação à segunda colocada, a ex-prefeita Marília Dias (PMDB) na busca pela reeleição. Em pesquisa estimulada, Dr. Fernando aparece com exatamente o dobro da preferência manifestada por Marília (44,76% contra 22,38%).

Caso a eleição fosse hoje, Dr. Fernando venceria com mais de 10 mil votos de maioria – levando-se em consideração que em Macaíba 48.828 eleitores estão aptos a votar. A pesquisa, realizada entre os dias 17 e 18 de setembro, ouviu 420 pessoas, nas zonas rural e urbana, e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº RN-08366/2016. A margem de erro máxima admitida da pesquisa é de 3,5% para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

A vereadora Kátia Sena (PRP), por sua vez, caiu de 8,8% para 7,86%, da pesquisa realizada no final do mês de agosto. Já o número de pessoas que não votará em nenhum dos três candidatos caiu de 9,3% para 8,10%. Na contramão, a porcentagem de eleitores indecisos subiu de quase 13% para 15,95%. Finalmente, 0,95% dos entrevistados preferiram não opinar.

SONDAGEM ESTIMULADA

Dr. Fernando 44,76%

Marília Dias 22,38%

Kátia Sena 7,86%

Nenhum 8,10%

NS 15,95%

NR 0,95%


 

3

Em parceria com o Instituto Certus, o portal Agora RN apresenta o resultado da pesquisa de intenções de votos para o prefeito do município de Macaíba na modalidade “espontânea” – quando o eleitor escolhe em quem vota sem que lhe seja apresentada uma lista. A exatamente uma semana das eleições, o atual prefeito, Fernando Cunha (PSD), lidera com folga a preferência do cidadão, computando exatos 40% das respostas positivas. Em segundo lugar, a ex-prefeita Marília Dias (PMDB) aparece com 20,4% do interesse popular – metade do que é destinado ao atual prefeito.

Caso a eleição fosse hoje, Dr. Fernando venceria com mais de 10 mil votos de maioria a segunda colocada. A pesquisa, realizada entre os dias 17 e 18 de setembro, ouviu 420 pessoas, nas zonas rural e urbana, e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº RN-08366/2016. A vereadora Kátia Sena (PRP), em último lugar de preferência, soma apenas 4,29% das opiniões espontâneas. A pesquisa atual dá uma vantagem a Dr. Fernando de 19,6% tendo como base a concorrente mais próxima (Marília).

Já o número de pessoas que garantiu votar em nenhum dos três candidatos se mantém em 8,57%. Os que não souberam responder em que candidato votará superou o número de simpatizantes de Marília Dias, são 25,48% do eleitorado que está indeciso. Por fim, 0,95% dos entrevistados preferiu não opinar, número igual ao daqueles que foram questionados na pesquisa da modalidade “estimulada”.


PESQUISA ESPONTÂNEA

Dr. Fernando 40,00%

Marília Dias 20,48%

Kátia Sena 4,29%

Outro 0,24%

Nenhum 8,57%

NS 25,48%

NR 0,95%

labardi

Rodrigo Lombardi foi convocado para substituir Domingos Montagner em Carcereiros, série baseada no livro de mesmo nome de Drauzio Varella com estreia prevista para janeiro. Montagner iria praticamente emendar Velho Chico com as gravações da minissérie, que começa a ser filmada no final de outubro. O ator morreu afogado na semana passada, ao mergulhar no rio São Francisco com a colega de elenco Camila Pitanga. A Rede Globo confirmou a substituição.

Lombardi vai ter dois trabalhos na TV com intervalo curto de um para o outro. Depois de Carcereiros, que terá doze episódios, ele estará no ar em À Flor da Pele, trama de Gloria Perez que entrará no lugar de A Lei do Amor. O folhetim de Maria Adelaide Amaral substitui Velho Chico a partir de 3 de outubro.

Rodrigo Lombardi também atuou em Velho Chico: na primeira fase da trama, foi o Capitão Ernesto Rosa, amigo do pai de Santo, personagem de Domingos Montagner.

dna

passam-mal

Uma turma que saiu de recife para prestar o concurso público da Polícia Militar do Estado do Ceará (PM/CE),na cidade de Fortaleza passaram muito mal no início da tarde deste sábado 24 de setembro de 2016,após tomarem café em uma churrascaria que fica localizada as margens da BR 304 em Mossoró no Rio Grande do Norte.

De acordo com as informações os jovens tomaram café da manhã por volta das 9:30hs e já na saída começaram a passar mal.Ao chegarem na Comunidade Caponga que faz parte do município de Beberibe-CE,começaram a sentir fortes dores sendo necessário acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192.Ainda segundo informações dez jovens tiveram que ser internados no hospital de Beberibe.

