Informativo Atitude - Credibilidade é o que conta

Foto: REUTERS

O conselho de administração da Petrobras vai analisar nesta sexta-feira (24) o nome de Magda Chambriard para o comando da estatal, finalizando o mais recente capítulo de sua crise de gestão.

Indicada à chefia da companhia pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Chambriard vai substituir Jean Paul Prates, o oitavo a deixar a cadeira da petrolífera em oito anos.

A saída de Prates na semana passada levou as ações da maior empresa do país a uma montanha-russa já habitual aos investidores. Em três dias, os papéis preferenciais (PETR4) derreteram sob temores de interferência política, e a Petrobras perdeu R$ 57,5 bilhões em valor de mercado.

De lá para cá, as ações têm ensaiado uma recuperação, e, na última quarta-feira (22), chegaram a reconquistar parte das perdas quando Chambriard foi aprovada pelo Comitê de Pessoas do conselho da estatal. “A indicação da Sra. Magda Chambriard preenche os requisitos necessários previstos nas regras de governança da companhia e legislação aplicável”, afirmou a Petrobras, em nota.

Desde o mandato de Pedro Parente, que começou em maio de 2016 e terminou em junho de 2018 em resposta à greve dos caminhoneiros, o posto de chefia da empresa vive uma instabilidade que é apontada como o maior fator de insegurança aos papéis negociados na Bolsa, dizem analistas consultados pela Folha.

Folha de S. Paulo

A decisão de vetar a própria medida provisória, taxando compras em sites que são o xodó de pessoas pobres, mostra como Lula (PT) ficou perdido com pesquisas atestando sua rejeição.

Com o veto, ele tenta reverter pesquisas tipo Quaest: 55% dos brasileiros acham que ele não merece ser reeleito. Além de mostrar não saber o que faz ou assina, irritou o presidente da Câmara, Arthur Lira, que, a seu pedido, enfrentou o desgaste de transformar sua MP estúpida na lei que agora quer vetar.

No Planalto e no Congresso, a estratégia do governo é culpar pelo erro o ministro Fernando Haddad (Fazenda). Até porque a ideia foi dele mesmo.

O maior entusiasta da ideia de Lula vetar a própria MP, que mídia amiga agora chama de “MP do governo”, é o ministro Rui Costa (Casa Civil).

Com a operação, Rui Costa prega mais um prego no caixão de Haddad, com quem anda às turras, e ainda com chance de “salvar” o chefe, Lula.

A maior dificuldade de Lira é como dizer aos líderes que o apoiaram na aprovação da lei que Lula irá vetar a própria MP, fato inédito na História.

Diário do Poder

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Os pedidos de investigação encaminhados pelo governo à Polícia Federal dispararam no terceiro mandato do presidente Lula (PT) e já representam mais que o triplo das solicitações feitas durante todo o governo de Bolsonaro (PL).

O que aconteceu

Houve 159 pedidos de abertura de inquérito feitos pelo Ministério da Justiça entre janeiro de 2023 a abril deste ano (média de 9,9 por mês). Já entre 2019 a 2022, a pasta encaminhou 44 solicitações à PF para abertura de inquéritos (média de 0,9 por mês). O levantamento foi feito pelo UOL junto ao ministério.

Maior parte dos pedidos foi feita na gestão Flávio Dino, que ficou mais tempo no comando da pasta. O hoje ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) chefiou o ministério de janeiro de 2023 até janeiro deste ano. Do total de 159 pedidos encaminhados, 135 foram em 2023, na gestão dele — e 24 na de Ricardo Lewandowski, que assumiu em fevereiro.

Investigações de crimes contra a honra são maioria. Do total de pedidos feitos até o momento, 91 são suspeitas de crime contra a honra envolvendo o primeiro escalão do governo. Desses, 65 são especificamente relacionados ao presidente Lula e à primeira-dama Janja da Silva. Esse número sozinho já supera todas as solicitações do Ministério da Justiça na gestão Bolsonaro.

