Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre inscrições nesta terça-feira (22) e traz novidades. Especialistas entrevistados pela Agência Brasil dão dicas de como usar o sistema e como aproveitar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para garantir uma vaga no ensino superior público.

Pelo Sisu, os estudantes usam a nota do Enem para ingressar em instituições públicas. Nesta edição, são mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Logo na inscrição é possível escolher até duas opções de cursos. A lista das vagas pode ser consultada no site do programa.

A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

“Os candidatos têm que estar atentos a essa mudança. A dica é se inscrever no que realmente deseja trabalhar, entendendo que a universidade é o período em que se vai estudar para ter uma profissão. Tanto a primeira quanto a segunda opção têm que ser marcadas com o que o estudante quer”, diz o coordenador pedagógico do colégio Mopi, Luiz Rafael Silva.

Com o resultado do Enem disponível desde sexta-feira, o analista de ensino superior do Quero Bolsa, Pedro Amâncio, aconselha os candidatos a pesquisar desde já as notas de corte de anos anteriores do curso e da instituição onde desejam ingressar. Além disso, devem analisar se têm possibilidade de estudar em outra cidade, qual o custo de vida e quais as possibilidade de emprego que esse local pode oferecer após formado.

“São várias as variáveis que os alunos têm que olhar na hora da decisão. Acredito que vale a pena olhar para as possibilidades e simulações que a internet proporciona, conversar com amigos. Tudo isso pode ser feito antes da abertura do Sisu”, diz Amâncio. Ele orienta os estudantes a escolherem como primeira opção uma faculdade dos sonhos e, como segunda, uma em que seja possível ingressar.

Notas de corte

Uma vez por dia, o sistema do Sisu divulga as notas de corte de cada um dos cursos disponíveis. Trata-se de uma estimativa com base nos candidatos inscritos até o momento. Embora não seja uma garantia da vaga, é possível usar a informação para orientar a escolha.

“Até o encerramento das inscrições, o estudante consegue observar se há outra instituição, outro turno ou outro estado no qual ele tenha uma colocação melhor, que fique mais próximo da nota de corte”, destaca Silva.

O coordenador pedagógico pondera, no entanto, que a situação pode mudar. Ele tem como prova a própria história. Quando foi aprovado para biologia estava 161ª posição para 35 vagas. “Isso é relativo. É interessante que o candidato consulte a nota de corte dos anos anteriores, quantas chamadas teve naquela instituição, para saber se realmente vai conseguir e até onde pode tentar ficar naquela vaga”, aconselha.

Sisu

As inscrições para o Sisu podem ser feitas de terça a sexta-feira (25). O resultado será divulgado no dia 28. A matrícula dos selecionados deve ser feita do dia 30 de janeiro ao dia 4 de fevereiro.

Do dia 28 ao dia 4 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

Agência Brasil

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está com equipes de fiscalização da Operação Lei Seca distribuídas no litoral potiguar. As ações que fazem parte da Operação Verão 2019, deflagrada pelo Governo do Estado no início deste mês, têm a missão de proporcionar segurança no trânsito combatendo a mistura álcool e direção, como também inibindo possíveis delitos relacionados a roubo de veículos e tráfego irregular sem a devida documentação legal do condutor e do automóvel.

Outro ponto importante realizado nas abordagens é que os policiais orientam os condutores de veículos 4X4 a não trafegarem na faixa de areia de praia para não colocar em risco a integridade física dos banhistas. O tráfegos nessas áreas é proibido por portaria específica do Detran e aquele condutor flagrado desobedecendo a norma será autuado, podendo até mesmo ter o veículo retido.

De acordo com o coordenador da Operação Lei Seca do Detran, tenente-coronel Flávio Santos, o trabalho de fiscalização vai continuar durante todo o período do veraneio. “É uma importante ação no sentido de evitar acidentes e preservar vidas. A atuação planejada, especializada, imparcial e ética dos policiais militares da Lei Seca são algumas das características da confiabilidade da população no nosso trabalho”, comentou.

Informações e foto do Portal do Detran/RN

Justiça do Trabalho condenou Arquidiocese da Paraíba a pagar R$ 12 milhões de indenização por exploração sexual cometida por padres contra crianças e adolescentes, segundo reportagem do programa Fantástico, veiculada neste domingo, 20, da TV Globo. Na Justiça, os envolvidos negaram os crimes.

“Foi apurado que havia um grupo de sacerdotes, de forma habitual, que pagava por sexo a flanelinhas, coroinhas e também a seminaristas”, afirmou o procurador Eduardo Varandas, ao Fantástico. Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV.