Macaiba

Com a campanha eleitoral em sua reta final, vários apostadores começam a fazer suas apostas sobre quem vai vencer o pleito eleitoral de 2016. A primeira aposta alta aconteceu entre o secretário Lindoarte Lima e o comerciante Belchior, ambos apostaram seus carros que se encontram casados e acorrentados na garagem do comerciante. A segunda aposta aconteceu entre o comerciante Clodoaldo e o chefe de vigilância Coelho, ambos casaram 10 mil reais, ainda teve uma terceira aposta entre Weyder Costa e Cabeludo, ambos apostaram suas motos que já estão casadas. Antes do fechamento desta matéria mais uma aposta foi fechada no valor de 20 mil reais.

Lindoarte Lima aposta seu carro na vitória de Fernando e o comerciante Belchior aposta na vitória de Marília.

Clodoaldo aposta na vitória de Fernando e Coelho na vitória de Marília.

Weyder Costa aposta na vitória de Fernando e Cabeludo aposta na vitória de Marília.

Macaíba é famosa por suas apostas extravagantes no período eleitoral, no ano de 2008, um cidadão conhecido como Milton Mangabeira, perdeu um carro quando apostou na derrota de Marília Dias. Na campanha de 2012, Milton perdeu um prédio comercial no centro de Macaíba para José Amilton de Traíras. Naquela época, Milton perdeu mais de 200 mil reais em apostas.

sergio_moro

O juiz Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na 13ª Vara Federal de Curitiba, determinou o bloqueio de contas e investimentos do ex-ministro Guido Mantega e de outros sete investigados na operação Arquivo X, da 34ª fase da Lava Jato.

O bloqueio atinge valores depositados até o montante de R$ 10 milhões, mas exclui os ganhos com salário.

“Não importa se tais valores, nas contas bancárias, foram misturados com valores de procedência lícita. O sequestro e confisco podem atingir tais ativos até o montante dos ganhos ilícitos. Considerando os valores da propina paga, resolvo decretar o bloqueio das contas dos investigados até o montante de dez milhões de reais”, escreve o juiz federal, em decisão de agosto, quando autorizou as prisões e os mandados de busca e apreensão da operação.

Segundo as investigações da Lava Jato, em 2012, o então ministro teria atuado diretamente junto ao empresário Eike Batista, dono da empresa OSX que havia sido contratada pela Petrobras, para negociar o repasse de recursos para pagamentos de dívidas de campanha de partidos políticos aliados do governo.

Em depoimento, Eike declarou que recebeu pedido do ex-ministro para que fizesse um pagamento de R$ 5 milhões para o PT.

Quando foi preso, o ex-ministro estava acompanhando sua mulher, que passava por uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A força-tarefa da Lava Jato realizou nesta quinta-feira a 34ª fase da operação, batizada de Arquivo X, em alusão ao uso da consoante pelas empresas de Batista.

Em plena crise, empresários passaram a ver em Claudinha um verdadeiro “negócio arriscado”

claudia-leite

Com vários shows cancelados por falta de público, Claudinha Leitte tem apelado para lugares menores. Outro dia, fez show em uma boate. E no estacionamento de uma churrascaria.

Agora a genérica de Ivete Sangalo se apresentou em um buffet de Recife, o Blue Angel, que é uma casa de recepções. Lá costumam ser feitos casamentos, aniversários (principalmente de 15 anos) e formaturas.

No início do ano, Claudinha pediu ajuda à sua suposta maior rival, Ivete Sangalo, para tentar vender apresentações e dar uma sacudida na sua agenda, que está praticamente zerada.

Desde que se mudou para os EUA com a família, no suposto objetivo de se aprimorar musicalmente e efetivar parcerias com artistas gringos (projeto que naufragou em menos de dois meses), no Brasil as coisas passaram a desandar de vez para ela. Isso porque em 2015 sua carreira já apresentava diversos sinais de desgaste. Foram 4 cancelamentos contabilizados, todos por falta de público. Quem é do ramo sabe: artista que não vende ingressos, vira “investimento de risco”. E em plena crise, empresários passaram a ver em Claudinha um verdadeiro “negócio arriscado”.

Soma-se a isso o fato da cantora já ter um alto grau de rejeição no grande público, o que veio a se generalizar nos últimos meses. Até sua mãe chegou a postar um desabafo, nas redes sociais, pedindo para que as pessoas parassem de perseguir sua filha. Claudia Leitte não é exatamente uma pessoa 100% acessível e de espírito alegre.