Pedidos de investigação de crimes contra a honra de Lula e Janja aumentaram sob Lewandowski. Em relação ao pedidos para investigar crimes contra o presidente e a primeira-dama, a maioria também se deu na gestão Dino em números absolutos: 47. Mas, na média, o maior número de pedidos ocorreu sob Lewandowski: 18 no total, ou 6 por mês.

UOL

O presidente do Superior Tribunal Militar (STM), Joseli Camelo, em entrevista ao SBT News, abordou o caso do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Cid está atualmente envolvido em várias investigações no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF), todas relacionadas a Jair Bolsonaro.

Durante a entrevista, Camelo mencionou que, em caso de condenação a dois anos de prisão, Cid pode perder sua patente militar.

Terra Brasil

SURPREENDEU

A vereadora da Dadaia surpreendeu no lançamento de sua pré-candidatura à reeleição ao legislativo, tanto pelo número de presentes, como também, pela empolgação de seus apoiadores.

A vereadora tomou fôlego e animou sua militância com relação ao seu projeto de reeleição.

O MAIS COTADO

Na bolsa de apostas, Edi do Posto aparece como o mais contado para assumir uma cadeira na câmara municipal de Macaíba. Das oito listas de apostas que circulam na cidade, o Baixinho aparece em sete, por aí você tira a força de Edi do Posto.

O MAIS COTADO II

Além disso, Edi conta com um eleitorado fiel tanto na Zona Urbana, como na Zona Rural. Se somarmos o número de visitas que Edi vem fazendo desde 2019, o baixinho vai superar com facilidade a casa dos mil votos. Sempre com um sorriso no rosto, Edi do Posto é um homem que encanta, seja pela sua simpatia, ou simplesmente pela sua simplicidade.

ILUDIDOS

Existe um grupo de Iludidos que acham que entendem de política, o achismo é tão grande que muitos desses iludidos podem mergulhar em uma profunda depressão após as eleições municipais de outubro de 2024.

ILUDIDOS II

Muitas dessas criaturas vivem em uma bolha de especulações que se limita muitas vezes ao miolo do centro, que para um bom observador não serve de parâmetro de quem venceria uma eleição.

OS NÚMEROS NÃO MENTEM  

Recentemente uma pesquisa realizada por dois empresários para consumo interno, mostrou que as últimas pesquisas publicadas por alguns sites e blogs que mostravam o quadro eleitoral de Macaíba não são mentirosas e refletem uma realidade que o miolo do centro não mostra.

RENOVAÇÃO

Entre 05 ou 06 vereadores devem deixar a câmara, pois não conseguirão renovar seus mandatos. Pelo menos é o que confirmam alguns observadores que avaliam principalmente o resultado da última eleição municipal.

LANÇAMENTO

O lançamento da Pré-candidatura de Dr. João deve ser divulgada essa semana e promete reunir um grande número de apoiadores. O União Brasil deve indicar o vice, sendo assim deve ser lançada uma chapa puro sangue.

RACHA

O racha familiar na família França foi grande e foi agravado com a confirmação da pré-candidatura de Joice, que vai disputar uma vaga de vereadora no PSB, partido que é liderado pelo seu tio Luizinho. O grande problema é que a entrada de Joice pode trazer sérios prejuízos a pré-candidatura do seu primo Venício Filho, como também pode afetar o sonho de Dr. Antônio de voltar para câmara de Macaíba. Isso é simples de explicar: Joice é muito querida no Distrito de Canabrava, lugar onde a família França reina.

RACHA II

Luizinho fez essa leitura e percebeu que nesse público mais jovem, Venício liderava com facilidade e o velho Luizinho percebeu que ele não tem liderança, nem muito menos acesso a essa parcela e viu na sobrinha uma maneira de frear o crescimento de Venício, como também o de Antônio. Hoje no PSB, Joice pode garantir a eleição de Luizinho e dar uma grande dor de cabeça a Venício Filho e a Dr. Antônio.