Estado procurou ontem a Arquidiocese e o Ministério Público da Paraíba, mas não conseguiu contato. À TV, dom Aldo Pagotto, que estava à frente da arquidiocese na época da denúncia, disse que não participaria desse tipo de reportagem e que os padres acusados já haviam sido inocentados na Justiça Criminal. A reportagem afirma que esse inquérito, na realidade, foi arquivado. Dom Aldo deixou a arquidiocese local em 2016.

O pagamento aos jovens explorados seria feito em dinheiro e até em comida, segundo a denúncia. “A característica da exploração sexual é ausência da vontade livre para praticar o ato”, disse Varandas.

Um ex-seminarista afirmou à TV ter sido explorado pelos sacerdotes. “(Havia) abuso sexual por parte dos padres e de seminaristas. Através de palavras, de atos, pegavam nas minhas partes sexuais”, declarou a vítima ao Fantástico. Na época, ele tinha 17 anos. “A palavra de ordem seria: “passando por esse processo você vai conseguir chegar a ser padre.”

Em depoimento para o Ministério Público do Trabalho, segundo a reportagem, um ex-funcionário da Catedral disse que um dos padres “levava coroinhas e outros meninos, todos menores de idade, para dormir com ele nos quartos que ficavam atrás da Igreja.”

Um dos jovens que guardava carros na frente da Igreja declarou à Justiça ter tido relação sexual com um padre da arquidiocese. O flanelinha foi assassinado em dezembro de 2016 – segundo a Polícia Civil da Paraíba, não haveria indícios de queima de arquivo. Ainda de acordo com o ex-funcionário, que trabalhou por 30 anos na Basílica, outro padre levaria “meninos para casa dele.”

As investigações de abuso começaram após o vazamento de uma carta que denunciava casos na Igreja em 2014. Um inquérito criminal contra os sacerdotes foi arquivado. Ao programa, o Ministério Público disse que havia elementos para a denúncia, mas que os crimes já haviam prescrito. O processo, porém, seguiu na Justiça do Trabalho.

Para a sentença, foi fixado R$ 1 milhão de indenização para cada ano de dom Aldo à frente da Arquidiocese, segundo a reportagem. O valor será destinado para fundos da infância e da adolescência e instituições que trabalham com jovens explorados.

Igreja já foi condenada no Brasil

Em 2013, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a Mitra Diocesana de Umuarama (PR) deveria pagar indenização de R$ 100 mil a um menino abusado por um padre. O crime, confessado pelo sacerdote, aconteceu em 2002, quando a vítima tinha 14 anos.

A maior indenização do tipo já paga pela Igreja Católica é da Arquidiocese de Los Angeles, nos Estados Unidos. O valor foi de US$ 660 milhões (R$ 2,47 bilhões, em valores atuais) pagos a 608 vítimas em 2007. Nos últimos anos, a Igreja Católica tem enfrentado uma série de escândalos de denúncias de abuso sexual em vários países.

ESTADÃO CONTEÚDO

A lista dos financiamentos do BNDES no exterior, divulgada sexta-feira (18), dá sentido às relações promíscuas do ex-presidente Lula com a Odebrecht, que ele beneficiou com 80% das obras em ditaduras latino-americanas e africanas. Integrantes da Lava Jato acham que dinheiro do BNDES acabou no bolso de Lula. Emílio Odebrecht, controlador da empreiteira, confessou até mesmo que havia uma “conta corrente” de R$300 milhões para o ex-presidente presidiário gastar como quisesse.

A relação entre Lula e a empreiteira baiana foi baseada em corrupção, simples assim. A Odebrecht pagou e levou os melhores contratos.

A construção do Porto de Mariel (Cuba) foi financiada pelo banco público BNDES por R$ 2,7 bilhões. E construído pela Odebrecht.

E o ex-ministro Antonio Palocci revelou à Justiça espontaneamente, sem acordo de delação, o “pacto de sangue” entre Lula e a Odebrecht.

A propina era tão rotineira que Palocci contou fazer entregas de dinheiro vivo a Lula em caixas de celular e, claro, de uísque.

CLÁUDIO HUMBERTO

Muita gente compareceu ao centro de velório Prevenir para dar seu último adeus ao ex-taxista SEBASTIÃO MARTINS PEREIRA, falecido dia 19 de janeiro de 2019, em Macaíba-RN. O sepultamento ocorreu no Cemitério Público local, na manhã do domingo, dia 20. Martins era casado com a professora aposentada Maria José Martins, com quem teve os filhos: Sandra, Sheila, Charles, Shirley e Shirli. Ele também foi motorista por muitos anos da empresa de ônibus Riograndense, nos anos 1980 e 1990.

