Foto: Reprodução/Twitter/@crimesreais

Um adolescente de 14 anos encontrou um pedaço de dedo humano em uma esfiha fechada comprada por meio do serviço de delivery. O caso aconteceu na noite do último sábado (11), na zona norte de São Paulo.

De acordo com informações da SSP (Secretaria de Segurança Pública), a Polícia Militar foi acionada e se dirigiu até o estabelecimento que fez a venda. Lá, encontrou o jovem e a mãe.

Os policiais falaram com o dono do estabelecimento por telefone, que confirmou que um dos funcionários havia decepado o dedo cortando calabresa. O funcionário teria procurado pela parte decepada, mas não encontrou, e foi levado a um hospital.

O comércio foi fechado, e os policiais apreenderam os alimentos e o dedo encontrado pelos clientes para posterior perícia do Instituto de Criminalística e do IML (Instituto Médico Legal). Também foi solicitada perícia no local.

Segundo a SSP, o caso foi registrado como crime contra as relações do consumo, perigo para a vida ou saúde de outro e lesão corporal culposa (sem intenção).

UOL

Militares veem STF se livrando do ônus de decisão
O ataque do ministro do STF Gilmar Mendes, acusando o Exército de se “associar ao genocídio” foi recebida com indignação nos meios militares. Mas aqueles que raciocinam politicamente na caserna não acreditam em declaração “impensada” do magistrado. Ao contrário, acham que é uma estratégia do STF para fugir da responsabilidade de haver afastado o Planalto do comando no combate à pandemia. Foram os ministros do STF que transferiram aos governadores as ações contra o Covid-19.

Faça o que eu digo

Os militares perceberam a estratégia quando Gilmar acusou o governo de “fugir à responsabilidade” que o próprio STF retirou do presidente.
Decisão ‘não foi sábia’

O general Augusto Heleno reconheceu que o presidente foi cerceado nas ações contra o covid-19: “A decisão parece que não foi das mais sábias.”

STF com o pé na jaca

Heleno afirmou que o STF merece respeito, mas “às vezes” a Corte tem pisado na bola. E enfiado o outro pé na jaca.

Claudio Humberto

Cumprindo agenda na capital federal durante a última semana, o Coronel Hélio, pré-candidato a Prefeito de Natal pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), participou de diversas reuniões políticas com lideranças do Governo Bolsonaro e que reforçaram o apoio federal ao seu nome. Pré-candidato pelo partido do vice-presidente Hamilton Mourão e que tem Levy Fidelix como presidente nacional, Coronel Hélio está trabalhando duro para firmar um projeto fora dos padrões da velha política de Natal e com uma rede de apoio no Governo Federal.

Para Coronel Hélio, os encontros foram bastante positivos, pois trataram de áreas sensíveis à capital potiguar. “Tivemos vários encontros nos quais pudemos consolidar nossos valores e nossas bandeiras, que foram as mesmas que levaram o nosso presidente Bolsonaro à vitória. Entendemos que o povo de Natal, em sua grande maioria, é conservador. Então, há uma expectativa de que o gestor que ocupa o cargo do Executivo também tenha esses valores e bandeiras como as que elegeram nosso presidente, mas sempre com uma visão empreendedora e colocando Natal como uma grande capital que sempre esteve à frente do seu tempo. Natal está parada há muitos anos e nós precisamos aproveitar esse momento junto com o Governo Federal e seus Ministérios que tanto tem ajudado o Brasil a sair do atoleiro”, explica Coronel Hélio.

Acompanhado de Getúlio Batista, presidente estadual do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), ambos foram recebidos pelo presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, grande apoiador de Bolsonaro, que reforçou as bandeiras e os valores que devem nortear a pré-candidatura.

Em reuniões intermediadas pelo deputado federal General Girão, Coronel Hélio se encontrou com o deputado federal Eduardo Bolsonaro e também com o presidente da Embratur, Gilson Machado, com quem trataram sobre assuntos relacionados ao turismo e ao desenvolvimento pós-pandemia. “Estou muito otimista, pois no período pós-pandemia, o mundo vai procurar o turismo ao ar livre, de natureza que é o principal no Brasil. Segundo a Organização Mundial do Turismo, o Brasil tem a chance de deixar de ser o país do potencial para ser o da realidade porque nós temos a maior vocação do mundo para isso. Prática esportiva, praias, dunas, kitesurf, aliada a gastronomia do Nordeste e às músicas dessa região tão rica. Vamos sair dessa pandemia e o Nordeste vai sair ainda melhor. Vamos estimular o turismo, em especial, o interno, através da Embratur e colocar toda a região e Natal na prateleira para todo o mundo”, pontuou Machado.