Foto: reprodução

João Batista Carvalho Neto, de 41 anos, foi indiciado por homicídio triplamente qualificado pela morte da psicóloga Fabiana Maia Veras, 42 anos, em Assú, na noite do dia 23 de abril de 2024. A informação foi confirmada pelo delegado da Polícia Civil responsável pelas investigações, Valério Kuerten.

Segundo o delegado Valério Kuerten, o inquérito foi concluído e João “Bomba”, como também é conhecido, foi indiciado por homicídio com três qualificadoras diante do meio cruel com que ele matou a vítima, a impossibilidade de defesa de Fabiana e também pelo motivo fútil que o levou a cometer o crime.

“Eu já concluí o inquérito, relatei, indiciei o autor do fato (João) por homicídio com três qualificadoras, o meio cruel com que ele matou a vítima, mais a impossibilidade de defesa dela e também pelo motivo fútil. A tese da polícia é que ele saiu de Natal e foi a Assú com o objetivo de ter acesso ao celular da vítima”, detalhou o delegado.

Até o momento, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep/RN) divulgou os resultados de dois laudos: um aponta que a pegada encontrada no local do crime é compatível com o sapato que João usava na noite em que matou a psicóloga. Outro laudo confirmou 18 lesões no corpo da psicóloga. Conforme o delegado, existem outros laudos ainda não divulgados pelo Itep. “Analisando os laudos agora, tem um detalhe que lá no início também foi comentado: a vítima estava amordaçada com uma fita adesiva amarela”, disse também.
Valério Kuerten afirmou que a polícia acredita que João foi armado ao local do crime, que ameaçou Fabiana, colocou a fita na boca dela para que ela não gritasse e só depois desferiu golpes de faca na vítima. “Um dos motivos que indiciei ele pelo motivo cruel”, explicou. “A autoria do fato está totalmente esclarecida. Tem várias provas, elementos que indicam que, realmente, o João tenha sido o autor do fato. O que a polícia está indo atrás ainda é a motivação. Isso ainda não está claro. A tese da polícia é de que ele saiu de Natal e foi a Assú para ter acesso ao celular da vítima”, falou, explicando que a perícia no celular pode confirmar a tese.
Ponta Negra News

Ministro da Fazenda de um governo cuja farra de gastos produziu rombo de R$ 230,54 bilhões nas contas públicas já em 2023, Fernando Haddad teve tempo para aprender que não dá para zerar déficit contando lorotas. Mas ele insiste. Nesta quarta (22), difundiu outra fake news, na briga por manchetes, culpando Jair Bolsonaro pelo próprio fracasso petista no ano passado no déficit público, 2º pior resultado da História, após receber do antecessor um País com superávit primário de R$54,1 bilhões, em 2022.

VELHO TRUQUE

Não é a primeira vez que Haddad recorre a dados falsos ou sem lastro na realidade para tentar justificar o próprio fiasco.

MEMÓRIA FRACA

No mês passado, Haddad apostou na memória fraca dos jornalistas amigos dizendo em coletiva que o Brasil “não cresce desde 2015”.

GASTANÇA IMPARÁVEL

De fevereiro de 2023 a fevereiro de 2024, as contas do Governo Central apresentaram déficit de R$252,9 bilhões, equivalentes a 2,26% do PIB.

CRISE

O governo Lula, entra em sua maior crise financeira alimentada por uma gastança incontrolável, onde o presidente afirma ser investimentos.

MAIS IMPOSTOS  

O governo Lula, criou uma série de impostos que aumentaram a arrecadação, mas não foi capaz de manter a meta prometida pelo governo de déficit zero.

MAIS DINHEIRO  

Além de não cobrir o arcabouço fiscal, criado pelo próprio governo, Lula pediu autorização ao congresso para gastar mais.

A CONTA CHEGOU

Ao perceberem a tragédia financeira que o Brasil está mergulhando, muitos economistas importantes que apoiaram o governo Lula, já se dizem arrependidos. Essa onda de arrependimentos também está sendo refletido eleitorado do Petista, que ver sua popularidade caindo a cada dia. Pelo que parece, a conta chegou e o preço que o Brasil vai pagar é caro.