Boo, conhecido como “o cachorro mais fofo do mundo”, morreu na sexta-feira (18), aos 12 anos.

O lulu da pomerânia era famoso nas redes sociais —são 16 milhões de seguidores no Facebook—, frequentou programas de TV e conquistou celebridades. Fica eternizado no livro “Boo, a vida do cachorro mais fofo do mundo”.

Em nota publicada nas redes sociais, os tutores de Boo afirmam que ele começou a ter problemas cardíacos após a morte de Buddy, seu melhor amigo, em 2017. “Achamos que o coração dele literalmente se partiu quando Buddy nos deixou.”

Para a família, o reencontro entre eles do outro lado “da ponte do arco-íris” foi um momento animado.

Os tutores afirmam encontrar conforto ao saber que agora Boo não sente mais dor ou desconforto e deixam um recado: “nós te amamos de todo o coração e sentiremos sua falta até o dia em que nos encontrarmos novamente”.

Blog Bom Pra Cachorro/Folha de S.Paulo

Ícone feito por Freepik do www.flaticon.com

Sobe para 399 o número de pessoas presas ou apreendidas por suspeita de participação na onda de ataques no Ceará desde o dia 2 de janeiro, segundo o último balanço da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado, divulgado no sábado.

Desde o início da onda de violência, que atinge municípios em todo o estado, suspeita-se que a ordem para os ataques parta de presídios onde estão líderes de facções criminosas.

Na madrugada deste sábado, décimo oitavo dia de ataques, criminosos provocaram uma explosão em uma ponte em Fortaleza. Na sexta, três homens foram presos após incendiar um ônibus na capital.

As ações de facções criminosas deixaram em alerta todo o estado. Prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus e locais com veículos foram incendiados ou atingidos de alguma forma pelos grupos.

Convocados pelo governo do Ceará para reforçar a segurança pública, 800 dos cerca de 1.200 policiais militares da reserva apresentaram-se à corporação. E 150 já voltaram a patrulhar as ruas da capital do estado, alvo de ataques criminosos organizados. Além disso, o estado conta com homens da Força Nacional de Segurança Pública fazendo o reforço nas ruas.

A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

Radiogência Nacional

Imagem: Pixabay

Com a intenção de tornar as regras mais claras para agentes de segurança e pessoas que desejam possuir um armamento em casa ou no trabalho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou na terça-feira (15) o decreto que regulamenta a posse de armas de fogo no Brasil. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e já está em vigor.

Para se prevenir de boatos e informações falsas, saiba o que é fato e o que é fake sobre a regulamentação:

Qualquer pessoa vai poder andar armada pelas ruas – MENTIRA

O decreto regulamenta a posse de arma. Ou seja, a autorização para manter a arma de fogo exclusivamente no interior da residência ou no local de trabalho. O porte, por sua vez, permite transportar a arma de fogo, de forma discreta, fora da residência ou do local de trabalho. Isso não foi alterado. Assim, o porte continua proibido para os cidadãos brasileiros, exceto para membros das Forças Armadas, polícias, guardas, agentes penitenciários, empresas de segurança privada, entre outros.

O decreto garante o direito das pessoas de terem uma arma de fogo em casa ou no trabalho – VERDADE

O texto foi assinado para atender ao referendo de 2005, previsto no Estatuto do Desarmamento. Naquele ano, os brasileiros foram às urnas e votaram contra o artigo 35 da lei, que proibia a venda de armas e munições em todo o território nacional. Além disso, o novo decreto traz regras mais claras para agentes de segurança e pessoas que desejam possuir um armamento em casa ou no trabalho.

A regulamentação aumenta os riscos de acidentes em residências envolvendo armas – MENTIRA

Interessados em obter a posse que morem com crianças, adolescentes ou com pessoa com deficiência mental deverão comprovar a existência de um local de armazenamento seguro para armas, como cofre ou local com tranca. Caso o requerente ofereça informações falsas ou inconsistentes, o pedido será indeferido pela Polícia Federal.