Em visita ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Informação, Coronel Hélio conheceu algumas demandas que o órgão trabalha e projetos que ele pode oferecer para contribuir com o desenvolvimento de Natal. “O Ministério trabalha com muitas demandas que são justamente as carências do nosso munícipio. Então, essa parceria com o Governo Federal será muito importante para que tenhamos projetos para apresentar a nossa população. Natal precisa avançar e tenho certeza de que muito pode ser feito nessa área”, afirma o pré-candidato.

Como parte da agenda cumprida em Brasília, também foi realizada uma reunião com o General Paulo Assis, que foi o principal articulador da atual chapa presidencial, Bolsonaro e Mourão.

Fonte: Portal Grande Ponto

Uma ação conjunta entre a equipe de plantão da 8ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Alexandria e a Polícia Militar de Antônio Martins resultou, na tarde deste domingo (12), no cumprimento de mandados de prisão temporária, expedidos pela Comarca de Alexandria, em desfavor de Luciano Saldanha da Silva e Leandro Santos da Silva. Eles são apontados como suspeitos do crime de homicídio que vitimou Lucas Rafael Lima Pereira, 16 anos.

O crime, que ocorreu na madruga do sábado (11), foi praticado a partir de várias cutiladas de faca. O homicídio foi elucidado em menos de 48h. Durante as diligências, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência de Luciano Saldanha; o celular dele foi apreendido. Luciano Saldanha foi preso na sua residência, localizada no município de Antônio Martins, e negou participação no crime.

Já Leandro Santos foi encontrado escondido em um matagal próximo à residência. Segundo o suspeito, ele tinha um relacionamento amoroso com Luciano Saldanha. Leandro Santos, que confessou a autoria do crime, declarou que a ex-companheira de Luciano Saldanha, movida por ciúmes, devido ao fato de que Luciano teria encerrado o relacionamento com ela para assumir o relacionamento com ele, estaria planejando a sua morte junto à vítima, Lucas Rafael. Ainda segundo Leandro Santos, ao tomar conhecimento deste fato, decidiu praticar o homicídio contra Lucas Rafael, crime este que se consumou na madrugada do sábado (11).

Os dois suspeitos foram conduzidos para o sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.*

Fim da Linha

 

Foto: reprodução

No acordo de delação firmado com a PGR e revelado pelo Radar nesta segunda, o ex-secretário de Saúde do Rio Edmar Santos entrega um conjunto de provas materiais que revelariam em detalhes, segundo investigadores ouvidos pelo Radar, a participação do governador Wilson Witzel no esquema de corrupção na Saúde do estado.

Além de apresentar evidências concretas contra Witzel, o ex-secretário se compromete no acordo a devolver 8,5 milhões de reais à Justiça. “Ele entrega o dinheiro e os culpados”, diz um investigador.

Radar – Veja

O Governo do Estado inicia o pagamento salarial dos servidores do mês de julho nesta quarta-feira (15). O depósito nessa data, segundo o governo, é um “adiantamento de salário” com depósito de mais de R$ 234 milhões, apesar das sucessivas quedas de arrecadação, seja por diminuição dos repasses federais, seja pelos efeitos da pandemia da covid-19 na economia.

O salário integral amanhece na conta aos servidores ativos, inativos e pensionistas que recebem até R$ 4 mil (valor bruto) e ainda 30% para quem recebe acima desse valor. A categoria da Segurança Pública também recebe o valor integral, independentemente da faixa salarial.

Os 70% restantes para quem recebe acima de R$ 4 mil, além do salário integral dos servidores lotados em órgãos com recursos próprios, serão depositados dia 31, ainda dentro do mês trabalhado. Dessa forma, o Governo quita mais uma folha e mantém o calendário de pagamento acordado no início do ano.

“Apesar de a economia dar sinais de lenta recuperação a queda de receita em junho ainda foi alta. Mas mantemos o compromisso com o pagamento salarial dos servidores e os investimentos em saúde para enfrentamento da pandemia”, destacou o secretário estadual de Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire.

Fonte: Portal Grande Ponto

taxa de leitos críticos continua se mantendo nos 80%. A informação está no portal Regula RN, que informa a situação daa vagas para pacientes com Covid-19 no estado.