Vários episódios da relação da cantora com o público acentuaram essa percepção. Tem ainda o episódio da captação de dinheiro público, pela Lei Rouanet, revelado pela imprensa e sua assessoria tendo que apagar o “incêndio”. Mas o maior erro: a busca cega pelo objetivo de se tornar maior que Ivete Sangalo. Isso, as pessoas não perdoaram nela. Inclusive os anunciantes, que deixaram de procurá-la para renovações e novos contratos.

Fonte: R7

A polícia paquistanesa já havia identificado a participação do pai da jovem, Mohammad Shahid, e do primeiro marido, Mohammad Shakeel, no assassinato

jovem-morta

A britânica Samia Shahid, de 28 anos, estuprada e morta no Paquistão por um crime de honra planejado pela família, foi atraída ao país pela mãe e a irmã por meio de mensagens em que diziam que o pai da jovem estava morrendo. A informação é um componente a mais de crueldade para a história, cujo desfecho trágico começou quando a jovem fugiu de um casamento forçado com um primo. A família de Shahid, no entanto, jamais aceitou a sua segunda união, com Syed Mukhtar Kazam, e por isso teria planejado sua morte.

A polícia paquistanesa já havia identificado a participação do pai da jovem, Mohammad Shahid, e do primeiro marido, Mohammad Shakeel, no assassinato. Mas só recentemente descobriu que a mãe e a irmã também estão envolvidas. Agora, elas serão acusadas como cúmplices, uma vez que mentiram para convencer a vítima a viajar ao país, dizendo que o pai, diabético, estava à beira da morte. Segundo a investigação, Madiha e a irmã, a vítima, teriam se falado por telefone 15 vezes em dois dias.

Na época, a vítima teria enviado uma mensagem a um amigo: “Minha família não me contou sobre isso, mas minha irmã mais nova me ligou chorando. Reze para que eu volte viva no dia 21 de julho”, diz a jovem, que chega a chamar o ex-marido de psicótico.

Família desaprovava segundo casamento

Samia Shahid morreu enquanto visitava parentes em Pandori, uma aldeia perto de Mangla Dam, no norte do Punjab. Kazam, que também é paquistanês, afirma que a família de Shahid não aprovava o seu “casamento por amor”. Eles se casaram em Leeds, na Inglaterra, em 2014.

Viúvo da jovem denunciou assassinato

casal

O ex-marido da esteticista Samia Shahid teria confessado o assassinato dela, segundo fontes policiais no Paquistão contaram. Parentes afirmaram que ela tinha sofrido um infarto, mas o atual marido dela, Syed Mukhtar Kazam, alegava que ela tinha sido assassinada porque eles se recusavam a aceitar o casamento dos dois. Segundo a polícia, o ex-marido paquistanês admitiu que a estrangulou com um lenço.

Em mais uma demonstração de força, uma grande massa popular caminhou ao lado do candidato a prefeito Doutor Fernando Cunha  e dos candidatos a vereador da coligação União e Trabalho na passeata Todo Mundo Vota 55, que percorreu a Rua Nova, Raiz, Campo da Santa Cruz, Morada da Fé e a Rua Areia Branca, na tarde e início da noite desta sexta-feira (23).

A população mais uma vez abriu as portas e as janelas de suas casas, vibrando com a realização da caminhada. Confira as fotos:

dsc_0348

dsc_0285

dsc_0308

dsc_0318

dsc_0286

dsc_0344

dsc_0355

dsc_0296

dsc_0376

14442604_1224301280967568_1220768599_n

A Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (APAE) de Macaíba convida a sociedade macaibense para prestigiar a inauguração de novas instalações em sua sede, localizada na Rua Dr. Francisco da Cruz, nº 50, Centro. O evento começa a partir das 16h desta sexta-feira, 23 de setembro de 2016.

Na oportunidade, serão apresentadas aos presentes as instalações da cobertura da piscina terapêutica da instituição, conseguidas através de doações de colaboradores, parcerias com empresários e amigos da instituição, recursos da Campanha APLUB CAP, FENAPAES e FEAPAES do RN, Café Solidário e Feijoada Fraterna.

mantega

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de “desfaçatez” o comunicado feito pelo juiz federal Sérgio Moro de que nenhum membro da força-tarefa da Operação Lava Jato sabia que a esposa do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega enfrentaria uma cirurgia na última quinta-feira (22) de manhã.

“A mulher dele [Guido] está com câncer e estava começando a cirurgia. Levaram ele para depois, na maior desfaçatez, pedir descupa, que não sabiam que a mulher estava com câncer. Eles sabiam que a mulher estava dentro da sala de cirugia não era para se embelezar, para fazer maquiagem, era para fazer uma cirurgia”, disse, durante comício do candidato a prefeito do Recife, João Paulo (PT), na noite desta quinta.