A autorização para a posse de armas seguirá critérios objetivos – VERDADE

Com a medida, a Polícia Federal não terá mais o poder discricionário de decidir quem pode e não pode ter acesso ao armamento. O processo de autorização seguirá apenas critérios objetivos. Poderão requerer a posse: integrantes da administração penitenciária e do sistema socioeducativo, envolvidos em atividades de polícia administrativa; residentes de áreas rurais; residentes de áreas urbanas com elevado índice de homicídios; titulares ou responsáveis legais de estabelecimentos comerciais e industriais; colecionadores; além de atiradores e caçadores registrados no comando do Exército. Essas pessoas deverão continuar a comprovar que têm mais de 25 anos, ocupação lícita, residência fixa, ficha limpa, não responder a processo criminal ou possuir ligações com grupos criminosos.

Cada cidadão poderá ter um número ilimitado de armas – MENTIRA

O decreto traz uma limitação de compra de quatro armas por pessoa. Quem comprovar a necessidade de ter uma quantidade maior, por ter mais de quatro propriedades, por exemplo, poderá solicitar a autorização.

A posse de arma é uma forma de garantir a legítima defesa – VERDADE

O artigo 5º da Constituição prevê a inviolabilidade do direito à vida. A posse de arma, que já era uma alternativa prevista em lei, dá aos cidadãos a possibilidade de se proteger individualmente em situações em que as forças policiais não estejam presentes.

Portal Brasil

Foto: Marcelo Camargo

Com uma agenda voltada para a defesa da abertura econômica, do combate à corrupção e do compromisso com a democracia, o presidente Jair Bolsonaro embarca hoje (20) às 22h para Davos, na Suíça, onde participará do Fórum Econômico Mundial. Ele viajará acompanhado dos ministros da Economia, Paulo Guedes; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em sua 39ª edição, o Fórum Econômico Mundial reúne a elite política e econômica global para discutir a conjuntura mundial e estimular a cooperação entre governos e o setor privado. Na estreia de Bolsonaro no exterior, o governo pretende vender a empresários e a políticos a imagem de que a economia brasileira está modernizando-se, com abertura comercial, segurança jurídica para os investidores externos e reformas estruturais.

O presidente pode discursar na terça-feira (22), num painel sobre a crise na Venezuela, e tem até 45 minutos reservados para falar na sessão plenária do fórum às 11h30 de quarta-feira (23), no horário local, 8h30 em Brasília. Bolsonaro também pode discursar no painel O Futuro do Brasil, marcado para logo após a sessão plenária.

Na noite de terça, o presidente terá um jantar privado com os presidentes da Colômbia, Iván Duque; do Equador, Lenín Moreno; do Peru, Martín Vizcarra; e da Costa Rica, Carlos Alvarado Quesada. Os cinco presidentes latino-americanos assistirão a uma apresentação do presidente executivo da Microsoft, Satya Nadella.

Para quarta-feira (24), está prevista a participação do presidente num almoço de trabalho sobre a globalização 4.0, que trata da quarta revolução industrial proporcionada pela tecnologia e é o tema do Fórum Econômico Mundial neste ano. Em seguida, a comitiva retorna para Zurique, de onde embarca de volta para Brasília, chegando à capital federal na manhã de quinta-feira (25).

Agência Brasil

Foto: Ivanizio Ramos / ASSECOM-RN

A governadora Fátima Bezerra reuniu a equipe de gestores da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e parte do secretariado para discutir as ações de Governo no reforço, dentre outros pontos, do processo de regionalização da saúde em todo o Rio Grande do Norte e ações de curto prazo para racionalizar recursos e pessoal no atendimento à população.

Um dos planos apresentados pelo secretário Cipriano Maia, em conjunto com o secretário-adjunto Petrônio Spinelli e a coordenadora de planejamento da Sesap Márcia Pellense, é a criação de consórcios de saúde pública junto às prefeituras.

As parcerias de âmbito regionais pretendem incluir também as instituições de ensino superior, em coordenação com a Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern). “Vamos dialogar com as universidades, através do Fórum de Reitores, para aprofundar esse processo de regionalização da saúde. Também vamos incluir a Fapern neste diálogo”, destacou a governadora.

Dentre as ações de curto prazo, a Sesap já iniciou as tratativas para a retomada das cirurgias eletivas em Mossoró, através de negociações com a prefeitura na próxima semana. A governadora determinou prioridade para resolver a questão e reiniciar as cirurgias que atendem a população da região Oeste Potiguar. “Estamos em um processo de racionalização dos recursos, trabalhando para melhorar o atendimento à população”, complementou o secretário Cipriano Maia.