FIM DA ESQUERDA

Muitos analistas, enxergam que Lula pode decretar o fim da esquerda no Brasil. Algo parecido aconteceu na Argentina com a eleição de Milei e está acontecendo também nos Estados Unidos com o favoritismo de Donald Trump. A esquerda está em decadência no mundo e só se mantém de pé quando priva liberdade da população como acontece hoje em Cuba, Venezuela e Nicarágua, todos esses três países tem o apoio do incondicional do presidente Lula.

GRANDE DERROTA

Lula vai sofre uma grande derrota nas eleições de 2024, pois terá dificuldades de eleger prefeitos e vereadores do seu partido. Essa derrota vai ser ampliada nas eleições de 2026, onde a esquerda deve sofre graves baixas.

Foto: Polícia Civil

Capturados por policiais civis na noite de terça-feira (21), os criminosos foragidos da penitenciária Rogério Coutinho Madruga, Gustavo da Rocha Dias, 29 anos, e Ricardo Campelo da Silva, de 43 anos, prestaram apoio logístico para uma associação criminosa em um roubo, cometido em Natal, cujo prejuízo chegou a R$ 1 milhão. A informação foi divulgada pela delegada Isabela Turl, da Delegacia de Furtos e Roubos (Defur). A investigação deflagrada em função do crime ajudou as forças policiais a encontrar o paradeiro dos homens.

De acordo com Isabela, o crime em questão ocorreu na última semana e foi cometido contra uma pessoa física. “Durante a investigação deste roubo, surgiu uma linha investigativa de que os foragido haviam prestado apoio logístico para que a associação criminosa cometesse o roubo. A partir daí, a gente conseguiu diligenciar, confirmar e localizar o paradeiro dos dois”, relatou. A delegada também informou que as informações policiais apontam que eles estavam na comunidade Novo Horizonte (antiga favela do Japão), localizada na zona Oeste de Natal, há alguns dias.

Além de Gustavo e Ricardo, uma outra mulher (foragida por furto e rompimento de tornozeleira eletrônica) foi presa durante a ação de terça-feira. Os criminosos também foram enquadrados por porte ilegal de armas, durante a captura. Quanto ao apoio recebido pela dupla foragida, a delegada relatou que outros indivíduos além da mulher presa os ajudaram com comida e moradia, mas ainda não foram identificados. A investigação do roubo milionário cometido na capital potiguar segue em andamento.

O secretário da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Elton Edi Xavier, afirmou que depoimentos da dupla ajudará as forças penais na prevenção a novas fugas. O secretario reforçou a condição de um dos fugitivos, que ainda não havia sido classificado, dentro da norma penitenciária, como apto. “Ele prestava um serviço dentro da unidade, mas ainda não havia passado pelo nosso processo de classificação. Caso tivesse passado, certamente não estaria apto para exercer qualquer atividade dentro do sistema prisional”, lembrou.

A fuga gerou ações dentro da penitenciária Rogério Coutinho Madruga. Xavier informou que todos os presos dentro da unidade que prestavam algum serviço foram classificados. A ideia é realizar a classificação de todos os detentos do sistema prisional do Estado até o fim de 2024. “Os presos que se encontravam na mesma condição dentro da unidade já foram classificados. Nós classificamos 2 mil em um universo de 12 mil. Mas até o final do ano, queremos classificar toda a população (carcerária) para trazer mais segurança no trabalho penal”, disse.

Tribuna do Norte

Segundo a pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (22), 55% dos deputados federais acreditam que a política econômica está indo na direção errada.

Por outro lado, 40% dos parlamentares consideram que a economia está no caminho certo.

Além disso, 5% não souberam ou não responderam.

A pesquisa ouviu 183 deputados, tanto presencialmente quanto on-line, entre os dias 29 de abril e 20 de maio, com uma margem de erro estimada em 4,8 pontos percentuais para mais ou para menos.