No comício, Lula disse que o país precisa voltar à normalidade. “Democracia exige um presidente eleito, mas exige que as instituições respeitem a sociedade e que membros de instituições poderosas, do Ministério Público e da Polícia Federal, sejam pessoas de bom senso, que ajam com a maior responsabilidade”. Ler mais…

carlos eduardo

A juíza eleitoral Suely Silveira condenou o candidato a prefeito de Natal, Kelps Lima (SD), a conceder direito de resposta ao prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) em suas redes sociais, por fazer postagens, segundo Suely, “com o objetivo de degradar ou ridicularizar a imagem do atual chefe do executivo municipal”.

A juíza Suely Silveira ainda mandou Kelps retirar o material de seus perfis imediatamente.

Na sentença, a juíza Suely Silveira também disse que Kelps ultrapassou os limites da legislação vigente:

“As postagens nas redes sociais do representado, com imagens que carregam em si uma mensagem subliminar, que é aquela de conteúdo dissimulado, que atua no subconsciente da pessoa a ela exposta, usada como uma forma subutil de incentivar algum comportamento, não deve ser utilizada para degradar ou ridicularizar outrem. Vê-se, portanto, que houve extrapolação do limite da crítica razoável, ínsita ao jogo político, e parte para ofensa pessoa do candidato representante, atingindo-lhe a honra, É nesse viés que se faz necessária a atuação da Justiça Eleitoral no sentido de coibir tais práticas”.

O direito de resposta a Carlos Eduardo deverá ser no mesmo veículo, espaço, local, horário, página eletrônica, tamanho, com caracteres e outros elementos de realce usados na ofensa, ficando disponível para acesso pelos usuários do serviço internet pelo tempo de 03 (três) dias, tempo não inferior ao dobro de sua veiculação.

Na decisão, a juíza Suely Silveira também determinou a abstenção de novas postagens com o uso de mecanismos ou expressões que “ridicularizem candidatos”, impondo multa de 10 mil reais e suspensão por 24 horas do acesso a suas redes sociais, caso a determinação não seja cumprida.

O delegado regional, Ricardo Brito, confirmou a reportagem da Rádio Caicó na manhã desta sexta-feira (23) que a operação “Cavaleiros do Apocalipse” tem o objetivo de desarticular parte de grupo criminoso que “agia espalhando toda sorte de miséria e desgraça na cidade”.

O grande responsável pelos crimes praticados nos últimos meses em Caicó, foi identificado como Petrúcio Raylander, o “Guiguiu”, que está preso no Presídio de Alcaçuz em Nísia Floresta/RN.

Os policiais, 100 ao todo, cumprem 13 mandados de busca e 5 de prisão. Até às 7h da manhã, tinham sido apreendidas, 4 arma de fogo e pequena quantidade de drogas na Zona Norte, Oeste e outras regiões da cidade. Pelo menos 7 pessoas tinham sido presas. Entre os presos, estavam, Pedro Henrique, conhecido como Mayallisson e Boy Léo.

Por Sidney Silva

material-apreendido-1-1
Policiais da Rádio Patrulha do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM) prenderam nesta quinta-feira (22) Samuel Barbalho Germano, de 25 anos, e Maciel Cassiano do Nascimento, de 27 anos, ao tentarem assaltar um mercadinho e um veículo no distrito de Rio dos Indios em Ceará Mirim.
Com eles os policiais apreenderam um revólver calibre 38 municiado. Ambos confessaram que minutos antes de tentarem cometer o roubo em Ceará-Mirim haviam pegos um táxi em Natal e anunciaram o assalto ao taxista que, feito de refém, foi obrigado a conduzi-los até o distrito para cometer novos roubos.
Os detidos, vitimas e a arma apreendida foram conduzidos à Delegacia de Plantão da zona Norte de Natal para a realização de procedimentos cabíveis.

crianca-morta

Um homem flagrado em um hotel atirando sua enteada de três anos em uma piscina, repetidamente até a morte, foi condenado a 100 anos de prisão, na cidade de Morelia, no estado de Michoacan, no México.

As imagens registradas pelo circuito interno de câmeras do local mostra o assassino, identificado apenas como Jose David N., repetidamente jogando a criança na água.

A menina, que não sabia nadar, é vista lutando para se manter respirando enquanto o padrasto apenas a observa se afogar. A mãe da criança estava dormindo no quarto do hotel no momento do crime.