O titular da Sesap ainda apresentou à governadora os encaminhamentos do processo para fechar o modelo de gestão do Hospital Central Coronel Pedro Germano, o Hospital da PM, em Natal. A unidade de saúde conta com 130 leitos, incluindo UTI adulto e neonatal, e um centro cirúrgico com sete salas de cirurgia. A programação de trabalho da Sesap aponta que ainda no 1º trimestre de 2019 o novo formato de gestão será pactuado e o hospital colocado em pleno funcionamento.

A reunião também contou com a participação dos secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Aldemir Freire (Planejamento e Finanças) e Virgínia Ferreira (Administração e Recursos Humanos), além do deputado estadual Fernando Mineiro, que assumirá a Secretaria de Gestão de Projetos e Articulação Institucional a partir de fevereiro.

Informações e foto da ASSECOM-RN

METRALHADORA

Vendo a alta popularidade e uma boa cotação do nome do vereador Netinho França para disputa ao executivo municipal em 2020, parte da oposição ataca o filho de Luizinho com tudo. Segundo o alto clero da oposição, a metralhadora começou a disparar agora.

DETERMINADO

Mesmo com os ataques sofridos essa semana, Netinho permanece focado no seu projeto político, seja seu retorno a Câmara ou a disputa ao executivo Municipal. Um assessor do parlamentar disse: “ Se estão nos atacando é porque estamos no caminho certo, na campanha para presidente ninguém atacou Cabo Daciolo…”, finalizou o assessor.

PESQUISAS

Já tem empresário se articulando para fazer uma pesquisa para as eleições de 2020 em Macaíba. Segundo nossa fonte, o instituto de pesquisa já foi contratado.

CARGOS ESTADUAIS

Bob Filho e o vereador Denílson Gadelha, já estaria procurando pessoas para assumir a direção do Hospital Regional Alfredo Mesquita. De acordo com informações que chegam a nosso site, duas pessoas teriam sido sondadas pelos vereadores.

NOVOS NOMES

A medida que o tempo passa, novos nomes vêm se destacando no cenário municipal. Essa semana, a impressa estadual ventilou o nome do ex-conselheiro Valério Mesquita. Como todos sabem, Valério sonha em encerrar sua carreira política à frente do executivo Municipal.

ALTA

Depois do susto, o esposo da vereadora Catarina já teve alta e está em casa. Wendel emagreceu 10 quilos e está tendo uma recuperação tranquila. Ainda no hospital quando chegou com fortes dores, os médicos deram boas risadas quando Wendel disse: “doutor eu não posso morrer agora, minha mulher é muito nova”.

Gabriel Trettel Telles morreu dois dias depois de passar mal durante bateria de testes físicos na Vila Militar do Rio — Foto: Reprodução Gabriel Trettel Telles morreu dois dias depois de passar mal durante bateria de testes físicos na Vila Militar do Rio — Foto: Reprodução Gabriel Trettel Telles morreu dois dias depois de passar mal durante bateria de testes físicos na Vila Militar do Rio — Foto: Reprodução

O Comando Militar do Leste (CML) instaurou um inquérito para investigar a morte de um sargento após bateria de exercícios físicos na Vila Militar, Zona Oeste do Rio.

Gabriel Trettel Telles morreu neste sábado (19), dois dias depois de passar mal durante teste de aptidão física para ingresso em curso de especialização operacional do Exército.

Segundo o CML, o sargento sofreu “complicações causadas por provável exaustão térmica” durante a bateria de exercícios físicos. Ele chegou a ser socorrido no Hospital Geral da Vila Militar e transferido em seguida para o Hospital Central do Exército.

“Apesar de realizados todos os procedimentos e protocolos para a sustentação da vida, lamentavelmente veio a óbito nesta noite do dia 19 de janeiro”, destacou o CML.

O CML não divulgou informações sobre o funeral do sargento, que deve ocorrer em Itu, no interior de São Paulo, onde ele morava. Em nota, o comando lamentou o ocorrido e afirmou prestar apoio aos familiares de Gabriel.

“Os integrantes do CML solidarizam-se com a família do Sgt Telles neste momento de dor e pesar, à qual está sendo dado todo o apoio espiritual, psicológico e administrativo.

Gabriel trabalhava na 21ª Bateria de Artilharia Antiaérea Paraquedista, na Vila Militar do Rio de Janeiro. O pai dele, Benedito Celso Telles é escrivão de polícia na Delegacia de Itu.

Exaustão térmica

A exaustão térmica pode ocorrer quando uma pessoa é exposta a altas temperaturas, que leva a uma desidratação corporal, com perda de água e sal. Com isso, o volume sanguíneo é reduzido, dificultando o fluxo de sangue por todo o corpo e comprometendo funções como a produção de energia. Os sintomas incluem descoordenação motora, vertigem, dor de cabeça, náuseas e vômito.