Ainda segundo o portal, a taxa de ocupação de leitos clínicos está abaixo dos 65%.

Mantendo-se assim, será possível a retomada das atividades comerciais no estado a partir de amanhã, conforme prevê o decreto estadual. Lembrando, que na próxima quarta-feira, retoma a segunda fração da fase 1 e se inicia a primeira fração da fase 2, conforme o plano estadual. Em Natal a fase dois já será retomada amanhã, conforme o decreto do prefeito Álvaro Dias.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo vai conectar os programas sociais voltados para a população de baixa renda ao mercado de trabalho formal.

“Vamos subir o valor da assistência social e ampliar sua base de alcance, mas também conectar as políticas de assistência social com os mercados de trabalho. Vamos desenhar uma rampa de ascensão social para estimular”, disse o ministro.

Guedes participou nesta segunda-feira (13) de conferência virtual da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Na visão dele, os melhores programas sociais são aqueles que oferecem também uma saída para o mercado de trabalho formal. “Para isso precisa de treinamento da mão-de-obra, microcrédito, imposto de renda negativo (nome dado ao pagamento de uma renda ao trabalhador pelo governo). Vamos nessa direção, valorizando o capital humano e dando dignidade ao trabalho”, comentou.

A fala do ministro foi uma referência às ações do governo que serão voltadas para o aumento do emprego CLT, com carteira de trabalho. Com o programa de auxílio emergencial durante a pandemia, o governo identificou mais de 38 milhões trabalhadores informais, em situação de vulnerabilidade social.

“A pandemia expôs essa fragilidade e profunda desigualdade no sistema econômico brasileiro. Estamos programando nossa saída da crise com uma forte dimensão social, reconhecendo essa desigualdade social que existe no Brasil e que a pandemia revelou em dimensões maiores”, completou.

Crescimento sustentável

Ainda de acordo com o ministro, a retomada da atividade econômica após a pandemia será dentro de um contexto de crescimento sustentável. “O Brasil sabe da importância da preservação do meio ambiente, sabe da importância do crescimento sustentável, não só do ponto de vista fiscal mas também ambiental. Se há excessos e erros, corrigiremos”, afirmou.

Para Guedes, o fato de o Brasil ser um país de tamanho continental dificulta a fiscalização das práticas ambientais ilegais. “Não aceitaremos o desmatamento ilegal e a exploração ilegal de recursos. Queremos ajuda e compreensão da comunidade mundial”, disse.

No entanto ele reforçou que o Brasil não abrirá mão da soberanaia sobre seus recursos naturais. “Queremos ajuda, mas não aceitamos falsas narrativas do que aconteceu no Brasil nas últimas décadas. Muita gente se esconde atrás de políticas e interesses protecionistas condenando o Brasil. Precisamos de cooperação e por isso queremos entrar na OCDE, queremos melhores padrões”, ressaltou.

Integração global

O ministro voltou a dizer que as exportações brasileiras foram menos impactadas pelos efeitos da pandemia da Covid-19 do que o esperado. “A ruptura das cadeias globais não atingiu tanto o Brasil. A queda nas vendas para parceiros como Estados Unidos, Argentina e mesmo para União Europeia foi compensada por maiores exportações para a Ásia, particularmente para China”, explicou.

Na avaliação dele, isso é mais um fator de estímulo para a entrada do país na OCDE. “Queremos aumentar o grau de integração da economia brasileira, que ficou fechada por muito tempo. À medida que essa onda da pandemia vá se afastando, vamos nos integrar à economia global e à nossa economia regional”, destacou.

CNN Brasil

Duas mulheres foram vítimas de um sequestro na tarde de hoje (13), no bairro do Alecrim. Segundo informações da polícia, elas foram abordadas por dois criminosos armados nas proximidades da avenida presidente Bandeira e foram obrigadas a dirigir para eles até a avenida Rui Barbosa em Morro Branco, quando foram liberadas.

Em seguida, os bandidos fugiram com o veículo, um Nissan Kicks branco, mas o abandonaram no bairro do Tirol, na avenida Alexandrino de Alencar perto do antigo Camana.

A polícia não soube informar se os assaltantes levaram algum pertence pessoal, mas informaram que apesar do susto e do ocorrido, as duas mulheres passam bem.

Os policiais seguem fazendo buscas pelos bandidos.

Gustavo Negreiros