No vídeo abaixo, veiculado por uma emissora de TV americana antes do anúncio de condenação de Jose, é possível ver o assassino em ação.

Antes das imagens do circuito interno virem à tona, o padrasto da menina alegou estar surpreso com seu afogamento. No entanto, com o surgimento das filmagens, sua defesa foi derrubada, dando lugar à condenação sem possibilidade de liberdade condicional.

Um dos três juízes que decretaram a condenação revelou que a criança foi puxada pelos cabelos e segurada embaixo d’água para que não conseguisse respirar. A defesa do assassino ainda levantou a hipótese de que a garota tivesse morrido já fora da piscina, o que foi rejeitado pela Justiça.

bandido-6

Uma ação da 1a Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim resultou na prisão de dois homens, na manhã desta quinta-feira (22). Vitor da Silva Pinheiro, 21 anos, foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária por ser investigado pelo desaparecimento da adolescente Layla Delmiro da Silva, 15 anos. A jovem saiu de casa no dia 4 de agosto deste ano e não retornou.

jovem-desaparecida

“Nós já sabemos que o outro suspeito pelo desaparecimento de Layla é Francisco Elielton do Nascimento Silva, que está foragido. Nós pedimos a ajuda da população para localizar Elielton. Informações anônimas podem ser enviadas para o Disque-Denúncia 181”, solicitou o delegado titular da 1a. DP, Júlio Lima.

Outra prisão – Os policiais civis também cumpriram um mandado de busca e apreensão na residência de Breno Carlos da Silva, 18 anos, no bairro Vale do Sol e conseguiram prendê-lo em flagrante pela prática dos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e resistência.

bolsa-familia-250x166

O Globo

Dos quase R$ 16 milhões doados por beneficiários do Bolsa Família, R$ 5.157.328,45 foram em recursos financeiros e a maior parte – R$ 10.813.108,10 – em bens estimáveis. As chamadas doações em estimáveis são aquelas em que é calculado o valor do trabalho que a pessoa prestou para a campanha, o valor do empréstimo de um carro ou um galpão, entre outros exemplos. Os dados foram divulgados na tarde desta quinta-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Segundo informações da assessoria do TSE, dos 16 mil beneficiários do Bolsa Família que doaram para as campanhas eleitorais deste ano, de acordo com levantamento feito pelo tribunal, 9.040 fizeram doação financeira e 8.254, doação em bens estimáveis. Outros 586 fizeram os dois tipos de doação (financeira e estimáveis) .

O maior partido da Câmara, o PMDB, é o que mais recebeu doações em financeiro (R$ 410,7 mil) e o segundo em bens estimáveis (1,1 milhão). O PSD aparece em seguida, com R$ 326,3 mil doações financeiras e R$ 1,1 milhão em estimáveis. Ler mais…

Uma professora do Instituto de Educação Clélia Nanci, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, foi afastada do cargo depois de ter chamado um aluno negro, de 14 anos, de macaco, na segunda-feira. Em uma gravação, a professora identificada como Nádia Restum aparece em uma discussão com o estudante e responde: “Você olha para o seu rabo, macaco”. O vídeo foi gravado por um colega de turma do garoto.

A Secretaria Estadual de Educação, responsável pela administração do colégio, enviou nota afirmando que “a professora foi afastada imediatamente das funções e responderá a uma sindicância”. “A secretaria ressalta que repudia quaisquer formas de preconceito e discriminação.

PF

O Ministério Público Federal (MPF) informou nesta quinta-feira (22) que identificou indícios de irregularidades em mais de 65 mil prestações de contas de campanhas da eleição municipal deste ano. Ainda de acordo com o MPF, as contas de 13% dos quase 500 mil candidatos a prefeito e a vereador estão sob suspeita.

O valor total de doações declaradas à Justiça Eleitoral até esta quinta, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ultrapassa R$ 1 bilhão. O Ministério Público ressaltou que as principais irregularidades identificadas dizem respeito a doações de pessoas com renda incompatível com o valor repassado aos candidatos, doadores inscritos em programas sociais e doadores desempregados. Os procuradores da República apontam suspeita de lavagem de dinheiro e doações de empresas camufladas por meio de doações de pessoas físicas.

As supostas irregularidades foram rastreadas com base no cruzamento de dados do Ministério Público, da Polícia Federal, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal de Contas da União, da Receita Federal, da Controladoria-Geral da União e do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). Diante dos indícios de irregularidades, os procuradores da República irão analisar as contas dos mais de 65 mil candidatos que caíram na malha fina das prestações de contas eleitorais. As informações serão utilizadas para, eventualmente, questionar as candidaturas que receberam doações sob suspeita.