Do G1

Uma mulher deu à luz dentro de um ônibus na Zona Norte de São Paulo na sexta-feira (18). Policiais militares da Força Tática que passavam pela região foram acionados por passageiros e ajudaram no nascimento do menino Rafael.

A mãe, Maria da Luz Lima Alves, estava no ônibus que faz a linha 9009 (Cohab Brasilândia/Terminal Cachoerinha) quando começou a passar mal. O motorista parou o coletivo na Avenida Deputado Cantidio Sampaio, e passageiros notaram que ela estava em trabalho de parto.

Os bombeiros foram chamados, mas, como o bebê estava para nascer, os PMs precisaram auxiliar antes da chegada da ambulância. A criança nasceu saudável, perto da porta de saída.

Mãe e bebê foram levados ao pronto-socorro do Hospital de Taipas. Ambos passam bem, segundo a equipe médica.

O homem mais velho do mundo morreu aos 113 anos em sua casa, numa pousada com fontes termais, no norte do Japão.

A família informou que Masazo Nonaka morreu na madrugada deste domingo (20) enquanto dormia em casa, em Ashoro, na ilha de Hokkaido, no norte do Japão.

Os seus familiares disseram ainda que Nonaka morreu pacificamente, de causas naturais.

O centenário, cuja família administra uma pousada com fontes termais há quatro gerações, foi certificado no ano passado como o homem mais velho do mundo aos 112 anos e 259 dias.

Nascido a 25 de julho de 1905, Nonaka cresceu numa grande família e sucedeu aos seus pais na administração da pousada, que agora é gerida por sua neta.

A mulher e três dos filhos de Nonaka já haviam morrido.

A Polícia Militar acaba de confirmar a prisão de Derinaldo Fernandes, suspeito de matar a esposa e enterrar o corpo no quintal da casa do casal, na zona urbana de São Fernando, distante 18km de Caicó.

A prisão do suspeito ocorreu por volta das 8 horas da manhã desse domingo em uma comunidade rural no município de Jardim de Piranhas. A PM respeitou um pedido do suspeito para não divulgar o local.

O crime bárbaro registrado em São Fernando, possivelmente na última sexta feira, ganha repercussão no Estado. Derinaldo presta depoimento à autoridade policial competente na Delegacia de Caicó.

A previsão orçamentária do Governo do Rio Grande do Norte para investimento no exercício 2019 terá redução de 35% em relação ao ano de 2018. Este ano, a estimativa é de pouco mais de R$ 351,14 milhões, de acordo com a lei que fixa receitas e despesas do Estado, sancionada pela governadora Fátima Bezerra e publicada na edição deste sábado (19) do Diário Oficial do Estado. No ano passado, a previsão orçamentária para investimentos foi de R$ 542,96 milhões. Os valores são uma estimativa, pois dependem da concretização das receitas.

A estimativa de investimento representou, em 2018, 4,4% do total estimado, e este ano representa 2,9%. Entre o orçamento integral deste ano e o do ano passado houve uma queda de 2%. A receita total estimada, para os orçamentos fiscal e de seguridade social para o ano de 2019 no Rio Grande do Norte, é de R$ 12,017 bilhões. Dos quais, aproximadamente R$ 9,9 são do orçamento fiscal, enquanto R$ 2 bilhões do orçamento da seguridade social. Já a despesa fixada é de R$ 7,241 bilhões para o orçamento fiscal, e R$ 4,776 bilhões para o orçamento de seguridade social. Em 2018, a receita total estimada foi de R$ 12,271 bilhões.

O orçamento de 2019 foi aprovado no dia 20 de dezembro de 2018 pela Assembleia Legislativa, com 361 emendas. A redução no orçamento para investimentos foi uma contrapartida do Governo para aumentar o gasto com as despesas obrigatórias. A governadora Fátima Bezerra antecipou em ao menos um mês a abertura do orçamento público em relação ao ano de 2018, quando a LOA foi sancionada apenas no dia 16 de fevereiro, dois meses após sua aprovação pela Assembleia Legislativa. A Lei foi publicada sem vetos pela Governadora e, com a abertura do orçamento, os recursos poderão começar a ser utilizados pela administração Estadual.

Os recursos serão pulverizados em ações que vão desde a construção de pequenos equipamentos públicos até o dispêndio de R$ 165,8 milhões com o PROADI, programa do governo estadual que incentiva a captação e manutenção de empresas no Estado.

Calamidade financeira

A situação das finanças do Estado vem sendo uma preocupação do atual Governo. Logo após a posse, Fátima Bezerra decretou o estado de calamidade financeira do Rio Grande do Norte, a fim de tentar abrir um diálogo com o Governo Federal para solucionar a crise financeira do Estado e flexibilizar as leis dos limites fiscais.

A dívida do Poder Executivo é de R$ 2,6 bilhões, dentre atrasos em folhas de pagamento de servidores, fornecedores, retenção de consignados e repasses obrigatórios na área de saúde. Com o decreto, o RN adentra ao bloco de estados que já formalizaram a situação de calamidade: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e o Mato Grosso.

Nesta sexta-feira (18), o Governo confirmou que deve parcelar em duas vezes o repasse do duodécimo do mês de janeiro aos Poderes Judiciário e Legislativo. A primeira parcela será destinada à folha de pessoal dos Poderes, e a segunda é referente ao custeio e manutenção da máquina administrativa do Judiciário e Legislativo. Esse ano, o orçamento teve aprovação na Assembleia Legislativa para diminuir em R$ 63 milhões o orçamento dos Poderes.

2019:

R$ 12.017.496.000 é o orçamento estimado para o ano de 2019 no Rio Grande do Norte

R$ 9.942.021.000,00 são as receitas estimadas para o Orçamento Fiscal

R$ 2.075.475.000,00 são as receitas estimadas para o Orçamento de Seguridade Social

R$ 351.147.000,00 é o Orçamento de Investimentos das Empresas Públicas e das Sociedades de Economia Mista do Estado

2018:

R$ 12.271.936.000 foi o orçamento estimado para o ano de 2018 no Estado

R$ 10.205.360.000,00 foi o valor de receitas estimadas para o Orçamento Fiscal

R$ 2.066.576.000,00 foi o valor estimado para as receitas do Orçamento de Seguridade Social

R$ 542.961.000,00 foi o Orçamento de Investimentos das Empresas Públicas e das Sociedades de Economia Mista do Estado

TRIBUNA DO NORTE

POR LAURO JARDIM

O Coaf sabe muito mais do que já foi revelado sobre o caso Fabrício Queiroz, o ex-motorista de Flávio Bolsonaro.

Nos arquivos do órgão federal de controle de atividades financeiras consta que Queiroz transacionou um volume de dinheiro substancialmente maior do que o que veio a público em dezembro.

Além dos famigerados R$ 1,2 milhão, movimentados atipicamente entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, passaram por sua conta corrente mais R$ 5,8 milhões nos dois exercícios imediatamente anteriores. Ou seja, no total Queiroz movimentou R$ 7 milhões em três anos.

Segundo o próprio Jair Bolsonaro disse em entrevista, Queiroz “fazia rolo”. Haja rolo.

Flávio chegou a dizer, no início de dezembro, que ouviu de Queiroz “uma história bastante plausível” sobre o R$ 1,2 milhão. E enfatizou: “a gente não tem nada a esconder”, numa frase em que atrelou o seu destino ao de Queiroz.

O que dirá agora sobre essa montanha de dinheiro? Pela relação dos dois, imagina-se que o senador eleito saiba desses R$ 7 milhões.

Quando o MP do Rio voltar a se debruçar sobre o caso — as investigações estão suspensas desde quinta-feira passada por uma decisão de Luiz Fux, mas a tendência é que sejam retomadas — as explicações de Queiroz sobre suas atividades paralelas terão que ser mais convincentes do que as dadas até agora em declarações ao SBT.

Entre os vários mistérios desse rolo, um permanece intacto: como alguém que movimentou tantos milhões de reais em três anos mora numa casa modestíssima de uma viela da Taquara, na Zona Oeste do Rio de Janeiro?

O GLOBO

Uma mulher jogou fezes no rosto de um médico no Hospital Municipal de Areia Branca, região Oeste potiguar, na noite da última quinta-feira (17). O ataque foi confirmado pelo secretário de Saúde do município, Alexandre Inácio, e foi denunciado à Polícia Civil.

O caso aconteceu por volta das 19h na área interna do Hospital Municipal Sara Kubitscheck, horário em que o médico se preparava para deixar o seu plantão. De acordo com o secretário, a mulher é uma técnica de enfermagem, servidora efetiva do município, que está afastada das funções há cerca de seis meses por problemas psiquiátricos.

“Ela entrou no hospital procurando o médico e pediu para ir até ele, para entregar um presente de agradecimento. O pessoal deixou ela entrar no estar médico (local de descanso dos profissionais), mas ela fez isso”, contou o secretário. As fezes foram levadas pela agressora em uma sacola plástica. Ao encontrar o médico, ela passou a jogar os excrementos nele e foi embora, em seguida.

Segundo Alexandre Inácio, a agressora atribui ao médico culpa pela morte do pai dela, que aconteceu há algumas semanas. Segundo o secretário, o homem, que era atendido pelo profissional, estava internado em estado terminal de câncer e apresentou um sangramento que não tinha como estancar. Após três dias, o paciente faleceu.

“Não houve erro médico. Infelizmente era um caso terminal. O médico atua há 10 anos no município e é um bom profissional, bem avaliado pelo público”, comentou o secretário. “Isso nunca aconteceu em Areia Branca. Pegou todo mundo de surpresa. O médico já tomou algumas providências. Está muito chateado”, acrescentou.

Após o ataque, o médico foi à Delegacia de Polícia Civil para registrar um Boletim de Ocorrência e deverá processar a servidora afastada. Em contato com o G1 na noite da última sexta-feira (18), o médico disse que estava “profundamente chateado” com a situação e que vai abrir uma ação contra a mulher, já que considera que ela não tem problemas psiquiátricos de verdade.

O profissional ainda declarou que o estado de saúde do pai da mulher era irreversível e sua morte não foi causada pelo “pequeno sangramento” que apresentava. Ele também afirmou que iria se manifestar oficialmente por meio de uma nota enviada pelo seu advogado, porém ela não chegou até a publicação desta reportagem. O G1 tentou um novo contato neste domingo (20), mas as ligações não foram atendidas.

Ainda segundo o secretário de Saúde de Areia Branca, Alexandre Inácio, haverá reforço na segurança da unidade e as normas internas serão modificadas para impedir a entrada de pessoas às areas restritas aos profissionais.

G1

Em mais uma madrugada de ataques no Ceará, criminosos provocaram neste sábado (19) uma explosão em uma ponte de Fortaleza, e queimaram um ônibus e uma van escolar. Além das ocorrências na capital, um carro-pipa foi incendiado em Crateús, no interior do estado. Ninguém ficou ferido.

O Ceará vive uma crise de segurança desde o dia 2 de janeiro, com seguidas explosões de prédios públicos e privados, ônibus e carros.

+ Áudios revelam que presos deram ordens para ataques no Ceará

Após 13 dias seguidos de ataques, na madrugada do dia 15 de janeiro, houve uma trégua. Quebrada logo depois, na madrugada do dia 17, quando criminosos detonaram uma bomba um poste ligado ao sistema de linha de metrô de Fortaleza.

Ao todo, foram registrados 205 ataques de facções criminosas em 46 cidades do Ceará, incluindo a capital, desde o início do ano.

Forças de segurança investigam o envolvimento do crime organizado, e suspeitam que as ordens para os atos partam de dentro dos presídios.

+ Ônibus é incendiado no 17º dia seguido de ataques no Ceará

Os episódios começaram depois de o governador Camilo Santana (PT), reeleito para seu segundo mandato, ter anunciado que uma de suas prioridades seria endurecer as regras nas penitenciárias estaduais, cujo domínio é disputado por facções criminosas.

Desde que a onda de ataques começou, o governo estadual já anunciou um pacote de medidas para combater o crime organizado, como a convocação de policiais da reserva para reforçar o policiamento e o pagamento de recompensa a quem der pistas que levem à elucidação de crimes.

Segundo balanço divulgado neste sábado (19), 399 pessoas suspeitas de envolvimento nos atos de violência já foram detidas, de acordo com a secretaria da Segurança Pública.

O estado também recebeu cerca de 400 homens da Força Nacional, para policiamento e vigilância de presídios, e pediu novos reforços ao ministro da Justiça, Sergio Moro, nesta semana.

Moro também autorizou a liberação de 60 vagas em presídios federais para líderes das facções cearenses que estão em presídios no estado.

Ao Minuto

O Itep concluiu o processo de remoção do corpo da mulher assassinada na cidade de São Fernando e constata que a mesma foi executada com um único tiro de arma cal.22 na testa.

Um dos garotos filhos do casal comentou com a avó que viu a mãe morta por sobre a cama dos pais, com isto a genitora passou a indagar o suspeito a respeito do comentário do netinho.

Para o Subtenente Morais, oficial de operações do 6º BPM da cidade de Caicó, a polícia passa a procurar um homem frio e calculista: “um ser de altíssima periculosidade”, disse o militar.

Jair Sampio